:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Iwagakure no Sato :: Campo de Treinamento
12 Anos Online
O Nascer do Sol
Arco 01
Ano 12 DG
Inverno
Após a cisão que uniu o mundo, a separação de espólios pós-guerra pareceu muito promissora, mas mais para uns do que para outros. Kumo tomou como parte de seu território uma terra pequena que para muitos não tinha nada, mas, após uma investigação minuciosa feita por ninjas enviados pelo próprio Daimyou do Fogo, foi descoberta a vantagem que Kumo tinha em mãos: estavam em posse, ainda com vitalidade, do corpo de Hashirama Senju, este que foi considerado o maior shinobi em sua época. O Fogo começou uma campanha pessoal para descobrir mais sobre isso, o que acabou culminando em uma grande reunião entre os Senhores Feudais. Mas, no fim, sem nenhum acordo que fosse bom para todos os lados, uma declaração de Guerra Mundial foi feita, e o campo de batalha escolhido foi Otogakure. Forças do mundo inteiro estão agora marchando para Oto para travar aquela batalha que pode destruir toda a paz que foi conquistada há 10 anos.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

a

nujabes.
Genin
nujabes.
Vilarejo Atual
a

treino - Publicado 2/3/2019, 21:15

Repousava sobre o cume de uma montanha sem qualquer pretensão. Tendo se tornado uma perita das chamas, decidira tomar um tempo para si. Era justo, tendo em vista o perrengue passado. A natureza da combatente diria o contrário, no entanto. Postou-se sob si no subconsciente, uma figura caricata que por vez ou outra sempre aparecia nos momentos de maior ócio. — Eu não reconheço você. Por que está aqui, deitada?! Burra. Se soubesse de seu potencial, não cansaria tão facilmente. — disse simbolicamente, entidade maior representativa de todo o esforço. — Droga. Parece que não consigo me esquivar de você, não importa o quanto tente. Dane-se. É hora de treinar. — decidiu-se subitamente. Num relampejar, flexionou os joelhos e os arremessou contra o ar num potente movimento dos membros superiores. Caíra de pé, firme. — E lá vamos nós mais uma vez... — comentou timidamente, descendo da elevação rochosa.

No terreno plano, optara por correr. Continuaria a prática de outrora: velocidade. Desta vez contava com braceletes e tornozeleiras especiais, desenvolvidas pela mãe. E que, apesar da aparência de fina tira, concentravam cada uma massa colossal. Assustada com o peso dos artefatos, caminhou. Fase inicial de adaptação. Por muito treinada, não acreditava que aquele quarteto fosse causá-la tamanho desconforto. Propiciou um estresse absurdo à musculatura, quase que cedendo ao chão involuntariamente. Vibradora, concentrou-se e, de moral elevada, enfrentou o novo desafio posto. — Nem um passo darei para trás. Não importando quão pesado seja o fardo. — garantiu ante nada. Engolfada pelo sentimento de aprimoramento, seguiu. O fez até o desmaio, momento em qual nem mesmo toda a força de vontade pudera contrariar. — Eu acho que isso é tudo... — disse pouco antes de seus olhos fecharem.

Noutro dia, despertou. Os pássaros acertavam-lhe o crânio com seus bicos pontudos, pareciam um despertador da natureza. Balançou a destra na direção da occipital, afastando-os. O rosto moveu-se lentamente e ofuscado foi pelo majestoso astro solar que irradiava magnificência. — Desistir está fora de questão! — disse a si própria, nos instantes em que alguns pensamentos frouxos escorriam e adentravam à mente. Ergueu-se com dificuldade imensa. Todas as fibras estremeciam, fadigadas e exauridas. A dor, contudo, era apenas um indício do aprimoramento. Ela que maltratava a menina, continuou por uma semana ao seu lado enquanto, passada a passada, corria. A velocidade lentamente aumentava. Um dia após o outro e, no sétimo, finalmente viu-se contente. Toda a carga carregada não mais lhe era um empecilho. Locomovia-se com agilidade notável. Comparar-se com a Kai anterior era falta de lealdade. — Tudo isso tem um propósito. A lagarta rasteja até que possa voar com as asas que cria. Eu farei o mesmo, cansarei e vencerei o meu eu anterior até que possa voar... — disparou contra os ares, dando fim à rotina.

Uma mulher batia palmas. — Um belo discurso, garotinha. Nunca vi alguém com sua idade ser tão sábia. Não é, certamente, normal. — provocou. Era pouco mais velha, com silhueta voluptuosa, cabelos longos amarrados, maquiagem pesada e vestia um quimono de flores de cerejeira. Kai recusou-se a dialogar, prostrando-se com feição fechada, acreditando que ali se iniciaria um duelo. A outra riu. — Gyagyagya! Não há com o que se preocupar, afinal somos companheiras de vilarejo. — afirmou apresentando sua proteção de Iwagakure. — Depois de vê-la treinando, achei que seria divertido praticar um pouco com alguém, aceita? — questionou oferecendo a possibilidade de uma disputa árdua. Relutar estava fora de questão. Fechou e abriu as pálpebras calmamente. Assentiu com um tranquilo deslizar da cabeça. Estava definido, lutariam.

Estabelecida uma distância de vinte passo entre ambas, começaram. Atiçada por ser a batalha o centro da situação, Kai era agraciada com os poderes providos por sua determinação inesgotável. Todos os seus sentidos se afiaram, bem como as valências físicas eram acrescidas. A proponente se lançou numa ofensiva primária. Sacou uma centena de cartas de baralho e as arremessou como se tratassem de objetos afiados. Naquele instante, pôde contar com nada senão acrobacias. Buscou desdobrar-se em infinitas maneiras a fim de esquivar-se do ataque da oponente. Mortais e outras piruetas foram executadas com um único propósito: evitar ser atingida. Ao final da saraivada, viu-se com pequenos cortes por todo o corpo, superficiais, causados por sua falta de habilidade em taijutsu. Não fora marcial o suficiente; assim se revelou o erro. — Se tentar apenas fugir, vai acabar sendo acertada por minhas cartas... — provocou.

Numa feição cerrada, a kunoichi decidiu que aquela seria, a partir de então, um caminho de uma única via: tornar-se capaz de evadir-se de todos os artefatos retangulares com perfeição. Uma nova precipitação de cartas era arremessada, porém desta vez com uma fugacidade ampliada. Espalharam-se no espaço e dançaram por alguns segundos no ar, até que se propuseram a atingir a Genin e rasgá-la em centenas de pedaços. Com o intuito de romper os limites conhecidos pelas suas articulações, continuou a tentar executar manobras de complexidade infinitamente superior à capacidade de taijutsu detida. Conforme promovia ao corpo o máximo de si, conseguiu, com dificuldade, sair com vida.

E foi assim que a batalha prosseguiu por alguns dias seguidos: projéteis de uma parte e esquiva da outra. O guerrear só cessou quando ambas se esgotaram completamente e cederam de joelhos no chão. Despropositadamente, aprimoraram-se. Cada uma naquilo que lhe cabia: físico e espiritual. Ao fim, se encararam e sorriram. Finalmente ela conseguira falar com outrem. — A propósito, sou Kai. — disse-lhe o nome. — Finalmente consegui arrancar um sorriso seu... Eu sou Guan. É um prazer conhecê-la. — rebateu contente. Dormiram e, quando desperta, a nobre guerreira viu-se sozinha em meio às montanhas. Retornou à Iwagakure satisfeita com a evolução notável. — Um passo a mais em meu caminho...


Kyou Kai; 225/225 550/550 00/03

Considerações:
Aparência: Kyou Kai - Kingdom, roupas como descritas na seção de aparência da ficha.

+1 ponto em velocidade e outro em taijutsu
Usados:


_______________________

treino Tumblr_n2h10mzqJP1tvbalbo1_500
treino OxxAo3l

Database
Chūnin
Database
Vilarejo Atual
treino OxxAo3l

Re: treino - Publicado 2/3/2019, 22:58

@ +1 VEL & TAI

Resposta Rápida

Área para respostas curtas