>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Indra
Juuichidaime Hokage
Indra
Vilarejo Atual
Ícone : filler: APENAS UMA MISSÃO, por INDRA. Tumblr10

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73475-fp-sarutobi-kaden https://www.narutorpgakatsuki.net/t73468-gestao-sarutobi-kaden

filler: APENAS UMA MISSÃO, por INDRA. - Qua 27 Fev - 0:34




KOBAYASHI INDRA


As Crônicas de Indra: Apenas Uma Missão
01/01 ▵ Estilo de Plotting: Filler ▵ Local: Ruas de Konoha

Era mais um começo de tarde comum em Konoha, quando Indra foi chamado pela vizinha de portão. Na verdade quem atendeu foi a mãe do Chuunin, que estava de folga naquele dia. Assim que recebeu a senhora de sessenta e poucos anos na porta, Haru descobriu o motivo dela estar ali procurando o vizinho: seu marido havia sido sequestrado dentro da própria casa, levado por homens a quem ele devia dinheiro.

Vizinha: Nós prometemos pagá-los até o final da semana e tínhamos até o dinheiro para isso, mas eles vieram e quiseram mais do que realmente emprestaram.

Haru: Tudo bem, fique calma. Eu irei falar com o meu filho, e verei o que ele pode fazer pela senhora.

Vizinha: Por favor, seja rápida. Eu tenho muito medo que eles matem o meu marido. Ele é a única coisa que eu tenho nesse mundo.

E lá foi a mãe de Indra falar com o filho, que estava treinando nos fundos da casa, desenvolvendo os seus próprios golpes. Ainda não eram muito potentes, mas a sua força era o suficiente para derrotar um homem. Logo que soube o que aconteceu com o pobre vizinho, Indra pegou a sua garrafa de água, refrescando-se e indo até a sua vizinha, que esperava de forma preocupada na porta. Não demorou muito para que a mesma desse as informações necessárias para ele.

Vizinha: Faz dois meses que o meu marido se aposentou, mas ele ainda não recebeu o seu benefício. Ele acabou tendo que pedir dinheiro emprestado para agiotas, mas prometeu pagá-los assim que recebesse o seu benefício. Só que eles começaram a cobrar a gente diariamente, o que deixou o meu marido ainda mais nervoso. Bom, finalmente conseguimos o dinheiro que eles queriam, mas eles cobraram com juros altíssimos. Não tínhamos esse dinheiro todo, então eles disseram que levariam o meu marido como garantia, só que eu não tenho esse dinheiro, e nem sei como arrumar. Por favor, preciso que me ajude!

- Tudo bem… Olha, não fique preocupada. Eu irei encontrá-lo, e você fica aqui com a minha mãe. Mãe, por favor, tome conta dela enquanto resolvo isso. Onde esses agiotas costumam ficar?

Vizinha: Na parte Oeste da vila, na área comercial. O líder deles se chama Katsu. - revelou, entrando com a mãe de Indra, que foi tomar banho e se arrumar para resolver o problema da vizinha.

Logo que saiu da sua casa, Indra foi correndo para onde os agiotas costumavam ficar. Já tinha ouvido falar mais ou menos sobre o tal Katsu: de acordo com aqueles que um dia ficaram devendo para ele, Katsu era um homem gordo, baixinho e na faixa dos cinquenta anos, e que pagava muito bem aos seus capangas para darem uma surra em qualquer um que ousasse ficar devendo para ele por muito tempo. Diziam que ele era um homem injusto, manipulador e cruel, capaz de atrocidades para impor algum tipo de respeito, sendo que tudo o que conseguia era gerar medo. Ele nunca foi preso porque ninguém nunca apresentou qualquer denúncia contra ele, e nos tempos em que Konoha se encontrava, era difícil gladiar contra os próprios moradores, e havia quem dissesse que ele tinha ninjas de diversos ranks em sua folha de pagamento.

Só que ele não tinha Indra no seu caderninho.

E foi então que o Chuunin de Konoha chegou na porta de Katsu, abordando os dois homens que estavam fazendo a segurança na porta.

- Meu nome é Kobayashi Indra, Chuunin de Konoha. Vocês estão mantendo um senhor de idade refém para um homem vil chamado Katsu. Me devolvam o senhor e nada de ruim irá acontecer com vocês. – falou imperativo, cruzando os braços.

Segurança: Sai fora, moleque. Aqui a gente não ronca pra nenhum ninja não. A gente aqui é patente al… - gabava-se por ter as costas quentes, quando Indra fechou o punho esquerdo e deu um socão no rosto do cara, o fazendo bater com as costas na parede e cair no chão. O seu companheiro se assustou, e Indra aproveitou-se disso para puxar partir para cima dele, caindo em cima do homem e o agredindo com vários socos no rosto, o que fez com que as pessoas ao seu redor se assustassem, afastando-se.

Logo após, Indra enfiou o pé na porta sem querer saber de mais nada, entrando no ambiente hostil a procurado seu vizinho. Puxou a Tantõ rapidamente, pois sabia que teria problemas em poucos segundos, não demorando muito para que um homem com um porrete na mão viesse averiguar o que estava acontecendo. Ao invés de resolver o problema, acabou levando uma kunai no meio da testa, caindo na escada mesmo. Depois de subir todos os degraus necessários com uma força capaz de fazer barulho no segundo andar, Indra chegou a uma sala de espera, onde havia um homem sentado, um perto da recepção e um na escada para o segundo andar.

Os três se alarmaram imediatamente, correndo até Indra, que puxou a arma e golpeou todos eles rapidamente, um por um, até que todos estivessem feridos e sem condições de lutar. Depois disso, Indra subiu mais um lance de escada, até chegar numa sala onde o senhor estava amarrado sozinho, com sinais de ferimento por todo o corpo.

Vizinho: Rapaz… Você está com esses caras? Eles querem me matar!

- Não, senhor. Eu vim libertá-lo, a pedido de sua esposa. Ela está lá em casa, esperando por você. – desamarrou o homem cortando a corda dele com a Tantõ, libertando-o. - Soube que tem uma dívida grande com esse tal de Katsu… Não deveria estar fazendo esse tipo de coisa, senhor.

Vizinho: A necessidade fez com que eu recorresse a isso, garoto. Meu trabalho não me deu tantas gratificações como o seu. Eu deveria ter sido um shinobi como você é.

- Não se preocupe tanto com isso. Tenho certeza que logo a sua aposentadoria vai sair, e você vai receber todos os benefícios que merece. – falou com um pequeno sorriso, colocando o senhor em seus ombros e o carregando para fora daquele ambiente hostil.

Depois de poucos minutos, eles foram para o hospital de Konoha, onde Indra pode informar tudo o que aconteceu com o senhor, e ainda recolher o depoimento dele, para assim fazer uma denúncia formal contra Katsu, exigindo que ele fosse levado a justiça. Parecia que tudo iria terminar bem, e que Indra estava cumprindo com o seu dever como um shinobi, como havia sido instruído. Mas a história não terminaria tão bem assim, pelo menos não no futuro.



Chakra: (575/575)HP: (575/575)VEL: (00/04)ST: (00/03)
Ficha:
- Banco: - MF:

Informações:

Considerações Iniciais:

Palavras: 1087
Jutsus Usados:
Aparência/Vestimenta:

Aparência de Indra

Armamento:

♦️ [07] Kunais
♦️ [06] Shurikens
♦️ [12] Kibaku Fuda (12x0.25: 3 slots)
♦️ [04] Kemuridama
♦️ [01] Hitai-Ate
♦️ [01] Flair Jacket
♦️ [01] Mecanismo de Kunai Oculta
♦️ [01] Tantõ
Jutsus Utilizados:

-
Ichigo
Genin
Ichigo
Vilarejo Atual
Ícone : O que é que você tá olhando?

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73348-aizawa-ichigo https://www.narutorpgakatsuki.net/t73350-gf-aizawa-ichigo

Re: filler: APENAS UMA MISSÃO, por INDRA. - Qua 27 Fev - 2:34

filler: APENAS UMA MISSÃO, por INDRA. ZATRB8y

_______________________

filler: APENAS UMA MISSÃO, por INDRA. Nbf0RTh

"Eles são capazes de trapacear, roubar, bater na esposa, deixar morrer de fome a velha vovozinha ou matar a machadadas uma raposa pega numa armadilha. Por isso aos homens agrada inventar monstros e monstruosidades: sentem-se menos monstruosos.”
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.