>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Xiao Dre
Genin
Xiao Dre
Vilarejo Atual
Ícone : [Solo] Te dou dedo na velocidade da luz! Tumblr_oz8lqs1Vyo1vj9g38o6_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70286-the-puppet-master-khan https://www.narutorpgakatsuki.net/t70287-gf-dre

[Solo] Te dou dedo na velocidade da luz! - em 19/2/2019, 00:30



Um sentimento de melancolia parecia se alastrar lentamente por toda a floresta silenciosa naquela manhã de terça-feira. Todas as sombras de Zed pareciam estar desanimados tanto para realizar seus treinamentos, quanto para realizar as suas missões. Nem mesmo o líder da organização assassina demonstrava interesse em reanimar os seus homens, visto que ainda não havia dado as caras pela sede, estando provavelmente preso em um sono revigorante depois de cometer alguns assassinatos noturnos, como era de seu feitio fazer. A verdade é que o grande Zed havia se trancado em seu quarto por conta de uma crise de desânimo e estresse. Quanto a Hitomi, esta sim se encontrava em meio a um processo de hibernação, talvez se recompondo após o grande genocídio que cometeu na noite anterior, quando assassinou todas as pessoas presentes na mansão de Boram Darkwill. A menina havia retornado à sede por volta de quatro da manhã e por conta disso ainda estava descontando as horas de sono que perdeu analisando e invadindo o palacete. A herdeira do rei dos mares, apesar de não ser por livre e espontânea vontade, forçou-se a levantar de seu colchonete, precisava se dedicar em seus treinamentos. Havia se tornado uma chunin de Konohagakure, e querendo ou não possuía grandes deveres e responsabilidades os quais vieram em conjunto com o cargo. A garota caminhou passo por passo até o banheiro alocado em seu cômodo, entrando na banheira vazia que logo foi preenchida pela água de seu próprio corpo no instante em que esta se liquefez utilizando da habilidade inata encontrada em todos os membros do clã ao qual fazia parte, mesmo que sem saber, indo além disso, por se tratar de uma herdeira do próprio rei dos mares e controlador das águas de cada um dos oceanos existentes na terra.

O pseudo-banho da jovem Hozuki demorou muito mais do que o habitual, talvez pelo clima árido daquela manhã de outono que instigava a mais pesada e pungente preguiça. No fim das contas a menina se levantou, tornando rapidamente à sua forma sólida, seguindo nua para fora do box que a separava de seu pequeno e organizado quarto. Hitomi demorou menos para se vestir do que para sair da banheira, levando pouco mais de dois minutos para estar completamente pronta e acabada, imaginando o que teria de fazer pelo restante do dia. Talvez treinamento em conjunto com o restante do time, talvez praticar um pouco sozinha, pensou, indecisa sobre o que deveria fazer a seguir. A garota se recordou do fato de Zed provavelmente ter designado alguém para a vigiar, e porquanto o procurou a fim de saber por meio dos olhos de outra pessoa quais eram as suas maiores falhas, dessa forma saberia exatamente onde precisaria melhorar e então se aplicaria intensamente e absolutamente. O corretor de ligação entre a ala oeste, onde ficava o dormitório de Hitomi, e o centro da sede da Ordem, onde se encontravam os aposentos de Zed, era enorme e por conta disso a jovem herdeira do clã de água moveu-se na maior velocidade até então possível. Ao que finalmente se encontrou diante da porta de seu mestre, ouviu a voz do mesmo a convidando para entrar na sala, o que não era mais tão assustador assim devido ter se tornado um hábito. A forma como o assassino sabia das coisas que aconteciam em seu esconderijo era de arrepiar os cabelos até da pessoa mais cética. Não haviam câmeras pelo lugar, Hitomi já havia procurado, talvez as sombras de Zed não eram chamadas assim metaforicamente, talvez algumas destas fossem realmente uma parte da sombria silhueta do homem.

—— Preciso do relatório do assassino que colocou pra me seguir —— Indagou ao passo que entrou, sem nenhuma cortesia —— Por que acha que tinha alguém seguindo você? —— Retrucou o homem —— Você não seria descuidado ao ponto de me deixar sozinha por ai. Sabe do perigo que eu sou —— A garota transpirava autoconfiança. O sujeito sorriu e lhe entregou uma folha de papel, permitindo que a mesma se retirasse, o que a mesmo fez após fazer uma curta reverência diante de seu mentor. Hitomi saiu correndo em sua máxima, sentindo por um instante que sua velocidade havia de fato evoluído, era claro o seu progresso, além do mais, se tratava de uma prodígio. O lugar para onde a Sombra da Água seguiu não ficava distante da ordem, na verdade ainda se situava em seus limites. Hitomi se sentou sobre uma pedra à beira do rio e começou a ler calmamente e com certo tom analítico cada um dos parágrafos do relatório escrito sabe-se lá por qual dos assassinos de Zed, o que na realidade não importava. Mais parecia uma recomendação, visto que o maior ponto franco descrito era a velocidade com a qual realizava selos de mão, o que procuraria concertar sem demora. A menina havia aprendido todos os selos de mão existentes enquanto ainda estava cursando a academia, apenas não os conseguia realizar rapidamente. Isso tendia a mudar. Hitomi começou a realizar cada um dos selos, um por um na maior velocidade que lhe fosse possível, sempre buscando uma forma de manter a ordem e também aumentar a cadencia de seus movimentos, o que pouco a pouco parecia funcionar. Ao fim, horas e horas se passaram, e o avanço era aparente até mesmo para quem apenas assistia escondido entre as folhas das arvores que cercavam o lugar. Hitomi viu a hora do almoço se aproximar, e com isso decidiu que era o momento de retornar, seu treino já havia lhe dado frutos, além até mesmo do esperado, visto que até sua velocidade foi melhorada por consequência de suas corridas.

Hitomi ; 275/275; 475/475; 0/5; 0/3;

Considerações:
Aparência: Aparência de Hitomi. Vestimenta.

Objetivo: +1 Ponto em Selo; +1 Ponto em Velocidade.
Bolsa de Armas:

Tōken: 01 (05)
Shurikens: 05 (05)
Kunais: 05 (05)
Kemuridamas: 05 (05)

Total: 20/20.
Item: Quantidade (Espaços).
Usados:
-

-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Solo] Te dou dedo na velocidade da luz! - em 19/2/2019, 03:27

@Devidamente aprovado.
-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.