>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Nicotavo
Chūnin
Nicotavo
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] - Duelo de Gerações 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t64340-ficha-kaguya-emachi

[Filler] - Duelo de Gerações - em 6/2/2019, 21:02

OFF: Muito boa noite, treino aqui para adquirir +100 de status, e, se possível, +1 de Ninjutsu, grato!





Duelo de Gerações
Sagacidade


*Era uma noite escura e fresca. Os ventos do outono varriam o calor do mapa, e a vila se preparava naqueles próximos meses para mais um inverno próximo. Cortando estes ventos, caminhavam em uma trilha em direção às montanhas, Emachi e Inari, seu pai. Lentamente, o jovem Kaguya seguia os passos de seu pai, que há muito tempo caminhava com o auxílio de uma bengala, pois sua perna era inválida de um incidente ocorrido na última grande guerra ninja. Diferentemente do que muitos possam pensar, a relação entre pai e filho dos dois não era a das mais calorosas. Inari vivia alimentado pelo sentimento de ranço e de vingança para com sua vila; antes o lugar que tanto amava, agora considerava-o algoz da honra e status que antes sua família Kaguya possuía. Sempre tentou imprimir tais sentimentos no jovem Emachi, mas este, nascido com uma índole muito mais pura, recusava-se contaminar com tais ideais negros*
- Falta escuridão ao seu coração – Dizia Inari
*Emachi, como o usual, ignorava tais afirmações. Sentia pena de seu pai; de uma forma muito mais madura do que os mais velhos ao seu redor, o jovem Kaguya já há muito havia refletido sobre o estado emocional de Inari, de como havia caído na escuridão, e o de porque agia assim. Um de seus maiores sonhos era salvar a alma do pobre pai, que, de modo oposto, via Emachi como o futuro vingador da família, que expurgaria Kumo da atual administração corrupta e traria justiça novamente a vila*
- Estamos quase chegando ao local. Já tem algum tempo desde que você se graduou; suponho que tenha melhorado um pouco suas habilidades. Não espero nada menos do que a excelência de um membro do Clã Kaguya; somos a definição de força e habilidade, somos os guerreiros das nações
- Os tempos estão mudando, pai, o inimigo agora não é mais um vilarejo, mas os próprios deuses
- O relógio pode correr, mas a natureza humana permanece, Emachi. Se dada a oportunidade, um se unirá a esses deuses contra outro companheiro. Você não pode abaixar sua guarda. Você é a futura espada do clã que limpará a vila de seus demônios.
*O jovem permanece em silêncio, era inútil discutir, e tais ideologias eram já há muito tempo desconexas de seus desejos e de sua realidade. Continuou seu caminho pela estreita trilha até as montanhas, com o frio aumentando paulatinamente devido a intensificação da velocidade do vento. Os dois caminhavam em direção ao Mausoléu de sua família, local de constante peregrinação e meditação para Inari, mas também seu local favorito para treinos e testes do jovem*
*Já estava acostumado com a caminhada, Inari já o havia testado várias vezes, porém desde que havia se graduado, não havia obtido tempo para ter um momento desses com o pai. Bom, talvez isso fosse mais um alívio do que qualquer outra coisa, e a presença de Emachi alí foi mais uma imposição de Inari do que vontade própria. De toda forma, o mausoléu, uma estrutura de tamanho razoável composta por mármore e madeira nobre, símbolo da riqueza passada da família, já tornava-se visível, anunciando o fim da jornada*
*Inari, lentamente aproxima-se do monumento, derrama uma garrafa de sakê, que havia trazido, sobre a lápide de seus ancestrais, bate suas mãos juntas,  e, após breves momentos de reflexão, retorna, com um rosto sério, em direção a Emachi*
-Nem mais respeito você tem pelos seus ancenstrais- Diz Inari com uma voz séria e profunda
-Respeito sempre tive, mas não partilho da sua crença de oferecer sakê para pedras
- Humpf,  sempre abusado em sua fala. Um dia você pagará pela ingratidão ao seu clã – Inari pausa sua fala e caminha um pouco mais a frente, arrastando sua bengala tradicional- Você sabe que não viemos aqui só para oferecer bebidas aos nossos pais. Sabes muito bem como proceder, ainda anseio pelo dia em que você conseguirá dobrar estes meus joelhos. Venha!!
- HAAA! – Grita Inari
* Emachi, sem pensar duas vezes, salta imediatamente e de forma agressiva em direção ao pai, puxando um punhal longo e afiado de seu corpo, utilizando-se do Tsubaki no Mai. A ofensiva era real; o jovem sabia que não poderia pegar leve com pai, e, que se não tivesse uma intenção assassina, não faria nem cócegas em Inari, mesmo que seu código de honra não o permitisse tirar a vida de qualquer ser vivo, ainda mais de seu pai*
- Ora ora, parece que finalmente conseguiu aprender um dos jutsus úteis de nosso clã. Porém...
*Inari, sem dar um passo, utiliza-se de sua bengala, na mão esquerda, para se defender do ataque do punhal de ossos de Emachi, efetivamente anulando a ofensiva do jovem*
-.... esquece-se que essa minha bengala nunca foi uma bengala originalmente, mas que é um dos artefatos Kaguyas mais preciosos de nosso clã: a Espada Gen No Tsue, feito do fêmur do grande Herói Kaguya, o primeiro Kaguya a vir a Kumo.
*Com a mão livre direita, desfere um soco forte na lateral esquerda do maxilar de Emachi, que, ainda no ar, voa metros para longe rolando no chão*
- Pstt- *Emachi cospe sangue para longe*
*Apesar de aleijado, a força e habilidade de Inari nunca o deixaram, e conseguia se defender e atacar muito bem, mesmo com sua mobilidade diminuída. Mesmo assim, Emachi parte novamente para cima, desta vez atirando 4 shurkens (10 – 4 = 6 restantes) na direção de seu pai como distração, e se preparando para o o combate corpo a corpo. Ainda com sua espada curta de ossos empunhada, Emachi inicia uma intensa luta de golpes e contra-golpes entre sua espada e a Gen no Tsue de seu pai. Sabia que perderia se continuasse no mano-a-mano; seu pai era mais habilidoso que ele, e Emachi lentamente ficava cada vez mais e mais na defensiva*
*Contudo, a intenção de Emachi era essa mesma. Seu pai era ainda extremamente forte para ele, porém muito arrogante. A arrogância na batalha pode ser fatal, e um bom ninja pode percebê-la e usá-la em seu favor; no caso, Inari nunca de fato confiou nas habilidades do filho. Apesar de ter grandes expectativas para com ele, sempre o subestimava, e acreditava que este não estava pronto ainda para o mundo Ninja. Emachi, contudo, já havia passado já por uma série de situações em seus meses como shinobi, havia evoluído, e aprendido novos jutsus. Poderia pegar seu pai desprevenido*
*De maneira inteligente, Emachi começa a recuar em direção as árvores presentes no bosque em suas costas; havia preparado um toco de árvore para executar um kawarimi no jutsu, enquanto seu pai fazia oferendas aos antepassados. Sim, o jovem agiu como um aproveitador, mas sabia que Inari estaria focado em sua ação enquanto estivesse honrando seus antepassados, e que se distrairía. Em meio aos golpes fortes, e já batendo o cansaço de se defender tanto, o jovem, assim como seu pai, sabia que não aguentaria por muito mais tempo, e que, inevitavelmente, seria neutralizado pelo pai. Inari sentiu desprezo do filho, por ele não ter evoluído mais, e sentiu que aquela era uma batalha vencida*
“Não mudou nada; continua sem recursos e inabilidoso, demorará muito para que eu consiga produzir dele um bom shinobi*
*O jovem Kaguya, em um último esforço, acaba caindo de joelhos no chão, defendendo-se com duras penas os golpes do pai, Inari levanta o Gen no Tsu, com a lateral à mostra, de forma  que realizasse o golpe de misericórdia apenas batendo e nocauteando o filho, sem o ferí-lo*
“Kawarimi no Jutsu”
*No momento em que a Gen no Tsu bate em Emachi, o corpo do jovem explode em uma cortina de fumaça, e Inari percebe que havia sido pego em um armadilha; o verdadeiro Emachi surge rapidamente dos arbustos próximos, em um salto pelo lado esquerdo de Inari, já finalizando o selo do próximo jutsu*
- Katon Gokakyuu no Jutsu!

*Uma bola de fogo, lançada a nem 5 metros de distância, avança contra Inari. Em outros tempos, aquilo seria muito fácil de se defender, mas agora com uma perna inválida, as coisas ficariam mais difíceis, principalmente considerando que o experiente Kaguya foi pego por um ninjutsu em seu lado menos móvel, o lado esquerdo*
*Foi certeiro, as chamas englobaram Inari, e Emachi esperava sua vitória. Porém, qual foi sua surpresa, quando, após passada a bola de fogo, nada poderia ser encontrado, apenas uma fumaça branca*
“Calma aí...”
*Quando menos esperava, Inari cai, de bunda, em cima de Emachi, imobilizando-o e efetivamente terminando a batalha. O jovem estava confuso e não entendia mais nada*
- Você caiu para meu Kage Bushin – Disse o pai
 - Como assim?
- A todo este tempo você estava lutando contra meu Bushin
- Mas isso não é possível! Eu fiquei prestando atenção em você todo momento, nenhum selo havia sido feito, quanto mais a aparência de um clone
- É , você ficou atento por bastante tempo, só não em casa.
* O Kage Bushin havia sido feito antes dos dois tomarem seu rumo, todo este tempo, Emachi havia sido acompanhado por um Kage bushin, havia lutado contra um kage bushin, e não poderia ficar mais perplexo com a sagacidade do pai *
- Segui outra rota para chegar aqui. De toda forma, parabéns, você conseguiu me acertar um golpe; não, mais que isso, um jutsu. Eu estaria com algumas queimaduras bem chatas se fosse eu alí mesmo, moleque – Finalizando sua fala, começa a rir, era raro ver Inari rir
- Bom, vamos para casa comer o ensopado de sua mãe, acredito que esse pequeno divertimento o deixará mais preparado para suas próximas missões
 


☉ HP: (300/300)  ☉ CH: (350/350) ☉ ST: (00/03) ☉

Template feito por @MilkWho




Bolsa Ninja:

-10 Shurikens
-10 Kunais



Jutsus Utilizados:

Kawarimi no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo com algum outro objeto, geralmente com um bloco de madeira no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexados à substituição de uma surpresa adicionado. É um ninjutsu básico mesmo ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.


Tsubaki no Mai
Rank: B
Descrição: Kimimaro realiza esta técnica, modificando o úmero (osso do braço) de qualquer braço direito ou esquerdo para criar um curto, punho da espada ósseo. Desde que ele pode aumentar e comprimir a densidade dos seus ossos, ele pode fazer a espada mais resistente do que o aço. Ele então usa a espada para lutar; seu estilo usa cortes rápidos e estocadas para desabilitar oponentes rapidamente. Ele é extremamente hábil com esta espada e não pode, apenas desviar a shuriken, mas também deter um grande número de Clones de Sombra com esta técnica.


Katon: Gōkakyū no Jutsu:
Rank: C
Descrição: Uma técnica onde chakra é amassado dentro do corpo, transformado em fogo e expulso da boca ou como uma esfera maciça de fogo que ruge ou como um lança-chamas contínuo. O alcance do ataque é alterado através do controle do volume de chakra que está reunido. As chamas lançadas vão engolir o seu alvo, e deixar uma cratera na superfície da terra. Esta técnica, aparentemente, exige mais do que as reservas chakra média e dificilmente um genin é capaz de faze-la. O Clã Uchiha também usa esta técnica como um rito de "maioridade" e, como tal, era uma técnica comum e uma das mais favorecidas entre eles.

_______________________

M.F M.S Banco Ficha
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] - Duelo de Gerações - em 6/2/2019, 22:56

@ Aprovado o filler
Negado o +1 nin. Pontos de Databook não podem ser desenvolvidos em Filler, sry.

Ps; Boa luta, bem feita a personalidade do teu pai, curti.
-
Nicotavo
Chūnin
Nicotavo
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] - Duelo de Gerações 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t64340-ficha-kaguya-emachi

Re: [Filler] - Duelo de Gerações - em 7/2/2019, 08:16

Eu acho que confundi com a parada da qualidade de 1 ponto. De toda forma, obrigado @Hyouhaku

_______________________

M.F M.S Banco Ficha
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Filler] - Duelo de Gerações -

-


Edição de Natal por Loola e Senko.