>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Zeitgeist
Shodai Otokage
Zeitgeist
Vilarejo Atual
Ícone : [Treinamento] Musica é vida GM22dSN

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68386-fp-lawliet-hawk-scarlet#509119

[Treinamento] Musica é vida - em 9/1/2019, 20:02

A musica havia sido grande parte da minha vida importantíssima. Ela regia tanto meus hobbies quanto minhas habilidades como um shinobi. Aprendi desde jovem a utilizar minhas habilidades como musico em batalha. Minha kekkei genkai dava a habilidade de manipular o som. Talvez por isso eu tenha me tornado um musico. Com o tempo fui desenvolvendo novas habilidades e entendendo melhor o funcionamento de minha kekkei genkai. Sentado no bar de Iwa, eu refletia sobre isso. Com a flauta em mãos, eu tomava minha cerveja enquanto fumava uma erva.
"Que dia". Refletia enquanto girava a mateki em minhas mãos. Eu havia aprendido a utilizar essas habilidades devagar e minha força aumentava de acordo com minhas habilidades em musica. Comecei a tocar uma musica lentamente enquanto relaxava de olhos fechados. Minhas mãos tocavam a musica lentamente enquanto progredia em um som melódico. Sentia a musica percorrer meu corpo como quem sente ela tomar conta de tudo. Eu era a musica. Seu som progredia em danças de notas que se uniam umas as outras. Com o tempo comecei a sentir meu corpo em estado de extase. A musica mostrava sua força a cada nota e demonstrava veracidade em cada som. Ela contava uma história. Falava em meus ouvidos devagar, como quem sussurra palavras. Podia sentir meus dedos tocarem a flauta e vibrarem com o som. Devagar fui aumentando a velocidade das notas e tornando a musica mais agitada. De pouco em pouco eu progredia com o som que era apreciado por todos naquele bar. Com o pouco que sabia, descia e subia na escala harmônica do som, desembaraçando um emaranhado de notas que concordavam entre si. Seu som ecoava pelo bar encobrindo o dia de melodia. Era o melhor momento do dia. Quando colocava minha alma para bailar. De pouco em pouco fui parando até que o som cessasse. As pessoas no bar aplaudiram e um sorriso em meu rosto se tornou inevitável. Era bom saber que algumas pessoas ainda apreciavam arte. Estava com as mãos calejadas e os dedos tinham calos de tanto tocar. Era instintivo a apreciação daquela arte. De pouco em pouco tomava minha cerveja enquanto meus olhos se fechavam para o mundo. Naquele momento eu me sentia sozinho no bar e uma onda de ideias vinha a minha cabeça. A imaginação tornava-se fértil com o passar do tempo e uma musica tocava em minha cabeça. A facilidade como o som se fazia em minha mente dava abertura para uma nova sonoridade. Tudo que havia aprendido se resumia em musica. Para melhorar o dia, três garotas vieram até mim falar sobre a musica que havia tocado. Fiquei feliz em recebe-las em minha mesa para conversar sobre diversos assuntos. Elas haviam apreciado o som e queriam saber mais sobre mim. Contei a elas sobre minha habilidade e como aquilo fazia parte de minha vida e a noite prosseguiu em um emaranhado de conversas.
200 HP
200 CH

ST: 00/02

Considerações:
Atributo Selo de Mão

Bolsa de armas:

Kunais: 10/10
Shuriken: 10/10

_______________________

-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treinamento] Musica é vida - em 9/1/2019, 20:13

@
-
Zeitgeist
Shodai Otokage
Zeitgeist
Vilarejo Atual
Ícone : [Treinamento] Musica é vida GM22dSN

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68386-fp-lawliet-hawk-scarlet#509119

Re: [Treinamento] Musica é vida - em 9/1/2019, 21:21

Como começar? Naquele dia essa era a pergunta que atingia minha cabeça. Estava realmente a vontade em começar um novo treinamento, mas não sabia como começar. Andava pelas ruas de Iwagakure a procura de algo que me interessasse, mas nada acontecia. Era um dia fatídico como qualquer outro. Nem mesmo a erva que eu fumava havia acalmado meus ânimos naquele dia. As ruas estavam cheias e pessoas caminhavam de um lado para outro no centro do vilarejo. E oque eu deveria fazer? Era questão de entender que nem tudo era como eu queria. Encontrar algo que me interessava só poderia ser em um bar, mas estava cansado de frequenta-los naquele dia. Continuei minha caminhada pelo vilarejo observando as pessoas ao redor. Era dia. A tarde estava passando devagar e muitas pessoas demonstravam seus rostos por entre o vilarejo. Fazia tempo que não fazia uma caminhada daquelas. Geralmente eu me continha em ir da minha casa até o bar e nada mais. Mas fora o dia certo que encontrei para sair. Durante minha caminhada, vi um homem roubar a bolsa de uma mulher bem na minha frente e não poderia deixar aquilo acontecer. Quando ele correu, eu iniciei uma perseguição em sua direção visando toma-lo de volta. O homem corria rápido e parecia ter habilidades ninjas devido a maneira como ele continuou a corrida. Subiu sobre uma casa e partiu pelo telhado. Eu fiz o mesmo. Sobre o telhado eu o gritei esperando que ele ouvisse, mas ele se limitou a olhar para tras e continuar a corrida. Era momento de continuar. Mantive a corrida em sua direção e saquei uma kunai de minha hip pouch, lançando-a em sua direção. O mesmo agilmente desviou da kunai e continuou a correr. Pelo jeito não seria fácil pega-lo. Mantive firme a perseguição. Quando ele chegou nos rochedos percebi que ele não pararia até que estivesse a salvo. Utilizei de minha velocidade para tentar pega-lo, mas quando me aproximei o mesmo se virou em minha direção, executando um soco em minha reta. Com agilidade, desviei abaixando e toquei o solo girando meu corpo executando um chute em sua direção. O homem sem reação, foi atingido e jogado ao chão. Assim consegui imobiliza-lo e pegar a bolsa de volta. Havia sido uma corrida e tanto, talvez alguns quilômetros haviam sido passados e deveria leva-lo junto comigo. Segurei seus braços e o obriguei a seguir junto a mim. Voltariamos la onde aconteceu o roubo e ele seria levado para a prisão. Chegando lá a moça ainda esperava por mim. Devolvi sua bolsa e carreguei o homem junto a mim em direção a prisão da vila. Lá eu o entreguei a um homem que fazia a recepção, deixando-o lá. Em seguida voltei a caminhar pelo vilarejo como se nada houvesse acontecido.
200 HP
200 CH

ST: 01/02

Considerações:
Atributo Velocidade

Bolsa de armas:

Kunais: 10/10
Shuriken: 10/10

_______________________

-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treinamento] Musica é vida - em 10/1/2019, 09:59

@
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Treinamento] Musica é vida -

-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.