Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
Naruto rpgakatsuki
tópicos recentes
Inverno
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
11 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngeAnge, mais conhecida como Angell, é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
SenkoSenko, também jogador de RPG narrativo desde 2011, conheceu o Akatsuki em 2017, mas começou a jogar para valer em 2020, destacando-se pela sua prestatividade e suas habilidades em design e programação. É responsável por ajudar na criação de novos sistemas e regras além de fazer a manutenção do tema do fórum.
BlueJay#0529
BahkoBahko joga fóruns narrativos desde 2010. Após ficar muito tempo sem jogar, voltou em 2020 onde encontrou o Akatsuki. Desde então, vem auxiliando o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do fórum, é estudante de Engenharia Elétrica.
fransudo#7724
RavesJogador ativo desde 2020, Raves entrou pro Akatsuki RPG e desde então vem contribuindo para o engajamento interno do fórum. Atualmente, é o principal responsável pela organização geral, além da criação, revisão e adequação de regras e sistemas, auxiliando como pode nas demais áreas. Particularmente, é um grande apreciador de enredos e está constantemente pensando no futuro.
Revescream#5421

Ícone
Convidado
Era um dia tranquilo na vila, no qual eu não havia nada para fazer. Por não haver qualquer tipo de atividade que viesse a me entreter naquela região, eu viria a me deslocar até uma região mais propícia para treinar. Tal ideia de realizar exercícios viria a minha cabeça após pensar em meu porte físico comum. Após algumas horas de caminhada eu chegava até as regiões de treino, sei que é o treino devido aos sons habituais de pessoas treinando. O ambiente era propício para o treino, sendo um local isolado e sem interferências externas. Aqui, eu me preparava para realizar uma forma de treinamento que por mim ainda era desconhecida, já que eu não tinha a menor ideia do que fazer para treinar, já que eu não havia realizado tais exercícios em minha vida. Utilizando meu intelecto, eu gastava algum tempo para programar um tipo de treino específico que eu iria por em prática. 

De inicio eu me direcionava a para coletar um pedregulho simples que eu usaria como ferramenta para desenho nas rochas, mesmo sem enxergar é facil para mim achar objetos ao chao, procurando com minhas mãos perto das árvores, alguns galhos também seriam coletados e uma tora de madeira simples seria o ultimo recurso que eu viria a buscar, pois é dificultoso coletar recursos sendo cega, o pedregulho no rochedo, eu desenhava algumas linhas com kanjis que representavam os pontos mais seguros do rochedo em uma forma de quadrante e como uma forma de guia, apos anos treinando eu consigo escrever sem ver só não sei se está correto, eu utilizaria este desenho para me guiar em meu posicionamento durante o treino, pelo menos eu tinha uma ideia do meu posicionamento, Após memorizar o conteúdo escrito no chão, eu começava a escalada utilizando somente um braço, em uma arvore, pelo som do vento nela era no mínimo enorme e que nas primeiras tentativas eram totalmente frustrantes. Os fatores que causavam minha falha eram o forte vento da região, carregado de terra somado a minha falta de força. As tentativas eram muitas e um único dia seria impossível haver qualquer tipo de melhora em minha durabilidade, ainda mais devido as minhas falhas constantes que não permitiam meu corpo se desenvolver. Após um dia de tentativas, eu caminhava até uma abertura em formato de caverna entre rochas que estavam proximas que serviria como forma de abrigo durante o período. 

Se passavam mais de uma semana e minhas tentativas frustradas se tornavam tentativas razoáveis ao ponto de meus braços conseguirem sustentar meu corpo durante a escalada. O vento da região parecia ter se esvaído e o sol não me castigava a ponto de me causar problemas durante o treinamento. Neste período, eu utilizava meu tempo para repetir o mesmo método de treinamento, tendo em vista que algumas vezes eu retornava a vila para abastecer suprimentos e para saciar meu desejo por chocolate. Passaram-se algumas semanas a mais, eu já conseguia perceber as dores assolando meu corpo. Por diversas vezes eu passei horas imóvel dentro do abrigo devido a fadiga, mas havia algo que eu vinha a perceber durante estes momentos de desespero. Apesar de eu ainda entrar em fadiga, meu corpo havia ficado bem mais resistente, ao ponto de ser notável a melhora da resistência do meu corpo. Isto somente havia me motivado mais para treinar ainda mais. 

Havia chegado a minha hora. Eu vinha a abandonar minha localidade de treino em busca de algum lugar que elevasse meus limites e o deserto pertencente a região da vila parecia ser algo desafiador. Desta vez o sol me castigava por lhe desafiar. O deserto era escaldante, mas meus recursos, que eu havia trago comigo durante a viagem amenizavam o sofrimento. Desta caminhada eu havia encontrado uma espécie de cadeia de rochedos em meio ao deserto que formavam uma espécie de montanha que eu usaria para melhorar minha prática de melhoramento físico. De inicio eu novamente utilizava uma lasca de pedra para fazer desenhos na rocha, novamente, com o intuito de localizar os melhores pontos de escalada que eu podia realizar naquela situação. Passado algum tempo, após memorizar os planos de escalada, eu procurava por um abrigo que seria outra fenda, usando as mãos para apalpar e os sons para me guiarem sendo esta com uma estreia abertura em cima, que me proporcionaria abrigo. 

Após um dia de descanso devido a uma longa viagem, eu estava pronto para realizar o treinamento intensivo que iria finalizar este período. Eu começava por aplicar chakra em meus pés com o intuito de utilizar tal técnica para a escalada da enorme arvore. Com tudo pronto, eu começava uma corrida em disparada para cima, utilizando o rochedo como base. Devido ao treinamento recente, eu não conhecida minhas limitações físicas por completo, já que meu corpo estava em constante alteração devido ao esforço aplicado durante o treinamento. Conforme foram passando os poucos segundo de corrida íngreme, eu começava a sentir os musculosos das minhas pernas se lesionando, ou seja, as dores começavam a surgir. Isto era completamente viável já que eu somente havia treinado os braços durante a minha primeira fase de treino e por tal, eu começava a ter um sentimento de desistência. 

Para evitar que algo de trágico acontecesse durante minha corrida, eu alternava o modo de treino ao momento em que eu sentia minhas pernas desistir. Voltando a realizar a escalada pelo método de um único braço, eu forçava ainda mais o meu corpo a aceitar a constante pressão que o mesmo vinha recebendo. As dores começava a se acentuar novamente no braço utilizado para escalada. Neste ponto eu, esbaforido, voltava a concentrar meu chakra na região dos pés, correndo novamente em disparada até o topo. Minhas pernas haviam descansado, mas a dor ainda havia se mantido e a mesma iria se manter até o final do percurso. Eis que surgia outro problema. Minha falta de concentração devido ao cansaço de uma escalada que aparentava ser de mais para o meu corpo fazia com que o chakra concentrado em meus pés viesse a entrar em uma forma de desorganização, ao ponto de me obrigar a somente utilizar o método prévio de treino para terminar a subida. 

Após uma última tentativa de esforço, eu chegava a uma parte plana do rochedo, que apesar de não ser o topo, seria o suficiente para mim, já que meu corpo não aguentaria mais tanto esforço. Pelo alto eu podia ver o portão da vila. Paralisado e dolorido, eu passava um bom tempo naquele local, no qual eu vinha a deixar somente um dia depois. Eu podia sentir meu corpo mais resistente, a melhora do meu físico era assustadora de certa forma. Revigorado após um merecido descanso, eu retornava para a vila, já que eu tinha outras tarefas a realizar. 


Hatake - 225/225 225/225 0/3
- sou cega mas sou ninja e segundo o próprio defeito desenvolvi minha audição melhor que uma pessoa normal
- deserto narrativo 
- treino solo para stamina
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
@
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos