:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Centro da vila
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sab 24 Nov - 17:49

Relembrando a primeira mensagem :


—— NARRADOR

Desconfianças pairavam em Kumo. A convocatória veio por meio de uma carta que foi entregue em suas caixas de correio. No quartel general se discutiam planos para lidar com um problema latente, esse seria explicado quando os convocados aparecessem.

Considerações: --

Spoiler:

01/40
@Reika e @Radagast

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Ter 11 Dez - 1:17


—— NARRADOR
O homem apenas ficava sentada vendo a jovem que se contorcia pela marca, sua falta de surpresa mostrava uma certa familiaridade com a marca da maldição -pra que conter a marca assim, você vão viver uma luta eterna… eu sei muito bem que vai ganhar caso isso aconteça- a jovem talvez nem mesmo prestava atenção, pois ela aparentava estar muito focada tentando comandar a marca. Depois de alguns minutos a jovem conseguia inibir a marca, o homem então colocava a sua mão na frente da boca, um pouco distante dela mostrando o X que havia nela para Reika, ele puxava a manga e logo algumas marcas semelhantes às dela se espalharam pelo antebraço do homem, junto das marcas acompanhava a pele mais escura, suas unhas crescia um pouco ficando mais animalescas, ela fazia seu braço voltar ao normal -vamos tentar denovo, mas dessa vez não retraia a marca, apenas a conduza, se é que me entende- fazia novamente um selo e liberava a marca da jovem por meio da técnica.




Considerações: Você conseguira manter as marcas e a dor vai diminuir, caso deseje.
MASCARA VISTA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Ec8fa66c1b8e7bc67e23e7b92ad661e4
Yashua

Jutsus Usados
Noroi Nagashi
Rank: S
Descrição: o marionetista dos amaldiçoados, como a tecnica é conhecida por Yashua, um fuinjutsu criado especialmente para controlar aquele que já foram amaldiçoados por a juinjutsu. A tecnica consiste e duas partes para ser completa, a primeira é a de inserção de chakra na marca amaldiçoada e a segunda é proclamar a técnica para assim controlar a marca enquanto o amaldiçoado não a controla.

Spoiler:

16/40
@Reika

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Ter 11 Dez - 4:06


Malediction [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Escutado as palavras do homem, ela decidiu por confiar - afinal, não havia mais nada que pudesse ser feito naquela situação. Imaginou estar amarrada por correntes enquanto usava de seu chakra como uma chave adentrando num cadeado. Ela fazia o papel da condução da chave até a fechadura, que por sua vez era a atuação do seu selo amaldiçoado. Imaginou, parou de se contorcer, fechou os olhos e assim o fez.

Por que isso está acontecendo comigo? Praguejava. Não havia ninguém pior para estar sujeita aos comandos de uma pessoa; sobretudo um homem. O demônio amarelo de Kumo só desejava eletrocutá-lo, por estar obrigando-a a fazer algo indesejado. Se fosse por assim fazer, daria o seu melhor e definitivamente seguiria cada passo com muita atenção e cuidado. Tentava imitá-lo usando de todos os seus conhecimentos obtidos até o momento, e esforçando-se ao máximo de suas capacidades.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:
Usados:
Bolsa:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qua 12 Dez - 15:30


—— NARRADOR
A marca da jovem soltava novamente suas inscrições pelo corpo da garota, mas agora uma pele negra começa a surgir ao redor da marca e ia se espalhando por onde as inscrições estavam, os olhos de Yashua ficavam atentos a garota, pois ele podia cancelar a técnica e a posse da marca a qualquer momento -muito bem, deixe as inscrições tomarem seu corpo, você está indo melhor do que esperava- ironizava o jovem com suas palavras ao ver que Reika não passava nada bem. As marcas seguiriam para a lombar da jovem onde ao final uma cauda surgiria na menina sem que ela quisesse, o homem comentaria a cena -que rabão- colocaria uma mão mexendo em seu queixo enquanto continuava a olhar para a jovem.




Considerações: Nossa uma cauda nasceu, que loucura. VOCE ESTA LIVRE PARA TOMAR AS AÇÕES QUE QUISER.
MASCARA VISTA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Ec8fa66c1b8e7bc67e23e7b92ad661e4
Yashua

Jutsus Usados
Noroi Nagashi
Rank: S
Descrição: o marionetista dos amaldiçoados, como a tecnica é conhecida por Yashua, um fuinjutsu criado especialmente para controlar aquele que já foram amaldiçoados por a juinjutsu. A tecnica consiste e duas partes para ser completa, a primeira é a de inserção de chakra na marca amaldiçoada e a segunda é proclamar a técnica para assim controlar a marca enquanto o amaldiçoado não a controla.

Spoiler:

17/40
@Reika

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qua 12 Dez - 21:46


Malediction [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

O comportamento agressivo de Reika era iminente. Ao passo que se esforçava para controlá-la ao máximo, sentia-se incapaz por estar criando aspectos disformes de seu próprio corpo. A palidez de sua epiderme cedia a transmutação; suas calça avermelhada furava-se deixando com que uma grande cauda surgisse e balançasse de modo semi-controlado. —— O que você está fazendo comigo, seu... desgraçado —— Furiosa pelo homem estar achando graça na situação. Avançaria a ele desferindo um poderoso soco com sua mão direita, se pudesse. Caso errasse-o, aproveitaria-se da imprevisibilidade girando seu corpo e desferindo um golpe com sua calda que visaria atingir o rosto do homem e causar a ele um dano na região da mandíbula.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 1/5 st
Cons.:
Usados:
Bolsa:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qui 13 Dez - 22:36


—— NARRADOR
O menino com uma intenção despretensiosa continuava a admirar o rabo da menina que parecia não aceitar o elogio de Yashua muito bem, o jovem mal conseguia acompanhar a investida da garota, ele jogaria seu torso e cabeça um pouco para trás em ordem de desviar do soco, a jovem giraria de forma esplêndida aos olhos do garoto que logo se lembrava do rabo da garota, movendo seus braços de forma que fizessem um L para receber o impacto da cauda sem que lhe causasse muitos problemas, com o impacto da cauda ele era movido um pouco para trás, não jogado, mas empurrado, o impacto foi tão forte que foi possível ouvir o tilintar da porcelana do pires se chocando com o pequeno prato. O jovem tentava manter a pose por um momento, mas seus braços tremiam e pulsavam de dor, era visivel mesmo com seus braços cobertos por uma jaqueta de couro -mantenha seu controle, a marca pode te deixar impulsiva e isso em batalha pode significar sua morte- ele voltaria a olhar para a cauda da garota e perguntaria -você consegue contrala-la, consegue descrever a sensação?- levaria sua mão ao queixo a espera de uma resposta.




Considerações: Defesa graças a int 6 e velocidade mesmo, ele recebeu danos mas não acho necessario colocar status, se quiser avisa que eu coloco ou até crio ele npc se quiser.
MASCARA VISTA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Ec8fa66c1b8e7bc67e23e7b92ad661e4
Yashua

Jutsus Usados
Noroi Nagashi
Rank: S
Descrição: o marionetista dos amaldiçoados, como a tecnica é conhecida por Yashua, um fuinjutsu criado especialmente para controlar aquele que já foram amaldiçoados por a juinjutsu. A tecnica consiste e duas partes para ser completa, a primeira é a de inserção de chakra na marca amaldiçoada e a segunda é proclamar a técnica para assim controlar a marca enquanto o amaldiçoado não a controla.

Spoiler:

18/40
@Reika


off: olá a radagast falou que só vai fazer a quest com você, mas eu não achei a troca de objetivo, confere pra mim como deve ficar tudo, obrigado, se não conseguir rlx que eu corro atrás, pq ele falou que o doug aprovou uma troca mas não mudou no rp. Obrigado pela atenção.

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sex 14 Dez - 8:47


Malediction [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Olhou para a palma de ambas as mãos, sentindo o poder fluir e sorriu rispidamente. —— E você? Consegue sentir a sensação do meu golpe? —— Devolveu, autoritária. No fundo, ela começava a sentir-se agradecida pelo homem, mas não é algo que ela demonstraria no momento - não podia admitir as condições que ele a impôs. Não por ser uma fraca, muito pelo contrario: ela detestava ser rebaixada.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:
Usados:
Bolsa:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sab 15 Dez - 21:42


—— NARRADOR
O ninja da nuvem estica sua mão para próximo da garota para ela ver o estrago que havia feito, abria e fechava sua mão, era visível a dificuldade de meche-la -mesmo sem controlá-la totalmente a maldição lhe deu os benefícios… interessante- o jovem caminharia até uma das portas daquele quarto e a abria, logo era possível reconhecer que estava nos arredores do quartel general.
Yashua então falaria -então acredito que de onde está você conseguirá entender o resto sozinha ou fique aqui e termine de treinar… comigo- ao final de sua frase ele diria de forma de um pouco constrangida.





Considerações: post de transição, pode escolher entre continuar no quarto ou seguir ao quartel general para proseguir com a missão que estava antes ou ir para outro lugar, você quem sabe.
MASCARA VISTA (missão)

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Ec8fa66c1b8e7bc67e23e7b92ad661e4
Yashua

Jutsus Usados
Noroi Nagashi
Rank: S
Descrição: o marionetista dos amaldiçoados, como a tecnica é conhecida por Yashua, um fuinjutsu criado especialmente para controlar aquele que já foram amaldiçoados por a juinjutsu. A tecnica consiste e duas partes para ser completa, a primeira é a de inserção de chakra na marca amaldiçoada e a segunda é proclamar a técnica para assim controlar a marca enquanto o amaldiçoado não a controla.

Spoiler:

19/40
@Reika

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sab 15 Dez - 22:19


Malediction [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Fechou os olhos mantendo o sorriso, enquanto percebia que ficou mais forte. —— Então finalmente vai me deixar ir, heh? —— Caminhou para o outro lado da sala, abrindo a porta e parando sua movimentação olhando para trás num relance. —— Obrigado —— Disse, com muita dificuldade, mas disse —— Nos vemos por aí —— E prosseguiu saindo e trazendo o corpo para o ar livre. Suspirou e tornou a caminhar na direção a qual tinha inicialmente estado: o quartel general. Havia de dar procedência a sua missão, tendo em vista que era a única que portava as informações sobre os bandidos que haviam se explodido.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:
Usados:
Bolsa:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Dom 16 Dez - 20:23


—— NARRADOR
Reika
Yashua com um sorriso envergonhado e sua maçãs das bochechas se coravam levemente, ele passava a mão em sua nuca olhando para o chão e diria -de nada, espero que de fato saiba lidar com sua maldição- a jovem partia para fora da sala se despedindo do garoto.

Assim que a jovem partia em direção ao gabinete ela logo seria parada, o homem se aproximaria dela -onde você estava, o chefe da investigação está pedindo para você entregar o relatório para ele sobre as informações que adquiriu, mais uma coisa, um ninja queria te ver também- o homem então partia seguindo em seu caminho deixando a garota ali.



Radagast
No gabinete o ninja era chamado por um membro do alto escalão da academia ninja, instituição que cuidava sobre as patentes dos níveis militares da vila. A moça logo falaria para ele -que bom que chegou logo, estavamos vendo umas fichas e queremos que você avalie uma ninja para um teste para subir a tokujo, você também estará sendo avaliado, pois então faça isso direito, queremos que avalie nela todos os quesitos necessario para se tornar um tokujo e talvez uma ANBU, porque ela se mostrou bem apta a lutas- a moça então balançava a mão para ele ir, terminaria dizendo -ela está no quartel general, vá logo.






Considerações: aee radagast entrou no rp.
A ordem é: Narrador > Reika > Radagast (isso mudará, apenas se eu pedir)
[url=https://sc02.alicdn.com/kf/HTB1O29kKVXXXXaaXFXXq6xXFXXXh/cosplay-mask-Japanese-blood-mask-Halloween-Mask.jpg_220x220.jpg]MASCARA

Spoiler:

19/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Dom 16 Dez - 21:02


Informations [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Sem relutância por já esperar o ocorrido, dirigiu-se ao local destinado para completar o relatório. Seu único foco no momento era completar a missão que lhe foi incumbida, preocupada com a morte recente de seus aliados. Preencheria-o passando todas as informações que tinha detido ao invadir suas mentes; afinal, se ela morresse, aquelas informações ao menos estariam salvas. Depois, encaminharia-se para a sala-de-espera ao lado do gabinete e sentaria-se com as pernas cruzadas no banco logo à frente. Trouxe a destra ao local do selo amaldiçoado e massageou a região por alguns segundos, lembrando-se do que o homem outrora lhe disse. Isso é realmente algo interessante, hm?

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Kaido
Raikage
Kaido
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Dom 16 Dez - 21:42

Radagast estava sentado frente a sua enorme mesa de estudos, pesquisando a respeito de raras espécies de formigas, quando o som de golpes sendo desferidos contra o vidro de sua cozinha lhe tirou a concentração. Chateado, o jovem se encaminhou ao cômodo, percebendo logo a sombra de uma enorme ave por detrás da janela de vidros coloridos – Ótimo, pelo menos não são crianças arremessando pedras contra minha janela. Com animais eu consigo lidar -.
Ao abrir a janela, os raios de luz vieram de encontra aos olhos do shinobi, que precisou levar seu braço enfrente aos mesmos para se proteger – Droga... O que querem comigo a essa hora? -. Impaciente, mas fazendo questão de tratar bem o animal que em sua opinião era um escravo nas mãos do governo, Radagast apanhou a carta e tratou logo de descobrir do que se tratava – Ok. Rapazes... Venham, nós temos trabalho a fazer -. De todos os pequenos buracos, frestas e sombras da residência, insetos negros como a noite saíram, se dirigindo até seu mestre.

Dentro do gabinete, Radagast se mostrava um pouco desconfortável, mas procurava não deixar isso transparecer a sua superior “Trancafiado entre quatro paredes, em meio a pessoas falsas, pessoas politicas que desrespeitam a natureza e fazem de tudo para alcançar seus fúteis objetivos, que beleza... Era realmente tudo que eu queria”.
Apesar de desagradar a Radagast o fato de receber uma missão, ainda mais junto a outra pessoa, a perspectiva de poder sair da vila, contemplar a beleza do mundo e até mesmo descobrir novas espécies de insetos, tornava tudo aquilo suportável – Ótimo... -.
Sem ao menos se curvar a sua superior, Radagast lhe deu as costas e saiu do recinto, indo em direção ao quarto onde sua colega lhe aguardava.

A aparência do jovem talvez despertasse logo de cara o desagrado e pavor de sua colega. Os cabelos de Radagast eram longos, desgranados e sujos. Nos nós e ondulações existentes em meio a sua cabeleira, vespas e outros insetos formavam tocas e pareciam não fazer questão de se esconder. As vespas em especial, realizavam voos ao redor do jovem, avançando ameaçadoramente contra aqueles que se aproximavam.
Assim que entrou ao recinto, Radagast pousou seus olhos na garota e a estudou por um breve segundo. Impaciente, logo rugiu – Eii, você... Você é a chunnin, não é? Me incumbiram de te acompanhar. Sabe alguma coisa a respeito da missão? -



HP: ❲ 1.250 • 1.250 ❳ CH: ❲ 1.425 • 1.425 ❳ ST: ❲ 00 • 07 ❳ V: ❲ 01 • 03 ❳

Considerações”:
Equipamentos”:
Jutsus Utilizados”:


Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Seg 17 Dez - 20:17


—— NARRADOR
Passado um certo tempo com Reika esperando as ordem do quartel general, ambos aparentavam estar tendo uma conversa, um ANBU pararai onde ambos estavam para chamar Reika, ele a chamaria com um movimento de sua mão na esperança dela perceber e se aproximar, ele então entregou um pergaminho e diria -inicia-se agora a segunda fase da caça ao homem que porta a máscara da qual você reportou ver na mente de um dos meliantes, parta agora e leve o... - ele lia um papel que estava na sua mão e voltaria a falar -Radagast com você, não sei o motivo, mas ordens são ordens- o ANBU partia então.

A missão agora era a de procurar pelo bando mascarado, não fazia muito tempo que eles escaparam da vila, talvez estejam procurando abrigo em algum vilarejo próximo, para despistarem os ninjas de kumo.






Considerações: autoexplicativo acredito.
A ordem é: Narrador > Reika > Radagast (isso mudará, apenas se eu pedir)
MASCARA

Spoiler:

20/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Ter 18 Dez - 7:56


Informations [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

O diálogo recém estabelecido interrompeu sua meditação, e então devolveu o olhar à figura estranha que se aproximava e tecia vocábulos indicando um cumprimento. Fitou-o dos pés à cabeça, sentindo um certo choque cultural, incluso de um desconforto à la Pedro Álvares de Cabral. Uma necessidade de se tornar sobressalente naquela condição lhe corroía como o mais concentrado dos ácidos; e então o fez. —— Sim, embora eu seja Chūnin, não se engane. Eu derrotei dois dos oponentes e recolhi as informações, mas em outras missões eu já cheguei a derrotar mais de cem... não, talvez duzentos. Não me subestime! —— Virou-se em um movimento ríspido, fazendo uma onda com seus longos cabelos amarelados que passariam em poucos centímetros da face de seu aliado. —— Vamos nessa? —— Indagou já de costas, em passos que aceleravam a cada segundo. Ela pensava sobre as visões que tinha visto na mente dos dois mortos, e num vislumbre, lembrou da máscara vista. Ela procuraria em uma das salas por um papel e uma caneta, e usaria da parede como apoio para rapidamente desenhar um esboço de sua imaginação e daria-o ao aliado. —— Veja, estamos procurando por alguém que use isso —— Disse, trazendo a mão ao queixo tornando a pensar. Para onde iriam? Ela não sabia exatamente o local em que eles estavam. Necessitavam de maiores pistas.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Kaido
Raikage
Kaido
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Ter 18 Dez - 17:27

A pergunta do shinobi logo foi sanada, não por sua colega, mas por uma terceira e irritante, na opinião de Radagast, pessoa “Caçar. Talvez eu realmente tenha alguma diversão com essa missão afinal”. Assim como seu mestre, os insetos negros também pareciam excitados. As vespas interromperam seu voo e pousaram pelo corpo de Radagast, se comunicando com ele – Sim, sim -. Os músculos faciais, antes relaxados e sem vida, deram lugar a uma expressão sinistra, um sorriso, esboçado por uma pessoa que parecia nunca antes ter provado de tal expressão.
A menção das palavras de sua colega, Radagast voltou a estuda-la, dessa vez mais profundamente. Redagast estudou desde sua postura, até o tom de sua voz enquanto suas mentiras eram proferidas – Interessante -. O sorriso se desfez, dando lugar a apatia usual – Mais uma pessoa tomada pela vontade banal de se provar, de ser alguém dentro de um sistema sem significado, de uma sociedade fútil. Bom, pelo menos não me colocaram para trabalhar com uma filhote indefesa -. Dando de ombros e apanhando o desenho, Radagast completou – Vamos. Mas me diga... Para onde? -.
Enquanto esperava sua parceira, a única a par do caso, pensar, o jovem olhou para o desenho feito pela mesma “Mascara... O que ele procura esconder?”. O estudo da mente humana e da sociedade era algo que de fato não apetecia muito o jovem, mas não deixava de ser para ele, algo curioso e digno de ser estudado. Perdido em seus pensamentos a respeito de seu inimigo, Radagast inconscientemente apanhou algumas folhas secas de sua bolsa e as levou até sua boca. As folhas aos poucos iam sendo processadas pelos dentes do rapaz e soltando uma seiva negra em sua boca, o que manchava ainda mais seus dentes.



HP: ❲ 1.250 • 1.250 ❳ CH: ❲ 1.425 • 1.425 ❳ ST: ❲ 00 • 07 ❳ V: ❲ 00 • 03 ❳

Considerações”:
Equipamentos”:
Jutsus Utilizados”:



_______________________

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qua 19 Dez - 13:40


—— NARRADOR
Ambos ninjas estavam dentro do cômodo quando Yashua passava e rapidamente percebia que Reika estava ali, ele se aproximaria da jovem -ei, estava a sua procura, me pediram para entregar isso para você, são relatórios novos sobre a sua missão- o jovem olharia para Radagast com um olhar suspeito -o que você esta comendo, bem não me interessa- ele voltaria a olhara para Reika enquanto se distanciava -espero que possamos lutar assim que tiver controle total sobre aquilo- dava um sorriso malicioso e seguia seu rumo deixando os dois ninjas voltarem a trabalhar.
Nos novos relatórios haviam informações chave para o sucesso da missão, dentre os muitos havia dois que apontavam dois locais diferentes que o bando poderia ter ido, para Nagasaki ou para Sapporo, as cidades se encontravam próximas, com uma pequena viajem era possível chegar no mesmo dia de uma cidade a outra, mas mesmo sendo cidades próximas ela eram extremamente diferentes.
Nagasaki de acordo com o relatório é uma cidade de samurais, bem simples economicamente e muito religiosa, não há de fato ninjas no local, apenas samurais sendo eles parte do exercito da prata que é comandado por Yumo Nagasaki III.
Sapporo é uma cidade de inventores e estudiosos,eles são totalmente aversivos a religião seguida por Nagasaki, seus estudos não batiam com aquilo que os samurais de Nagasaki acreditavam, Sapporo é uma cidade pouco conhecida mas que criou o vapor compartimentado em bolhas de sabão ou mais comumente chamadas de Sapporo na região.
Um dos relatórios estava muito ruim de ler, mas era possível entender que se tratava de um inventário feito em algum lugar que era ilegível.







Considerações: Os caminhos foram dados, tem liberdade de narrar até a chegada de uma das cidades.
A ordem é: Narrador > Reika > Radagast (isso mudará, apenas se eu pedir)
MASCARA

Spoiler:

22/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qua 19 Dez - 14:48


Let's go [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Reika encarou o homem e não disse muita coisa, exceto uma retribuição de olhar sugestiva. Ela o fazia, indicando uma certa provocação implicando que ela aceitaria o convite eventualmente, mas relutante. Virou-se para o outro homem, que lhe acompanharia, pensando em lhe pedir uma opinião sobre qual lugar haveriam de ir, mas ao fita-lo comendo a substância estranha, e tendo em vista também toda a estranheza que sentia para com sua aparência, contraiu a sua testa desentendida e virou-se novamente seguindo rumo para a segunda das cidades.

—— Estamos indo à Sapporo —— Disse, em seu tom tirano. Em sua cabeça, estava fora de questão deixar que o barbudo dos insetos decidisse o rumo que deveriam trilhar. Não sentia nada além de descomodidade em sua presença.

Daria passos normais até chegar a porta da entrada do vilarejo, e depois seguiria correndo orientada pelo mapa. Se nada lhe impedisse, evitaria ficar próxima ao homem dos insetos, embora evitaria deixar com que isso lhe atrapalhasse na missão - muito embora fazia-o inconscientemente. Seu autoritarismo, que era o método de defesa para com seus sofrimentos desde à infância, um dia ainda lhe comprometeria.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Kaido
Raikage
Kaido
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qui 20 Dez - 14:44

As palavras de Reika despertam Radagast de seus pensamentos e teorias. A garota segurava em suas mãos o que parecia a Radagast serem relatórios. O shinobi não criticou a decisão de sua colega, mas pediu, antes de partir, para estudar o conteúdo dos papeis.
Consciente do cenário onde sua missão iria ser realizada, Radagast então devolveu o relatório para sua colega e a acompanhou em direção aos portões da vila. Antes mesmo de cruzar os muros, o jovem resolveu indagar a moça a respeito de seus poderes - Nós podemos trabalhar de pelo menos três maneiras. A primeira delas é com base no individualismo, na distancia e na ineficiência. A segunda, é uma espécie de comensalismo, onde nossa hostilidade e disputa irá consumir um, se não ambos... A terceira e ultima opção é uma relação de mutualismo, igual a que eu tenho com meus insetos. Eu lhe empresto meus poderes e você me empresta os seus. A eficiência aumenta e os ganhos e a preservação de ambos é garantida. O que me diz, garota assassina? Posso não encontrar prazer em trabalhar com meus semelhantes em espécie, mas devo pensar antes de tudo, na sobrevivência e na morte de minhas presas -.
Radagast esperaria a resposta de sua colega e se ela fosse positiva, ele iria revelar algumas de suas principais competências e perícias. O jovem esperaria o mesmo de Reika, de forma que conscientes das habilidades um do outro, o trabalho em equipe poderia se dar de forma muito mais orgânica.

Assim que o portal de Kumogakure fosse cruzado, Radagast iria dispersar algumas dezenas de suas vespas, e demais insetos, ao redor de si e de Reika. Os insetos cobririam a área de vinte metros ao redor de ambos e serviriam como precaução contra ataques. Uma quantidade pequena de insetos, como a utilizada, de fato não chamaria a atenção, mas já seria o suficiente para que o mestre na manipulação dos insetos pudesse desferir poderosos golpes.
Acompanhando sua colega, fazendo uso da mesma velocidade que ela, Radagast volta a apanhar algumas folhas de tabaco de sua bolsa e as colocar em sua boca. A maneira não usual de consumir a droga não importava ao jovem, que já havia experimentado todas as demais formas de seu consumo.



HP: ❲ 1.250 • 1.250 ❳ CH: ❲ 1.410 • 1.425 ❳ ST: ❲ 00 • 07 ❳ V: ❲ 00 • 03 ❳

Considerações”:
Equipamentos”:
Jutsus Utilizados”:



_______________________

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sex 21 Dez - 14:54


[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1a4f9223da829a772b5ae12d6f775396-700
—— NARRADOR
A dupla de chunins partia diretamente para Sapporo, Reika tomava a liderança como já era de costume para a mesma, Radagast aparentava estar se curtindo enquanto comia sua folhas com seiva estranha. Ambos saiam da vila sem problema algum e partiam para a estrada que não aparentava ser muito segura. O velho dos insetos usava de sua peculiaridade para comandar os pequenos animais a servirem de guardas aos ninjas que se locomoviam pelo país.

Em certo momento quando já não era mais possível ver a grande Kumogakure no Sato, os insetos começaria a se comportar estranho, como se estivessem em uma área hostil, Radagast conseguiria facilmente entender em que área estava entrando, mas nada aparecia e os insetos continuavam inquietos, alguns até mesmo optam por desrespeitar o comando e controle de Radagast saindo de perto dele e o abandonando. Radagast precisaria lidar rapidamente para que não perdesse mais dos pequenos animais, alguns deles até mesmo começaram a sair do corpo do mesmo na tentativa de fugir daquela área.

Cerca de cinquenta metros a frente eles seriam capazes de ver as duas grande cidades, eles se encontraria em uma bifurcação, onde deveriam tomar um dos caminhos para chegar a cidade, Reika como já havia decidido antes optava por Sapporo e assim seguia a caminho a mesma. A grande cidade de inventores e cientista ficava mais visível, era possível notar a pobreza na descrição da mesma no relatório que haviam lido antes, o bronze era um metal muito usado pela cidade dando uma coloração mais metalizada ao ambiente, haviam dois grandes arcos que passavam no alto de toda cidade, e preso a elas algumas cabines presas, haviam algumas de vidro para turisto a algumas feitas totalmente de um metal negro estranho.

Assim que chegassem ao portão da cidade eles seriam parados rapidamente por uma moça que se colocaria na frente deles estendendo o braço fazendo sinal de pare e dizendo de forma séria e confiante -ei, ei, pare os dois ai, o que dois ninjas das nuvens vem fazer aqui no território de Sapporo?- além da pouca vestimenta aparente sendo usada pela mulher, era possível ver uma espécie de tubos azuis presos a sua cintura, era um total de 3 tubos, ela colocaria uam de suas mãos na sua cintura e a outra arrumava seu cabelo o jogando para trás.








Considerações: A narração foi dividade em dois momentos: primeiro momento é quando os insetos simplesmente começam a sair e abandonar Radagast, lide com isso de alguma forma ou continuara a perder insetos; segundo momento é quando se deparam com a moça, como já havia escolhido ir para Sapporo eu tomei a liberdade de narrar já chegando lá, para acelerar a narração.

Aviso:Radagast, manipulação de insetos não gasta chakra, pode pegar seu chakra de volta e já esta avisado sobre o erro. Não encare como ameaça, mas entenda que está em uma crônica onde o perigo dela é altíssimo.

Regra aqui: https://www.narutorpgakatsuki.net/t54035-02-naturezas-manipulacoes
Citação da regra: "Aburames: Limite de duas manipulações de insetos com alcance máximo de 30m base +10m por ponto em ninjutsu do personagem até duas vezes por post sem consumo de chakra."

A ordem é: Narrador > Reika > Radagast
MASCARA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Latest?cb=20170503012433
???
Spoiler:

23/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sex 21 Dez - 15:19


Let's go [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

A loira não gostava do tom de voz que seu aliado falava com ela, e manteve uma expressão contraída enquanto falava, mas compreendeu. Ajeitou com sua mão direita o tapa-olho, enquanto fazia bico e retorquia-o: —— A terceira... tsc! —— Estava acostumada a trabalhar em equipe, e como se auto-intitulava líder, deveria saber liderar de modo racional. Ela prestava atenção nas ações do rapaz e aos poucos trocava o nojo por curiosidade, embora ainda pretendia manter uma certa distância para que ele não se acostumasse mal e corresse o risco de uma barata tocar-lhe a pele. —— O que é isso que está comendo? —— Perguntou, olhando-o disfarçadamente e mantendo o queixo erguido.

Na bifurcação a garota dava a entender que gostaria que permanecessem unidos em vez de se dividirem. —— Este lugar é suspeito, não acho que dividir nossas forças seja uma boa ideia... não agora! —— Prosseguiria na direção onde os metais brilhavam tanto quanto a própria. E não temeria com as possíveis problemáticas vigentes, ela possuía o desejo real de encontrar com seus inimigos para que pudesse derrotá-los. E se não gostou do tom de voz outrora enunciado pelo seu aliado, o da pequena autoridade a sua frente que questionava a integridade de ambos os ninjas de Kumo lhe incomodou o dobro. —— Estamos investigando um caso importante. Pode nos dar licença? —— Retrucaria, audaciosa.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Kaido
Raikage
Kaido
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sex 21 Dez - 18:30

Antes dos primeiros insetos começarem a se dispersar, Radagast respondia as perguntas de sua colega em voz baixa e ainda com os olhos atentos em seu caminho – São folhas de tabaco. Essas são de primeira qualidade. Foram lavadas apenas uma vez, de forma que seu amargor e potencia se concentram... Quer provar? –.
Radagast então se deu conta da inquietude de seus insetos e foi obrigado a reduzir a velocidade. Carinhoso com as criaturas, mas sempre se mantendo firme, Radagast começou a dialogar – Já se esqueceram de nosso objetivo? Nossa missão é trazer equilíbrio para esse mundo, eliminar a escória que depreda a natureza, que em busca de poder e riqueza, fazem de Gaya uma escrava. Sejam fortes... A nossa natureza é a destruição e a morte de nossos inimigos, a preservação da espécie... Sejam fortes e lembrem-se, juntos, nós somos invencíveis -. O garoto esperava que seu discurso fosse o suficiente para que seus aliados conseguissem se recompor “Essas vespas batem de frente com qualquer shinobi, são destemidas, ferozes, mortais... Que presença foi essa que sentiram e que lhes fizeram ignorar seus próprios instintos e natureza?”.
O jovem recuperou a distancia que havia se formado entre ele e sua colega e então a colocou a par da situação – Meus insetos estavam inquietos, eles sentiram algo que os deixaram receosos, é melhor prosseguirmos com certa cautela em nossa investigação -.

Pouco antes de chegar aos portões da cidade, Radagast faria com que o perímetro de defesa voltasse a recuar – Precisamos ser discretos, pelo menos agora. Mas talvez seja bom que algumas de vocês avancem para os portões e se mantenham em guarda -. O garoto se comunicava tão baixo que nem mesmo sua colega poderia lhe ouvir.
Seguindo as ordens de seu mestre, uma dezena de vespas se dispersaram no ambiente, agindo com naturalidade, os insetos cruzariam por cima os muros da cidade. Infiltrados, as criaturas ficariam ao aguardo do sinal de seu mestre, que agora era confrontado por uma mulher a qual sua colega batia boca.
Radagast ficou calado, ele deixaria que Reika resolvesse o problema. A garota poderia ser agressiva e não muito sociável, mas ela se empunha e aquilo talvez fosse o necessário, uma vez que nenhuma cidade pequena iria se opor a uma investigação de Kumogakure.
As vespas se encontravam do outro lado do portão, pousados em sua estrutura, discretamente e aguardando “Se o dialogo não for o suficiente, uma dezena de minhas vespas pode ser o suficiente para silenciar essa mulher”. O garoto não desejava lutar, pelo menos não naquele momento, mas se fosse necessário, ele faria o serviço, de forma limpa e silenciosa.



HP: ❲ 1.250 • 1.250 ❳ CH: ❲ 1.425 • 1.425 ❳ ST: ❲ 00 • 07 ❳ V: ❲ 01 • 03 ❳

Considerações”:
Equipamentos”:
Jutsus Utilizados”:



_______________________

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sab 22 Dez - 14:34


[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1a4f9223da829a772b5ae12d6f775396-700
—— NARRADOR
A moça apoiava sua mão e um dos pedaços de bastão azul presos a sua cintura, fintaria a garota dizendo -Sapporo não possui aliados, apenas relações neutras, se quiserem entrar na cidade como civis, que seja, mas se entrarem como ninjas de outra vila precisaram falar com o Mente Avoada- no mesmo momento que acabava de pronunciar tal nome um vulto passaria rapidamente pelos três ali ficando atrás da moça, o vulto colocaria sua mão sobre o ombro da mesmo e cochichou em seu ouvido, era impossível alguém sem ouvidos treinados ouvir aquilo que ele falava, a jovem apenas soltaria um -mas- seguiria com um sorriso, o vulto sumiu em pleno ar -vocês podem conduzir a missão de vocês, mas eu terei que acompanha-lo- diria com certa rispidez, pois ela não aparentava ter se dado bem com Reika.

Os insetos do velho voltavam a obedecê-lo mesmo sobre a presença estranha estando ainda mais forte, os pequenos bichos até mesmo começaram a se espalhar pelos arredores da cidade.

A jovem dava as costas para os dois ninjas da nuvem e seguia para dentro -do que essa missão se trata, eu não poderei ajudar sem saber das informações necessárias- por enquanto ela os levaria em direção ao grande mercado que ficava bem próximo da entrada da cidade, mesmo sendo chamado de mercado nenhum alimento era vendo ali, apenas itens tecnológicos dos mais variados tipos, aquele lugar mais parecia com uma grande feira de ciências. O mercado se encontrava um pouco vazio por conta do horário, pois os melhores itens já haviam sido comprados.







Considerações: Radagast conseguiu manter os controles dos seus insetos na cidade. O resto está autoexplicativo acredito, o vulto falado é porque por algum motivo mesmo que olhassem para ele não era possível ver qualquer coisa além de uma sombra preta.

Aviso:--

A ordem é: Narrador > Reika > Radagast
MASCARA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Latest?cb=20170503012433
???
Spoiler:

24/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sab 22 Dez - 21:02


The search [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Decidiu por não acatar a sugestão de mastigar as folhas, então somente acenou um "não" com a cabeça e seguiu em frente [...]

Antes que pudesse responder e decidir qual das opções era melhor, seus pensamentos interromperam-se erguendo a guarda contra o possível inimigo que surgiu no local, levando a destra para perto da sua bolsa de armas e contraindo seus olhos. Mas não era um inimigo. O dispersar do vulto permitiu com que a tensão em Reika voltasse a níveis normais, até que ouviu a exigência do acompanhamento. Logo olhou para Radagast, expressando seu desconforto e dando a ele a oportunidade de se pronunciar.

Notou desde o inicio a diminuição no ritmo daquela missão só pela redução da velocidade com a qual o trio andava para dentro da cidade. Irritadiça, retorquiu —— Tsc, é o seguinte: sou uma poderosa Chūnin de Kumogakure no Sato, já completei mais de cem missões e agora estamos procurando por um certo grupo de bandidos. Se percebermos que estão defendendo os bandidos de alguma forma, as coisas poderão complicar para vocês. Por acaso, ocorreu algum crime por aqui recentemente? Ou sabem à respeito de algum grupo de bandidos surgido pelas redondezas? —— Primeiro reprimiu, e depois perguntou. Essa era Reika, e não podia responder de outra forma que não fosse sendo implacável com suas palavras.

Ela caminhava em conjunto e mantendo a mesma velocidade enquanto dizia. Pouco se importava com a ambientação, tendo em vista que o problema era com os humanos. Portanto, enquanto andava, não sentia-se admirada com a paisagem ou com os itens vendidos, mas sim procurava por ver pessoas suspeitas ou escondidas, de modo a tentar evitar as ninjas.

725/725 hp; 1050/1050 ch; 0/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Kaido
Raikage
Kaido
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Dom 23 Dez - 23:07

Radagast deixava a conversa para sua colega, ele prefiria apelar para seus próprios métodos investigativos. Tendo cruzado o portal da via, fez com que as vespas já infiltradas na cidade iniciassem uma investigação. Os insetos iriam vasculhar tudo num raio de noventa metros do garoto, procurando por atividades e conversas suspeitas.
Enquanto Reika andava e conversava com a guardiã dos portões da cidade, Radagast aproveitava para liberar em pequenas porções, de maneira extremamente furtiva, mais três dezenas de insetos, dessa vez não seriam suas vespas, mas os Kikaichū, que também participariam das buscas. A intenção do garoto era fazer com que a mulher que vigiava o grupo não se desse conta da liberação dos insetos e da investigação que eles faziam pela vila “Se eles esconderem alguma coisa por aqui, eu irei descobrir. Não é comum uma cidade ter tanto interesse em uma investigação como essa. Eles escondem algo. Sem duvida -.
O jovem permanecia em silencio, com seus olhos pousados nas duas garotas que discutiam a sua frente, mas sua mente, concentrada e focada na investigação. Radagast, aproveitando estar ao lado de sua colega, iniciaria um procedimento delicado. O jovem liberaria uma certa quantidade de chakra ao longo de seu corpo, estimulando o processo de reprodução, deposição de ovos e amadurecimentos de larvas, o eu faria com que o numero de seus insetos aumentassem aos poucos “Em breve talvez eu tenha o suficiente para cobrir cada casa desse local”.
A fragilidade e incapacidade de realizar outras ações não impediam o garoto que dar seguimento a seu habito. Radagast apanhou novas ervas de sua boca e voltou a coloca-las em sua bocas, saciando sua ancia pela droga.



HP: ❲ 1.250 • 1.250 ❳ CH: ❲ 1.410 • 1.425 ❳ ST: ❲ 00 • 07 ❳ V: ❲ 00 • 03 ❳

Considerações”:
Equipamentos”:
Jutsus Utilizados”:


Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Ter 25 Dez - 13:39


[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1a4f9223da829a772b5ae12d6f775396-700
—— NARRADOR
A garota de Sapporo apenas levantaria suas mãos em forma de rendição, com um sorriso ela retrucava a mesma -e eu pisei em planes que você sequer saberia pronuncia, sou uma exploradora, mas não que venha ao caso. Bom, já que aparentemente a missão de vocês se trata de capturar bandidos eles devem estar querendo invadir a caixa preta assim como aqueles lixos de Nagasaki- cuspiria no chão em sinal de ofensa a todos que fossem daquela cidade nojenta que se recusa a evoluir, após tal ato a jovem apontaria para o grande cofre negro que estava preso em um dos arcos.

A moça então se colocava para andar de forma mais rápida, era claro que ela estava ficando farta da situação, ninjas de outra vila entrando assim facilmente na cidade. Ambos não caminhavam muito até que ela se dirigiria o velho que sempre andava um pouco atrás da duas garotas -ei, você velho estranho, ande ao meu lado- ela analisaria o mesmo dos pés a cabeça.

Assim que estivessem a cinquenta metros de uma das bases do arco era possível ver uma pequena sala acoplada ao mesmo, ali se encontrava três guardas trabalhando, com um pouco de análise era possível perceber que seus movimentos estavam estranhos, estavam mecânicos demais, até mesmo parecia com marionetes. A jovem ruiva percebia isso rápidamente, ela correria até o local entrando na sala gritante -que porra ta acontecendo aqui- mesmo com o movimento súbito da mesma, nenhum dos guardas reagiu a tal ação, a mesmo olharia para os pequenos monitores que mostravam a caixa negra de fora, a outra base do arco, parte do interior de forma que não mostrasse o que de fato havia dentro da caixa. A ruiva bateria na mesa dizendo -merda, samurais de Nagasaki- a jovem sairia da sala olhando para a caixa preta que começaria a se mover para a base de guarda oposta a que estavam -venham logo, precisamos parar o movimento da caixa e para aqueles samurais escrotos.

A ruiva então começaria a correr sobre o arco para chegar a caixa, enquanto corria acaba de montar seu bastão juntando as três partes de sua arma.








Considerações: Bom a caixa estava no apice de arco a 300 metros de distancia da guarita em que estavam. A força das engrenagens do arco é equivalente a 5 assim como a sua velocidade de movimentação. Caso consigam chegar a outra ponta do arco que fica do outro lado da cidade iram se encontrar com um grupo de 5 samurais, a velocidade da ruiva mostrada até o momento é de 4. Qualquer duvida me contatem no discord,flws.

FELIZ NATAL PRA VCS, HO HO HO.


Aviso:--

A ordem é: Narrador > Reika > Radagast
MASCARA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Latest?cb=20170503012433
???
Spoiler:

25/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Ter 25 Dez - 15:29


Fight fight fight! [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Lixos de Nagasaki? Aparentemente as duas cidades não se dão bem. Reika percebia que provavelmente a escolha da cidade tinha sido a correta, tendo em vista que lá é onde mais provavelmente os bandidos que precisa capturar estão. O revanchismo entre as cidades pouco importava. A missão atribuída era a de captura, especificamente dos bandidos, resolver a problemática do item era algo que não tinha um valor tão grande para ela. Enquanto caminhavam, a forma que a mulher se dirigiu a Radagast provocou um riso espontâneo na loura. Encheu suas bochechas com o "velho estranho" tapando a boca forçosamente, numa tentativa de agir com respeito ao aliado.

Mesmo que a briga entre as vilas não fosse de seu interesse, era oportuno ter a caixa preta perto dela. Pensava que se deixasse que roubassem a mesma, seria mais complicado para que elas atraíssem os bandidos.

Correu, usando de suas máximas capacidades, por todo o comprimento do enorme arco giratório. Por mais que ele rotacionasse uniformemente, a kunoichi era ainda mais veloz e conseguiria eventualmente cruza-la e chegar do outro lado. Com seu sensoriamento ativo, não os perderia de vista. O total dos cinco samurais haveriam de ser derrubados, para que recuperassem a sua isca para com os inimigos de seu vilarejo. Em nenhum momento dirigiu sua palavra a Radagast, mas esperava que ele a acompanhasse, mesmo que por um caminho alternativo. E faltando cinco dezenas de metros para alcançar os ladrões de Nagasaki, ela ativaria o chakra por suas juntas e manifestaria uma velocidade ainda maior, para que pudesse chegar próxima o suficiente para conturbar suas mentes com seu poderoso jutsu herdado de seu clã, ativando-o instantaneamente ao tê-los no alcance.

725/725 hp; 945/1050 ch; 1/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Kaido
Raikage
Kaido
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 To2whn10

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qua 26 Dez - 16:49

O modo como a mulher se referiu aos seus vizinhos não era estranho para Radagast, que havia lido o relatório das duas cidades e sabia que havia muita inimizade entre ambas as cidades. Seguindo o conselho da mulher, o jovem se colocou ao lado dela, observando a distancia, o arco de metal que continha o objeto citado.
Ainda no caminho do arco, Radagast se serviu de outra porção de suas ervas. Ele as mastigava e estudava os arredores. As vespas, dispersas pelo ambiente de forma discreta, pareciam não ter conseguido mais informações, o que deixava Radagast infeliz “E eu achei que passaria algum tempo no campo, caçando criminosos... Trancafiado em outra cidade, tendo que procurar ratos sujos escondidos nos esgotos. Não, não são ratos... Os ratos são mais dignos que os humanos”.
Dentro das vestes de Radagast, finalmente seu novo exercito de insetos pareciam ter alcançado o seu ápice da maturação “Otimo”.
Ao se aproximar da guarita de monitoramento, a guia dos shinobis se exaltou e correu para a sala, onde seres semelhante a marionetes trabalhavam “Parece que teremos um pouco de ação afinal”. A mulher ordenou que todos se dirigissem ao outro lado da cidade, afim de defender a caixa preta. Antes que todos se dispersassem, Radagast implantou alguns de seus insetos junto a sua parceira – Vocês sabem o que fazer -.
Radagast deu inicio a um corrida, fazendo uso do máximo de sua velocidade, porem mesmo se esforçando, era impossível para ele alcançar sua colega.



HP: ❲ 1.250 • 1.250 ❳ CH: ❲ 1.410 • 1.425 ❳ ST: ❲ 01 • 07 ❳ V: ❲ 00 • 03 ❳

Considerações”:
Equipamentos”:
Jutsus Utilizados”:



_______________________

Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Qui 27 Dez - 15:29


[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1a4f9223da829a772b5ae12d6f775396-700
—— NARRADOR
A garota loira novamente esbanjava sua velocidade corria pelo arco todo como se não fosse nada, o homem dos insetos corria logo atrás mesmo não conseguindo acompanhar tanto a garota.

A Yamanaka então usava das técnicas secretas de seu clã nos samurais que até então eram reconhecidos por serem de nagasaki. Os samurais trajava uma armadura negra com linhas em azul que passavam por toda armadura, todos se preparavam para o ataque, eles esperavam por algo físico, mas a técnica da jovem foi usada de forma tão rápida que até mesmo poderia gerar surpresa para aqueles que estivessem assistindo a luta.

A técnica surtia efeito em apenas um dos samurais que logo era alvejado pelo seus aliados, tendo seus tendões de ambas pernas cortados o incapacitando de se movimentar. Enquanto um deles fazia tal ato contra os aliados, os outros três banhava suas espadas em chakra e partiam em direção a garota com grande velocidade de forma que a acompanhava facilmente, o primeiro partia fazendo um corte horizontal na altura do peito da jovem enquanto os outros dois viam um por cada lado tentando fazê-la recuar para trás, assim que tal defesa fosse feita o ninja central liberaria o chakra de sua espada fazendo-o se projetar para frente no mesmo corte que havia feito para tentar contar o peito da jovem seguido de outro corte vertical para caso ela saltasse para cima.

Os outros dois ninjas laterais com suas mãos não dominantes pegava as correntes amarradas em seus corpos e começavam a banhá-las em chakra às fazendo se movimentar ao seu bel prazer, elas não eram tão rápidas quanto desejavam, era quase impossível que apenas as correntes conseguissem pegar a jovem.

Caso os cortes de chakra não sejam defendidos diretamente eles acertaram o arco, o danificando gravemente de certa forma, por se tratar de um ponto mais sensível do arco.

O velho dos insetos finalmente chegava podendo auxiliar a garota, os ninjas recuaram ficando em posição com o samurai de duas espadas no centro, os que usavam além da espada as correntes e um que ficava mais atrás que apenas usava uma espada a empunhando com ambas as mãos. Desde o início do ataque eles não falavam nada, o grupo tinha muita experiência e não dependiam de fala para fazerem seus ataques.

A jovem ruiva de Sapporo parava a 50 metros dos samurais, fincaria seu bastão no chão a sua frente e fazia alguns selos, após isso um feixe de chakra era jogado aos céus -alguém segura o arco, ele não pode entrar em colapso!- gritaria com raiva para os ninjas da nuvem que nada faziam ao seu ver.

O calor da batalha aumentava, a marca da jovem clamava por participar, a marca pedia tanto que a queimação na área voltava deixando a garota atordoada.









Considerações: Todos samurais usam do Iado, logo selos dentro de 30 metros se tornam inuteis. Do grupo apenas um sofreu da técnica de Reika (tirem suas conclusões sobre isso). Iremos seguir um sistema onde não darei direto o databook dos samurais, vocês precisaram descobrir ao poucos com as informações dadas na narração e deduções feitas por vocês, agora nas considerações coloquem uma parte especificas para suas deduções, poderam ser feitas até duas por turno da luta.

Por simples consideração de diferença de velociade da Reika e do Radagast, o velho dos inseto so chegou depois do ataque, como mostrado na própria narração.

Reika: paralizada nesse turno, inicio do aprendizado sobre o nv 2 da marca, o tempo que permanecera se exclusivamente pro sua conta. Ficara paralisada apenas nesse turno ou mais, isso dependera de você. A marca vai de te paralisar assim que os samurais voltarem a se  organizar.

Chamem discord qualquer coisa.

Samurais
Aquele que usa apenas uma espada:
FOR: ??   VEL:??  NIN: ?? TAI:??

Aquele que usa duas espadas:
FOR: ??   VEL:??  NIN: ?? TAI:??

Aqueles que portam correntes:
FOR: ??   VEL:??  NIN: ?? TAI:??




Aviso:--

A ordem é: Narrador > Reika > Radagast
MASCARA

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 Latest?cb=20170503012433
???
Spoiler:

26/40
@Reika @Radagast

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Reika
Nukenin B
Reika
Vilarejo Atual
[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 100x100

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado Sex 28 Dez - 0:19


Fight fight fight! [Crônica] Reika & Radagast - Página 2 P0uLTeW

Com um pouco de nojo, mas evitando pensamentos à respeito, deixou que os insetos aliados lhe acompanhasse para que pudessem utilizar de suas técnicas em harmonia; assim esperava. Ela galgava em máximas velocidades por cima do arco quando teve a eficácia de aprisionar um dos samurais em seu jutsu psíquico. Se resistiram ao meu jutsu, certamente são ótimos lutadores. Concluiu.

Sem muito tempo de reação, fitou o avanço tão veloz quanta a própria movimentação. O trio havia de ser combatido, inicialmente, pela Yamanaka que estava atenta a cada centímetro de seus corpos. Num relance, um corte horizontal seguiu na altura de seu peito, obrigando-a a inclinar sua coluna para a esquerda de modo rápido o suficiente para que pudesse fazê-la passar em vários centímetros longe de qualquer parte de seu corpo. Ao invés de recuar, puxou a kunai e investiu para a frente, visando acertar o samurai central no coração, enquanto encaixava-se numa brecha de espaço entre os samurais, contornando o central de modo a ressurgir em suas costas. De modo ágil e perspicaz, a loira manifestaria três selos que fariam surgir mais esferas do que havia dedos em sua mão. Seis bolas preenchidas com uma coloração vinho, avançariam cortando a atmosfera e atingiria o primeiro dos oponentes mais próximo, enquanto outras percorriam a distância entre os portadores das correntes. Sem parar, Reika daria três saltos em afastamento enquanto ainda estivesse as lançando, de modo que não ficasse sequer um segundo parada na mesma posição; a kunoichi sabia que isso poderia ocasionar em brechas desnecessárias em sua ofensiva.

Mas uma queimação passou a aflorar em seu pescoço, e parecia acrescer-se de modo súbito e desgraçante. O que é isso, agora? Ela por um segundo acreditou ter sofrido algum golpe, mas raciocinou a possibilidade de que na verdade se tratasse da marca da maldição. Permaneceria na mesma posição, deixando seu aliado agir, torcendo para que ele e seus insetos notassem a condição em que se encontrava.

725/725 hp; 890/1050 ch; 2/5 st
Cons.:

_______________________

[Crônica] Reika & Radagast - Página 2 1lmkNHv

"a humanidade não precisa de mais uma revolução;
o certo seria dizer que ela necessita reevoluir."

Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Crônica] Reika & Radagast - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte