>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Hitoruyami
Chūnin
Hitoruyami
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler]Gakkin 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

[Filler]Gakkin - Sex 19 Out - 11:07

Quando Os Relâmpagos Caem 

   Estava uma noite chuvosa quando um garoto com uma idade aparente de 4 anos conversava com seu pai, seu pai contava varias das historias que ele ouvia durante sua infância, também contava mitos que sua mãe contava a ele.
   -Quando eu tinha a sua idade eu era fascinado pelas tempestades e os poderosos raios que nelas apareciam...-disse o pai com um olhar distante-porem sua vó tinha medo dos raios por conta de uma coisa que ela ouvia muito de seus parentes, ela começou a me falar a mesma coisa,"vê esses relâmpagos no céu? tome cuidado pois sua decida  a terra é uma indicação que alguém morreu", "quando relâmpagos caem significa que alguém morreu", eu ouvi muito isso durante minha infância... é um mito bobo mas eu acho um pouco interessante, tenho que admitir que minha admiração por raios não diminui depois daquela frase, bem...- sua frase fora interrompida por alguém chamando seu nome-opa sua mãe esta me chamando! já esta na hora de irmos.
   O pai do garoto logo se uniu a uma mulher que parecia ser a mãe do garoto.
   -Se cuide Gakkin, eu e sua mãe voltamos em uma hora ou duas, mas já esta tarde então vá dormir logo!-disse o pai enquanto saia pela porta indo para o lado de fora onde estava chovendo, a criança sabia que eles estavam indo para uma festa a qual não era permitido crianças, por isso deveria ficar em casa sozinho- a gente volta logo- ecoou a voz enquanto a porta era fechada, de um jeito estranho a voz parecia ter ecoado mais que o normal, e ao ouvir isso o garoto se sentiu extremamente desconfortável.
    Não deu muito tempo até o garoto se dirigir a sua cama e cair no sono, porem dessa vez ele acordou no meio da noite, não sabia que horas eram mas tinha noção que já deveria ter se passado tempo suficiente para seus pais retornarem, ele se dirigiu a cozinha para fazer um lanche noturno e então ouviu uma batida na porte, a batida ecoou de forma estranha e perturbou o garoto, de forma que sua respiração ficou acelerada e seu coração começou a bater bem mais rápido, e ele não sabia o porque. Quando atendeu a porta ele teve uma visão de um ninja de Kumo em sua frente.
   -Você é Gakkin filho de Jiki e Yome?-perguntou o homem.
   -Si-i-m- respondeu o garoto assustado.
   O homem começou a mover seu lábio e falar alguma coisa, mas as palavras não saiam de sua boca, a criança não conseguia ouvir nada, derrepente a chuva não fazia mais som, os trovões não estouravam, apenas o silencio repentino. O garoto sentia sua respiração acelerando e ele não conseguia mais se mover, sentiu uma sensação estranha de vazio em seu peito, quando ele voltou a olhar para o ninja em sua frente tudo que conseguiu ver foi seu pai em sua frente, com um olhar distante e uma expressão vazia como se fosse apenas um cadáver,o silencio se rompeu com o som de um relâmpago caindo, o jovem se lembrava da frese de seu pai e em um instante após o som do relâmpago, ele ouviu o som de varios relâmpagos e trovões caindo e estourando simultaneamente, em uma grande explosão de sons ele fechou seus olhos e deu um grito de desespero.
   Quando abriu os olhos novamente estava em seu quarto, sentado na cama com a respiração acelerada e seu corpo estava diferente do que estava anteriormente.
    -Foi só um sonho...-disse o garoto de oito anos entre suspiros-de novo isso...
      Do lado de fora da sua casa a chuva caia junto aos trovões, uma noite escura e barulhenta estava em torno do jovem perturbado com o sonho que tivera.
    -Foi só um sonho...só um sonho... um sonho que acabou...- falava o garoto em baixo tom enquanto se deitava novamente para dormir.
     O jovem acordou em um dia nublado após a noite chuvosa e seguiu sua rotina, durante o almoço ele foi visitado por seu amigo Fupuro que após a morte de seus pais tinha praticamente adotado o garoto, sustentando-o economicamente e fazendo companhia a ele.
   -ei, outro dia você disse que queria ser um ninja mas não pode por causa de seus pais e tal... mas porque você queria ser um ninja? você já ajuda  as pessoas da vila bem mais que muitos ninjas por ai- perguntou o garoto a Fupuro enquanto estavam almoçando.
   -bem... obrigado pelo elogio mas ainda não posso ajudar mais que os ninjas- respondeu Fupuro-os ninjas não se limitam a ajudar as pessoas apenas em seus afazeres ou em sustentar crianças órfãs, eles dão seu sangue e alma para protege-las de ameaças externas, todos nós estaríamos mortos se não fossem eles fazendo seu trabalho duro e se sacrificando por nós a todo instante...
   -Mas a grande maioria dos ninjas faz isso por dinheiro ou por algum outro motivo egoísta- disse Gakkin interrompendo a fala do amigo- por isso muitos optam por missões fáceis e que não dão risco de vida apenas para conseguir dinheiro, muitos deles não se importam com a segurança das pessoas...
   -Esta certo nisso Gakkin, mas falando assim você acaba desmerecendo o trabalho da minoria que realmente tem como objetivo proteger as pessoas do vilarejo, que são dedicados a ponto de dar sua vida em prol da segurança de todos, no futuro almejam ser chamados de heróis.
    -Então era isso que você queria se tornar? um herói? mas você já é um...
    -Não Gakkin, apenas estou pagando uma divida! não sou digno de ser chamado de herói-afirmou o homem.
    -divida?
    -sim,durante minha vida fui muito ajudado pelas pessoas da vila, por isso me sinto endividado com as pessoas dessa vila.
    -bem sendo assim... estou em uma divida com você!
    -não,não, isso é uma coisa minha, você não precisa adotar isso e alem do mais eu...
  -Você é muito autocritico em... vive colocando regras para si mesmo e não quer que as pessoas se preocupem com elas-disse o jovem interrompendo a fala do amigo-bem eu vou para a academia e depois vou treinar um pouco até mais-disse o garoto enquanto saia pela porta.
    Mais tarde naquele dia o garoto voltava para casa após um treino, estava chovendo e escuro pois já era de noite, as ruas estavam vazias e ele estava quase em casa, quando foi parado por um grupo de cinco homens.
     -opa opa,pode ir parando ai companheiro, o que leva nessa bolsa ai- falou um dos homens enquanto olhava para a pequena bolsa que ficava na cintura do garoto,bolsa que ele utilizava para guardar suas moedas.
     -Nada de especial-respondeu.
     -deixe-me ver isso!-exclamou o bandido enquanto sacava uma faca e ia em direção ao garoto.
     ele já estava cercado pelos homens e tomou uma péssima decisão, confiando no que tinha aprendido em seu treinamento ele correu em direção ao homem que estava com a faca, desviando de um ataque a mão armada ele desarmou o bandido,mas foi surpreendido com um chute nas costas dado pelo outro bandido,quando cambaleou para frente por conta do golpe ele sentiu uma mão pesada em sua cabeça e então caiu de cara no chão, tomando um soco em sua cabeça, os homens se aproximaram e o bandido que aparentava ser o líder recuperou sua faca.
     -hahaha o garotinho acha que é um ninja!?-disse o bandido em meio de gargalhadas- deixe-me mostra-lo como é o mundo dos ninjas.
     O bandido se aproximou do garoto que tentava se levantar do chão,mas o homem foi impedido por outra pessoa que chegou dando um encontrão contra o bandido, era Fupuro que após derrubar o aparente líder ia de encontro com os outros sujeitos tentando golpeá-los enquanto gritava para o garoto correr,o jovem desesperado tentava se levantar enquanto via o amigo sendo espancado pelo grupo, mas quando conseguiu ficar de pé já era tarde de mais,o líder dos bandidos ja havia se levantado e com sua faca ele cortou a garganta de Fupuro, no momento em que o corpo de seu amigo cai no chão o jovem Gakkin esculta um relâmpago caindo, ele novamente se lembra da frese de seu pai enquanto fica completamente chocado e paralisado, antes que os bandidos pudessem avançar contra ele, dois ninjas chegam e o grupo foge.
    Depois daquilo o jovem jurou se tornaria um ninja dedicado, não para se tornar um herói e ser conhecido mas sim para proteger a vila a qualquer custo, já que estava endividado com seu amigo que o protegeu e deu sua vida por ele, o único jeito de parga a divida seria protegendo a vila até o dia de sua morte.
    
Hp:200/200 Chakra:200/200 Stamina:0/5

_______________________

Ficha:
Ficha de Personagem(Gakkin): ficha.
  Banco Mundial: banco.
-
Rocky
Shugonin Jūnishi
Rocky
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler]Gakkin Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t65854-ivar#480928

Re: [Filler]Gakkin - Sex 19 Out - 11:13

@App, 200 status.

_______________________

[Filler]Gakkin Original
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.