>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Minari
Chūnin
Minari
Vilarejo Atual
Ícone : |Troca de clã| O abandono  100x100

http://narutorpgakatsuki.net

|Troca de clã| O abandono - 20/9/2018, 15:56


|Troca de clã| O abandono  JLivlOj
Violet 光 Guāng


O Abandono Infantil sempre foi um problema enfrentado pelas sociedades por diversos motivos, até hoje se fazendo presente nas vidas espalhadas pelo globo. Existem inúmeros motivos que forçam a ideia de abandonar. Algumas culturas tendem a abandonar suas crianças na hipótese de nascer com algum defeito que a torne inútil, tais como perca de membros entre outras enfermidades horríveis. O motivo principal para o abandono no mundo shinobi se dá conta pela kekkei genkai, uma habilidade limitada a uma espécie de herança sanguínea que provinha de um clã especifico. A garota, conhecida como violet, descobriria sua verdadeira origem. A kekkei genkai que nunca fora manifestada na garota era falsa, nunca sequer possuía o elemento hikariton, ou luz para os leigos, sua real habilidade jamais fora despertada devido a um selo colocado pelo seu guardião.

Centenas de anos se passaram desde a quase aniquilação total de um determinado clã, conhecido por seu doujutsu semelhante aos outros dois grandes poderes oculares, o
Ketsuryūgan. Pouco se sabe sobre as habilidades fornecidas pelo Ketsuryūgan, porém é certo que o mesmo confere formidáveis habilidades oculares em genjutsu, que só podem ser combatidas pelo Sharingan do clã Uchiha. O genjutsu mais básico deste dōjutsu permite controlar os movimentos de outras pessoas, desmaiá-las, ou até mesmo ler mentes. Também é possível inserir uma Armadilha de Genjutsu na mente do seu alvo, impedindo que ele tenha suas memórias vistas por usuários de técnicas mentais ou oculares.

Ele também permite utilizar várias técnicas de manipulação de sangue, fazendo uso do ferro presente nele. Com isso, é possível criar um dragão de oito cabeças, poderoso o suficiente para combater o Corpo Completo ou até mesmo criar homens bomba, que explodem ao serem feridos e ter seu sangue exposto. A jovem seria atingida com força ao descobrir suas origens em uma expedição de missões que fizera anteriormente. Seu nome era uma mentira, inclusive sua aparência, a garota descobriria as coisas que lhe acontecera de forma macabra, o que por sinal, mudaria de fato a sua personalidade entre outras coisas.

[...]

Violet, ao menos ainda era esse o seu nome, estaria em sua casa treinando arduamente suas técnicas básicas na espada, certamente gostaria de aprender mais sobre outros locais no mundo. O seu quintal rotineiro era simplório, afastado da vila, permitia uma maior liberdade sem interferências de terceiros. Estaria a praticar sua habilidade diariamente, incansavelmente e sem burlar seu cronograma fixo. Feito a parte rotineira da manhã partiria rumo aos campos, este que possuía um homem de idade juvenil com cabelos embranquecidos. A curiosidade de ver quem era tomava conta da jovem, quem seria aquele homem? E o porquê ele estaria ali? O local era afastado, mas não inacessível, qualquer um podia chegar naquele local se insistisse em perambular os arredores.

A passos largos marchava próximo dali. Iria ao campo colher ervas que serviriam como gatilho para seu novo hobby, as artes culinárias. Caminhou em meio as baixíssimas gramas que ali estavam, alcançavam apenas sua canela, mas o homem estaria ali a observar. Violet sentia um certo desconforto, por conta disso, se manteve atenta a tudo que o sujeito poderia fazer, sua mão levaria segundos para alcançar a katana que carregava consigo. Ao abaixar-se para colher algumas de suas ervas listadas. O homem apareceu lentamente atrás da garota, de forma rápida, levou sua mão na katana para corta-lo assim que se aproximasse o suficiente da garota.

Os extintos aguçados da jovem permitiram uma movimentação rápida e eficaz contra aquele sujeito, quase o cortou em dois se não fosse a habilidade com espadas provinda do adversário, estas usadas para a defesa do mesmo. – boa garota, mas espadas não combina com você – dizia o homem abrindo um sorriso maléfico. A aparência do sujeito era estranha, sua íris era vermelha, mas nada demais além disso. Flexionando a lamina contra a defesa do sujeito – quem é você?   – questionaria de forma séria. Violet ainda possuía um lado doce e sério. Isso seria um drástico problema para ela. – sou seu irmão mais velho – dizia o jovem. A informação era desconexa por violet, a mesma reconhecia que ambos eram totalmente diferentes um do outro, não havia como serem irmãos, a propósito, a garota não teria sido abandonada?

O abandono dela foi algo mais complexo do que imaginaria, teria motivos obscuros que o próprio iroh não havia lhe contado. O jovem colocaria a mão na barriga da moça forçando o chakra adentrar seu corpo, assim, revelando a sua aparência física. Os cabelos de violet ficaram prateados, precisamente embranquecidos, suas belas íris azuis se tornariam vermelhas de tonalidade escarlate, seu rosto mudaria um pouco o aspecto de nobreza tornando-o mais comum ao que se era visto. As confusões da garota se manifestariam ao ver os sinais da mudança, não entendia bulhufas daquilo, desconhecia cada coisa feita naquela tarde. Um simples selo de mão revelaria o passado de violet...

[...]

O nascimento da garota se deu em meio a dificuldade por conta da descoberta de seus olhos amaldiçoados. Foram caçados pela própria herança sanguínea, seus pais tiveram de abandona-la em uma floresta a fim de morrer para os lobos e outros animais. A situação complicada que a família teria de escolher entre sobreviver ou matar a garota, certamente o mais puro egoísmo humano forçou a decisão mais macabra que poderia tomar... matar a garota. Seus pais não poderiam fazer isso com as próprias mãos, assim, abandonaram para morrer em meio a mata nortenha do pais do relâmpago.

- o que é isso? – caia de joelhos sem entender bulhufas do que teria visto por meio da técnica ilusória daquele que dizia ser seu suposto irmão. Seus olhos correriam lagrimas ao tentar decifrar tudo aquilo que ocorreria. Era impossível aceitar toda aquela informação cuspida em se rosto como se fosse nada, aquilo certamente seria difícil aceitar, seria impossível engolir que tudo aquilo era real, que realmente aconteceu. A jovem indagaria a respeito da sua aparência – mas se eu sou assim – se referiu a respeito da atual aparência – porque antes eu aparentava ser uma princesa de contos de fadas? – limparia pouco a pouco suas lagrimas.

[...]

O jovem sentou-se na posição de lótus próximo a garota a fim de liberta-la do genjutsu – bom, o velho iroh deve ter usado algum jutsu secreto em você e manteve em segredo todos esses anos. Isso foi necessário pois você ia ser morta se descobrissem a origem de seus olhos – deitou-se no pasto como se fosse alguém próximo. A garota ainda manifestava seus conflitos internos sem ao menos dizer nenhuma palavra. A mente certamente estaria atordoada de pensamentos da infância, o quanto aquilo foi real? Até onde iroh disse a verdade? Seus olhos se manifestavam o vermelho sangue de seu clã. A raiva fora travada com um abraço do jovem.

- por favor, não confie muito nas pessoas, seu poder é algo maior do que pode carregar, terá de ser fria e calculista, metódica e precisa. – dizia com seus braços em volta da garota. Recuperando-se pouco a pouco do choque teria de retornar aos seus afazeres, mas não antes de indagar o rapaz – porque? – demonstrou fúria – como irmão mais velho, porque não contestou o meu abandono? – a pergunta seria um pouco forte demais para o que ali acontecia. Os motivos ditos pelo rapaz seriam egoístas, assim como o da sua família, o rapaz temia a morte, por conta desse fato não havia contestação por parte dele na época. Simplesmente foi lá e concordou com tudo aquilo. O peso da consciência não aparentava afeta-lo, assim como não afetou ninguém do seu clã.

- bom, seu nome é Chinoike Alice... – ao saber da sua real identidade, precisava de tempo para aceitar-se. Sairia dali, dando a entender que não gostaria de vê-lo novamente, com a espada na mão, apontou para ele – eu não quero parentesco, por favor suma – seu aspecto havia mudado, não só a aparência, mas como também parte daquilo que seria sua personalidade. A doce e princesinha violet se tornaria em uma nova pessoa, com personalidade mais firme e solida. Algumas coisas como detestar perder se mantiveram, ironia e desafios pertenciam a sua essência.

Finalizaria seu dia, que fora revelado muitas informações, deitando em sua cama pensando no que iria fazer a partir daquele dia, nas coisas que teria de lidar por conta de seu poder ocular secreto. Os olhos pouco a pouco se fechavam, restando apenas o sono profundo, capotaria de certa forma na cama como se nada mais importasse. A maior indagação por parte dela seria a respeito do tio iroh, o que aquele maldito velho estaria fazendo naqueles dias em que sumiu. Pensou em quem poderia ter perseguido sua família, provável serem ninja de kumogakure no sato, mas nada poderia ser considerado ainda.

O corpo atingiria seu limite, forçando-a a dormir de fato. Nada de bom aconteceria em seus sonhos. Um grande loop acontecia a respeito do seu passado, que projetava a tragédia eminente do futuro... sobreviver? Sim, a única coisa que resta para a garota era sobreviver as diversidades que assim viriam por pertencer a um clã amaldiçoado por mentiras e enganos...




_______________________

-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: |Troca de clã| O abandono - 20/9/2018, 16:05

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.