>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Ato] Kazui - em Seg 18 Jun - 0:40

Relembrando a primeira mensagem :


Narrador 01/??

O chamado

Desordem. Essa era a palavra mais proferida nos últimos tempos na Vila da Nuvem. A ausência de seu líder era sentida por todos. No lugar dele ficou uma substituta, mas ela falhou na defesa da vila contra inimigos fanáticos. Não era o momento de mais evasivas. A necessidade clamava por novos ninjas e estes deveriam representar seus papéis e trilhar os caminhos que escolheram. De forma improvisada, uma kunoichi estava no gabinete a distribuir missões e ordens, buscando conter aliados e possíveis inimigos. Apaziguar nervos era perigoso quando não se possuía o poder para intimidá-los caso o diálogo não resultasse satisfatório. O vácuo de poder deixado tinha de ser preenchido o mais breve possível, com risco de grandes consequências caso não o fosse. Takeshi encontraria o gabinete nesse caos após ter sido convocado por um shinobi que lhe entregou um pergaminho convocando-o ao gabinete. Ali receberia mais informações que as escassas contidas no pergaminho com carimbo oficial: venha ao gabinete, com urgência.

Considerações:
Conte o que estava fazendo quando foi abordado por um ninja que o entregou um pergaminho. Vá até o gabinete e lá busque iniciar conversa com a substituta.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa
3. Missão de Rank B
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Qua 4 Jul - 12:39


Narrador16/??

Os aliados


Takeshi pronunciava palavras em um tom mais agressivo, ameaçando os dois adversários. Embora a situação demandava eliminar os dois, o ninja de Kumo escolheu o inimigo orientado pela missão. Curiosamente Bruce nada fez para tentar ajudar o aliado e apenas observou o desenvolvimento da cena. Assistindo o parceiro ser golpeado, resolveu por fim intervir: —— Já chega. Acho que vimos o bastante, Takeshi. Isso é um teste e você se saiu bem. Era apenas um teste. ——  Na sequência saiu em auxílio do ninja que tinha sofrido os ataques, usando das suas habilidades médicas para ajudá-lo.

Considerações:
Faça uma postagem voltada para tua amnésia. Relembre momentos, esqueça outro. O enredo teve por objetivo criar situações em que você estará com uma grande confusão mental. Portanto não narre tirando nenhuma conclusão definitiva e sim um total não entendimento de nada do que tava acontecendo.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu 09/10
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa 01/05
3. Missão de Rank B 10/10
-
Kazui
Genin
Kazui
Vilarejo Atual
Ícone : [Ato] Kazui - Página 2 Tumblr_p7nn09wDyJ1vy2tgqo2_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66605-fp-kazui-akiyama#489531

Re: [Ato] Kazui - em Qua 4 Jul - 18:32

HP:875/875  CH:601/625  ST: ❲ 00/06 ❳
Havia sido enganado e naquele momento eu sabia que não podia perdoar os dois homens que estavam a minha frente naquele momento, um por se tratar da minha missão de qualquer jeito eu teria que levá-lo sob custódia para Kumo, mas ele seria o que "sofreria" menos, apensar dele ser a minha missão meu foco era Bruce o homem que havia me enganado enganado pelo simples desejo de ter uma luta melhor. Sabia que na vida como shinobi, confiança era uma coisa muita difícil de se conquistar e eu havia dado a minha a uma pessoa que por um momento realmente parecia ter se tornado um aliado, mas que na verdade era totalmente o oposto, aquela missão toda estava sendo de grande aprendizado para que eu não cometesse o mesmo erro novamente. Lançava o meu ataque em fúria para cima do homem que eu havia recebido como missão, estava determinado a dar um jeito nele para que eu pudesse ter a minha total atenção para Bruce, que naquele momento eu realmente queria fazer com que ele pagasse por ter me enganado e assim que eu acertei o mesmo pude notar Bruce se mover na direção dele enquanto meus olhos se moviam a medida que se ele se movimentava e ouvia as palavras que ele pronunciava, não sabia o que ele queria dizer com aquilo, porém suas ultimas palavras pareciam ter disparado um gatilho dentro da minha cabeça. Podia sentir uma forte pontada na lateral da minha cabeça e uma dor insistente começando a latejar na minha cabeça enquanto eu fechava os meus olhos levando uma das mãos a minha cabeça e a outra frente a minha frente por alguns instantes e logo após abrindo os olhos.

Podia sentir o vento frio cortando o ambiente enquanto naquele momento sentia pingos de chuvas tocarem o meu corpo, o que era aquilo? Afinal de contas eu estava dentro de uma floresta e o clima não era o mesmo. Abria os olhos olhando as minhas mãos vendo que as mesmas estavam cobertas de sangue, aquilo com certeza me assustou um pouco enquanto eu tentava entender o que estava acontecendo ali, eu podia ver vários corpos espalhados pelo chão e uma figura a minha frente dizendo alguma coisa. - Era apenas um teste, agora... Podia ver a voz do homem a minha frente se mover, porém não conseguia escutar o que ele dizia. A cena mudava agora estava parado o homem de antes segurava uma mulher, parecia ser contra a sua vontade, porém não conseguia ouvir nenhum dos dois que por algum motivo parecia que eu os conhecia. "Mas o que é tudo isso???? O que está acontecendo???? Pensava enquanto sentia a minha cabeça latejar novamente  apenas ouvindo a voz do homem nervosa dizendo. - Vamos garoto, mate-a logo.... Ouvia aquilo e podia sentir as minhas mãos tremendo e lagrimas escorrendo dos meus olhos enquanto via as minhas mãos cobertas de sangue e a mulher gritar, enquanto eu ficava olhando aquela cena sem saber o que estava acontecendo, o que eu estava fazendo e quem eram aquelas pessoas.

  

Considerações:
Doug, tentei seguir as suas instruções, para o post, não sabia se era isso que você queria kkkkkkkkk  

Byakugan - Ativo


jutsus:
Byakugan
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.



 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Qui 5 Jul - 5:37


Narrador 17/??

Reviravolta

Sem saber o que exatamente estava acontecendo com Takeshi, Bruce apenas o ignorou por alguns instantes, focando no outro homem. Com um jutsu simples, passou alguns fios de chakra ao redor do pulso e das canelas, imobilizando-o. Na sequência envolveu os locais supracitados em algemas especiais. O homem era de fato um inimigo. O lado que Bruce estava que era a grande incógnita. Com o adversário já preso, Bruce retornou suas atenções para Takeshi que parecia estar sofrendo de alucinações ou algo semelhante; continuou a observar o ninja de Kumo, aguardando aquele momento passar ou esperando o timing exato para intervir.

Considerações:
Boa. Continua nesse ritmo. Agora começa a lembrar de alguns acontecimentos do teu passado, qualquer coisa, pequenos acontecimentos em flashback e tal. Bom seria ir evoluindo a lembrança, começando com cenas sem sentido e indo evoluindo até conseguir lembrar da cena inteira.
Pode ignorar o Bruce por enquanto, foca na cena dentro da tua mente e teu passado.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu 10/10
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa 02/05
3. Missão de Rank B 10/10
-
Kazui
Genin
Kazui
Vilarejo Atual
Ícone : [Ato] Kazui - Página 2 Tumblr_p7nn09wDyJ1vy2tgqo2_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66605-fp-kazui-akiyama#489531

Re: [Ato] Kazui - em Qui 5 Jul - 19:16

HP:875/875  CH:601/625  ST: ❲ 00/06 ❳
Meu corpo todo tremia naquele momento em que eu ouvia a voz do homem me dizendo para matar aquela mulher, mas porque eu deveria matá-la? Quem era ela? Quem era aquele homem? O que era tudo aquilo que estava acontecendo naquele momento, sempre que eu tentava me lembrar podia sentir uma dor em minha cabeça aumentar fazendo com que eu perdesse o foco do que eu estava fazendo olhava para os dois meio que em estado de choque, quando passava os olhos pela mulher vendo os seus olhos brancos, os mesmos que eu tinha, ela não era total estranha para mim, mas quem era ela? Aquele homem também não era estranho, mas eu não conseguia me lembrar. Levava as minhas mãos sujas de sangue até meus rosto e após alguns segundos a tirando o cenário se modificava, a chuva já não caía mais, estava em uma espécie de planície, assim como o clima era agradável e eu podia ver o horizonte, não só isso ao longe dava para se ver três formas que se aproximavam a medida que caminhavam na minha direção. Uma mulher, um homem e uma criança, ao longe pareciam tão felizes, mas quando se aproximavam eu podia perceber que eles não me viam, apenas eu conseguia enxergar aquela cena e foi então que eu notei que se tratavam da mesma mulher de momentos antes assim como o mesmo homem que havia me pedido para matar aquela mulher e uma criança que parecia ser..."Eu???" Como aquilo era possível? tudo mudava rápido, logo depois o cenário mudava mais uma vez enquanto agora parecíamos estar no jardim de uma casa a mulher vinha para cima de mim me atacando, porém eu me defendia, parecia ser uma espécie de treino, pois via que mesmo seus movimentos sendo sérios para atacar ela ainda tinha alguma coisa de gentileza em seus ataques para com a criança que assim como antes parecia se tratar de mim. "Droga o que está acontecendo aqui? O que é tudo iss..." Não terminava o meu raciocínio, quando podia ouvir a voz da criança correr em direção a uma figura e gritar as palavras "Papai..." para aquele homem, o mesmo homem que instantes atrás estava feliz com o que parecia ser a sua família e depois pedia para que "eu" matasse aquela mulher.

Nada daquilo fazia sentindo mais uma forte dor de cabeça e o cenário mudava mais uma vez, era uma discussão sobre algo que eu não conseguia entender, o casal estava na sala com a criança escondida atrás de uma das paredes ouvindo tudo, a mulher parecia estar bem furiosa com o homem naquele momento enquanto ele tentava se explicar, mas o que se tratava aquilo tudo, o que eu estava vendo? Ainda não sabia responder aquilo, mas nem daria tempo de entender uma vez que qualquer raciocínio que eu tivesse para começar naquele momento era interrompido quando as duas figuras a minha frente pareciam que iriam começar a brigar, pois a mulher começava a partir para cima do homem, porém parando a poucos metros quando notou que a criança, se colocava a frente dela, ela estava com seus olhos brancos cheios de fúria e lágrimas naquele momento enquanto gritava coisas que eu não conseguia ouvir totalmente com exceção do seu final. -...seu traídor...saía daqui antes que eu conte toda a verdade ao Ho... Não conseguia ouvir toda a frase, mas algo não estava certo, novamente uma grande dor na minha cabeça, agora naquele momento me levava ao chão. "AHHHHHH!!!!! QUE DOR!!!!! Droga, eu tenho que me acalmar, o que será que é isso tudo, será um genjutsu que eu caí, o que está..." O cenário mudava novamente agora parecia ser como antes, chuva, o vento frio cortando o ambiente, porém estava correndo com alguém segurando a minha mão. Era a mulher de antes, podia ver no seu rosto uma expressão preocupada enquanto entendia poucas coisas do que ela dizia. - Vamos filho rápido eles não podem nos alcançar..., "Filho? Então era ela a minha mãe? De quem nós fugíamos?", A cena parecia se acelerar naquele momento quando pulava para uma parte em que um combate acontecia, era a mulher que havia me chamado de filho contra quatro homens e um vindo para cima de mim, não podia negar que aquela confusão toda e por não saber o que acontecia naquele momento apenas podia sentir medo, um medo crescendo dentro de mim, porém eu parecia estar disposto a lutar com o homem.

Mais uma vez a cena avançava e agora eu olhava os quatro homens que lutavam com a mulher no chão e o outro que havia me atacado aos meus pés o sangue em minhas mãos e a mulher a minha frente, parecia estar cansada da luta, mas se dirigia afoita até a minha direção, porém alguns metros antes ela foi parando no mesmo momento em que eu podia sentir algo tocar no meu ombro, parecia ser uma mão e assim que eu olhei eu notei se tratar do homem que antes segurava a mulher, mas por algum motivo eu não estava mais com medo, na verdade aquilo me acalmava. Os dois trocavam palavras que eu não conseguia ouvir, porém pelo jeito dos dois estavam brigando novamente como na outra vez e mais uma vez conseguia sentir a minha cabeça latejar e levava a minha mão aos olhos por alguns instantes, tirando depois e voltava para o lugar onde tinha estado anteriormente, com o homem segurando a mulher, porém agora eu já não estava no lugar de antes era como se visse tudo em terceira pessoa, de fora e podia ver que a criança, naquela hora maior que nos outros momentos realmente se tratava de mim, apenas dúvidas se aglomeravam enquanto eu não conseguia ter respostas, mas por algum motivo aquelas palavras escapavam da minha boca.- PORQUE!!!???? Gritava o garoto enquanto eu via aquela cena de fora naquele momento, enquanto o homem apenas sorria com um certo desdem segurando a mulher e dizia o motivo. - Porque esse sempre foi o seu propósito...desde o começo seu objetivo era ser uma arma para Kiri, com esses seus olhos, mas a sua mãe descobriu tudo e aqui estamos...agora ACABE LOGO ELA!!! Vociferava o homem enquanto o garoto parecia olhar sem acreditar naquilo tudo e eu mais ainda sem saber o real motivo de tudo aquilo que estava acontecendo.  

  

Considerações:
 

Byakugan - Ativo


jutsus:
Byakugan
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.



 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Sex 6 Jul - 9:29


Narrador 18/??

Reviravolta

Takeshi parecia perdido em si mesmo e aquela cena estava se prolongando demais. O ninja falava sozinho e parecia lembrar de algo que vivenciou. Bruce decidiu por fim se aproximar do ninja, mas com cautela para não assusta-lo. Quando próximo a Takeshi, colocou suas mãos nos ombros dele, o chacoalhando, tentando fazer com que se libertasse do que quer que fosse que o afligia.
—— Ei ei, me responda. Está tudo bem? Ei? ——

Considerações:
Boa. Continua nesse ritmo. Continua com lembranças até o Bruce te chacoalhar. Aí tu vai voltando a si. Pode ir falando com ele, se quiser, contando o que estava sentindo essas coisas.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu 10/10
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa 03/05
3. Missão de Rank B 10/10
-
Kazui
Genin
Kazui
Vilarejo Atual
Ícone : [Ato] Kazui - Página 2 Tumblr_p7nn09wDyJ1vy2tgqo2_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66605-fp-kazui-akiyama#489531

Re: [Ato] Kazui - em Sab 7 Jul - 8:56

HP:875/875  CH:601/625  ST: ❲ 00/06 ❳
Podia ver o homem gritar com a criança enquanto segurava a mulher, pedindo para que o garoto ali a frente a matasse. Mesmo eu não querendo acreditar aquilo era uma lembrança reprimida, da qual eu não conseguia me lembrar até aquele momento em que eu olhava para a cena como se fosse um mero espectador. O "garoto" perguntava "- Porque?", porque ele deveria matar a sua mãe enquanto o homem que era seu pai contava toda a historia. Desde antes do seu nascimento tudo aquilo tinha sido planejado pelo Ninja de Kiri, que havia recebido a missão de "roubar" os segredos do clã Hyuga de Konoha, porém da maneira mais incomum deram como lhe opção ter um relacionamento com uma pessoa do clã e assim ele tivesse um filho que depois seria levado para Kiri, porém todo aquele plano havia ido por água abaixo quando a mãe do "garoto", que naquele momento estava sendo segura pelo seu pai, havia descoberto e ameaçado contar ao Hokage, porém ela nunca havia feito aquilo, afinal de contas mesmo com toda aquela enganação ela ainda amava aquele homem e não queria a sua morte, mas ele não desistiu e quando ela descobriu que ele voltara, para recuperar o garoto havia decidido fugir de Konoha enquanto ainda tinha tempo, mas já era tarde demais e eles haviam acabado naquele lugar, naquele instante.

A expressão do "garoto" era de surpresa, assim como a minha também que conseguia me lembrar daquilo tudo daquele jeito, mas então foi ai que tudo aconteceu de repente enquanto o homem gritava com o "garoto" sua mãe parava de se mexer e olhava atentamente para seu filho dando um sorriso calmo, com uma expressão sincera no olhar de quem como se despedia e suas mãos começavam a brilhar quando ela a levava ao peito e um feixe de eletricidade atravessar os dois e os levar ao chão. Assim como eu naquele momento o garoto começava a caminhar na direção da sua família, vendo o que tudo aquilo havia causado caindo de joelhos com lagrimas nos seus olhos ao lado de sua mãe enquanto ela levava as mãos ao rosto do "garoto" dizendo. - A culpa disso tudo não é sua, meu filho...apenas seja o melhor que você puder ser, o que eu sempre imaginei que você poderia se tornar, eu te a... Naquele momento ela fechava os olhos enquanto sua cabeça caía levemente para o lado morta, enquanto o garoto em choque olhava para aquilo tudo segurando a mão da sua mãe caindo ao lado desmaiado.

Havia conseguido lembrar de tudo o que havia acontecido e talvez aquilo tudo havia sido o motivo de eu ter "bloqueado" aquelas lembranças sobre o meu passado. Mais uma vez a minha cabeça latejava quando eu sentia alguma coisa tocar nos meus ombros e eu fui voltando a mim naquele momento olhando a minha frente e vendo que se tratava do Bruce que me balançava pelos ombros. Estava com um misto de emoções passando pela minha mente, estava em choque, com raiva, meio perdido por tudo que havia me lembrado e ainda "voltava" com a pessoa a qual estava enfrentando me chacoalhando? A minha reação não poderia ser outra tanto que eu apenas lhe dei um empurrão para me desvencilhar dele enquanto dava alguns passos para trás estava meio tonto, fui parando me abaixando em um dos meus joelhos apoiando uma das mãos no chão enquanto a outra parava a minha frente, meio sem saber o que eu estava fazendo enquanto dizia. - Se afaste...se afaste... Falava enquanto tentava recuperar um pouco do meu estado normal naquele momento, havia me lembrado de tudo aquilo, havia sido um choque, mas tinha que me lembrar o que eu estava fazendo ali, até aquele momento aqueles dois eram meus inimigos e na situação a qual eu estava eu não podia dar bobeira. Tentava me colocar de pé com uma certa dificuldade enquanto olhava para Bruce, me lembrando das suas palavras de momentos antes me perguntando se eu estava bem. - Eu não vou cair de novo nesse seu truque...agora vamos continuar de onde nós paramos... Dizia aquilo, mesmo sabendo que naquele momento eu não tinha a menor condição de lutar, mas não iria demonstrar fraqueza diante o meu "adversário" ou o que quer que Bruce fosse naquele momento.   

  

Considerações:
 

Byakugan - Ativo


jutsus:
Byakugan
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.



 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Sab 7 Jul - 11:59


Narrador 19/??

Reviravolta

Sentindo o empurrão, Bruce não reagiu de imediato, dando tempo para Takeshi se acalmar. Não iria lutar contra ele, era seu aliado. Por fim começou a falar:  —— Takeshi, se acalme, por favor. Eu já te disse que sou teu aliado. Eu apenas tive que fingir que não era. Era minha missão, não poderia colocá-la em risco. Eu precisava mentir. [...] Você está bem? Quer conversar? Vi que você gritava e parecia estar em outro mundo. Algo marcou teu passado? Pode conversar comigo se quiser. Nada que me dizer sairá daqui. —— Com um forte chute, Bruce acertou o rosto do inimigo que estava amarrado no chão, fazendo-o desmaiar. Como forma de obter a confiança de Takeshi, Bruce retirou do seu bolso sua bandana e a colocou em sua testa, abrindo seu sorriso branco.  

Considerações:
Vai se abrindo com o cara aí pouco a pouco.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu 10/10
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa 04/05
3. Missão de Rank B 10/10
-
Kazui
Genin
Kazui
Vilarejo Atual
Ícone : [Ato] Kazui - Página 2 Tumblr_p7nn09wDyJ1vy2tgqo2_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66605-fp-kazui-akiyama#489531

Re: [Ato] Kazui - em Seg 9 Jul - 18:02

HP:875/875  CH:601/625  ST: ❲ 00/06 ❳
Como se não bastasse toda a confusão que estava na minha cabeça, ainda tinha toda a confusão daquela situação a qual eu estava e voltava para ela empurrando o Bruce e me afastando ainda meio confuso com tudo que havia acontecido naquele meio tempo. Olhava para Bruce que naquele momento dava um golpe no outro inimigo que estava no chão e dizia que era um aliado, eu ficava de longe agora um pouco mais "são" do que o estado em que estava antes e em guarda, não sabia se podia confiar ele retirava a sua bandana do bolso e a amarrava na sua testa sorrindo. Depois de tudo que havia acontecido dentro daquela missão eu não tinha total certeza se eu poderia confiar nele, mas também isso me daria um tempo melhor para que eu conseguisse me recuperar caso fosse necessário lutar novamente e então eu fui me colocando normal novamente enquanto meus olhos voltavam ao azul de antes quando o Byakugan já não estava mais ativo e assim olhava para a fogueira ainda com um pouco de distancia de Bruce e dizia. - Eu sempre tive um bloqueio em me lembrar de coisas que havia acontecido na minha infância, para ser mais exato de antes de quando eu tinha uns oito ou dez anos... Fazia uma breve pausa enquanto por um momento me perdia nas chamas da fogueira e voltava a mim vendo Bruce na mesma posição e assim eu continuava...-...agora tudo vai ficando mais claro pra mim e as memórias vão voltando aos poucos, mas alguma coisa me despertou um "gatilho", com o qual eu consegui me lembrar de como eu vim parar em Kumo. Originalmente eu era de uma família Hyuga de Konoha, porém minha mãe estava fugindo, pois ela havia descoberto que o meu pai, havia se aproximado dela apenas para que anos depois ele pudesse me sequestrar para me transformar em uma arma para a vila dele... dizia tudo aquilo com a voz um pouco tremula naquele momento, apesar de saber tudo aquilo agora, não deixava de ser uma coisa impactante para qualquer pessoa, afinal de contas o seu próprio pai com uma intenção daquelas, só mostrava que ele não tinha qualquer sentimento por mim.

Desviava o meu olhar para o homem caído no chão e o via realmente bem amarrado, talvez Bruce naquele momento depois de tudo que havia feito estava dizendo a verdade, mas ainda sim era melhor ficar com um pé atrás ainda naquele momento e assim eu voltava o meu olhar para ele e continuava a falar. - Então me lembrei que minha mãe acabou dando a vida dela, para que eu pudesse sobreviver e me livrar do futuro que o meu pai havia preparado para mim, porém o modo como tudo aconteceu de algum jeito fez com que eu bloqueasse tudo que havia acontecido talvez pelo trauma... outra breve pausa enquanto eu contava o que havia acontecido, tudo aquilo só me mostrava uma coisa e como eu deveria ser dali para frente. - Agora eu já sei o shinobi que eu devo ser, e honrar o sacrifício que ela fez para que eu ficasse vivo... Terminava de falar enquanto podia perceber que agora realmente havia mudado em mim, talvez todas aquelas lembranças mesmo que traumáticas fariam com que eu me fortalecesse, e de um jeito ou de outro aquele dia ali realmente mudaria o jeito como eu iria agir dali para frente.  

  

Considerações:
 



jutsus:




 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Seg 9 Jul - 21:22


Narrador 20/??

Superação

Paciente e amigavelmente Bruce ficou ouvindo Takeshi contar sua história, seus traumas para ele. Enquanto ouvia as palavras, Bruce também demonstrou afetividade e afeição pelo parceiro, sentando ao seu lado e envolvendo-o com seu braço, abraçando-o. ——  Temos que ser fortes. Nossa vida é dura e não espere facilidades. Todos os dias passamos por provações. Situações que nos forçam a questionar a escolha que fizemos por nos tornar shinobis. O importante é sempre estar cercado por àqueles que gostamos e que nos querem bem. [...] Acho que está na hora de irmos indo de volta pra vila —— Bruce caminhou até o bandido e o pegou, levantando-o e conduzindo até à prisão.

Considerações:
Não acabou ainda não, narra tudo aí na tua perspectiva e começar a caminhar com ele até a prisão. Deixem o bandido lá que depois eu continuo.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu 10/10
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa 05/05
3. Missão de Rank B 10/10
-
Kazui
Genin
Kazui
Vilarejo Atual
Ícone : [Ato] Kazui - Página 2 Tumblr_p7nn09wDyJ1vy2tgqo2_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66605-fp-kazui-akiyama#489531

Re: [Ato] Kazui - em Ter 10 Jul - 9:40

HP:875/875  CH:601/625  ST: ❲ 00/06 ❳
Havia contado a história toda para Bruce, porém sem dar todos os detalhes, mas no contexto geral era a história verdadeira. Podia ver Bruce se aproximando enquanto eu me sentava e ele sentava ao meu lado dizendo algumas palavras. Tudo o que ele dizia fazia sentido, naquela altura eu tinha que ser o melhor que eu conseguiria, para honrar o sacrifício que a minha mãe havia feito por mim, parar não ser o que o meu pai pretendia que eu fosse, também proteger as novas pessoas que faziam parte da minha vida agora e a vila que havia me acolhido quando eu mais precisava.

Após dizer aquelas palavras Bruce se levantava e ia em direção ao prisioneiro enquanto eu me colocava de pé e apenas dizia. - Obrigado, por toda ajuda que você me deu Bruce... Dizia para ele com um sorriso no rosto, apesar de tudo ele havia me ajudado em vários aspectos daquela missão e seira sempre grato por isso e então fui lhe ajudando enquanto carregávamos o prisioneiro até a prisão de Kumo.

Após algum tempo caminhando nós havíamos chego nos portões da prisão deixando o bandido lá, mais uma ameaça contra a vila estava sendo erradicada e com isso a vila se mantinha segura naquele tempo de de incertezas na vila. Depois de todos os trâmites me virava para Bruce dizendo. - Acho que correu tudo bem, em um sentido geral, mais uma vez acho que eu devo te agradecer Bruce, estou lhe devendo uma... Dizia lhe encarando com um sorriso meio sem graça, mas dizendo a verdade, pois naquele tempo dentro da missão eu havia conseguido realizar a missão, melhorar a minha luta e ainda relembrar as coisas que estavam bloqueadas no meu passado, realmente eu estava em dívida com Bruce naquele momento.

Considerações:



jutsus:


 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Ter 10 Jul - 9:54


Narrador 21/??

Superação

A missão estava finalizada. Bruce deu alguns tapinhas nas costas de Takeshi e lhe disse antes de partir: —— Espero que em breve possamos nos encontrar novamente. Até lá, fique bem, camarada. —— Finalizadas suas palavras, Bruce deu as costas e saiu, indo para sua casa. Restava a Takeshi fazer o mesmo.

Considerações:
Finaliza aí.
Objetivos:
1. Habilidade em Taijutsu 10/10
2. Superar defeito: Amnésia Dissicioativa 05/05
3. Missão de Rank B 10/10
-
Kazui
Genin
Kazui
Vilarejo Atual
Ícone : [Ato] Kazui - Página 2 Tumblr_p7nn09wDyJ1vy2tgqo2_250

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66605-fp-kazui-akiyama#489531

Re: [Ato] Kazui - em Ter 10 Jul - 12:52

HP:875/875  CH:601/625  ST: ❲ 00/06 ❳
Naquele momento o principalmente motivo pelo que eu havia saído da vila chegava ao fim, o inimigo estava preso e bem a missão havia sido concluída me voltava falando para Bruce lhe dizendo que estava em dívida com ele, quando ele me dava uns tapinhas nas costas dizendo que esperava que nos encontrássemos novamente. Eu dava um sorriso e confirmava com a cabeça enquanto o via sair andando. ”Ele é meio estranho, mas até que é um cara legal... pensava enquanto me virava para o outro lado me dirigindo ao escritório da Raikage para entregar o relatório sobre a missão e depois ir para casa, afinal de contas tinha muita coisa pra contar para os meus pais.

Considerações:



jutsus:


 
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui - em Ter 10 Jul - 13:07

Aprovado.
Conquistas:
-- Habilidade em Taijutsu
-- Superou defeito: Amnésia Dissicioativa
-- Missão de Rank B, recompensa máxima.
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Ato] Kazui -

-


Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.