>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Note
Chūnin
Note
Vilarejo Atual

O despertar do segundo, vento - em Ter 1 Maio - 20:26

O menino depois de chegar em casa do seu treino de corrida morto de cansaço, eu preciso tomar um banho urgente, pensava o menino enquanto tirava sua camisa encharcada de suor, ele até mesmo sentia um suave nojo de tocar naqueles roupas sujas –isso vai pra cesta de roupa suja agora- falava o menino para a camisa suja.

Depois de ter tomado seu banho a uma temperatura amena e ter se alimentado devidamente ele sentia seu corpo calmo, após se vestir devidamente Amaimon seguia para o quintal de sua casa novamente e se sentava próximo da onde havia deixado seus livros mais cedo quando ainda estava a treinar seu ninjutsu, hoje eu fiz tanta coisa que sequer tive um tempo para apenas relaxar sem pensar no que fazer depois... que bom que esse momento chegou. Amaimon se sentaria no chão e apenas olharia para a paisagem seca que ainda sim mostrava sua beleza, o céu que perdia a sua luz ao poucos pelo por do sol estar chegando, tudo estava perfeito até que o menino sentia uma brisa suave tocar seu rosto, ele fechava os olhos e aceitava o vento respirando profundamente, queria saber usar dessa natureza que é tão bela e suave.

O jovem num impulso se levantaria e começaria a andar em círculos concentrando seu chakra em suas mãos, ao poucos e com o auxilio do próprio vento da natureza o menino seguia, o jovem estava em uma dança onde os ventos lhe conduziam, tudo ocorria bem naquele momento relaxante até que ele ouvia uma voz em sua cabeça, quem é esse tolo de querer fazer do vento se dobrar, o jovem se assustava soltando uma grande quantidade de ar pela sua boca, seu chakra no seu estomago havia pego a natureza do vento, o garoto estava feliz pelo seu feito mas pensativo por outro, eu estou ficando louco como ele...


hp:350
ck:450
st:05/06


obs: liberação para a segunda natureza elemental, minimo de 300 palavras, a minha tem 313 vide word

_______________________

-
Artref
Genin
Artref
Vilarejo Atual
Ícone : O despertar do segundo, vento 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: O despertar do segundo, vento - em Ter 1 Maio - 21:43

@Aprovado

_______________________

FICHA 
-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.