>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Oda
Jōnin
Oda
Vilarejo Atual
Ícone : [Mudança de Clã] Laços de Sangue 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68937-fp-ororo-n-yami#514650

[Mudança de Clã] Laços de Sangue - 29/4/2018, 23:07

Laços de Sangue

Velocidade: 14m/s 275/275 軍師 450/450 Stamina: 0/5


Hidey havia acordado aquele dia com uma sensação estranha. Ficou em sua cama por mais do que deveria, fitando o teto de seu quarto, os pôsteres de seus personagens preferidos de livros e o enorme símbolo de Konohagakure no Sato preso a parede posterior do quarto. Ele suspirou brevemente, sentindo o ar entrar e sair de seus pulmões e então se libertou dos lençóis, deixando o ar gélido da manhã tocar na pele nua de seus pés e braços. Ele havia sido criado ali, aquele era seu lar e ele sentia um certo compromisso em servir aquele lugar.

Estava pronto para se levantar naquele dia para mais um dia de treinos e missões, principalmente após tornar-se chunnin, sentia um senso de responsabilidade muito mais importante e baseado na lógica da Vontade do Fogo que o deveria fazer mais forte. Este era o príncipio que ele havia aprendido com o velho Hokama, chamado a Sombra. Um shinobi muito mais velho e experiente, dono de muitos feitos já esquecidos em prol da aldeia. Naquela manhã, enquanto pensava nesses assuntos, por pouco Hide não percebeu em suas narinas o odor de café da manhã. A refeição matinal era algo que nunca estava pronto para o rapaz quando ele acordava. Sendo que aquela novidade lhe parecia estranha.

Ele calçou os pés e empurrando o peso para frente, ficou em pé, arrastando suas pernas até a cozinha enquanto coçava os olhos.  Seguiu até o local, encontrando para sua surpresa seu pai e sua mãe sentados na mesa. Eles comiam o café da manhã e com a chegada do rapaz logo o receberam em seguida, tendo de certa maneira, mostrado uma gentileza com a qual o rapaz não estava acostumado.

A verdade é que seu pai e sua mãe eram jonins de Konoha e há anos já não demonstravam muito tempo para cuidar do rapaz. Eles o haviam criado para ser de fato um shinobi habilidoso e independente, aquilo era verdade, mas havia limites para os quais o rapaz era capaz de lidar. Ele havia passado longos anos sozinho, já que ambos precisavam sempre estar em missão, sempre a serviço do Kage. Aquela situação em que estava talvez tivesse relação com sua situação recente como chunnin. A nova patente agora mais alto o enchia com novas necessidades, mas também havia certo prestígio naquilo e talvez seus pais quisessem usar disso para congratulá-lo.

- Olá Hide! Bom dia! - saudou a mãe, entregando a ele um naco de pão e um pouco de chá - Nós recebemos a carta. Fomos informados que você se graduou é isso mesmo?

As ideias que estavam na cabeça de Hidey pareciam se concretizar. De fato, a sua graduação era o motivo daquela presença inusitada ali. Ele se ajeitou na mesa e assentiu para a mãe, dando uma mordida no pão.

- Sim, estamos sob Toph-sensei. Ela é uma kunoichi muito habilidosa.


- E quem são seus colegas de time? - indagou a mulher.

- Asuya Shiin e Akira Rinne, são dois bons rapazes. - disse Hide, também olhando sua mãe de cima para baixo.

- Fico feliz que tenha encontrado sua posição no vilarejo, filho. - diz ela, com um sorriso e bagunçando a cabeça dele. - Tome seu café e mais tarde teremos uma conversa séria com você.

Ele então voltou a se alimentar, refletindo com cuidado o que haveria de sério para que eles conversassem com ele. Não costumava ter aqueles momentos com eles, isto é, haviam assumido uma distância muito grande conforme ele crescia. Entendia o significado de dever, mas tudo aquilo havia gerado nele um intenso individualismo. Não uma mera maneira de ganhar benefícios para si a qualquer custo, ele era um guerreiro de Konoha honrado, mas tinha a necessidade de garantir a própria sobrevivência e estudar e se adaptar a vivência sozinha.

O pão teve um gosto mais leve para ele naquele dia. Ele já estava a espera de que isso acontecesse e agora se mantinha expectante acerca do que seus pais o reservavam para aquela conversa. Ele queria alguma maneira de poder contornar aquela parede que se formara entre eles nos últimos anos, talvez a barreira estava próxima de se romper.

[...]

Mais tarde naquele dia, Hidey se encaminhou até os jardins da propriedade de seus pais. Eles eram boas pessoas. Nami Chinoike havia se tornado uma kunoichi com oito anos de idade e havia obtido sua graduação como chunnin aos catorze anos, onde havia iniciado então uma meteórica carreira de ascensão até jonin, onde ela se estabeleceu como uma habilidosa praticante de iryo-ninjutsu as técnicas de cura. Como iryo-han ela obtinha grande responsabilidade em todos os combates, uma vez que todos os esquadrões exigiam a presença de um iryo-han para obter uma taxa mais alta de sucesso em campo.

O pai de Hidey, Hokusai Chinoike era outro homem extremamente habilidoso com genjutsu, que havia sido famoso após ganhar um dos chunnin shinken de Konoha e tendo sido promovido pelo próprio Kage da época, ele ganharia um reconhecimento que o seguiu até sua posição como Jonin que obteve com vinte e um anos de idade. Após chegar a posição de jonin, ele havia desenvolvido inúmeras de suas próprias técnicas e tendo sido extremamente habilidoso com elas, era sempre enviado em missões onde as vantagens como usuário de genjutsu lhe conferiam maiores capacidades de vitória. Hidey admirava muito o pai, pois ele era de fato um homem muito inteligente e um estratega habilidoso.

O dia estava nublado, com enormes nuvens esbranquiçadas e grossas pesando sobre eles. Havia um vento gélido varrendo a grama rasteira do campo, carregando de umidade todo o ambiente. Faltava ainda algumas horas para o meio dia e já era possível sentir um pouco mais do calor matinal que antecipa a tarde. Os dois shinobi aguardavam Hideyoshi próximo a  uma das árvores a beira de um pequeno riacho que cruzava o lugar e no qual era possível encontrar as vezes alguns peixes.

- Hidey, sente-se aqui conosco. - convidou o pai e o rapaz logo se posicionou ao lado deles.

- O que queriam comigo, mamãe e papai? - indagou ele inocentemente balançando a água com os dedos.

Estava ligeiramente nervoso.

- Agora que você é um chunnin, Hide, acho que está na hora de você saber o segredo que escondemos a um bom tempo. - disse Hokusai.

- Um segredo?

- Isso, algo que envolve você diretamente. - a mãe acrescentou.

Hidey sentiu seu nervosismo crescer.

- Você não é nosso filho biológico, Hidey. - disse o pai com certo consternamento.

- Como pode ser? Eu cresci aqui não é? - indagou o rapaz chocado.

- Sim, é verdade, Hidey, mas nós o adotamos, quando você ainda era uma bebê - disse a mãe e ela parecia ainda mais entristecida com o pai. - Nunca quisemos esconder isso de você, mas até que alcançasse certa maturidade esse seria o melhor.

- Isso é verdade? Então, quem são meus pais? - o rapaz ainda não absorvera aquela choque.

Em um único instante, todo seu mundo desmoronara. Mesmo a distância com seus pais que ele enfrentava como sendo seu maior desafio, na verdade era milhares de vezes maior do que ele jamais poderia ter imaginado. Seus país eram de um clã totalmente diferente do dele, sendo que suas verdadeiras familiaridades eram a história que partilhavam junto e não o cobiçado sangue e olhos Chinoike.

Hidey jamais havia utilizado o Ketsuryugan, mesmo que fosse uma habilidade que seus pais insistiam que ele usasse, para ele, aquela habilidade era excessivamente violenta e sem grandes benefícios em qualquer técnica que conhecia. Era claro que o genjutsu era realmente poderoso, razão inclusive da fama de seu pai como um excelente shinobi de genjutsu, mas Hidey jamais havia mestrado essa técnica, tendo sempre se dedicado ao uso de ninjutsu e suas técnicas derivadas como elementais.

De certa maneira, ele tentava digerir tudo aquilo, evitando demonstrar o enfraquecimento de suas determinações em forma de choro.

- Nós não sabemos quem são seus pais. Na verdade, nós os resgatamos em uma missão. Um vilarejo havia sido destruído e os poucos sobreviventes não souberam nos dizer quem eram seus pais. - respondeu Hokusai - Eles eram shinobis fugitivos, sendo que a única coisa que pudemos descobrir pelos pertences, é que você era um Uzumaki. Membro de um clã praticamente extinto a muito tempo e do qual você e alguns outros são os únicos sobreviventes.

- Uzumaki? - indagou o rapaz.

- Sim, é um clã muito antigo. Suas técnicas mais fortes são de fuinjutsu e outros derivados, motivo pelo qual sofreram tantos ataques ao longo dos anos. - respondeu o pai. - Hokama, seu mentor, é um Uzumaki também. Nós o contatamos para que ele o treinasse, de maneira, que um dia você pudesse ter alguém que lhe ensinasse as técnicas secretas de seu clã. Agora que é um chunnin, pode aprender essas técnicas e aprimorá-las. Somente assim você pode se tornar um shinobi completo.

Hideyoshi havia recebido um extremo choque. Tendo concluído o restante de suas indagações, os pais de Hidey o deixaram sozinho. Ele agora tinha uma maior consciência de quem era de verdade e mesmo assim, ainda menos consciência sobre quem era do que jamais teve. Suas histórias não haviam mudado, mas seu futuro sim e seu potencial também. Como ele poderia explorar todas aquelas mudanças? Apenas o tempo diria que tipo de shinobi ele se tornaria.

Considerações:

1568 palavras

(C) Ross

_______________________

[Mudança de Clã] Laços de Sangue Tumblr_pytn9euwiU1y4te2do1_250
Ficha - M.S - Banco
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Mudança de Clã] Laços de Sangue - 30/4/2018, 05:54

@
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.