>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Sakazuki
Genin
Sakazuki
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] - Satoshi Yatogami 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

[Filler] - Satoshi Yatogami - 21/4/2018, 20:24

[ATO] - NOVOS AMIGOS
The Orphan
Satoshi Yatogami



Em um dia anormalmente cansativo para mim, decidi dar uma pequena pausa nos treinamentos, já que se continuasse assim, todo o esforço adquirido com os treinamentos e missões seriam jogados fora. Usaria esse dia de folga para descansar, sendo assim levantei de minha cama, um beliche de ferro com um velho colchão mofado por cima, e olhei pelo quarto, que eu dividia com mais 3 meninos, onde havia um armário de tamanho mediano, separado para nós 4, um outro beliche, contendo os outros dois integrantes do quarto e uma pequena mesinha ao lado de cada beliche, contendo duas gavetas onde usamos para por algumas coisas, uma para cada pessoa. Logo depois da curta observação, saí do quarto e fui ao banheiro, que ficava bem de frente, e realizei minhas higienes, escovando os dentes e tomando um banho. Após terminar meu banho, vesti uma roupa bem mais informal, já que não realizaria nenhum treinamento hoje, uma bermuda de cor vinho, uma camisa regata de cor preta e uma estampa de cores em um tom amarronzado, uma pulseira de couro amarelado, e um detalhe de asas no centro desta, e por último um tênis preto, sem qualquer tipo de adorno. Dessa vez arrumado, me dirigiria à cozinha, onde comi um pão enquanto bebia um copo de leite, e assim que terminasse de me alimentar, pegaria uma maçã antes de sair pela porta, esta que tinha um aspecto antigo, o que não era para mim, uma vez eu escutei uma das funcionárias daqui dizendo as crianças que esse lugar era um antigo monastério, por isso que as portas eram duplas, de madeira e com detalhes horizontais.

Estando do lado de fora do orfanato, eu começaria uma breve caminhada pela vila, observando as pessoas, que em sua maioria, andavam com bastante pressa, deferente de mim, que ia tranquilamente, pois não estava com pressa alguma de chegar em algum lugar onde eu pudesse descansar. Mas antes de ir descansar, tive uma boa ideia, em vez de somente dormir, pegaria um livro ou pergaminho da biblioteca para ler, e depois dormiria. Com essa ideia em mente, eu andei até a biblioteca, por sorte ela ficava perto do orfanato, então tive que andar pouco até passar pela entrada do estabelecimento e ver a grande quantidade de estantes que haviam dentro do mesmo. Em pouco tempo dentro da biblioteca, eu pude ver diversos livros e pergaminhos falando sobre ninjutsu, taijutsu, genjutsu, um pouco de kenjutsu, mas nenhum deles me chamou atenção realmente, e assim eu seguia em busca de algo que pudesse me interessar na leitura, ou até mesmo para um futuro treinamento, mas o tempo passava e nada de algo decente aparecer, foi quanto a bibliotecária pôs a mão em meu ombro e dessa forma me assustei bastante, afinal não estava esperando essa aproximação de repente.

- Creindeuspai! – Berraria, sem conseguir conter a exclamação, que veio junto do susto, mas logo a bibliotecária se pronunciou. - O que você está fazendo aí garoto? Está doente? – Ela me perguntou, fazendo um tique de irritação aparecer em minha testa, enquanto eu me mantinha com os olhos fechados. - Não seja irritante velhota, o que quer aqui? – Perguntei para a velha bibliotecária. - Não seja tão irritadiço pirralho, tome aqui esse pergaminho, era do meu avô, quem sabe ele não te ensina nada. – Disse a mulher com um curto sorriso direcionado a mim, imediatamente eu corrigi uma postura e peguei o pergaminho que repousava na mão desta rapidamente. - Obrigado, nem sei como agradecer. – Dizia em minha inocência, já que a mesma respondeu logo depois. - Mas eu sei como você pode me agradecer, vindo aqui limpar essa biblioteca. – Disse a bibliotecária, rindo da cara que fiz ao escutar o que ela disse, fiquei um misto de surpresa e indignação. - Não vou falar nada, para não perder minha razão. Mais tarde eu volto aqui. – Disse para a mesma, e me virei para sair da biblioteca.

Já fora da biblioteca, eu definitivamente começaria a procurar um local onde pudesse ler e, posteriormente, tirar um cochilo. Ia caminhando pela vila, olhando para os lados, na busca de um lugar mais sossegado, e quando o encontrei, já estava andando próximo aos campos de treinamento. Em um grande paredão de pedra, havia uma protuberância, que deixava uma boa sombra próxima à parede, dando-me um bom espaço para deitar, coisa que fiz em seguida, ignorando o fato de estar deitado em cima de uma pedra. Deitado, eu abri o pergaminho que a bibliotecária me entregou e comecei minha leitura, o mesmo era um explicativo de algumas formas de manipulação da Kekkei Genkai Youton, que era a mesma que eu usava, não tinha a mínima ideia de como ela sabia do fato de eu possuir essa Kekkei Genkai, mas não me incomodaria em ler sobre, afinal não deveria existir somente a forma que eu a utilizava, o que foi provado pelo pergaminho, neste que eu descobri que poderia usar de outras formas, como, por exemplo, através de Lama concentrada e mais ácida, cal e substâncias corrosivas, chamas derretidas, borracha vulcanizada, entre outros tipos, analizando mais, eu não deixaria de utilizar a forma que eu já realizava atualmente, mas sempre era bom ter mais conhecimentos, já que isso poderia ser importante no caso de eu encontrar um outro possuidor da mesma Kekkei Genkai que eu, mas a utilizar de outra forma, como as apresentadas a mim pelo pergaminho.

Me mantive mas algum tempo fazendo a leitura do pergaminho, quando enfim o sono foi mais forte que eu e tive que dormir, nem que fosse um pouco, o que me era merecido, afinal estava de folga, nada mais justo do que poder dormir um pouco quando se está de folga. Mas infelizmente, eu não tive um bom sono, um pesadelo acabou estragando o que era para ser a folga perfeita, e neste pesadelo, eu acabei revivendo todo o drama que eu passei na mão de meu pai, trancafiado em uma caverna, e apanhando todos os dias, apenas pelo fato da minha boca ser bastante estranha, e assim acabei acordando bastante assustado ao final do pesadelo. De muito mal humor, levantei-me e sai de onde estava, pensando em devolver o pergaminho para a velhota da biblioteca e voltar para o orfanato brincar com as crianças de lá.




Histórico:

• Nome: Satoshi Yatogami

• HP: 250

• CH: 250

• ST: 00/04

_______________________

-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] - Satoshi Yatogami - 21/4/2018, 20:27

@
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.