Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
Naruto rpgakatsuki
tópicos recentes
Inverno
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
11 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngeAnge, mais conhecida como Angell, é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
SenkoSenko, também jogador de RPG narrativo desde 2011, conheceu o Akatsuki em 2017, mas começou a jogar para valer em 2020, destacando-se pela sua prestatividade e suas habilidades em design e programação. É responsável por ajudar na criação de novos sistemas e regras além de fazer a manutenção do tema do fórum.
BlueJay#0529
BahkoBahko joga fóruns narrativos desde 2010. Após ficar muito tempo sem jogar, voltou em 2020 onde encontrou o Akatsuki. Desde então, vem auxiliando o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do fórum, é estudante de Engenharia Elétrica.
fransudo#7724
RavesJogador ativo desde 2020, Raves entrou pro Akatsuki RPG e desde então vem contribuindo para o engajamento interno do fórum. Atualmente, é o principal responsável pela organização geral, além da criação, revisão e adequação de regras e sistemas, auxiliando como pode nas demais áreas. Particularmente, é um grande apreciador de enredos e está constantemente pensando no futuro.
Revescream#5421

Ícone
Tenshin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

- Aonde está indo, Tenshin? – a voz feminina ecoou pelos cômodos da casa. – Não vá chegar tarde!
A resposta retornou com outro ecoar, mas dessa vez de uma voz infantil, quase travessa.
- Vou brincar, mãe! Lá no campo, com as outras crianças.
E então, do casebre saiu um jovem franzino de pele clara e cabelos escuros. Ele vestia uma camisa branca de linho, similar a uma bata, e uma bermuda leve. Na cintura, uma bolsa com alguns itens que geralmente uma criança comum não carregaria, mas um aprendiz ninja sim.
O sol iluminava a Vila Oculta e indicava que a tarde estava em seu auge. Com uma mão na cintura e outra protegendo os olhos da luz, o garoto Anzai andou seu destino até o campo de treinamento.

* * *

“Hmm... Cadê eles?”, o jovem se perguntou. Ele e alguns amigos tinham combinado de se encontrar bem ali no campo, porém nenhum estava a vista e eles já tinham passado da época de brincar de se esconder.
- Alô?! – Berrou, olhando em todas as direções. Nenhuma resposta.
Convencido de que eventualmente algum de seus amigos apareceriam, Tenshin decidiu se distrair. Ele puxou de sua bolsa três facas kunai e cravou-as no chão logo em sua frente, sentou-se de pernas cruzadas e pensou em algum desafio. Era infantil, claro, mas gostava de pensar que de alguma forma aquilo era produtivo. Pensava também, vez ou outra, que se não cumprisse o que pensara “morreria”. Coisa de criança.
O desafio, portanto, era de acertar a árvore que estava uns bons três metros de distância dele, mas especificamente em uma marcação central de seu tronco. Tenshin arrematou as facas e colocou duas de volta na bolsa, segurando a primeira que seria arremessada com sua mão direita.
Ele suspirou, lembrou-se de uma aula na academia sobre arremesso e prendeu a respiração. Deveria arquear seu corpo durante a jogada, deveria concentrar sua força na arma se quisesse maior impacto ou deveria concentrar certo molejo no pulso se quisesse determinado efeito. Isso era o básico, de acordo com seu professor, mas muitas crianças não conseguiam realmente efetuar o movimento. Tenshin arremessou.
E, provando que ele não era diferente dessas muitas crianças, sua kunai caiu próxima às raízes da árvore, cravando-se na grama. Ele praguejou, aceitando o erro.“Só que se eu fosse um ninja errando, eu já tava morto”, pensou.
Pegou a segunda kunai. Arremessou, errou a árvore novamente. Só que dessa vez ele prestou atenção do quanto de força precisava e para qual direção tinha que movimentar o braço e pulso. Arremessou.
O som do impacto fez crescer um sorriso na criança. Ele correu desordenado para recuperar suas facas e voltou ao ponto que estava. Recomeçou seu desafio. Jogou a primeira e errou como na primeira vez, o que é de se esperar. Mas, insistente, continuou. Conseguiu melhores marcas na segunda e na terceira vez, porém, estava longe de completar seu desafio.
E nesse exercício de arremesso, Tenshin esqueceu do porquê estava ali. Conforme a tarde ia se passando e seus músculos se doíam, o garoto ia se distanciando da árvore e modificando seu objetivo o qual em dado momento se tornara fácil.
Até que Tenshin teve uma epifania. Claro, ele não tinha idade o suficiente para saber o que era isso, mas a teve mesmo assim. Se questionou a respeito de que tipo de movimento precisava fazer para acertar um alvo que se encontrava atrás de outro. A partir daí, se propôs à uma série de posições, trejeitos e efeitos, tentando acertar o tal galho.
Começou a correr em volta da árvore, observando se conseguia alguma curvatura quando enviava a faca para a madeira. E ele fez isso inúmeras vezes. E outras incontáveis, e mais algumas. Até que o céu começou a destoar para o fim da tarde e o garoto percebeu que seus amigos estavam em outro lugar.
Deitado na grama, olhando para o céu, arfava enquanto massageava os braços. Mas a paz do dia se encerraria quando Tenshin escutasse os murmúrios que aumentavam a cada segundo que se passava. E ele escutou.

* * *

Primeiro foram os latidos. De todo lugar ao sul de onde Tenshin estava, eles podiam ser ouvidos. Depois, a gritaria. Era uma mistura de “Peguem eles!” com “Tomem cuidado!”, e urros no geral.
Num pulo, o garoto do Clã Nara correu os olhos floresta adentro. Pode ver um vulto ou outro que se aproximava, mas não soube distinguir o que realmente eram. Entretanto, um dia de treino e uma imaginação fértil causava sérias percepções na mente de uma criança e, ouvindo os gritos e latidos, Tenshin supôs que o que estava por vir era uma matilha de lobos enfurecidos.
Visto que seus braços estavam dormentes e suas pernas praticamente intactas ao treino majoritariamente braçal, o garoto partiu em disparada na direção oposta aos barulhos.
Para seu desespero, ao invés do som dos latidos diminuir, eles aumentavam. Logicamente, um cão era mais rápido que uma criança de onze anos e por isso Tenshin corria ainda mais. Ele não ousava olhar para trás.
Desviando de árvores, saltando sobre arbustos e driblando galhos caídos, sentia que nunca tinha corrido tanto.
Foi quando percebeu que aquela atitude não era a de um futuro ninja. Pela quantidade de histórias que ouvira, estava agindo como um covarde. Seus heróis se viravam e enfrentavam seus medos. No instante seguinte ele revisou os selos de mão que precisava. No outro, ele se virou e enfrentou as figuras bestiais.
- Kagemane no Jutsu! – Clamou, as sombras se expandindo em linhas bifurcadas. – Mas... O quê?!
E então ele viu. Seus “lobos famintos” nada mais eram do que cães de estimação de porte médio com suas coleiras arrastadas no chão. Agora estavam parados e sob efeito da paralisia sombria da habilidade dos Nara.
Logo as pessoas que gritavam começaram a aparecer uma a uma e Tenshin reconheceu seus amigos.
- O que está acontecendo, gente? – Perguntou, confuso. Seus amigos riram e, depois que recuperaram as coleiras dos cães e Tenshin liberou-os do jutsu, eles explicaram que aquilo era a primeira missão deles como um ninja.
Outros detalhes como o porquê de Tenshin não ter sido chamado e por que ele não havia procurado seus amigos ainda naquela tarde (cada pergunta direcionada para seus respectivos lados) foram esclarecidos quando todos juntos voltavam para casa, rindo da infância e compartilhando o que tinha acontecido.


Treinei para:
Perícia em Shurikenjutsu (1)
Tipo: Treinável.
Descrição: Alguns shinobis treinam exaustivamente e conseguem manusear suas armas básicas com perfeição, criando movimentos únicos.
Bonificações: Pode-se lançar armas com 5m adicionais e criar manobras.

Databook: +1 Velocidade

Treinei com:

Kunai: 03 (usadas, mas recuperadas, portanto acredito que se mantém no inventário)

Habilidades e Jutsus:

Kagemane no Jutsu
Rank: B (acredito que a descrição seja desnecessária, mas qualquer coisa tá na ficha)

Status e observações finais:
HP = 200/200
CH = 200/200
ST = 200/200
Palavras no total: 1066

_______________________

[T] Anzai Tenshin Giphy
Tenshin
Tenshin
Jonin | ANBU
Vilarejo Atual
[T] Anzai Tenshin 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Urameshi
https://www.narutorpgakatsuki.net/t70850-berserker
@

_______________________

[T] Anzai Tenshin Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
Urameshi
Urameshi
Chūnin
Vilarejo Atual
lathe biosas

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Tenshin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

Desde que seu pai havia falecido, Tenshin nunca retornara ao Bosque do Clã Nara. Ao invés disso, seus tios e primos se reuniam em algumas ocasiões e treinavam, revisavam, algumas técnicas já repassadas, mas no fim era quase como um passeio familiar.

E Tenshin estava nervoso.

Nada daquilo parecia sério. Ali, era tratado como uma criança e, pior, com a morte do seu pai os outros membros do Clã começaram a se questionar se a ação do falecido tinha sido sábia. Questionaram a capacidade de Tenshin de utilizar os jutsus e ainda da possibilidade de ele ensinar estranhos, pessoas que não eram membros do Clã, a executar os hijutsus.

Mas os adultos olhando torto ele podia suportar. Eram as crianças que o irritavam, pois elas riam alto e falavam coisas cruéis. Não que Tenshin não tivesse amigos e fosse completamente isolado, ele tinha, até que o suficiente. Só que nessas ocasiões especificas, as quais ele acabava sendo obrigado pela mãe a ir – dizia ela: “Para fortalecer os laços familiares” – eram extremamente desagradáveis. Isso porque no funeral de seu pai tinham lhe oferecido a liderança do Clã, e ele recusara.

Agora, se metia num treino o qual não queria estar, com pessoas que talvez se distanciariam dele nos próximos anos, num momento do qual não estava psicologicamente saudável o suficiente para utilizar as técnicas que não conseguiram salvar a vida de seu pai.

* * *

Ele observava seus primos disputarem quem atingia quem primeiro com o Kagemane no Jutsu. Era uma técnica da família Nara, muito bem útil se utilizada corretamente e estrategicamente. Daquela forma, era um exercício até que interessante, testava a criatividade do usuário. Mas, o jutsu ainda era cheio de segredos. Um usuário poderia usar a sombra do outro para controla-lo? E, quando os dois conectados, quem controla quem?
Geralmente, quando isso acontecia entre duas crianças, era como se os jutsus se anulassem. Porém, quando um adulto Nara fazia, ele controlava o mais novo. “Deve ser o mais bem treinado.”, refletiu Tenshin.

E, sentado de pernas cruzadas, sentiu brevemente a impossibilidade de seus movimentos. Em seguida, se levantou e se virou. Sem querer. Já sabia o que estava acontecendo.

O susto se esvaiu do garoto quando, aos poucos a técnica foi perdendo força. E Tenshin viu aquele que a usou contra ele.

- Por que fez isso? Era só me chamar. – Disse, irritado.

- Queria te mostrar que estou mais forte. Viu? A técnica não foi anulada. –
Respondeu o outro.

Era Nara Ibba, um dos primos de Tenshin, e o que ele menos gostava. Ibba era afilhado do pai de Tenshin e, quando o garoto fora encontrado no Bosque dos
Nara, se sentiu eternamente enciumado. Ele simplesmente não gostava de Tenshin e iria implicar com ele enquanto ali ele estivesse.

- Claro que não foi, eu não estava usando a minha. – Respondeu Tenshin.

- Aé? Então vamos de novo. –
Ele moldou os selos. – Kagemane no Jutsu! – Clamou.

Tenshin aguardou, observando seu redor. Ibba estava a pelo menos quinze metros de si. Inicialmente, o Kagemane corria aproximadamente uns vinte metros sem precisar usar outra sombra como extensão da primeira.

Então, pensando em aumentar essa distância, afastou-se. Eles estavam em uma clareira, não havia sombras além das próprias e as das árvores, mas as árvores estavam fora do arco de visão daqueles que ali lutavam.

A sombra chegou no limite e retornou.

- Achei que você tivesse melhorado. –
Brincou Tenshin. – Daqui eu consigo chegar aí. Mas não vou.

Ibba começou a se enfurecer. Tenshin tinha dito, basicamente, que venceria ele sem usar os jutsus do Clã Nara.

- Não vai usar por quê? Não consegue? – Resmungou ele, numa discussão infantil. – Acho que é porque você não tem sangue Nara. Seus jutsus são fracos. – E nesse momento ele pegou numa ferida.

A kunai foi arremessada com força carregada de ódio. O garoto Ibba se jogou ao chão para conseguir desviar, em desespero, para então ouvir Tenshin proclamar.

- Kagemane no Jutsu! – E, quando teve reflexo para se levantar, a sombra já estava bem perto. Ibba fora paralisado com sucesso, enquanto Tenshin sorria certo desprezo, o que não era recomendado para uma criança.

- O que foi? Você não tinha melhorado? Seu jutsu durou alguns segundos, enquanto eu ainda posso manter o meu por mais um tempo.

E, realmente. O jutsu de Tenshin estava controlando plenamente o outro e permanecia assim, sem se dissipar.

- Se eu meu sangue não é bom e meus jutsus são fracos, os seus são o que? – Provocou. Era simplesmente uma briga de crianças.

Ouviu-se dois baques surdos e então, de repente, Tenshin não podia mais se mover. Sua sombra retornou logo em seguida, mas ele observou que Ibba também não saiu do lugar.

Prestou atenção e percebeu a faca kunai atrás de seu adversário e, provavelmente, havia uma atrás de si também.

- Mas o que vocês pensam que estão fazendo? – Ouviu-se dizer. Era algum adulto que, vendo a discussão, decidiu interferir. – Não é assim que se resolvem as coisas! Vocês são ninjas, vocês são ninjas da mesma aldeia, do mesmo Clã! Não têm que sair brigando entre si, devem se unir e aceitar as diferenças. Somos uma família aqui, pelos deuses!

A face da infância voltou aos dois. Tenshin tremia e suava. Era horrível não poder se mexer, mas era mais horrível ainda ouvir um sermão que, afinal, estava certo. Aquilo tudo não tinha um propósito, era uma rixa infantil. E, acreditando que seu primo refletira sobre isso também, foi até ele após a libertação.

Era hora de crescer.

Anzai Tenshin:
[T] Anzai Tenshin LS23svTHP: 200/200
[T] Anzai Tenshin XQKY0CH: 200/200
[T] Anzai Tenshin LCwG1ST: 0/2
Treinei para:

Databook: +1 Velocidade e +1 em Ninjutsu;

Treinei com:

Kunai: 01 (usada, mas recuperada, portanto acredito que se mantém no inventário)

Habilidades e Jutsus:

Kagemane no Jutsu
Rank: B
Descrição: A técnica de imitação de sombra permite que o usuário estender a sua sombra em qualquer superfície (mesmo água) e, tanto quanto eles querem, enquanto há uma área suficiente. Uma vez que ele entra em contato com a sombra do alvo, os dois merge e o alvo é forçado a imitar os movimentos do usuário. Portanto, os dois podem lançar shuriken no outro ao mesmo tempo se o usuário deseja que (é claro, para evitar ferir-se, o usuário só tem que ter o coldre de shuriken em um lugar onde você normalmente não tem, como a palma, para que o adversário desenha nada quando o usuário desenha um shuriken). Se o alvo está fora do intervalo, o usuário pode produzir uma melhor fonte de luz para aumentar o tamanho da sua sombra ou dependem de sombras pré-existentes para sua sombra viajar livremente através de. Também é possível dividir a sombra, para aprisionar os adversários mais uma vez, ou para criar uma distração. A sombra também pode ser anexada a pessoas sem vinculação-los, deixando a "vítima" mover-se livremente. Fazer o que tem a finalidade de que a pessoa, a sombra foi anexada a, faz contato com uma terceira pessoa, para vincular o um último com a sombra.

Observações finais:

Palavras: 925.

_______________________

[T] Anzai Tenshin Giphy
Tenshin
Tenshin
Jonin | ANBU
Vilarejo Atual
[T] Anzai Tenshin 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Urameshi
https://www.narutorpgakatsuki.net/t70850-berserker
@

_______________________

[T] Anzai Tenshin Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
Urameshi
Urameshi
Chūnin
Vilarejo Atual
lathe biosas

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Tenshin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken
A morte de seu pai, o Exame Chunin, as visitas ao Hokage, tantas coisas extraordinárias aconteceram tão próximas umas às outras que Tenshin estava extasiado. Algumas eram boas, outras eram ruins.

Dessa forma, despertou naquela manhã nublada, levantando-se de seu futon e buscando alguns equipamentos. Observou tudo o que possuía e resolveu não utilizar nenhuma arma para o que pretendia treinar hoje. Já não tinha muitas, de qualquer forma.

Tenshin vestiu trajes próprias para um treino físico. Um colete acolchoado, uma calça com bolsos e uma sandália que deixava os dedos dos pés à mostra. Além disso, prendeu sua bandana no braço esquerdo. Incomodava-se de ter algo preso à testa, como costumavam vesti-la.

Atravessou a porta de seu quarto, guiando-se pelo corredor e descendo as escadas. Cumprimentou e abraçou sua mãe, avisando aonde estaria e que horas voltaria. Despediu-se após fazer uma refeição leve, mas caprichada.

Partiu em direção ao campo de treinamento, o mesmo o qual o Hokage o levara, alguns dias antes. Acenou para alguns vizinhos que se preparavam para o começo do dia. Talvez chovesse, Tenshin esperava que não.

Na terceira curva que fez, percebeu que estava sendo seguido.

A criança não se desesperou. Praticamente não havia como fazerem mal para ele dentro do vilarejo, cheio de ninjas bem treinados, bem debaixo do nariz do Hokage. Não, não era algo grave.

Ele correu pelas ruas e vielas dos bairros residenciais de Konoha, bairros que ele conhecia muito bem. Entretanto, seu perseguidor também os conhecia. Até que, em certa virada, Tenshin clonou-se e escalou uma sacada vazia. Deixou o clone no chão, que era um beco sem saída, e observava tudo de cima.

A imagem que o seguia então revelou-se um garoto com aproximadamente a sua idade, cabelos areia, vestes de treino similares às de Tenshin. Ele atravessou o clone intangível e esse desfez-se.

Assustado pelo desfazimento do clone, mas não exatamente surpreso, olhou diretamente na direção do chunin.

- Quem é você? – Perguntou Tenshin, de cara. – E o que você quer?

O garoto abriu os braços e despontou um sorriso travesso, aceitando ter sido descoberto.

- Me chame de Tatsuki. – Riu. – Você me venceu no exame chunin. – Continuou.

- Deve ser um engano. – Disse o Nara adotivo. – Não lembro de você.

- É porque eu não fui. Aconteceram... imprevistos. Você venceu por W. O. E eu vim cobrar minha luta, se quiser.

Tenshin sorriu. Aquilo foi muito conveniente.

* * *

Tomaram distância, já no campo de treinamento. Estavam aproximadamente a vinte metros um do outro. O vento uivava, remexendo as folhas das árvores, farfalhando-as floresta adentro.

- Raiso Gekishin! – Clamou Tatsuki. Um brilho veio de sua direção e o som elétrico tomou conta quando os disparos voavam contra Tenshin. O chunin, rápido como havia sido treinado, circundou o atacante correndo num arco, permanecendo nos vinte metros de distância.

- Raiso Gekishin! – Urrou novamente, e os discos de eletricidade explodiam o chão no encalço do garoto Nara. – Vamos, Tenshin! Você venceu o Exame, me prove que minha ausência não foi a causadora disso! – Ele falava muito bem, para uma criança de onze ou doze anos.

Conforme corria, Tenshin pensava em seus movimentos. Os ataques pararam brevemente, então ele partiu em direção do oponente. Vinte metros, quinze metros, dez metros.

- Rasengan! – E o chakra esférico se formou na mão do genin, quando esse também correu contra Tenshin.

- Kagemane no Jutsu! – Estavam próximos demais. As sombras deslizaram, mas Tatsuki saltou com seu ataque preparado. Tenshin observou-o realizar o salto e avançar com o poderoso jutsu em sua direção.

Ágil, jogou-se no chão e rolou abaixo do salto e golpe. O Rasengan criou uma cratera no gramado, enquanto as sombras retornavam. Os ninjas sorriram, recuperaram-se e investiram.

Tenshin propôs um soco despreparado, mas Tatsuki bloqueou-o com facilidade, contra-atacando também com um soco, desviado pelo chunin, que era mais rápido.
Então, os dois saltaram para trás com habilidade, afastando-se um do outro. O genin buscou algum item, e Tenshin fez o mesmo – então lembrando que não carregara nenhum consigo. Mas era tarde, Tatsuki arremessara uma kunai e Tenshin estava próximo demais.

Girou o tronco, mas a faca cortara a lateral de seu braço direito, num raspão. E Tatsuki avançou, selando no ar uma descarga elétrica. – Raiton: Jibashi!

Ele tinha energia, isso Tenshin não podia negar. Porém, por sorte ou qualquer coisa do tipo, o chunin esquivara a tempo dos raios não o atingirem. Ambos sorriam mais uma vez.

- Sinto muito. – Começou Tenshin, provocando. – Mas eu não ganhei o Exame por sua conta. – Ele transcreveu os símbolos com suas mãos.

- Eu acho que não. – Resmungou Tatsuki. – Rasengan! – Clamou pela segunda vez, avançando com a velocidade característica de um jutsu conhecido por Tenshin, o Shunshin.

Mas as técnicas no Clã Nara eram extremamente versáteis e absolutamente poderosas. Usadas da maneira certa, no inimigo certo, venciam qualquer um. Tenshin sabia usá-las e Tatsuki parecia o inimigo certo.

- Kagemane no Jutsu! – E, não apenas esticou sua sombra, como explodiu-a num diâmetro que cobria o campo todo. Mais uma vez, Tatsuki saltou, porém, quando pousou, já não se movia mais.

O Rasengan se desfez em sua palma, e a técnica de campo das sombras diminuiu em apenas uma faixa negra, ligando os dois ninjas.

- Acho que venci. – Concluiu Tenshin. – Se você deixar, serei oficialmente, agora, um Chunin.

A provocação durou pouco. Tenshin desfez o jutsu e libertou Tatsuki, de forma que ambos se cumprimentaram, agradeceram um ao outro e prometeram que, futuramente, voltariam a se enfrentar.

Tenshin não possuía as habilidades do outro, nem tanta variedade de jutsus, mas ainda sim conseguira vencê-lo, como vencera Hitoshi e Tetsuya. Sentia sua evolução.

Estava orgulhoso.

Considerações:

Aparência: Aizen Sosuke na infância (clique), utilizando um Colete, comum no universo do anime/manga.

- Gastos: 37x3 (Dois usos do Kagemane, um uso do Shadow Imitation Field Technique. Gastos cortados em 25% por conta da qualidade GCC. +2 Stamina, considerando a velocidade no máximo em alguns momentos.

- Recompensa requerida: +1 Selos e +1 em Inteligência.
943 palavras de 900 necessárias (450 para cada atributo).
Status:

Anzai Tenshin:
[T] Anzai Tenshin LS23svTHP: 339/450
[T] Anzai Tenshin XQKY0CH: 420/450
[T] Anzai Tenshin LCwG1ST: 2/3
Bolsa de Armas:

Makibishi: 10;
Hikaridama: 01;
Fios: 17m;
Jutsus e Habilidades:

Kagemane no Jutsu
Rank:
B
Descrição: A técnica de imitação de sombra permite que o usuário estender a sua sombra em qualquer superfície (mesmo água) e, tanto quanto eles querem, enquanto há uma área suficiente. Uma vez que ele entra em contato com a sombra do alvo, os dois merge e o alvo é forçado a imitar os movimentos do usuário. Portanto, os dois podem lançar shuriken no outro ao mesmo tempo se o usuário deseja que (é claro, para evitar ferir-se, o usuário só tem que ter o coldre de shuriken em um lugar onde você normalmente não tem, como a palma, para que o adversário desenha nada quando o usuário desenha um shuriken). Se o alvo está fora do intervalo, o usuário pode produzir uma melhor fonte de luz para aumentar o tamanho da sua sombra ou dependem de sombras pré-existentes para sua sombra viajar livremente através de. Também é possível dividir a sombra, para aprisionar os adversários mais uma vez, ou para criar uma distração. A sombra também pode ser anexada a pessoas sem vinculação-los, deixando a "vítima" mover-se livremente. Fazer o que tem a finalidade de que a pessoa, a sombra foi anexada a, faz contato com uma terceira pessoa, para vincular o um último com a sombra.

Shadow Imitation Field Technique
Rank: B
Descrição: Esta técnica é uma versão avançada da técnica de imitação de sombra, onde o usuário expande sua sombra para cobrir uma ampla gama, reduzindo assim a chance de fuga. Devido ao conceito da técnica, múltiplos alvos podem ser capturados simultaneamente.

QUALIDADES (só pra constar)
✓ Inteligência Aguçada (00)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✓ Sábio (1)

_______________________

[T] Anzai Tenshin Giphy
Tenshin
Tenshin
Jonin | ANBU
Vilarejo Atual
[T] Anzai Tenshin 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
Ap
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Tenshin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken
- Eu aprendi muito, pai... me tornei um médico. Virei chunin, sou aprendiz do próprio Hokage. Eu sei que é a milésima vez que digo que me sinto orgulhoso, mas me sinto. Acho que o senhor também se sentiria. Digo, orgulhoso de mim. Acho. Sinto sua falta.

Tenshin tocou o túmulo de seu pai. Era a primeira vez que o visitava desde a morte do mesmo, a meses atrás. As lágrimas secavam em seu rosto e ele as limpou rapidamente, sorrindo, apesar de tudo. Não havia mais o que falar, não havia mais o que pensar. Seu pai estava morto e seu carrasco também. Era uma vingança concluída desde sempre.

Mas o garoto ainda tinha curiosidade em saber das origens do homem que matara seu primeiro mestre. Teria que conviver com a curiosidade, até que pudesse sair sozinho da vila e desvendar tal segredo.

Desvencilhou-se do cemitério. Relembraria das vastas lições de seu pai e, não obstante, de sua insistência tradicional: “Aprenda shogi, use-o para sua vida. Observe suas batalhas como tabuleiros, não só as corpóreas, mas as emocionais também”, costumava dizer. Avançou, então, de volta para sua casa.

Semanas antes tinha desenvolvido uma partida do jogo contra o Hokage, Albus, e perdera por pouco. Sua estratégia estava gasta e, por conta da intensidade que vinha treinando para evoluir como ninja, deixara de lado o estudo que seu pai pedia.

Já em casa, buscou seu tabuleiro e o caderno de anotações a respeito das estratégias e técnicas que seu próprio pai usara quando vivo. O caderno na verdade podia ser chamado de livreto, pois cabia na palma e constituía-se de rabiscos e desenhos diversos.

Percebeu que ele estava incompleto e, como uma homenagem ao velho Nara Burieru, completá-lo-ia com suas próprias anotações.

Tenshin começou a ler. A letra de seu pai era um garrancho, algo completamente disforme que subia e descia nas páginas. Destacava algumas palavras sublinhando-as ou colocando-as em maiúsculo, e desenhava partes do tabuleiro, demonstrando as movimentações com setas que apontavam a direção que determinada peça percorria.

As primeiras páginas definiam estratégias iniciais. Os primeiros passos num jogo, que peça movimentar. Não só isso, ele tinha calculado quantas vezes seus adversários moviam pela primeira vez determinada peça. Em oitenta por cento das vezes, moviam o peão na diagonal do bispo, em dezessete por cento moviam o peão na frente da torre. Eram coisas impressionantes.

A partir da primeira jogada, dizia ele, todo resto do jogo podia ser definido. Analisando a frase, Tenshin percebeu que discordava daquilo. Pensou que as situações podiam mudar, que as movimentações e qualquer brecha podia definia a derrota ou a vitória de alguém e tudo isso era subjetivo.

Correu para um armário e buscou uma ferramenta de escrita que possuía tinta de cor diferente à do seu pai, marcando ao lado seu pensamento a respeito daquela matéria. Dali, passou o dia movimentando peças, avançando-as e recuando-as, lutando contra si e contra as estratégias descritas por seu pai, treinando sua mente, evoluindo seus conceitos a respeito do jogo.

Finalmente, parecia apreciar aquele tipo de tarefa.

Considerações:

Aparência: Aizen Sosuke na infância (clique), utilizando roupas de treino, tais como os ninjas da vila, colete, calça e sandálias. Bandana presa no braço esquerdo.

- Gastos: N/A

- Treinei para: +1 Int no Databook.

510 palavras de 450. Post 1/1.
Status:

Anzai Tenshin:
[T] Anzai Tenshin LS23svTHP: 530/530
[T] Anzai Tenshin XQKY0CH: 545/545
[T] Anzai Tenshin LCwG1ST: 0/3
Bolsa de Armas:

Makibishi: 10;
Hikaridama: 01;
Fios: 17m;
Jutsus e Habilidades:

QUALIDADES (só pra constar)
✓ Inteligência Aguçada (00)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✓ Sábio (1)

_______________________

[T] Anzai Tenshin Giphy
Tenshin
Tenshin
Jonin | ANBU
Vilarejo Atual
[T] Anzai Tenshin 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
@
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Tenshin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

Nature seekers

HP: 655/655 軍師 CH: 670/670 Stamina: 0/4


Um Jonin liderava os jovens naquela fria manhã de inverno, no vasto campo de treinamento. Konoha ainda não acordara, o sol mal tinha despontado, mas os shinobi reunidos ali foram chamados mesmo assim. Não era nenhuma emergência, não a curto prazo. Tinha mais cara de treino, ainda que ninguém soubesse ao certo o que estava acontecendo.

- Vocês foram convocados por uma ordem superior... – Por ordem superior, Tenshin imaginou que seria Albus, ainda que fizesse um tempo que ele não o vira na vila, nem sabia de seu paradeiro exatamente. Havia uma guerra acontecendo, e o Hokage representava Konoha. O Jonin continuava. – Para desenvolver cada um suas naturezas de chakra.

Os jovens estavam atentos, alguns já possuíam sua primeira natureza, outros não possuíam nenhuma.

- Isso é um treinamento sério. Precisamos evoluir nosso vilarejo o mais rápido possível, portanto, tentaremos descobrir quais são os elementos de vocês. Isso pode levar o dia todo, ou não. Cabe a vocês colaborarem. Considerem isso um treinamento intensivo.

As forças da vila realmente estavam precárias. Tenshin entendia que precisavam treinar o mais rápido possível, ou haveria mais invasões.

- Primeiro, descobriremos se sua natureza é o fogo. Aqueles que já possuem conhecimento de tal natureza, podem descansar à direita. O restante, aguarde instruções.

Visto que a primeira natureza de Tenshin era Katon, foi juntar-se aos semelhantes, sentando-se na grama e observando o exercício. A tarefa consistia em, basicamente, expelir fogo. O Jonin tentava ensinar os ninjas a concentrar o chakra de seus pulmões e cuspi-lo, em chamas. Aqueles que conseguiam terminar a tarefa, descobriam sua natureza, seja ela a primeira, segunda ou terceira. Caso contrário, esperavam para a próxima tarefa.

Um ninja ou outro, de uns vinte, descobriram seu elemento.

- Agora, veremos Fūton.

Tenshin levantou-se, voltando à sua posição.

- Concentrem seu chakra para o exterior. Condensem-no para transformar o ambiente. Criem uma corrente de ar, movam uma folha, o que for. Assim.

Fazendo o chakra fluir, o instrutor causou uma ventania que chegou a empurrar os aprendizes para trás. Tenshin tentou se segurar, quase caindo. Em seguida, começaram a tentar, enquanto os que já sabiam possuir tal natureza se retiravam.

Em diversas tentativas, o garoto não conseguiu sequer obter a força de um sopro. Nem perto disso. Supôs, então, que não fazia parte dessa classificação.

- Raiton. – Disse o Jonin, e tentaram desenvolver uma descarga elétrica.

A técnica tinha enfoque nas pontas dos dedos, e deviam tentar destrinchar pequenos raios voltaicos para o centro da palma. Tenshin tentava, observando o instrutor e seus colegas. Ao seu lado, um Genin executou o efeito com maestria. Aparentemente, possuía afinidade elemental. Atrás de si, mais um completava a tarefa.

Prestes a desistir, um brilho surgiu no indicador de Tenshin, atingindo o centro de sua mão. Mostrando isso ao instrutor, ele disse:

- É claro que você tem uma ligação com o raio, mas ela não parece tão primordial. Talvez seja seu elemento terciário, entende? Vamos continuar com os próximos elementos. Se possuir mais facilidade em algum outro, talvez essa seja a sua resposta. Vamos lá. Doton!

E continuaram o treino.

Durante a execução da manipulação da terra, Tenshin de repente sentiu-se mais à vontade. Em determinado momento, sem realmente fazer uma concentração primorosa, conseguiu um desempenho razoável, melhor que quando sacrificou-se desenvolvendo Raiton. Sua resposta, afinal, estava ali.

Lembrando-se que os estudiosos ninjas diziam que era impossível alguém como Tenshin dominar mais de três naturezas, ele explicou sua situação ao instrutor, que o liberou com a condição de que ele treinasse mais cada um de seus elementos percebidos.

O garoto Nara compreendeu sua tarefa, ficando para observar o fim daquela expedição, pensando também do que seria de Konoha. O perigo estava cada vez mais próximo.

Considerações:

Aparência: Aizen Sosuke na infância (clique), utilizando um colete ninja, comum no universo do anime/manga.

- Gastos: --
- Movimentação: --
- Adendos: Post feito com intuito de adquirir minha segunda natureza: Doton e minha terceira natureza: Raiton. Eu não sei exatamente como funciona isso na série, se a galera conseguiria treinar assim. Supus que sim, então tá ai. É nois.

620 palavras de 600. Post 1/1.
Bolsa de Armas:

Makibishi: 05;
Fios: 12m;
Jutsus e Habilidades:

QUALIDADES (só pra constar)
- Qualidades Inatas:
✓ Inteligência Aguçada (00)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Habilidade em Ninjutsu (2)

- Qualidades Adquiridas:
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✓ Sábio (1)
✓ Conhecimento Anatômico (1)
✓ Perito Elemental: Katon (2)

(C) Ross

_______________________

[T] Anzai Tenshin Giphy
Tenshin
Tenshin
Jonin | ANBU
Vilarejo Atual
[T] Anzai Tenshin 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
ok
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Tenshin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

Simple Creation

HP: 655/655 軍師 CH: 670/670 Stamina: 0/4


Numa rápida ascensão de suas artes ninjas, Tenshin se via criando estratagemas para qualquer tipo de batalha que pudesse vir a enfrentar. Num dia desses, enquanto ajeitava seu quarto antes de uma rotina de treinos, imaginou o que seria de si quando não pudesse utilizar suas sombras. Precisaria de alguma técnica, além de suas técnicas de fogo, que durasse e fosse independente de seu uso constante.

Mais tarde, sabido de possuir a natureza em Doton, e sua grande habilidade com Katon, desenvolveu uma técnica bastante simples, que um dia viria a salvá-lo. O jutsu consistia em criar uma pilastra de terra que continha, em seu topo, fogo. Assim, como um poste, a chama iluminaria o local durante um período constante, e consequentemente criaria as sombras para o garoto manipular.

Continuou desenvolvendo a técnica, adquirindo-a com maestria, já pensando em suas próximas criações.

Considerações:

Aparência: Aizen Sosuke na infância (clique), utilizando um colete ninja, comum no universo do anime/manga.

- Gastos: --
- Movimentação: --
- Adendos: Post feito com intuito de aprender meu jutsu criado Hōka (烽火, Signal Fire). O jutsu é Rank C, requer 200 palavras, mas retirando todos meus pontos (15*6 de Int + 15*5 de Nin, +30 de Hab em Nin, +30 de Int Aguçada, +30 de Perito em Katon), eu nem precisaria postar para aprendê-lo, sendo assim, o post é simbólico. (200 - 255 [meus atributos e qualidades somados] = -55).

Sei lá quantas palavras de -55 necessárias. Post 1/1.
Bolsa de Armas:

Makibishi: 05;
Fios: 12m;
Jutsus e Habilidades:
Hōka (烽火, Signal Fire)
Rank: C
Alcance: --
Selos: 2
Duração: De acordo com a Stamina.
Requerimentos: Katon, Doton;
Descrição: Uma pilastra de terra ergue-se e em seu topo há uma chama, criando luz. Utilizado para iluminar locais, criado especialmente como um meio não só de criar luz, mas também sombra.

QUALIDADES (só pra constar)
- Qualidades Inatas:
✓ Inteligência Aguçada (00)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Habilidade em Ninjutsu (2)

- Qualidades Adquiridas:
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✓ Sábio (1)
✓ Conhecimento Anatômico (1)
✓ Perito Elemental: Katon (2)

(C) Ross

_______________________

[T] Anzai Tenshin Giphy
Tenshin
Tenshin
Jonin | ANBU
Vilarejo Atual
[T] Anzai Tenshin 100x100

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
@Treino visto e aprovado 
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos