>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

nujabes.
Genin
nujabes.
Vilarejo Atual
Ícone : a

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74836-fp-sasaki-kojiro#581022 https://www.narutorpgakatsuki.net/t73266-chimasu-gf

[ Fillers ] Atane Rena - Seg 5 Mar 2018 - 1:25

Corria pelo vilarejo de Iwagakure no Sato. Um exercício comum estando ela na academia ninja. Mantinha-se no pelotão de frente, movendo-se próxima de Takahashi, um segundo estudante prodigioso da Pedra. — É melhor desistir, Rena-chan. Você deve cansar logo e eu tenho fôlego de sobra. — provocou o pequenino, desejando a derrota de sua eterna rival de academia. — Hahaha! Takahashi-kun virou algum comediante? Jamais desistirei de me tornar uma grande kunoichi algum dia. — convenceu-se a menina que tentava apertar o ritmo, muito embora fosse acompanhada lado a lado. — Vocês dois! — gritou irritada a professora após tamanho falatório. — Calem-se, seus malditos. Mantenham o foco. A juventude é muito bela etc e tal, mas desconcentrem-se uma vez mais e pagarão o preço pela desordem! — ordenou em um grito, parecia estar brava com a situação. — Desculpe-me, Sensei!!! — escusaram-se os aspirantes, uníssonos.

A corrida tinha fim e os jovens ainda disputavam na linha de chegada. — Eu ganhei, Rena-chan. Eu finalmente ganhei de você! — comemorou o garoto orgulhoso de seu feito. Uma mentira. Ainda que por um pé, a pequena garota sabia que tinha vencido. — Sim, Takahashi-kun. Você me derrotou. — reconheceu com um sorriso sincero, dotado de grande gentileza e apreço pelo feito do amigo. A professora permanecia de braços cruzados, aparentava estar estressada pela conversa desvairada dos jovens. O restante dos ninjas chegavam um a um, mostrando-se exaustos depois de uma corrida tão estafante. — Rena e Takahashi são mesmo gênios. Eles não estão nem mesmo cansados. — admitiu o terceiro colocado com os braços estirados sobre os joelhos e respirando com dificuldades. — Certo, meninos. Calem as bocas e escutem a professora de vocês! — decretou a mestra. Se enfileiraram e sentaram-se sobre o solo de terra batida. — Após o exercício físico, nós teremos algumas aulas sobre ninjutsus. — adiantou.

A aula daquele dia seria ao ar livre. E, uma vez dada, as crianças foram liberadas para o intervalo. Rena era popular entre as crianças da academia, por esse motivo estava sempre cercada de uma série de pessoas. Não era exatamente a mais bela das meninas, ainda sim o seu jeito encantava a todos que com ela mantinham conversa. Seu sorriso, característica marcante, roubava a atenção dos mais desatentos e os prendia. Os pedidos de namoro eram incontáveis, apesar de nunca ter tido interesse por nenhum menino. Desde aquele tempo apresentava ao mundo suas disposições de orientação, ainda que se apresentassem de modo velado. O seu diametral oposto, Hamashiro Takahashi, estava sempre sozinho e naquele dia almoçava algumas torradas. Sempre observava de longe e com desgosto toda a atenção recebida pela jovem Atane. "Tsc... Quantos puxa-sacos. Essas pessoas não passam de completas idiotas." resmungava consigo.

O horário destinado ao almoço chegava ao fim. Os estudantes retornavam a sala de costume. A aula teve continuidade até o final da tarde. Durante boa parte dela o jovem Hamashiro passava observando sua rival, não tinha qualquer interesse romântico, mas sentia-se interessado em saber sobre o que se passava na cabeça da menina. Na última das vezes a menina virou o rosto de costas, penetrando-o com uma resposta de seu olhar. O garoto ficou completamente embaraçado e tentou disfarçar, muito embora a vermelhidão de seu rosto não o permitisse. A amiga, em contrapartida, disparava o mesmo sorriso caloroso de sempre. "Cara, o que diabos essa mina tem na cabeça?" questionava-se. O fim da aula finalmente chegou. Porém, antes que pudessem regressar às respectivas casas, a sensei tomou a fala. — Hamashiro-kun, Atane-chan. — clamou de maneira grave. — Vocês serão os responsáveis pela limpeza da sala hoje. — orientou.

— Sim, sensei! — respondeu objetivamente Atane, curvando o tronco em respeito à ordem. — Mas o quê? Você deve estar brincando comigo. Eu tinha um trei... — reclamava o segundo de cabelos negros até ter sua matraca fechada pela companheira. — Eu ouvi algum inseto? — ironizou a professora. — Não, sensei. Eu e Takahashi-kun nos daremos muito bem! — retrucou dotada do mesmo sorriso. — Ótimo. Confio em vocês, meninos. — despediu-se. O agora asfixiado Takahashi livrou-se da pegada da rival. — Você está louca, sua maldita? Faça isso de novo e sofrerá as consequências!! — ameaçou irritado. — Tenha calma. Você sabe o que a professora faria se não a obedecermos, certo? — questionou com um sorriso. O menino lembrou-se de tempos distantes e dos métodos nada ortodoxos da mulher. Recolheu-se em insignificância, buscou uma vassoura e uma pá e deu iniciou a limpeza.

Sua colega gargalhou. — Takahashi-kun é mesmo um palhaço. — brincou dando risadas. — Cala a boca, sua maldita! — amolou, varrendo a sala. Aquele era um dos dias difíceis, a sala estava repleta de sujeira por todo o lado e eles demoraram bastante até terem todo o local limpo. — Cara! Eu estou exausto! — queixou-se, deitando sobre o patamar mais alto da sala. A garota arfava, ainda mantendo o mesmo sorriso. Depois de respirar profundamente, levantou-se e limpou as roupas. Guardou os utensílios de limpeza em seus devidos lugares. — Vamos, Takahashi-kun. Estamos atrasados, a escola vai fechar em pouco tempo. — apressou a menina. — Ah, cara! Eu não tenho um segundo de sossego nesta vida. Droga! Eu certamente fiz muita coisa errada na minha vida passada. — opôs-se, ainda preguiçoso, buscando qualquer coragem que fosse para se levantar. — Takahashi-kun!!! — gritou. — Yare, yare, eu estou indo. — protelou. Ergueu-se após alguns segundos, fazendo-o de muita má vontade. Bateu a mão contra os panos, guardou o material e dirigiu-se, ao lado de Atane, ao portão da escola.

O caminho fora todo realizado em silêncio, nenhum deles tinha qualquer intenção de falar alguma coisa. Quando chegaram ao portão, surgira a inoportuna surpresa: estavam trancados. A academia estava desértica, até mesmo parte dos refletores havia sido desligados. — Eu não acredito nisso... — desesperou-se a menina. — Isso é culpa sua, Takahashi! — gritou. — Calma, calma. Não criemos pânico. Deixe me ver... — observou os arredores. — É... Estamos ferrados. Não tem como pular e ninguém vai nos escutar daqui. — reconheceu. — E quanto aos seus pais? Os meus estão em missão, eles viajaram e não teriam como dar minha falta. — explicou. — Bom, os meus já morreram há um tempão. Então eu não tenho ninguém me esperando em casa de qualquer jeito. — contrapôs o garoto de modo relutante. — Oh! Desculpe-me, Takahashi-kun. Eu não sabia disso. — lamentou-se. — Tá, tá. Não se preocupe, isso foi há muito tempo, eu nem mesmo lembro dessa época direito. Agora, deixando isso de lado, vamos para o lado de dentro. Lá tem alguns cobertores, podemos dormir na nossa sala e acordar lá na hora da aula como ser nada tivesse acontecido. — planejou estrategicamente. — Certo, vamos! — consentiu.

Andaram e, antes que pudessem adentrar à sala, pisaram, juntos, numa armadilha preparada contra invasões à academia. Ossos rasgaram o chão, deram vida a pessoas antes mortas, mortos-vivos. — Mas o que diabos?!... — perguntou-se o rapaz. Eram um grupo de aproximadamente trinta zumbis, todos eles dirigiam-se aos jovens estudantes, cercando-os. — Takahashi-kun! — gritou. — Rena-chan! — fez o mesmo. Estavam os dois desesperados, até que finalmente resolveram lutar por suas vidas. Atacaram sem qualquer piedade os já falecidos, no entanto eles simplesmente se reestruturavam e continuavam a segui-los. — Isso deve ser uma armadilha da escola... Vamos entrar logo. — reconheceu astutamente. A menina apressou o seu passo, moveu-se diretamente à biblioteca. Inteligente, demonstrou sagacidade na busca de livros de anatomia do corpo humano.

— O que você pensa que está fazendo, Rena-chan? — pressionou o menino, lutando com uma variedade gigantesca de seres habitantes doutro plano. — Calma, Takahashi-kun. Eu preciso que você me consiga o máximo de tempo que puder. — pediu pacientemente, muito embora estivesse desesperada. Leu o pergaminho tão rápido quanto pôde, aprendendo, de maneira desesperadora, mais sobre a anatomia do corpo dos humanos. — Certo! Takahashi-kun, ataques na região cervical! — instruiu. — Região o quê? — demonstrou dúvida. — Aqui! — virou-se, apontando a região correta. Seguindo a advertência da companheira, Takahashi atacou os zumbis na área descrita. Para a sorte dos dois, a aspirante tinha razão. Os mortos não se levantaram novamente.

Seguiu o esperado, derrotando e enviando cada um deles de volta para o mundo espiritual. Ao fim, estavam simplesmente exaustos. — Isso foi incrível, Rena-chan. Como você aprendeu tudo isso em tão pouco tempo? — perguntou curioso. — Não sei. — riu. — Eu simplesmente li o mais rápido que pude, pensei que realmente fosse morrer. — revelou com uma certa dúvida. — Hahaha! Você que é engraçada, Rena-chan. — disse o menino.

A noite tinha fim, aquela era a primeira das desventuras desses dois rivais...
Fillerzin básico. Conquistei a qualidade "Conhecimentos Anatômicos" (1)

_______________________

[ Fillers ] Atane Rena Tumblr_n2h10mzqJP1tvbalbo1_500
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [ Fillers ] Atane Rena - Seg 5 Mar 2018 - 12:12

Aprovado

Recompensa: 200 de status & Qualidade: Conhecimento Anatómico
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.