>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Fillers] Khaito - Ter 27 Fev 2018 - 19:01

Filler: Treinamento de Status

O dia estava calmo como todos os outros. Nos ultimos dias, a aldeia tem sido bem pacifica. Acordava com o brilho do sol batendo em meu rosto. - Mãããããe!!! Fecha essa janela! - Resmunguei, enquanto me virava de bruços e cobria-me até a cabeça. O som dos pássaros começava a ficar insuportável, aqueles malditos ratos voadores não paravam de piar.

- Que inferno. - Levantei-me, desistindo de meu sono. Saí do meu quarto e fui ao encontro dos meus pais, na cozinha. Meu pai estava sentado na mesa tomando saquê, às 11 da manhã. Minha mãe estava na louça, provavelmente cansada de aguentar meu velho reclamando. - Bom dia. - Disse enquanto bocejava, acenando minha cabeça aos meus pais, cumprimentando-os. - Mãe... É hoje que você vai me ajudar a treinar? - Ainda estava cursando a academia, então precisava de um pouco de ajuda para desenvolver minhas habilidades. Minha mãe olhava para trás e sorria, acenando com a cabeça.

Apressei-me e sentei na mesa com meu pai, esperando que minha mãe me trouxesse qualquer coisa para nomear de café da manhã, mas o que recebi foi um rosto de desgosto e um discurso de que isso faz parte dos afazeres de um ninja. Levantei e peguei eu mesmo. Comi minha torrada seca com um copo de leite não muito saboroso, mas era o suficiente para me manter em pé até o almoço. Retirei-me da mesa e fui direto ao banheiro, tomar um banho.

Ao terminar meus afazeres, minha mãe já estava preparada para sair, meu pai por sua vez estava completamente desmaiado na mesa da cozinha, provavelmente tinha bebido a noite inteira. Caminhei pela cozinha com certa cautela, se acordasse o velhote, provavelmente implicaria com nossa saída. Ao chegar ao portão da casa, me encontro com minha mãe, e juntos vamos até um bosque vazio que se encontrava atrás de nossa casa.

- Khaito, escute bem. Se você ainda planeja ser especializado em Ninjutsu, seu recurso primário será o Chakra, disso você já sabe, certo? Pois bem, continuando. Apesar disso, você ainda precisará resistir a golpes, e seu chakra não te ajudará nisso. Tirando casos especiais, óbvio. Um ninja não consegue lutar utilizando apenas chakra, você precisará treinar seu vigor para resistir a técnicas, afinal, de que adianta ter grande recurso para utilizar técnicas, se com o primeiro golpe que receber você cairá? Enfim, creio que com essa breve explicação você já tenha entendido o nosso objetivo hoje. - Minha mãe caminhava ao meu lado enquanto falava, dando uma pausa em sua explicação e parando de andar. Virou-se em minha direção, apontando seu indicador direito ao meu rosto. - Você tem que aprender a manter o equilibrio desses dois fatores, pois com o falhar de um, todo o produto final será arruinado. E isso você fará sozinho. Eu apenas te ensinarei a como chegar lá. - Ao finalizar, abaixava sua mão e continuava caminhando. Estava um pouco assustado, fazia tempo que minha mãe não era tão agressiva assim, mas continuei seguindo-a até o centro do bosque.

Adentrando a pequena floresta, chegavamos a uma área aberta com algumas folhas caídas ao chão. - Treinarei aqui? - Perguntei, encarando minha mãe, que estava em pé ao meu lado. - Sente em algum lugar e espere. - A mulher utilizava uma espécie de shunshin no jutsu e aparecia em cima de uma das árvores que nos rodeavam, sentando-se com as pernas cruzadas em um galho. Segui suas instruções, sentei-me no meio das folhas caídas esperando que algo acontecesse.

Horas se passavam, comecei a me perguntar se minha mãe estava fazendo algum teste de paciencia comigo, já havia passado da hora do almoço e minha barriga estava pedindo arrego. - Devia ter comido mais de uma torrada de manhã... - Resmunguei, enquanto deitava-me na folhagem, ainda esperando. Minha mãe continuava a me observar daquela árvore, estava com um livro sobre culinária na mão, enquanto apoiava outros quatro livros em suas pernas. - Isso vai demorar... - Concluí, fechando meus olhos com o intuito de tirar uma soneca.

- O que está fazendo? Canalize seu chakra, sei lá! Faça algo! - Era acordado aos gritos de minha mãe, não tinha muita noção do tempo em que fiquei desacordado, mas julgando pelo que me era visível, fora menos de trinta minutos. Levantei-me não muito animado, e sentei-me em um tronco de árvore jogado ao chão. Cruzei minhas pernas para dentro e fechei meus olhos, juntando minhas mãos à frente do meu peitoral, fazendo o selo do Tigre. Canalizava meu chakra por todos os membros de meu corpo e pontos específicos, controlava o fluxo deste com certa destreza, movendo-o com suavidade. >Acho que entendi...< - Pensei, tentando não me desconcentrar do fluir de meu chakra. Havia entendido o que minha mãe dissera, teria que treinar meu domínio do meu fluxo de chakra e em seguida treinar minhas resistencias, apesar de ainda não saber como faria isso.

Continuei com a meditação, por horas. A tarefa foi sem duvida uma das mais fáceis que eu teria feito a anos, porém minha mãe parecia estar gostando de ficar fora de casa por algum tempo. Minha mente já estava cansada daquela tarefa monótona, até meu vínculo ser quebrado por uma sequencia de uivar de lobos que conseguia ouvir como se estivessem muito próximos. - Mãe? - Disse, enquanto olhava para o tronco que minha mãe estava sentada. A mulher estava com um sorriso sádico em seu rosto, tampando-o com sua mão esquerda enquanto segurava a revista com a direita. - Se você se perguntava onde estava o seu treinamento de resistencia, creio que acabou de ter sua resposta. - Finalizou, também terminando seu sorriso e voltando sua atenção à leitura.

Saquei uma de minhas Kunais e me preparei, os uivos chegavam cada vez mais perto. Pela ordem dos sons, conseguia imaginar que seriam mais de 2 lobos, então teria que estar preparado. - Se eu ao menos soubesse como usar minha Kekkei Genkai... - Murmurei, focando minha atenção aos sons que se moviam rapidamente em minha direção. Os lobos finalmente mostravam-se, 3 lobos saíam por entre os arbustos, surgindo no campo aberto à minha frente.

Dois dos lobos pareciam ser adultos, um deles com algumas cicatrizes, enquanto o outro lobo parecia ser um pouco mais jovem. Concluí que era uma família ensinando o filho a caçar. Apesar de assustado, sabia que minha mãe interviria em caso de algum perigo real. Segurei firme minha Kunai enquanto observava os lobos. O lobo com cicatrizes rosnou contra mim e em seguida latiu para seus companheiros. O mais jovem avançou contra mim logo em seguida, provavelmente fora um comando para matar. Defendi do avanço com minha Kunai, repelindo-o com a força que lançava contra ele com meu punho, evitando corta-lo. O canino parecia não desistir e avançou contra mim novamente, dessa vez conseguia aplicar uma mordida contra minha perna esquerda. Argh! - Gritei, desesperando-me. Puxei minha perna, tentando solta-lo. Em seguida, apliquei um chute no lobo com minha perna direita e ataquei-o com minha Kunai, fazendo uma ferida não muito profunda em suas costas.

O lobo gemia de dor, porém continuava seu ataque, não parecia desistir. Ambos estavamos cansados, então nossa batalha fora travada em uma escala bem menor que os primeiros movimentos. Apartir desse ponto, não conseguiamos atingir um ao outro, nossos ataques lentos eram evitados e bloquados com certa facilidade. Virou uma luta de paciencia e resistencia para continuar em pé. Talvez se não tivesse ficado tanto tempo controlando meu fluxo de chakra anteriormante não estivesse tão cansado e pudesse finalizar essa luta com facilidade, porém apesar de tudo, os outros dois lobos não pareciam querer se intrometer na luta, apenas observando.

Não se passou muito tempo para caírmos cansados, sem conseguir nos mover. Estava quase inconciente quando vi um dos lobos agarrando meu oponente pelo pescoço e sumindo na mata com ele, enquanto o outro, o com cicatrizes, avançava contra mim, provavelmente pronto para acabar com minha vida. Minha cabeça ficou tonta e minha visão escureceu. [...]

Minha visão voltava aos poucos, estava um pouco tonto e cansado. Levantei-me e me vi em minha casa, minha mãe realmente tinha me salvado. Minhas feridas já estavam tratadas, com bandagens ocultando-as. Levantei-me e fui até a cozinha, onde me deparei com a mesma cena de todos os dias: Meu pai sentado tomando algum tipo de bebida alcoolica enquanto minha mãe lavava a louça. - Bom dia.

200/200 200/200 0/2


Spoiler:
Aparência: Yukine (Noragami). Vestimenta atual aqui.
Aparência dos lobos derivada desse: Aqui

Treinamento de +100 de Status (+100 com Mês do Up)
1404 Palavras, excluindo-se título e formatação.

Bolsa Ninja:
- 20 Kunais

Usados:
-

Treinamento:

Fillers
Limite: 1 p/ semana.
Bonificação: +100 Pontos e possível qualidade de 1 ponto.
Requerimentos: 1000 Palavras.
Descrição: Os Treinamentos de Melhorias, também chamados de Fillers, são narrativas que constroem cenas do personagem que não ocorreram no RPG ON. Sendo assim são totalmente feitas em OFF, na Área de Treinamento de Melhorias, permitindo que sejam feitos mesmo enquanto o personagem está em ação; as narrativas, porém, precisam ter contexto no universo de Naruto e fazem parte da história do personagem. Escrevendo um extra de 400 palavras, poderá ainda aprender uma nova qualidade de até 1 ponto no Filler.
-
Kaginimaru
Jōnin
Kaginimaru
Vilarejo Atual
Ícone : Inútil...

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68952-ficha#514831

Re: [Fillers] Khaito - Ter 27 Fev 2018 - 19:24

Aprovado

_______________________


"."
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Khaito - Qua 21 Mar 2018 - 12:52

Filler: Treinamento de Status


Mais um dia comum na vila mais monótona de todas. Uma rotina sempre tão igual, mas prestes a mudar. Percebi que o dia seria produtivo assim que acordei aos gritos da minha mãe: - KHAITOOOOO, LEVANTA LOGO PRA GENTE IR TREINAR SEU DESGRAÇADO! - Clássico. Provavelmente ficaria com dor de cabeça pelo resto do dia, mas o fato dela ter me acordado para treinar me animava.

Vesti algumas peças de roupas que estavam jogadas no chão, as mesmas do dia anterior: Uma calça cinza e uma blusa longa branca. Fui em direção ao espelho que tinha em meu quarto, com poucos movimentos, usava ambas minhas mãos para arrumar meu cabelo, e em seguida fixei meu olhar à minha tatuagem. Ainda não acredito que me deixaram fazer isso - Refletia por poucos segundos, fazia a mesma coisa todos os dias. Passei a mão por cima da tatuagem e logo em seguida me retirei da frente do espelho.

Me dirigi até a janela que havia ao lado esquerdo da minha cama, moravamos no segundo andar, sendo que o primeiro era uma pequena loja local de almofadas. Abri a janela e deixei as cortinas fechadas, para que o quarto não ficasse tão abafado enquanto eu estivesse fora. Com isso, dei minhas tarefas no quarto por finalizadas, caminhei em direção à porta, passando por uma trilha de roupas sujas jogadas ao chão, chutando uma ou outra para o canto quando me aproximava. Com não muita dificuldade cheguei à porta e retirei-me do quarto, indo em direção ao banheiro.

Porquê eu sempre venho no banheiro DEPOIS de me arrumar? Não faz sentido. - Pensava enquanto levantava minhas calças novamento, com a finalização da minha mijada. Lavei minhas mãos e me retirei do banheiro, dessa vez seguia para a cozinha, onde meus pais estavam. Dava os primeiros passos perante o longo corredor que ligava meu quarto até a cozinha, o chão de madeira já tinha completado aniversário de uns 50 anos, cada passo era um estralar desgastante, parecia que estava prestes a desabar. - KHAITOOOO! PISA DIREITO, TÁ FAZENDO MUITO BARULHO! E VEM LOGO! - Minha mãe mostrava-se impaciente, e como assim pisar direito? Essa porra desse chão não tem macete. Continuei a caminhar de vagar, até chegar na cozinha.

- Bom dia. - Dizia enquanto adentrava a cozinha, rapidamente visualizando minha mãe de costas lavando a louça e meu pai sentado na mesa comendo alguns biscoitos com saquê. Me dirigi até meu pai e sentei-me ao seu lado. - Eai filhão? Chegou tarde ontem em! Pegou umas gatinha? - O velho me agarrava e bagunçava meu cabelo enquanto falava, estava um pouco acostumado com isso, mas ainda me sentia desconfortável. - Hehe... - Disse, tentando concordar com sua brincadeira. Se ele soubesse que eu cheguei tarde pois fiquei a noite inteira em uma cachoeira junto com um garoto da minha idade, os dois praticamente sem roupas... Acho que ele me deserdaria. - Refletia, enquanto mostrava um sorriso cínico.

Minha mãe me servia com um prato de arroz com ovo frito e algumas algas secas. Não era minha comida favorita, mas cavalo dado não se olha os dentes. - Itadakimasu! - Disse me curvando perante a comida, logo em seguida iniciando a refeição. Não era muita comida, mas seria o suficiente para me deixar em pé até o almoço. A quantidade me fazia perceber que meu treinamento seria bem mais leve hoje. - Tô pronto! - Lançava o prato contra a mesa, vazio. Meu pai que estava ao meu lado fez uma cara de espanto, mas logo voltou a beber seu saquê, minha rapidez de comer deve ter o despertado por alguns insignificantes segundos. Bêbado estranho. - Pensei, enquanto levava o prato sujo até a pia e o entregava para minha mãe. - Assim que eu acabar nós saímos. Me espera na porta. - Dizia a mulher, que com uma técnica incrível terminava de lavar o prato em menos de 2 segundos.

Nos retiramos da casa juntos, deixando meu pai desavisado. Andamos lentamente pelas ruas de acesso da vila, parecia que minha mãe estava querendo acessar alguma parte dos arredores da vila. - Você não vai me dar de comida pra lobo de novo não né? - Perguntei, intrigado. A mulher sorria e bagunçava meu cabelo com sua mão direita. Isso é provavelmente um sim... - Já sabia o que me esperava.

Após algum tempo de caminhada, chegamos em uma pequena queda d'água não muito distante da vila. O local era cercado por uma mata densa, de difícil acesso. Minha mãe me explicava o que eu faria no treinamento, e ao finalizar sentava-se nos galhos de uma das árvores que me cercavam e começou a ler mais uma revista de culinária. -Típico.-

Retirei minha blusa e joguei-a no chão, nas margens das águas da cachoeira. Andei pelas águas do lago que se formou, a cada passo a profundidade aumentava, até cobrir-me até os ombros. Continuei avançando, quando percebi que o caminho seria mais fundo que o esperado, comecei a nadar até chegar nas rochas que sofriam com a queda da água em cima de si. Escalei uma delas e sentei-me em cima, tomando uma posição utilizada para meditação.

Certo, agora é só eu ficar aqui por algumas horas...? Isso vai ser chato pra caralho. - Fora meus ultimos pensamentos, enquanto contemplava a forte rajada d'água caindo em cima de mim. Mantinha minha mente completamente vazia, sabia que não precisaria me preocupar com nada pois minha mãe estaria cuidando de meu corpo. Utilizei de meu grande domínio de chakra e comecei a meditação. Juntei ambas minhas mãos entre minhas pernas cruzadas e fiz uma espécie de selo para ajudar-me na concentração.

Por conta da minha habilidade inata de dominação de chakra, não fora uma tarefa complicada permanecer concentrado por todas aquelas horas, o tempo passou bem rápido, muito mais rápido do que eu previa. Notei isso ao abrir meus olhos, pensei que teria passado alguns minutos, mas assim que meus olhos se focalizaram, vi que a noite já tinha caído e minha mãe já estava em sua quinta revista. - Acabamos? - Perguntei, em um tom de voz mais alto que o normal, visto que minha mãe estava um pouco distante. - Se você acha que acabou, então sim. - A mulher utilizou de um salto acrobático e caiu no chão de forma glamurosa, cruzando os braços, parecia impaciente.

Retirei-me da rocha e mergulhei na água do lago que me cercava. Nadei até a borda visando encontrar minha mãe. Ao submergir, subi à terra e encarei-a de frente. - Tô cansado. - Foi a única coisa que consegui dizer, assim que finalizei a frase, desmaiei.

- Esse treinamento é realmente muito cansativo. Acho que te trouxe aqui muito cedo, você ainda é uma criança, afinal. - Meus olhos estavam meio abertos, minha visão estava falha, conseguia ouvir essas poucas palavras de minha mãe... Consegui perceber que ela estava me carregando, estavamos voltando para casa. Voltei a fechar meus olhos, não conseguia ficar acordado. - Obriga... - Não conseguia terminar a frase, me apoiava no ombro de minha mãe e caía no sono.

350/350 400/400 0/2


Spoiler:
Aparência: Yukine (Noragami). Vestimenta atual aqui.

1.187 Palavras. Objetivo: +100 Pontos de Status

Treinamento:
Fillers
Limite: 1 p/ semana.
Bonificação: +100 Pontos e possível qualidade de 1 ponto.
Requerimentos: 1000 Palavras.
Descrição: Os Treinamentos de Melhorias, também chamados de Fillers, são narrativas que constroem cenas do personagem que não ocorreram no RPG ON. Sendo assim são totalmente feitas em OFF, na Área de Treinamento de Melhorias, permitindo que sejam feitos mesmo enquanto o personagem está em ação; as narrativas, porém, precisam ter contexto no universo de Naruto e fazem parte da história do personagem. Escrevendo um extra de 400 palavras, poderá ainda aprender uma nova qualidade de até 1 ponto no Filler.

Bolsa Ninja:
- 20 Kunais

Usados:
-
-
Urameshi
Chūnin
Urameshi
Vilarejo Atual
Ícone : lathe biosas

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70850-berserker

Re: [Fillers] Khaito - Qua 21 Mar 2018 - 12:54

@

_______________________

[Fillers] Khaito Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Khaito -

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.