>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

O Despertar - Kyoko - 9/2/2018, 23:38






Fruto do Pecado
_________________


Descoberta


Ao passo que os dias passavam no Vilarejo da Chuva, Kyoko buscava algumas respostas de seu passado. Recentemente em uma missão, ela encontrou um portador de Hyouton assim como ela. Foi um combate intenso, mas assim que a jovem mostrou sua Kekkei Genkai, o homem ficou totalmente paralisado. " - Não pode ser... Você é uma Yuki também? Se você for quem eu tô pensando..." O homem parava de lutar e ficava olhando para a jovem. " - Oh meu deus. Você é Kyoko, filha do general não é?" Assustada, por um estranho saber quem ela era, a jovem salta em frente ao homem com uma Kunai sacada." - Quem é você e como sabe quem eu sou? Por acaso está me espionando?" Dizia Kyoko com uma Kunai na garganta do homem." - Não, de jeito algum. Meu deus como você cresceu. Kyoko... Você é forte como seu pai." Kyoko pega a Kunai e crava na perna do homem com força." - Não me compare ao meu pai. Ele era fraco, por isso morreu. Eu estou viva, porque sou forte. Não sou como ele de forma alguma. Mas desembucha antes que eu corte sua garganta. O que sabe sobre mim?" O homem assustado e agonizando de dor começa a explicar." - Bom, tudo começou quando conquistamos os arredores de Kirigakure. Sua mãe estava grávida, e seu pai quase morreu. Ao voltar, você já tinha nascido, e todos comemoravam isso. Porém de alguma forma, você não tinha nenhum aspecto de nosso clã. Você ficava doente com frequência por conta do frio, e isso de fato não era algo nosso. Foi aí que através de alguns experimentos, seu pai conseguiu implantar nosso DNA em você, e aí você pôde desfrutar de nossas habilidades. Anos se passaram e tudo ficou bem até sermos exterminados. Mas o que seu pai morreu sem saber, é que você... Não é filha dele. Sua mãe teve caso com um Uzumaki, que caiu nos encantos dela, e deixou com que ela o dominasse, permitindo assim que ele cedesse seus territórios a nós. Você na verdade é uma Uzumaki. Seu pai verdadeiro, foi um grande pesquisador, que por meio de centenas de experimentos se tornou um homem egoísta e burro, a ponto de cair perante uma paixão. Tentamos te encontrar esses anos todos, mas não conseguimos." Kyoko soltava o homem e erguia suas mãos." - Um povo tão sujo e corrupto. Todas as conquistas dele então foi por meio da puta da minha mãe? Esses anos todos, mesmo achando ele fraco, era fascinada nas conquistas dele. Eu não quero ter esse sangue fraco e sujo em mim." O homem então a pedia pra que ela o acompanhasse.


A Uzumaki Exilada


Algumas horas de caminhada, chegavam até Otogakure. Uma vila meio deserta, mas pacífica e com mais vida que Amegakure. Andavam até chegar em uma casa, bem próxima do portão." - Aqui é onde eu moro. Esse homem que está aqui, é Ryu. A propósito, me chamo Tenki. Ryu, essa é Kyoko, e agora está tudo esclarecido." O homem era sério. Encarava a jovem Yuki da cabeça aos pés e fixava o olhar em seus olhos por muito tempo. "- Então vamos fazer aquilo? Sabe que podemos não estar preparados, não sabe?" Kyoko tinha a situação sob controle, em sua mente. Mas não continha o espanto e susto mediante aqueles dois. "- Kyoko. Esse era nosso dever a tempos, a mais de quinze anos. Temos que fazer isso, pois não teremos muito mais tempo de vida se não fizermos." Ele então estende a mão e com um selo, lança um pequeno selamento na jovem Yuki, que cai no sono instantaneamente. Levavam a garota a uma grande cápsula, com alguns líquidos e seringas presas no corpo da jovem. O motivo daquilo era sugar toda sua Kekkei Genkai, a fim de deixar ela sem nada. Após algumas horas a garota acordava. Não conseguia se mexer muito bem, mas pôde observar um grande selo em sua barriga. Fora da cápsula, os homens discutiam, desesperados e assustados. Kyoko consegue liberar controle sobre seu corpo, e começa a dar dezenas de socos no vidro. "- O que vocês fizeram comigo? Me tirem daqui. Eu vou matar vocês dois seus desgraçados." O homem que levou Kyoko até lá apertou um botão onde a cápsula abre e sai correndo até a saída. O homem restante ajoelha e começa a gritar pra jovem. "- Para, não me mate. Ele não mentiu. Tudo a respeito da sua família é verdade. Mas você possuía o poder direto de seu pai que foi um dos maiores usuários de Hyouton. Precisávamos tirar isso, pois não pertencia a você. Veja esse selo. Você é uma Uzumaki, você é totalmente distinta de nosso clã." Kyoko gruda no pescoço do homem e o torce levando ele a morte. Saindo de lá, ela busca suas roupas e sai da casa do homem.


Retornando a Ame


De volta a seu Vilarejo, Kyoko ia até sua casa, sentava na sua cama e caia em choro. Tentava usar seus poderes de todas as formas possíveis e nada acontecia. Podia notar que em seu bolso havia um pequeno pergaminho. Nele, centenas de selos de Técnicas ali presentes. Quase todas técnicas de selamento. Kyoko passava horas até conseguir usar a primeira delas. Era um selamento. Ao realizar os selos necessários, Kyoko estendia as mãos ao chão e batia, e o seu sofá sumia dali, sendo selado na marca que surgia ao chão. Assustada, Kyoko sentava novamente em sua cama estendendo a mão na sua cabeça. Um homem surge no seu quarto. "- Ora ora. Quanto poder hein gatinha? Um Jutsu único de selamento quase nunca visto. Acho que você é digna de receber um treinamento comigo." Kyoko olhava para o homem e se levantava. "- Sai do meu quarto, sai da minha casa. Você não sabe quem eu sou." O homem rindo, olhava para ela e apontava." - Como não sei? Você é aquela metida nojenta, filha do General de Yuki. Eu me lembro de você, e estava esperando esse momento chegar. Você finalmente se desprendeu do clã não é mesmo? Seus poderes Hyouton foram sugados por aqueles pervertidos? Ainda bem.  Sabe, agora que descobriu sua verdadeira linhagem, tenho algo muito mais poderoso pra te dar. Como dominava muito bem seu elemento, te darei outro em troca." O homem estendia a mão, e um grande cristal surgia em seu braço." - Viu só? É quase que a mesma coisa não é? É sabe de mais? Existem mais Yuki vivos. Acho que está na hora de você matar eles e dar um fim a toda a farsa que eles causaram, não só a você, mas a todos. Eles quase dominaram Kirigakure e iam matar centena de gente inocente. Não conseguiram porque eram fracos. Graças as minhas pesquisas, pude descobrir como formar muitos outros elementos através de combinações elementais. Este, o Shoton é um deles. E eu quero que seja minha aprendiza. Como inicio de contrato, lhe darei acesso a minha técnica. Mas futuramente, te ensinarei muito mais sobre tudo relacionado a corpo humano, clãs, elementos e Kekkei Genkai. O que me diz?" Kyoko aceitava então a proposta do homem. Ele colocava a mão sobre seu peito, e transportava pra ela todo o poder que tinha, dando a ela a possibilidade de despertar o Shoton." - Por enquanto fico por aqui. Mas em breve vamos nos encontrar. Aquela anta que te levou até Oto, está morta. Sugiro a você que não fique mais em Ame. Mude para Otogakure. Lá você terá a acesso à muito do que não tem aqui, e poderá conquistar muito mais." O homem então desaparecia. Kyoko dessa vez deitava na cama, e começava a ter um pequeno filme em sua cabeça. Pensava em tudo que aquele homem a disse, sobre pesquisas e tudo mais. O que fez despertar na jovem Kyoko uma curiosidade de aprender mais sobre tudo no mundo ninja. Todas as técnicas possíveis e tudo mais. Tudo necessário pra que ela fosse forte o suficiente e a tornasse numa mulher sabia e criativa. Essa vontade era além do poder que buscava, mas sim da glória que queria ter. Entao ela dormia e repousava por aquela noite. No dia seguinte, ela não estava com ânimo e pique pra realizar Missão ou algo do tipo. Estava exausta. Tanto poder em tão pouco tempo deixou a jovem sem força alguma. Então ela buscava aprimorar tudo o que descobriu. Realizava centenas de vezes os selos das técnicas Uzumaki para ver seu potencial com o clã. Achava bem mais divertido que simplesmente congelar outros. "- Papai, mamãe... Vocês me ensinaram tantas coisas, que nenhum dos dois souberam realizar durante toda a vida. Eu sou um desastre. Sou fruto de algo podre e imundo. Tenho um pai que me ensinou sobre glória sem ter um pouco sequer. Tudo que aprendi na minha vida foi depois que vocês morreram. Foi sozinha, sem ninguém. Eu sou forte e ninguém jamais mudará isso. Eu vou conquistar o mundo. Vou atrás de coisas que vocês jamais conseguiriam ir, pois como todos os que matei e que morreram, eram fracos demais pra conseguir."



Considerações:
Texto pra Mudança de Clã, 1504 Palavras
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: O Despertar - Kyoko - 10/2/2018, 10:12

@
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.