>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão
Últimos assuntos

Rexien
Chūnin
Rexien
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Amaya Kiyome 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

[Fillers] Amaya Kiyome - em 2/2/2018, 22:51





 
 
  









TRAINNING




Sábado de manhã. Poucos dias depois do meu sucedido exame de graduação. Trajada para sair de casa fitava as nuvens lentamente se movendo ao oeste enquanto tentava mentalizar como seria minha vida dali para frente, como uma shinobi de fato. No fim das contas eu não fazia ideia alguma. Tinha ideia da minha facilidade em ninjutsu e de um controle preciso de chakra, características essas citadas pelo professor da classe como importantes para minha aprovação, mas apesar dessas facilidades, provavelmente herdadas dos meus falecidos pais, não me davam muito mais do que dicas de um caminho que eu deveria seguir. Ainda não fora designada para nenhuma missão, então tudo que me restava era treinar. Antes de um treinamento físico, eu buscava um objetivo no meu treinamento, então ao invés de ir ao campo de treinamento, me direcionei a biblioteca da vila. Era cedo, então poderia encontrar uma direção nos livros para então trilhar tal caminho. Agarrei uma mochila, alguns materiais para anotações e fui em direção ao local.

A biblioteca é um local imenso. Livros com conhecimentos sobre todo o mundo se fazem presentes. Foi um local que eu frequentei bastante durante o período em que me formava, a diferença é que na época eu possuía um objetivo. A maior dica que eu tinha até agora era que seguir ninjutsu e suas vertentes era o melhor caminho a percorrer. Andei por algumas sessões até encontrar as centenas de livros que se referiam a ninjutsu e peguei um. As horas passaram e eu mal percebi. Alguns livros possuíam conhecimentos básicos que eu aprendera na academia. Fluxo de chakra, selos de mão, enquanto outros falavam sobre informações que eu nunca havia escutado sobre. Chakra elemental, a história do chakra, que de certa forma parecia uma lenda antiga e um assunto que me despertou grande interesse: a capacidade de utilizar técnicas com apenas uma das mãos. Na minha cabeça, a partir do momento em que você não precisa juntar as mãos frente a um inimigo e moldar seu chakra com apenas uma das mãos, você possuía a capacidade de pega-lo desprevenido. Com minhas anotações feitas, guardei a montanha de livros que agora estava sob a mesa e fui em direção a saída. O que parecera apenas algumas horas se revelara praticamente todo o dia. O sol agora estava descendo no horizonte, levantando a típica coloração alaranjada que começava a cobrir o céu. Sem muita perspectiva para começar um treinamento para parar poucas horas depois, segui meu caminho para casa determinada a iniciar meu treinamento na manhã seguinte. A noite fora como de costume: calma e rápida. No jantar falei dos meus planos para meus avós, que apesar de ainda não acostumados com a neta deles como uma shinobi de fato, depois de toda a história trágica dos meus pais, me apoiavam nos meus objetivos.

Domingo. O sol começava a se levantar no horizonte e eu já estava saindo de casa, com minha mochila e roupas confortáveis para o treino, em direção ao campo de treinamento. Aprender a utilizar técnicas com apenas uma mão não seria uma tarefa fácil, mas me traria recompensas no futuro, eu tinha plena certeza disso. O caminho até o campo de treinamento da minha casa não era muito longo, então pouco tempo se passou até que eu alcançasse o local pretendido. Pelo que aprecia eu era a primeira pessoa a chegar ali. Me aloquei em um canto onde sabia que a movimentação não me atrapalharia e comecei meu treinamento. A princípio eu precisava me focar no controle do meu chakra. Era algo relativamente simples para mim, mas eu precisava sentir como nunca antes. Precisava sentir a energia passando por toda a rede de chakra, por cada um dos meus pontos de chakra, para então sentir que eu poderia seguir em para a próxima etapa. No dia anterior eu havia lido que o chakra era baseado nas energias física e espiritual. A energia espiritual consistia na consciência da mente e podia ser expandia com o conhecimento e com experiência, então eu imaginava estar no caminho certo. Eu passara o dia anterior todo estudando, e agora era a hora da experiência. Abri as pernas para obter sustentação física e juntei as duas mãos formando o selo do javali. O chakra começava a se manifestar dentro de mim. O livro que falava sobre chakra dizia que para uma moldagem bem-feita eu deveria extrair de maneira correta tanto a energia física como a espiritual e mistura-las. Com às mãos juntas eu sentia o chakra se moldando a minha volta. Em forma de espiral, eu liberava o chakra tentando me focar em cada sensação, em cada mínimo detalhe, no como como o chakra chagava as minhas mãos e era expelido. O dia fora longo. Eu focava em controlar meu chakra o máximo possível, tentando sentir cada detalhe e singularidade que compunham minha rede de chakra, o modo como ele passava pelos meus órgãos e se mantinha. Quando se aproximava do horário em que eu normalmente almoçava eu beirava a exaustão. Eu tinha um histórico de resistência, mas aquela situação era realmente cansativa. Mesmo sem fazer movimentos físicos eu sentia o suor escorrendo pelo meu rosto e meu cabelo colando-se em minha nuca, isso sem minhas costumeiras roupas que cobriam todo meu corpo. O sol agora estava no centro do céu, marcando o que deveria ser aproximadamente o meio do dia. Me sentei sob a sombra de uma árvore e tomei toda a água do cantil que trouxera comigo. Abri a mochila e peguei o bentō que minha avó havia preparado para mim. Me lembrava da minha contestação, dizendo que não era necessário, enquanto agradecia a experiência e gentileza dela. Eu provavelmente voltaria para casa agora se não fosse pela porção de comida que ela me obrigou a trazer, e provavelmente não voltaria a treinar hoje. – Itadakimasu. – Sussurrei antes de pegar os hashi e iniciar a me alimentar. Não comi com muita pressa. Precisava recuperar meu chakra e deixar um pouco do cansaço físico que o treinamento causara passar. Pouco mais de trinta minutos após terminar minha refeição peguei minhas anotações do dia anterior e repassei o que havia anotado. Uma observação presente em meio os papéis me deu uma ideia. Nela eu havia anotado que a meditação era também uma forma útil de ajudar na expansão da energia espiritual. Era algo que eu costumava fazer as vezes, agora imaginava ainda se talvez esse não fosse o motivo pelo controle de chakra que eu demonstrara cedo. As condições estavam boas para tal, eu estava distante das poucas pessoas que se faziam presentes ali no momento, o vento fresco, o barulho das folhas se movendo e o cheiro de grama tornavam o ambiente favorável. Me sentei em posição de lótus, inspirei o ar e logo expirei. E assim fiquei por quase uma hora. O vento soprando em meus cabelos, o pensamento leve e livre de qualquer foco fizera bem ao meu espírito. Pronta para voltar ao treinamento me levantei, mas agora com outro foco. A energia física era a outra metade para um preciso e perfeito controle de chakra, e eu passara a manhã, e já parte da tarde, focando na energia espiritual. Meu taijutsu era um ponto a melhorar, então era uma oportunidade. Sem muita ideia de como fazer um treinamento grandemente efetivo em taijutsu, apenas me aproximei de um grande tronco de madeira ligado ao chão, com um material para diminuir o dano nos meus membros, e comecei. Até que o sol começasse a se por eu me concentrei em fazer movimentos repetidos de socos e chutes no material. Não me sentia tão confiante nessa maneira de treinar quanto o método aplicado na parte da manhã, mas no final da tarde eu me sentia tão cansada quanto. Me sentindo pronta para tentar a execução de técnicas com apenas uma das mãos, voltei para casa planejando continuar o treinamento no dia seguinte.

Segunda. Acordara um pouco mais tarde do que no dia anterior. Sentia um pouco de dor nos braços e nas pernas pelo treinamento pesado do dia anterior, mas estava determinada a continuar até alcançar meu objetivo. Estava a me arrumar quando minha avó me avisou que alguém queria me ver. Era um ninja que trouxera uma missão para mim. Uma daquelas típicas missões para genins, trabalhos para a vila. A semana foi se passando e eu acabei adiando meu treinamento. Sexta-feira chegou e eu finalmente pude continuar minha capacitação. Chegando ao campo, voltei-me ao mesmo local onde treinara na semana seguinte. Me coloquei na mesma posição, mas agora, ao invés de unir as mãos para fazer meu chakra fluir, apenas utilizei minha mão esquerda, esta levantada na altura do meu coração. Com dificuldade eu sentia o fluxo de chakra se movimentando, mas a exteriorização ainda era difícil, e em comparação com a quantidade de chakra utilizado para o treinamento no sábado que se passara, eu gastava muito mais chakra. Como reflexo disso, eu acabei por me cansar mais rápido do que na semana passada. Para não chegar a um desgaste extremo, comecei a praticar menos, porém com maior frequência, para buscar o objetivo definido no inicio desta jornada.  

Considerações:
Um total de 1525 palavras de acordo com o word.

Com o treinamento eu gostaria de obter os 100 pontos de status (dobrados pelo evento de aniversário do fórum) e a habilidade de um ponto "Hábil em Selos".

Link de comprovação do evento.

希望

HP: 200 • 200 // CH: 275 • 275  // ST: 00 • 04 // VEL: 6m/s // BY LOONY!

_______________________

[Fillers] Amaya Kiyome Tumblr_p77i956Bi51wpt2ldo1_500
"Every one of us must do what's in their power! If we're going to die anyway, then it's better to die fighting than to do nothing!" 

-

Última edição por Rexien em 22/7/2018, 17:37, editado 1 vez(es)
Wenky,
Genin
Wenky,
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Amaya Kiyome 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Fillers] Amaya Kiyome - em 3/2/2018, 10:05

Aprovo. Gostei do template, mas me esforcei pra ler porque sou ceguinho huhwuhdwadwa

_______________________

[Fillers] Amaya Kiyome Tumblr_owa2ilMDQd1v5wpyvo9_540
-


Edição de Natal por Loola e Senko.