:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Centro da vila
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Biblioteca de Kumo - Página 3 GQgddnh

Mako
Game Master
Mako
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 GQgddnh

Biblioteca de Kumo - Publicado 22/11/2017, 15:31

Relembrando a primeira mensagem :



Biblioteca do Vilarejo


A Biblioteca do Vilarejo é uma área restrita aos moradores da aldeia (e viajantes com permissão prévia do Kage) contendo diversos livros, pergaminhos e ensinamentos passados de geração em geração dentro da aldeia. Cada vilarejo tem seus próprios ensinamentos, técnicas e adições feitas pelos seus shinobis através dos anos. Os conhecimentos obtidos nesta zona é completamente adicionável a ficha de personagem, sendo esta uma zona ON comum.


Informações Gerais


Cada aldeia possui uma série de Informações Gerais. Estas são próprias da aldeia e mesmo que a Biblioteca seja destruída, a reconstrução terá eles novamente. Cada informação é considerada um Livro ou Pergaminho e o aprendizado de cada um necessita de uma narração de 200 palavras, diminuindo em 20 para cada ponto em Inteligência do personagem. Os livros/pergaminhos também são colocados em divisões de acordo com o nível do personagem, sendo assim, um Genin nunca poderá ler o conteúdo da ala de Jonins, mas um Jonin pode, se quiser, ensianar um membro Genin.

Lista de Livros & Pergaminhos:


Informações Compartilhadas


A área de Informações Compartilhadas é aberta aos membros transcreverem seus conhecimentos em pergaminhos/livros e deixarem aos demais membros da aldeia como uma ajuda. A transcrição deve ser feita numa narrativa de, no mínimo, 100 palavras para cada conteúdo adicionado e deve seguir o template indicado. Assim que feito, deverá solicitar a adição na lista.

Lista de Livros & Pergaminhos:
Código:
[quote][b]Nome[/b]
[b]Nível:[/b] (a partir de qual graduação)
[b]Bonificação:[/b] (qual informação)
[b]Autor:[/b]
[b]Descrição:[/b]
[b]Link:[/b] (onde o conhecimento foi adquirido) [/quote]


Pergaminhos de Técnicas da Aldeia


Cada aldeia possui uma ala com os Pergaminhos de Técnicas da Aldeia contendo diversas técnicas aos membros aprenderem, sejam os dados dela ou ela em si, sem custos. Os pergaminhos não podem ser levados da biblioteca, mas os membros podem transcrevê-los para treinar com uma narração de 100 palavras mínimas - ao caso de leitura para obter conhecimento, as normas são consideradas de Informações Gerais. Assim como as demais áreas, eles são subdivididos em graduações.

Caso um personagem queira adicionar uma técnica sua (criada) na lista da aldeia, ele deverá transcrevê-lo em no mínimo 100 palavras colocando a descrição da técnica e selecionando para qual graduação mínima.

Lista de Pergaminhos de Técnicas:

Template para Adição:
Código:
[quote][b]Autor:[/b] (personagem)
[b]Link de Aprovação:[/b]
[b]Graduação Mínima:[/b]
Descrição Geral.[/quote]



Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 6/5/2019, 02:05



Nome: Hoshizora Nephytis | Cargo: Tokubetsu J. | Localização: Kumogakure



Um dos maiores defeitos de Hoshizora era sua ignorância mediante ao mundo exterior, a jovem pouco sabia sobre a vida fora da ilha em que morava, ao ingressar na academia foi praticamente imediatamente graduada como Gennin, não pegando nem o básico dos conhecimentos, e não obteve nenhum obstáculo para se graduar para Chunnin com testes, sua proficiência a carregou até o nível de Tokubetsu sem quaisquer problemas, porém era hora de suprir esse defeito. Após sair do hospital (Solo Qualidade, ref;) foi até a biblioteca, aprimorar seus conhecimentos.

Ninjutsu

Era um tanto patético alguém que compreendia a prática do Ninjutsu ao ponto de poder ensinar até mesmos Shinobis experientes ter que ler a respeito de tal matéria, sua habilidade por si só era o suficiente para validar seus conhecimentos como uma Kunoichi apta em tal conhecimento, porém decidiu folhar rapidamente algumas páginas do livro que continha os ensinamentos básicos para todo Gennin.

O livro continha meramente o básico, de forma que não cativava a atenção de Nephytis, passando os olhos por palavras rapidamente percebia até mesmo alguns ensinamentos contraditórios, que realmente podiam funcionam para alguns, mas não se tratavam de leis e podiam atrasar o conhecimento de outros. Decidiu que seria perda de tempo, folhou algumas páginas para frente indo para o tópico de Genjutsu. 126


Genjutsu

Não era das mais aptas em Genjutsu, e na realidade era a única coisa ali que talvez lhe fosse útil, conseguia identificar ilusões criadas porcamente por seu grande intelecto, mas não sabia os fundamentos reais da arte para poder neutralizar e combater elas. Leu a finco as palavras infantis que explicavam como o chakra do adversário perturbava as correntes de energia do alvo, formando cenas imaginárias que podiam ser anuladas com a reestabilização do fluxo de energia padrão, dor era um método possível para se usar contra Genjutsu, mesmo que não garantido de funcionar. Hoshizora guardava isso na cabeça, seria útil causar dor a si mesmo regularmente em combate para evitar cair em truques sujos. Continuou folhando, o próximo tópico se tratava dos Selos de Mão.122

Selos de Mão

Era um tópico que Hoshizora conhecia bem, porém de seu próprio jeito. Cada selo possuía um nome específico que a garota havia criado equivalentes para si em conjunto com sua irmã, ler os nomes reais lhe causou estranheza de primeira instância, não fazia sentido algum alguns, macaco? Javali? Por que diabos se chamavam isso? Sequer pareciam os animais ela pensava.
Porém algo de útil veio de lá, técnicas de certos elementos são caracterizadas por certos selos, de forma que caso visse seu adversário realizando alguns selos em específicos, lhe dava a vantagem de ter ideia qual elemento sairia de seu truque de mágica, podendo reagir antes mesmo de ter a técnica em sua vista, era uma estratégia arriscada, deveria ser aperfeiçoada em batalha, mas era uma informação nova e útil para a morena. 133

Taijutsu

Segundo para o último tópico do livro de ensinamentos básicos para um Gennin; Arte do combate, se deparava com o Taijutsu, o que podia ser traduzido como simplesmente mover seu corpo desesperado causando danos de maneira bruta. Ok, ela admitia no fundo que diversos usuários de Taijutsu eram hábeis e realizavam técnicas avançadas, mas lhe dava um tanto de desgosto saber que podiam usar simples movimentos para convocar a natureza, e ao invés disso, usavam os punhos de maneira tão primitiva.

O útil daquela leitura foi aprender algumas poses padrões de batalha, modos de se defender de chutes e socos, além de algumas imobilizações simples que nunca teve ideia que podiam ser feitas, no fim aquele livro infantil havia provido grande conhecimento para uma Tokubetsu. 125

Mapa do País

Seguindo para o próximo livro, se tratava da geografia do mundo, em especificamente o País do Trovão, onde se localizava a aldeia oculta da nuvem. Era um conhecimento padrão para todos que viviam lá, e mesmo assim, por incrível que pareça, Hoshizora não sabia. Talvez dado ao fato de ter chego atrasada na região, e nunca ter conversado muito sobre qualquer coisa com outras pessoas, lhe faltava esse conhecimento.

O mapa era simples, bastava uma olhada para compreender as rotas, relevos, estruturas, existia no rodapé algumas notas sobre locais importantes, atalhos e pontos turísticos. Na outra folha, especificava sobre Kumogakure em si, a cidade. Explicando rotas, donde ficava o Quartel General, Hospital, Academia, Biblioteca, Gabinete dentre outros pontos, algo que Hoshizora sofria para localizar por algum tempo mesmo estando vivendo lá por algum tempo, talvez agora conseguisse se guiar com perfeição dentro da cidade. 144

História Básica de Kumogakure

O meio daquele livro dava um pouco de informação a respeito dos acontecimentos de Kumogakure no Sato durante seus anos desde a reconstrução, diversas batalhas e rivalidades foram criadas, alianças formadas e batalhas travadas. Diversos tentaram invadir o cume das montanhas, porém Kumogakure obteve o sucesso em defender sua casa, caso contrário estaria destruída.

Explicava os Kages que já passaram, assistentes, conselheiros e o grupo de assassinos formado em Kumogakure, uma elite especial mais poderosa que a ANBU. Por fim, um pouco da situação econômica do local, os meios de produção e obtenção de dinheiro.

A história do local, economia entre outros não cativava Hoshizora, sinceramente lhe era indiferente o passado do reino, ou melhor, País. O que lhe chamava atenção era o agora, as situações que se desenrolavam e como seriam resolvidas, a história ajuda a não cometer os mesmos erros, e por isso não simplesmente passou por todo o trecho. 152

Mapa Mundí

O final do livro explicava não simplesmente Kumogakure, mas o mundo como um todo. Os olhos de Hoshizora brilharam ao ver o quão grande o mundo em si era, as informações não eram específicas o suficiente, apenas o básico, evidente, eram possíveis rivais e em diversas épocas de suas vidas lutaram combatendo entre si. Mesmo assim, os nomes já sugeriam bem cada âmbito, País do Vento, País da Areia, País do Fogo e País da Água. Existia as rotas para cada local, e a coloração diferente no rodapé explicava o motivo; Verde era florestas vastas, amarelo era um deserto, marrom eram pedras, similar a Kumogakure, porém sem montanhas e por fim, azul era água.

Também mencionava diversos outros pontos, como o País das Neves, do Ferro, entre outros. 128


Chakra Kyuin

Se não bastasse saber o nome das coisas básicas e até mesmo o mapa, técnicas mais avançadas ficavam realmente fora de condição para a morena, ela leu com atenção este terceiro livro explicando "Particularidades de Ninjas". O primeiro tópico era sobre o Chakra Kyuin, uma técnica que usava o toque para absorver as reservas de Chakra do alvo rapidamente, sugando-as para si. Um tanto tenebroso, mas nada temível para alguém que não luta de perto, certo?

Errado, mais a fundo descobriu que tal fundamento podia ser aplicado em técnicas de Ninjutsu, de forma que não somente causavam diminuição na ofensiva do adversário, algumas especiais conseguiam absorver a energia para si, tornando-se mais forte! Uma habilidade devastadora que certamente seria útil saber de antemão. (123)


Iryoninjutsu

Este era um dos poucos que ela tinha noção do que se tratava, os médicos eram presentes na ilha em que morava, obviamente. E utilizando as artes do Ninjutsu se mesclando na cura tradicional, alcançavam uma habilidade rejuvenescedora surpreendente, mas não tinha noção do completa do nome, e também os requerimentos não pareciam algo fácil de se fazer, mas considerando que havia "Ninjutsu" no nome, Hoshizora sentia confiança que conseguiria caso tentasse.

A energia liberada possuía uma tonalidade característica esverdeada, porém não se limitava a cura, Iryoninjutsu abrangia também venenos, tanto extração quanto fabricação deles, o que deixava um novo conceito de médicos na visão de Hoshizora, não eram indefesos e somente capaz de curar, golpes precisos que desligavam o corpo podiam ser produzidos por alguém com tamanho conhecimento, e venenos liberados repentinamente seriam uma arma mortal nas mãos de alguém hábil. 142


Kanchi

O último tópico abordava o Kanchi, nada mais era do que uma técnica sensorial que alguns ninjas desenvolviam ao longo de sua carreira, conseguindo sentir os adversário a diversos metros e pressentindo não somente sue Chakra, como sua localização precisamente e quantos eram, podendo seguir seus movimentos com certa imprecisão.

Conseguir sentir os outros sem os ver, ignorando barreiras e técnicas de ocultação era uma habilidade ridiculamente poderosa, Nephytis sentia-se aliviada de saber da existência de tal antes de enfrentar alguém com este poder, esconder-se e pegar o adversário de surpresa não seria nada menos do que atirar no próprio pé, porém não era possível usar tais técnicas durante movimento, e precisava de um selo constante, um grande ponto fraco. Hoshizora já sabia como lidar contra ninjas sensores, e mais uma vez, o livro se tornava útil. 139


Clãs de Kumogakure

Akimichi: O clã não parecia ser daqui, ao menos as características citadas nunca foram avistadas em grandes proporções por Hoshizora em toda sua estadia, porém era uma informação valiosa e fácil de detectar os mesmos.

Akimichi é um clã tradicionalmente formado por membros de peso acima da média, sua obesidade não é simplesmente uma desvantagem, eles possuem algum tipo de técnica que auxilia no combate de forma direita. Pelo fato de serem gordos, Hoshizora manteria os olhos mais atentos, eram raros ninjas acima do peso, pois debilitaria sua velocidade, de forma que caso algum surgisse, as chances de pertencer deste clã eram altas. O conhecimento das técnicas de outros seria algo muito útil, caso Hoshizora conseguisse várias informações nesse livro, poderia bolar planos para cada um de seus adversários. 128

Yotsuki: Este sim era um clã que certamente era residente de Kumogakure no Sato, lendo a descrição do mesmo diversas figuras surgiam na cabeça de Hoshizora, vários dos membros da vila oculta da nuvem carregam espadas consigo, e tal clã é proficiente com a arma, de forma que são identificados geralmente por um estilo de luta ortodoxo pouco explicado na descrição. "Precisam guardar seus segredos, huh?" Tão quanto no clã Akimichi, no fim as informações providenciadas não auxiliavam em combater diretamente, apenas saber identificar de quem se tratava e algumas características possíveis de combate.

Talvez pudesse buscar alguém deste clã no vilarejo e buscar informação com ele sobre como utilizava sua espada, aprender como se faz é o primeiro passo para saber como quebrar. (125)

Hyoton: Um trecho grifado ao fim do livro chamou minha atenção, assinalado por um Akira mencionava a existência de uma Kekkei especial que produzia gelo, a mesma extremamente resiliente contra fogo conseguia congelar os adversário aplicando danos devastadores. A fusão era óbvia para qualquer um que a visse, Suiton e Fuuton.

Aparentemente eram originados de Kirigakure, ou ao menos o trecho mencionava a aldeia agora afundada, não era fácil entender a letra do rapaz que transcreveu os conhecimentos, mas seu esforço para auxiliar vinha a calhar extremamente, Hyoton. Isso parecia algo perigoso, guardaria a informação com cuidado em sua cabeça, nunca se sabe quando irá enfrentar alguém com habilidades extraordinárias.

Porém, Nephytis não simpatizava com gelo, preferia o calor, a quentura e emoção, de forma que não lhe despertava interesse algum a existência de tal técnica. (135)


Bijuu Básico

Por fim, um dos últimos livros que havia pego se tratava da lenda das Bijuus, considerando estar preso em uma das áreas restritas, provavelmente seria para desmentir tamanha falácia, explicando realmente como alguns ninjas possuíam tanto poderio. Mas não, eram reais, a menção no livro não simplesmente confirmava que tais criaturas abissais existiam, elas eram em grande quantidade; Nove no total, monstros com propriedades especiais, que conseguiam destruir vilarejos sozinhos se bem preparados.

E não somente isso, tanto poder podia ser preso, trancafiado dentro de um ser humano, de forma que as habilidades do usuário, chamado de Jinchurikis, dominavam a besta abusando de seu poder para se tornar armas militares dos vilarejos, destruindo tudo em seu caminho do mesmo jeito que as próprias "caudas" faziam. 125

Considerações:



HP: 1175/1175 CH: 1375/1375 STM: 00/06 feito por @MilkWho
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 6/5/2019, 11:42

@
Biblioteca de Kumo - Página 3 OxxAo3l

Database
Database
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 OxxAo3l

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 11/5/2019, 22:44










Kaguya Natsumi




Depois de descansar da sua última missão, a mais difícil de sua vida ninja, Natsumi queria tirar algumas dúvidas e matar a curiosidade de outras. O melhor lugar para ir naquela noite de Kumogakure era a biblioteca. Não demorara muito para chegar até o local e ver que estava vazio. O horário poderia ser um dos fatores para isso, e ela gostava, seria boas horas de leitura.

Mapa do País

Começar do começo pode parecer pleonasmo, mas é o melhor caminho para aprender, principalmente para Natusmi que pouco ia para a zona dos livros. Na área mais simples e inicial da biblioteca, ela observara livros e pergaminhos, e um deles com o subscrito do País do Trovão chamara sua atenção. Rapidamente o pegou e trouxe até uma mesa. Nem mesmo se sentou, abriu ali mesmo e viu todo um mapa do País que já conhecia muito bem, mas conhecimento nunca é demais. Não pestanejou em observar todos os detalhes que ele grande papel tinha: via as montanhas, rios, cachoeiras, estradas, campos, simplesmente tudo que podia. A grande Vila da Nuvem estava demarcada ali e servia de base de memorização para a jōnin. Satisfeita, enrolou o pergaminho e o guardou.

Mapa Mundi

Ao lado do pergaminho do País do Trovão, havia mais um, mais grosso e maior, Natsumi teve sua curiosidade atiçada ao ver aquilo, talvez seria algo mais interessante a se ver… e era. Guardou um e pegou o outro, com calma inspecionava aquele pergaminho, vendo seus detalhes de construção, antes mesmo de abri-lo, era mais bonito, parecia significar algo mais valioso. Chegou a mesa e logo abriu, com todo o cuidado certamente, e percebera algo melhor que o mapa de seu próprio país: o mapa do mundo inteiro. Olhou aquilo com todo o cuidado, pegando cada detalhe, cada país aquilo mostrado: Fogo, Trovão, Ar, Terra e Água. Neles ainda havia mais coisas, as vilas. Konohagakure no País do Fogo, Sunagakure no País do Ar, Kirigakure no País da Água, Iwagakure no País da Terra e, já conhecida, Kumogakure no País do Trovão. Ficou feliz em saber que havia mais vilas do que somente a sua de nascença, seus planos podiam mudar dali em diante. Enrolou com cuidado e devolveu onde estava.

História Básica do Vilarejo

Procurando mais coisas para ler, a jōnin andava pelas prateleiras procurando algo. Ali, ainda na sessão mais simples, via uma parte somente para coisas destinadas a vila em si, Kumogakure no Sato. Escrituras, pergaminhos, livros, muitas coisas sobre a vila onde a Kaguya havia nascido. Projetou uma feição séria de curiosidade quando via um livro, onde era até que grande, mas não tinha nada lhe impedindo de ler tudo. Pegou-o e lia sua capa: História de Kumogakure. Ela estava ali para aprender, então saber o que a vila passou era de suma importância. Saber sobre os primeiros anos de fundação da aldeia, as famílias que passaram, os líderes, todos os eventos, era algo que cativava a mulher a continuar. — Nossa… — proferia a si mesma quando fechava o livro e ia guardar onde o pegou.

Conhecimentos Básicos do Clã: Yotsuki

Quando lia a história de Kumogakure, Natsumi acabou criando um interesse por um dos clãs que fundaram a Vila da Nuvem, a família Yotsuki. Ao terminar de ler o livro da história, começou a procurar pela biblioteca se havia algo sobre eles. Uma procura que gerou frutos, ela achara um outro livro, com o nome Yotsuki gravado na capa. — Sabia. — falou ao pegar o livro nas mãos. Voltava a sua mesa e sentava, abrindo o livro e começava a ler sobre. A história do clã era parecida com que tinha nos contos de Kumo, mas de uma perspectiva mais pessoal do primeiro Raikage. Lia aquilo com certo prazer, estava se satisfazendo com aquilo. No momento que chegava em páginas em branco, ficou confusa, a primeira coisa que fez foi aplicar um pouco de chakra, e por incrível que pareça deu certo. Mais páginas foram reveladas. Dessa vez contando mais sobre habilidades, tinha pouca coisa, mas o mais interessante dali era o Kumoryū, um estilo de luta provindo deles. Lutar com espadas era a especialidade deles, então ter algo do tipo em seus registros era formidável. Deixava o livro onde pegou e partia para o próximo.

Iryoninjutsu Básico

Procurando um pouco mais sobre o que ler, acabou caindo na ala de um rank maior, chūnin, e ali deu um ânimo a mais para ver o que tinha, praticamente tinha “zerado” a ala de genins. Passando o olho pelas prateleiras, via três pergaminhos juntos e lado a lado, em suas frentes estes nomes: Iryō Ninjutsu, Chakra Kyūin e Kanchi. Interessou-se rapidamente por aquilo e logo os pegou para estudar. Primeiro deles seria o Iryō Nin. Abria o pergaminho daquilo e percebia que se tratava de uma habilidade totalmente diferente que já tinha visto antes, o uso do chakra para curar era uma coisa um tanto quanto novidade para Natsumi, apesar de ser uma coisa antiga. Lia tudo com cuidado e partia para outra.

Kanchi Básico

Enrolava o pergaminho de Iryō com cuidado e deixava de lado, escolhia outro, aquele com o nome Kanchi. Desenrolou-o e as palavras apareciam perfeitamente, bem conservado. Os olhos azuis da Kaguya perambulavam enquanto captava o que ali estava escrito. Uma habilidade sensorial, sentir o chakra de outras pessoas. Natsumi se desconectou um pouco da leitura e lembrou da missão que tinha acabado de retornar. O seu parceiro, Yato, havia dito algo semelhante, na parte do bar. A jōnin então concluía que o garoto prodígio de Kumo era um usuário dessa habilidade, ou então tinha algo a mais com ele. Lia mais um pouco sobre como era sentir o chakra, e como era bom esse tipo de ferramenta para diversas tarefas.

Chakra Kyuin Básico

O pergaminho do Kanchi fora devidamente colocado junto com o de Iryō e Natsumi abria o último deles, o do Chakra Kyūin. Os dois pergaminhos anteriores tinham a descrição e funcionalidade de habilidade especiais, e este não seria diferente para a jōnin da Nuvem. Absorção de chakra e jutsus, algo que despertara o interesse da kunoichi. Uma habilidade como aquela seria de utilidade para a ninja, que já pensara em diversas alternativas de usar e abusar de sugar chakra dos outros. Mas já também pensava no caso de enfrentar alguém com esta ferramenta. Observava mais um pouco como usar sua energia para conseguir roubar a coisa mais importante para um ninja, seu chakra. Finalizava lendo sobre como surgiu. Havia terminado o trio de pergaminhos que havia pego e assim ia guardá-los.

Quando colocou os três no lugar, um bocejo tomou conta do seu corpo, era o sono batendo e seu físico pedindo descanso. Não tinha mais força e foco para continuar a ler, ou dormiria ali. Decidia então retornar para sua casa.

Natsumi; 1875 2250 00/08

Considerações:
Aparência:
Jutsus Utilizados:
Skull & Beer
Genin
Skull & Beer
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 13/5/2019, 09:02

Biblioteca de Kumo - Página 3 Aprova16

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 ECbhQux

Tamashi
Genin
Tamashi
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 ECbhQux

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 8/7/2019, 10:42




Biblioteca de Kumo - Página 3 Tenor

Tamashi estava animado com os últimos acontecimentos de sua vida, porém o peso da culpa que a falta de poder e conhecimento o trazia ainda era grande, fazendo com que o garoto ainda se sentisse culpado, mesmo que feliz.

Já entediado e com essa busca pelo poder, Tamashi buscava uma forma de melhorar suas habilidades, o primeiro lugar que buscou foi a biblioteca, com bases teóricas seria muito mais capaz de fazer treinos efetivos e até mesmo agir de outras formas de acordo com o que a situação pedisse.

Conhecimento Geográfico do País. (114/100)

O primeiro pergaminho que Tamashi buscou, foi um que se tratava de informações sobre a geografia do pais, algo que seria de extrema importância para sua carreira militar, era fantástico a riqueza de informação daquele mapa, ele era extremamente completo, o garoto logo o devorava, sem ao menos parecer piscar, Tamashi não tirava os olhos do livro, era até meio bizarro para aqueles de fora que olhassem aquela fixação do garoto pelo texto, logo Tamashi conhecia melhor seu pais, o pais no qual cresceu, como um astuto leitor não foi tarefa difícil para o menino terminar o livro em poucas horas, logo já via que seus pensamentos sobre esse treino seriam realmente as esperadas

Conhecimento Geográfico Mundial Básico (113/100)

Assim que terminava o primeiro livro o garoto se manteve naquela mesma proprosta, afinal conhecer o terreno e suas limitações eram condições essenciais para que ninjas se virassem, o segundo pergaminho que achou se trava de um grande mapa, mesmo que incompleto ele não parecia carecer de informação nunca vista pelo garoto, era um mapa simples de todo o mundo, mostrando cinco grandes vilas, um deles eram a própria Kumogakure, o garoto ficava novamente espantado com aquela informação, talvez devesse se aprofundar mais em relação ao estudo dessas outras vilas, afinal toda informação era útil para que se tornasse mais forte, e era o que ele  buscava, até mesmo em um simples mapa.

Conhecimentos Básicos sobre Kanchi. (110/100)

Agora já mudando a área de suas pesquisas, Tamashi encarava outro pergaminho, de capa alaranjada o pergaminho ostentava em uma letra chamativa a palavra “sensor”, o garoto não esperou para abrir e ver o que tinha escrito ali dentro, se era realmente tão interessante quanto sua capa, o que novamente o surpreendeu, o pergaminho se dirigia informações básicas, mas valiosa de uma habilidade fascinante que alguns ninjas teriam, seria a capacidade de localizar e detectar pessoas através da presença de seu chakra, Tamashi logo relacionava aquilo com o ninja que já teria enfrentado antes em seu exame, que sem olhar localizou a presença de Tamashi e de sua parceira Enma.

Chakra Kyuin Básico (115/100)

O garoto tinha se interessado muito pelo conteúdo do ultimo livro, esse interesse foi tanto que começou a buscar outro livro que aparecesse com o ultimo, depois de muita procura, achou algo parecido, outro livro extremamente chamativo, talvez por alguma individualidade do autor, aquilo seria muito comum para Tamashi em seus estudos, o livro da vez era relacionado com técnicas de absolvições de chakra, algo que Tamashi nunca tinha visto, mas que parecia ser muito interessante, no texto continha algumas informações básicas sobre sua importância e existência — Técnicas de absolvição... Isso pode ser interessante, eu espero não ter que enfrentar algo assim — pensava o garoto enquanto depois de terminar o livro já buscava outro.

Conhecimentos Básicos de Iryoninjutsu (139/100)

Tamashi ficava cada vez mais animado com os seus estudos, em pouco tempo teria aprendido coisas que não tinha noção em toda sua vida, logo procurava mais um livro, sem saber o que esperar agora, achava mais um livro, dessa vez menos chamativo, o livro continha textos interessantes sobre um Ninjutsu, um Ninjutsu especial, era relacionado com médicos, logo Tamashi ligou isso com o doutor. Seu nome é Iryo, um jutsu médico que Sérvia principalmente como cura, alguns ninjas despertavam essa habilidade com estudo, normalmente se focando mais em salvar pessoas do que correr inimigos — Isso é incrível, eu preciso aprender isso o mais rápido possível! — dizia Tamashi ao terminar o livro, pensando que com ele poderia ser mais próximo do homem que o doutor foi um dia, o homem que o garoto mais admirou em toda sua vida.

Conhecimentos Básicos de Ninjutsu (121/100)

— Ainda tenho muito tempo para estudar — pensava Tamashi agora já bocejando, passando sua mão nas estante enquanto procurando outro estudo ou livro interessante, até que achou o que seria ser seu último livro, o livro contava sobre práticas de Ninjutsu, sobre a história e força, era um exemplar incrível, que explicava com perfeição os tipos de transformação e liberações dessa técnica, Tamashi já era usuário desse estilo de luta, mas a leitura o chamou atenção, pois acrescentava ideias que ele não sabia, coisas que poderiam ser muito úteis em determinados tempos, o básico Tamashi agora já sabia, porém agora queria saber mais, e talvez isso só conheceria em um campo de batalha, e em nenhum outro lugar, apenas enquanto estivesse lutando.

Tamashi então, logo decidiu ir embora, pegou sua mochila e cansado com o corpo extremamente pesado decidiu sair da biblioteca, correndo até a sua casa para dormir.

Considerações:

Buffs:

jutsus:


Contadores:


HP: 450 - 450 | CH: 550 - 550 | ST: 0/4


Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

Rocky
Shugonin Jūnishi
Rocky
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 8/7/2019, 10:51

Aprovado, conhecimentos adquiridos.

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 Original
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

'Aoi'
Genin
'Aoi'
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 22/7/2019, 13:04

/

Biblioteca de Kumo - Página 3 1957187-bigthumbnail

A manhã, junto com os raios solares, trazia também uma gélida brisa de inverno. As arvores poucas folhas tinham, o chão umedecido devido a baixa queda que teve, e um cheirinho de orvalho dava ao menino de 9 anos, recém graduado no ranqueamento hierárquico Gennin, uma alegria e inspiração. - Um belo dia! - Mal acordava naquela manhã e já abria a boca em entusiasmado tom, para que assim, do segundo andar de sua casa, de seu quarto, seu pai pudesse lhe ouvir ou seus vizinhos, ou até mesmo alguém que passasse na rua naquele momento. - Bom dia... Tô indo para a oficina. - Seu pai, um pouco velho e barrigudo dizia, coçando sua pança e bocejando de sono... o homem trabalhava dias e noites, um tempo de folga não ia matá-lo.  
- Sim senhor! - Exclamava saltando da cama e rapidamente a arrumava, tomava um banho e fazia suas necessidades pela manhã, para então finalmente descer. Descendo rapidamente as escadas, passava pela cozinha e pegava uma maçã da fruteira e corria direto para fora de casa, passando pela oficina e dando um até mais para seu pai.  
O poncho lhe acobertava bem naquela época do ano, ainda mais tão cedo assim, onde as temperaturas são mais baixas. Andando pelas ruas da Vila da Nuvem, o menino passava os olhos sobre os edifícios e casas, além das montanhas e instalações que nelas jaziam. - O que será que faço agora? - Se perguntava com um pedaço da maçã na boca, e a fruta avermelhada pendia sobre sua - única - mão. A visão de mais pessoas se tornam mais frequentes, as ruas estão mais agitadas... Estava adentrando o centro da vila. - É isto! - O menino exclamava em alto bom tom, empolgado. Corria por entre os civis e alguns Shinobu até alcançar a porta da fachada frontal da biblioteca da vila.  
Passando pelo portão do que dava acesso á sala principal, pouca gente se encontrava ali além de alguns Shinobu que trabalhavam no local. Me dirigi em uma ala aleatória, queria conhecer algo, mas não sabia o que exatamente. Caminhava em passos lentos, olhando para os lados entre duas estantes gigantes repleta de livros das mais variadas formas e cores, visualizando o que mais me chamaria a atenção. Tempo se passava e nada de um livro em especial, nenhum que me chamava atenção. Quando que caminhando um pouco mais a frente, um lugar reservado para leitura, pendia sobre uma mesa um livro de pequeno porte. Olhava para ambos os lados e via que não tinha ninguém ali, talvez a pessoa que estava lendo o livro tivesse saído e esquecido de devolver ao seu lugar.
Sentava na cadeira e me ajustava para uma leitura, abria o livro começando pelo sumário para ver o que se tratava. - “A existência e funcionamento básico do Hyoton. Feito por Awake” - Falava em um tom audível, mas não tão alto, não tinha ninguém ali além de mim, então podia falar daquele jeito, eu acho... Folheando mais as páginas, finas e desbotatas, se tratava de uma natureza de chakra peculiar, usando a formação da Liberação de Água (Suiton) e Liberação de Vento (Futon) para então, combinando, ser possivel usar a Liberação de Gelo(Hyoton). - É uma Kekkei Genkai como o meu Jinton... - Ficava espantado por descobrir que além da minha formação de três naturezas, também havia outra. - Então deve haver mais Naturezas de chakra complexas por aí. - Pensei sobre o assunto olhando o mesmo trecho que acabara de ler. Passando por outras páginas, o menino também descobriu que a tal natureza de gelo, é passada apenas na linhagem sanguínea do Clã Yuki, um clã bastante desconhecido pelo mesmo.  - Clã Yuki, que trás consigo uma Natureza de Chakra e de alta resistência ao calor... Queria conhecer alguém assim. - O menino lia mais sobre os Yuki e Hyoton, deixando de lado uma parte do livro falando de Kirigakure. Após terminar a leitura, deixei o livro no mesmo lugar. Saia do local com um conhecimento a mais.
HP: 200|200 CH: 200|200

Itens:

Usados:

Considerações:
Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

Rocky
Shugonin Jūnishi
Rocky
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 22/7/2019, 13:10

Treino aprovado, conhecimento adquirido.

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 Original
Biblioteca de Kumo - Página 3 FwEdX3H

Shizui
Tokubetsu Jonin
Shizui
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 FwEdX3H

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 22/7/2019, 22:18

Conhecimento, uma das coisas mais importantes para um ninja. Estar bem informado da uma vantagem graciosa aos seus possuidores, cabendo a eles usa-los como bem entendem. Usufruindo de sua nova posição dentro da aldeia o jovem garoto recém promovidos a tokujo agora queria obter maiores conhecimentos, o bastante que lhe pudesse ser útil algum dia. Por isso se encontrava na biblioteca. Ao entrar não avistava ninguém em seu interior além da responsável pelo local, a menina que outrora havia ajudado na limpeza. Agora era diferente, ele não tinha mais tal patente para se limitar a aqueles tipos de serviço, agora fazia trabalhos mais arriscados pelo bem de sua vila.

Seus olhares se encontraram e de forma educada lhe cumprimentou. Não se manteve por muito tempo, apenas caminhou até o interior do local em busca de pergaminhos com informações que lhe agregassem valor. A primeira área a chegar fora a disponibilizada aos gennins, antes tivesse ido quando era um, pouparia um pouco do seu tempo nesse momento. Enfim, se aproximou de um dos pergaminhos e o retirou da estante o abrindo diante de seus olhos.

Mapa Mundi:

Diante de sua visão o documento apresentou um grandioso mapa contendo todas as grandes cinco nações, com suas principais vilas ninjas se tratando das cinco grandes e principais. Sim, kumo estava incluído entre elas. Já era de se esperar, visto que seu poderia militar era vasto. Seus olhos seguiram até as demais chegando primeiramente na vila da folha e sua direção, ela foi uma das primeiras a ser criada, pelo menos foi o que escutara em seus ensinamentos. Passou-se em seguida para Iwa, sendo observada por pouco tempo, logo veio Kiri, uma vila muito boa por sinal, mas que não estava mais entre as grandes visto o que ocorreu, assim como suna. Visto todo o mapa guardou o pergaminho e foi direto até outro.

Mapa do País do Trovão:

Havia um outro pergaminho, este sendo um pouco menor do que o anterior. Seus dedos perseguiam a fita que o mantinha fechado, o abrindo de forma rápida e cuidadosa. Aquele documento dizia tudo sobre o país do trovão, país este o qual ainda se mantinha. Era um vasto território, e com muitas pessoas morando por lá. Cheia de montanhas e etc, o que dificultava também a movimentação de estrangeiros. Não tinha muito interesse pelo local, sentia-se fora do seu mundo e não fazia parte daquele lugar, porém precisava ter conhecimento sobre a região. Após a leitura detalhada o papiro era guardado, e depois o jovem se retirava do local. Caminhou pelos corredores empoeirados e pouco depois deixava de vez as dependências da biblioteca.

HP: 375/375 / CH: 375/375 / ST 0/5

Adendos:

_______________________

Ficha | G.F | Banco | R.D | C.J | C.H | Mod.Ag | Org |  Template

Biblioteca de Kumo - Página 3 HLPGI48
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Blackfeather'
Genin
Blackfeather'
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 22/7/2019, 22:28

@

_______________________

Live 'til the day that you die ...
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 9/8/2019, 08:36


HP: ❲ 225 • 225 ❳ CH: ❲ 225 • 225 ❳ ST: ❲ 00 • 03 ❳
O conhecimento é uma das coisas mais importantes na vida de um ninja. A informação pode ser uma grande vantagem se o possuidor souber usufruir disso. Sempre mantive essa filosofia em mente, por mais que fosse um pouco idiota, desde que meu pai faleceu eu tive de me virar com o pouco que tinha. Devia eu ter toda a informação para sobreviver como uma órfã no vilarejo e onde conseguiria abrigo e alimento. Perambulei na ruas até achar a biblioteca, adentrei com o intuito de obter informações e exercitar os miolos. Meu foco era ler sobre artes marcias, mas a situação levaria para outros caminhos. Com a destra abri a porta um tanto desconfiada, sempre olhava os arredores antes de fazer algo, era hábito de quem praticava a arte da cleptomania. Esgueirei-me para dentro sem nem pestanejar, mas fui logo dando de cara com a bibliotecária responsável pelo local. A senhora me observou de cima a baixo analisando meticulosamente o que eu era. Confesso que minha aparência não era como a de outras crianças, eu usava roupas velhas e costuradas.

Seus olhares se encontraram e de forma encabulada lhe cumprimentou. Tentei rapidamente observá-la para não me surpreender. Talvez fosse ruim ter uma pessoa naquele estado frequentando o ambiente educativo. O silêncio fora quebrado pela pergunta padrão de todo bibliotecário.

-- O que desejas? -- Dizia olhando para mim com seriedade. Seu rosto não manifestava nenhuma expressão de agrado ou desagrado, era difícil ler.

--Eu -Eu só queria ler -- Coloquei as mãos no bolso e aguardei como um condenado aguarda seu julgamento

-- Entre logo e não cause problemas

A mulher permitiria minha entrada, e eu não perdi tempo, desloquei-me até uma mesa e catei dois livros que continham informações de mapas locais e mundiais. Abandonei a ideia de ler sobre artes marciais pois minha prioridades mudaram do nada. Não havia motivos para aprender aquilo, ao menos era o que pensava, mas certamente um dia essa informação lhe seria útil. Tomei o livro maior e iniciei as leituras. O abrir da cama revelaria um grandioso mapa contendo todas as grandes cinco nações, com suas principais vilas ninjas se tratando das cinco grandes e principais. No primeiro momento pude notar que Kumo estava no meio dela, apesar de não entender nada do seu vilarejo atual. As informações sobre os outros vilarejos eram extremamente rasos, não falavam nada além de vegetação  e relevo. Talvez porque nenhum governo quer que seus inimigos saibam sobre seu território.

Além dos grandes países haviam outros pequenos, que viviam em territórios pequenos e fazendo fronteiras com todos eles. O que mais me chamou a atenção seria o país do arroz. Um local com vario campos de arroz e lavouras, certamente deveria haver comida em abundância e isso já despertava a curiosidade de querer conhecer esse território longínquo. Retirei do meu bolso um pedaço de papel e um lápis para anotar tópicos sobre o que eu aprendido, nome dos países e informações simples que poderiam me auxiliar de alguma forma. Coloquei aquele livro de lado e peguei o pergaminho, que também falava sobre geografia, mas esse era direcionado ao conteúdo do país do trovão.

Meus dedos perseguiam a fita que o mantinha fechado, abrindo de forma rápida e cuidadosa, vislumbrei o conteúdo inicial e suas grandes figuras. Aquele pergaminho possui informações precisas sobre o grandioso país do trovão e seus domínios. Era um vasto território, e com muitas pessoas morando por lá. Cheia de montanhas cordilheiras maiores que as nuvens, o que dificultava também a invasão de estrangeiros por não serem acostumados a extremas altitudes. Particularmente eu não tinha interesse em aprender sobre, mas eu devia exercitar o intelecto e isso me fizera a absorver as informações com afinco e sede.

Acima da mesa, encontrou-se com outro pedaço de pergaminho, fazia conjunto com o que eu estava a ler. Com cuidado para que a delicada folha não fosse danificada, desembrulhou a projeção cartográfica, notando uma epígrafe no alto do documento.Kaminari  no Kuni, era o que estava escrito, ainda com os respectivos kanjis desenhados abaixo do nome. Mal pude reconhecer aquilo, eu era leiga demais para entender tudo. Todavia os desenhos indicavam rotas e estradas do país, assim como campos abertos e áreas menos povoados, de fato era um mapa interessante cujo metade das informações eram incapazes para a menina compreender. -- Isso é complicado -- Resmungava ao ver as gravuras confusas organizadas em um padrão diferente. Certamente isso tudo era novo na mente da pobre garota, mas ela deveria se concentrar para não ficar nervosa e o pior ocorrer…

Tratei de me controlar e ler até entender, ver as legendas para entender o que cada símbolo representava e qual das cores significava algo relevante. A cabeça estava focada naquilo e certamente todo o esforço seria convertido em um forte aprendizado, assim cumprindo o objetivo pelo qual perambulou as ruelas até tal local. Vasculhei o pergaminho novamente, dessa vez eu deveria saber ler e entender as questões cartográficas transcritas naquele velho material. Meus castanhos olhos conseguiram deduzir parte do que seria aquele mapa, bem melhor do que a primeira vez, consegui sair do patamar de idiota para um nível maior. Sua mente não mais pensava sobre combates e lutas. Retirei-me do local assim que concluir a leitura do pergaminho.

Antes de sair do local eu virei minha cabeça para o lado e ver que tipo de títulos eu poderia encontrar e se fossem realmente úteis e atrativos a ponto de me forçar a dar a meia volta para devorá-lo. Alguns títulos era sobre culinária, psicologia e histórias e nenhuma destas chamaria minha atenção. Inexistia tempo para ler histórias ou aprender a fazer bolo, sendo assim, tratei de me deslocar para fora dali ignorando a pilha de livros observadas.

Considerações:
Equipamentos:
Jutsus Usados:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 9/8/2019, 18:40

@OK
Biblioteca de Kumo - Página 3 The-nuclear-weapon

Netero
Tokubetsu Jonin
Netero
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 The-nuclear-weapon

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 27/12/2019, 17:26

Castiel era um homem cuja preguiça muitas vezes o impedia de evoluir constantemente, entretanto, ele tinha uma peculiaridade interessante. Quando iniciava algum trabalho ou mesmo se dispunha a algo, ele não parava antes de terminar e concluir totalmente seus objetivos. Por isso ele partiu do campo de treinamento, voltando à biblioteca de Kumogakure. Ele adentrou o local, cumprimentando a senhora de outrora que ainda estava lá. Dessa vez ele não tinha uma ideia certa do que queria. Entretanto, ao observar os livros ali viu um titulo que pareceu lhe agradar: Mestrado em Ninjutsu.

Ele pegou o livro e o alugou, dessa vez não mudaria de ideia no caminho, seu rumo era o Chapéu de Javali, um bar conhecido em Kumogakure.

200 HP
186 CH

ST: 00/02

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 27/1/2020, 23:22


HP:1025CK:1875ST: 00/06



A chegada da biblioteca após a conversa com a raikage foi rápida eu não tinha tempo a perder e também não poderia vacilar, era a hora de estudar antes de partir.

(Mapa do país)
Eu estava na biblioteca depois de minha reunião com a raikage por um único objetivo. Precisava adquirir conhecimento sobre o mundo que eu iria explorar em breve e para isso precisava conhecer o meu país e também o meu mundo, não queria me perder em viagem arriscando a me ralar de maneira magistral, por isso sempre mantinha meus conhecimentos em dia o suficiente para me livrar de qualquer empecilho colocado por inimigos ou até mesmo a própria natureza, eu não poderia dar sorte ao azar. Para isso iniciava a minha leitura do pergaminho contendo informações de meu país natal, ali diversas informações se faziam claras como o dia, e me preenchiam a mente de maneira que ficariam armazenados ali eternamente, eu não costumava falhar em meus objetivos, eu não costumava falhar nunca. Continuei minha leitura até o momento que havia decorado todas as nuances básicas do país, me dando por satisfeito em um primeiro momento, não tinha muito mais a fazer, então era a hora de iniciar os estudos sobre o mapa mundi, mas antes disso iria dar uma breve pausa para tomar algo, precisava de uma breve pausa, para pensar no meu rumo que seria traçado ainda dentro do país.

( Mapa mundi)


Após alguns minutos de traçado de objetivos, retornei aos estudos pegando agora o mapa mundi, ele era mais amplo, suas escalas diferentes e o conhecimento que eu poderia tirar dele era mais vasto. Primeiramente analisei as fronteiras de Kumogakure, ali tendo o meu primeiro alvo, Shimo, que era uma vila menor, porém ficava na fronteira e isso era complicado, afinal alguém queria derrubar Kumo, e infelizmente para os guardas de Shimo eles iriam me conhecer pessoalmente. Continuei minha leitura de maneira dedicada, mantendo o mesmo ritmo de leitura do artigo anterior, cada nome de vila menor e suas características básicas entravam em minha mente de maneira permanente era isso que eu queria as informações mais necessárias de todas. Mais algum tempo se passou até que finalmente eu havia lido e decorado o mapa todo.

Foi então que ali mesmo na sessão dos jounin um manuscrito me chamou atenção.

(Mokuton)



Peguei o manuscrito contendo informações sobre o Mokuton, uma liberação raríssima segundo eles, que continha poderes além da imaginação e senso comum. Com essa informação comecei a leitura, descobrindo as origens do mokuton, que vinha desde os primórdios do país do fogo, uma kekkei genkai rara que possuía habilidades de incontáveis usos, favorecia a regeneração de tecidos, e celular, além de que era poderosa o suficiente para conquistar e derrubar nações, e ainda proteger a própria nação, as informações passadas eram básicas, mas em algumas palavras ficava claro que aquilo se transplantado em um ninja poderia ajudar em sua saúde, e se ela fosse transplantada em um Uchiha, qual seriam seus efeitos? Ficava o questionamento interno, mas um dia eu poderia descobrir a respeito disso.

Jutsus Usados:
Equipamentos:
aparência:
ATENÇÃO:
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 28/1/2020, 02:38

Certo
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 1/2/2020, 15:35


HP:1025CK:1875ST: 00/06


As informações valiam muito, ainda mais sobre meu clã, por tal motivo estava novamente na biblioteca. Peguei os pergaminhos sobre os Uchihas, aquilo me dava calafrios somente de pensar no conteúdo que continha em seu interior, trazendo certo sentimento de aflição antes de começar a leitura. Abri o pergaminho e iniciei a leitura, o clã Uchiha, fundado no país do fogo, um dos fundadores de Konoha. Aquelas informações básicas eram apenas a introdução do que realmente havia acontecido, anos e anos se passaram até que alguns experimentos começaram a ser feitos com meus consanguíneos, torturas, todos os tipos de coisas que causavam até mesmo enjoos, como um ser humano poderia tratar uma linhagem toda de tal forma?

- Isso aqui não pode ser real. - meus olhos continuavam a percorrer aquelas informações, o queixo caído, o coração saltando pela boca, um sentimento que me causava uma raiva além do comum, eles haviam destruído o que poderia um dia ser minha família, quem deveria pagar por aquele erro? Eu não saberia responder, mas algo me dizia que o mundo ao fazer silêncio sobre isso também era culpado, as vilas, todos aqueles que permaneceram inertes um dia deveriam quitar suas dívidas para o clã Uchiha, cedo ou tarde a conta iria chegar.




Jutsus Usados:
Equipamentos:
aparência:
ATENÇÃO:
[/quote]
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 23/3/2020, 03:48



As informações sobre as bestas de cauda abrigadas pela biblioteca de Kumo não foram muitas, nem muito específicas. Das criaturas apenas fora descrito o mito que as envolve, seus nomes, que indicavam o número de caudas de cada uma, quantas andavam pelos cantos do mundo e as formas que moldavam seus seres. Em consequência de suas existências, o pergaminho escasso também continha informações das pessoas que serviam como receptáculo para o selamento das criaturas, os Jinchūrikis. Gravei detalhadamente cada palavra do papel que apesar de informativo, apenas serviu de combustível para uma pilha incontável de perguntas, especialmente acerca da consciência dessas existências.  

HP [650/650] | CH [1300/1300] | ST [1/5]

Considerações:
Equipamentos:
Descrições:
Biblioteca de Kumo - Página 3 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 23/3/2020, 09:11

@

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Copy Cat
Genin
Copy Cat
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 17/4/2020, 14:42




Era comum os trejeitos de Ikibii serem confundidos com os de pessoas destinadas a vida no campo, seu interesse acima do normal pela natureza e o respeito aos animais eram as principais características que o colocavam nessa visão, além da simpatia acima do normal muitas vezes, apesar de seus observadores não perceberem a máscara social que vestia. No fundo é possível que o rapaz detestasse parte da sociedade.  

Contra o estigma da sua aparência, fazia uma de suas visitas semanais na biblioteca do vilarejo em busca de ampliar seu conhecimento acerca do mundo. Sabia que a principal fonte de conhecimento estava na prática do que se queria conhecer (incluindo pessoas nesse raciocínio), mas também reconhecia que os livros eram bons norteadores das pessoas. Pelo menos os da biblioteca de Kumo e, falando na vila, Ikibii encontrou-se com um mapa exposto e mal guardado logo no início do mar de livros. As gravuras eram belas e chamavam atenção por mostrar o território mundial com poucos, mas bonitos detalhes.

Observou bem as localizações que o cercavam pelo mundo e seus olhos atentaram-se aos lugares marcados como florestas ou abrigos de muita natureza. Era parte de seus planos conhecer o mundo e, principalmente, as partes mais remotas e naturais do planeta que vivia. Enrolou de volta o pergaminho com algumas anotações sobre os estudos e encerrou a ida na biblioteca com um aceno simpático para o recepcionista.


HP [450/450] | CH [450/450] | ST [0/2]

Considerações:
Equipamentos:
Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr10

Kaden
Jōnin
Kaden
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr10

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 17/4/2020, 21:52


_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

Biblioteca de Kumo - Página 3 4048e672359970f4d46029c6deeef501

Starrk
Chūnin
Starrk
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 4048e672359970f4d46029c6deeef501

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 9/5/2020, 23:10

1.1 Mapa da vila.
Um dos poucos lugares a qual já fui na vila era a biblioteca, agora eu sentia que deveria conhecer mais afinal não tinha alguém que pudesse conversar comigo ou me contar coisas interessantes eu não tinha amigos e meu pai estava morto. Chegando a biblioteca aquele clima calmo me irritava no começo mas tinha de acostumar-me, afinal eu estava disposto a tentar e peguei o pergaminho na sessão iniciante com informações sobre a geografia da vila e fui confirmando cada lugar que eu conhecia até ouvir nomes que não haviam sido citados para mim antes por ninguém e que logo logo, seria de grande utilidade saber tais coisas para se mostrar útil ao Raikage-sama quando este ordenar-me numa missão ou algo do tipo.

1. Mapa mundi
Com a curiosidade atiçada pelo mapa anterior procurei num pergaminho maior informações e não demorou muito até encontrar o mapa do mundo, era atualizado demais contendo até mesmo a localização de onde se passou o Chunnin Shiken anterior, chamava-se Uzushiogakure e o seu líder denominava-se Mizukage, isto trouxe a minha curiosidade a tona afinal havia diversas nações cada uma com sua particularidade, muito pela sua localização regional que se encontrava e era possível encontrar diversas nomenclaturas para nossas nações tais como país do fogo, da água, etc, Kumogakure no Sato, diversas e incríveis. Era realmente bem divertido ler aqueles pergaminhos e pensar que nunca tinha visitado a biblioteca antes, era um verdadeiro desperdício terminei este pergaminho e fui a seção.

2. História da vila.
Um pergaminho era no fim mais interessante que o outro, este que achei tratava-se da história da vila da nuvem desde os primórdios, falava da sua localização geográfica e quando foi feita e seus líderes desde o primeiro até o atual Raikage-sama, e como suspeitei eram um mais extraordinários que o outro claro com suas particularidades e políticas diferentes mas tudo conforme a necessidade, haviam clãs tradicionais da vila da nuvem mas particularmente achei aquele assunto muito chato e o pulei, houve conflitos no passado com outras vilas entre o líder deles com o Raikage-sama, não havia informações de quem havia ganho no passado mas tudo indicava que a vila da nuvem foi soberana em suas batalhas, isto é claro, achismo meu. A antiga Raikage, Arthuria Pendragon, tinha elos bem fortes com a folha e o cara do teletransporte, mas curiosamente não havia muitas páginas sobre ela e adiante é claro, o atual Raikage-sama, que se chamava Yamanaka Kaido.

3. Os três estilos ninja: Ninjutsu.
Ao guardar o pergaminho com a história da vila desde o ano 01 até o atual, ao guardá-lo fui recomendado pelo bibliotecário a ler os três estilos ninjas como ele denominou e eu gostei quando entendi e abri o primeiro pergaminho, havia conhecimentos passados ali para o melhor uso de ninjutsu e isso era muito interessante afinal eu necessitava equipar o meu arsenal de combate e comecei a ler sobre isto rapidamente entendi e notei que o que eu não tinha bem era o uso de selo de mãos que pra falar a verdade eu era péssimo nisso se comparado com o que poderia alcançar, o livro também listava as cinco naturezas de chakra e seus efeitos, falava de como era expelido e suas fraquezas também. Eu li e vi que o meu Raiton era poderoso contra Doton mas fraco contra Fuuton, mais um item a adicionar na minha lista de prioridade: lidar com essa fraqueza natural.

3.1 Os três estilos ninja: Genjutsu
Fechei o pergaminho de ninjutsu e o segundo intitulava-se Genjutsu, algo que não eu não ouvia ninguém mencionar desde a academia ninja o livro explicava o que era o genjutsu, como ele podia ser eficaz e como notar que está em um genjutsu, as ilusões cada vez foram ficando mais interessantes para mim que mesmo inapto neste quesito queria saber mais afinal eu ainda precisava chegar na parte de ''como perceber um genjutsu em combate'' e ''como'' ou ''o que fazer quando preso em um genjutsu?'', comecei a acelerar o ritmo da leitura do pergaminho afinal eu precisava saber e cheguei na parte em que diz como perceber, era impressionante o que as ilusões eram capazes de fazer aquilo começou a me fascinar mas para toda magia acontecer o chakra da pessoa que está presa na ilusão está desbalanceado, ou seja, por isso a ilusão ocorre e as pessoas com excelente controle de Chakra eram as melhores usuárias, fora isso não havia muito sobre então avancei pro próximo.

3.2 Os três estilos ninja: Taijutsu
Após guardar em seus respectivos lugares os pergaminhos que falavam sobre ninjutsu e o outro sobre genjutsu, era fácil adivinhar qual era o próximo: Taijutsu. O pergaminho de Taijutsu era o que menos me despertava interesse pois era das três artes a que eu mais usava e a que melhor eu usava em minhas lutas, mesmo assim havia informações bem interessantes escritas no pergaminho com algumas instruções que talvez seria bem úteis em combate e estilos de luta que tornavam o Taijutsu mais eficaz, eu fiquei bem surpreso com aquele artigo isso só demonstra que a vila da nuvem tinha e tem grandes usuários de Taijutsu, isso era motivo de orgulho pra mim que usava tanto desta arte ninja eu gostei bastante do artigo, e de certa maneira isto me inspirou a continuar a praticar e melhorar.

Zakuro


HP: 625/625 CH: 775/775  ST: 00/05

Umas paradas aí:

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 ROccvbO
Ficha
''Todas as pessoas vivem confiando na sua sabedoria e no seu conhecimento, e ficam presos a eles. Eles chamam isso de "realidade". Entretanto sabedoria e conhecimento são ambíguos, deste modo, a realidade não é nada além de uma ilusão. As pessoas vivem baseadas em suas próprias crenças. Não é agradável para pensar, Convidado ?''
Biblioteca de Kumo - Página 3 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 10/5/2020, 22:44

@

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
Biblioteca de Kumo - Página 3 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 4/7/2020, 11:56










Erwin Schrödinger - The Scientist
“Absoluto”





Erwin na biblioteca, sua presença era sentida em toda biblioteca, alguns até decidiram nem sequer olhar direitamente para ele, Erwin sabia como sua presença podia causar desconforto por vezes, para os ninjas que conseguiam sentir a emanação de emoções e chakra absurdo que Erwin tinha em seu corpo. Mas principalmente era devido ao tigre enorme, Surtr, deixava as pessoas desconfortáveis, mas ninguém teria a coragem de obrigar alguém com a alcunha de "Besta", para tirar o seu animal de estimação. Eles logo subiram os andares, onde passaram por todas as barreiras, até chegar o último andar, aonde estava classificado como sendo para Jonin e Erwin pegou os pergaminhos com os títulos mais interessantes "Bijuus Avançado", "A Tragédia Uchiha" & "Informações sobre o Mokuton". Assim os jogou em cima de uma mesa, e começou a ler primeiro sobre o Bijuus Avançado, mas ele mandou Surtr pegar o "Bijuus Básico", porquê as informações afinal se complementavam.

Erwin então lia em voz baixa: " As bestas de caudas (尾獣, bijū), algumas vezes sendo refiridas como "Mostros de Chakra" (チャクラのバケモノ, Chakura no Bakemono), são nove formas vivas de chakras, criadas pelo Sábio dos seis caminhos, através do chakra da Dez Caudas. Sua diferença é baseada, no número de caudas que possuem, indo de um para nove. Os seus nomes em ordem as suas caudas, são: Shukaku, Matatabi, Isobu, Son Gokū, Kokuō, Saiken, Chōmei, Gyūki & Kurama. São conhecidas por serem desprovidas de inteligência, recorrendo a sua bestialidade, e sendo incapazes de usar seu poder total. Cada uma das bestas, têm as suas habilidades únicas, mas todas elas compartilham dos mesmos atributos: elas possuem quantidades massivas de chakra, de cor vermelha, maior que qualquer shinobi, sendo capazes de transferir o seu chakra para que elas quiserem." Em outro documento "Avançado", citava que as bijuu já tinha causado invasões, em Kumogakure no Sato e que Kurama, a besta de nove caudas, tinha atacado também em sua vez, Otogakure no Sato, a vila do Som. Os dados que foram coletados de cada invasão, eram simplesmente absurdos, as casualidades tinham sido extremamente altas, falando sobre o relatórios de óbitos, danos e repercussões das invasões, demonstrava que era mesmo uma informação delicada, daí ser apenas disponível a Jonin e Ranks mais altos.

Erwin então pega o pergaminho com o nome de "A Trágedia Uchiha", sendo citado com os Uchihas desapareceram durante muitos anos, mas secretamente estavam sendo usados como cobaias de experimentos e torturas, provocando assim inúmeras mortes sem sentido. Inúmeros laboratórios e prisões foram destruídas e muitas pessoas da linhagem Uchiha escaparam, mas não é conhecido a quantidade de sobreviventes ao fim da fuga. Mais outra vez esse nome era citado "Uchiha"... "O que eles tinha de tão especial?" perguntou-se a si mesmo. Ainda assim faltava mais um pergaminho, contendo algumas informações sobre Madeira (?). Erwin então pre-supos que se estavam referido a um elemento, com o nome de Mokuton.

Desse jeito ele começou a ler em voz baixa: "Liberação de Madeira (木遁, Mokuton; Panini "Estilo Madeira") é uma Kekkei Genkai de natureza avançada do clã Senju. Ela é formada através da combinação simultânea das naturezas de chakra de terra em uma mão e de água na outra para criar madeira, bem como plantas ou árvores que florescem através de simples sementes a partir de qualquer superfície." Também falava sobre um grande Shinobi, que tinha usado esse mesmo poder para poder criar a fundação da aldeia conhecida como "Konohagakure no Sato". Erwin perguntava-se, se alguém ainda possuía essa grande natureza de chakra, e se ainda se encontrava em Konoha, com esse poder. Era extremamente raro ver alguém, e Erwin mesmo percebeu isso, quando apenas descobriu sobre o elemento pesquisando na biblioteca, era algo que tinha começado a incomodar-lhe. Erwin, então disse para Surtr devolver todos os pergaminhos nos seus devidos lugares, e logo retirava-se daquele lugar, acompanhando de Surtr.

HP: 3300/3300 | CH: 5000/5000 | ST: 00/08 | Samehada: 500/500 | Clone: Inativo | Clone 2: Inativo | Clone 3: Inativo | Clone 4: Inativo | Índice Selvagem: Inativo — Surtr: HP: 1000/1000 | CH: 1000/1000 | ST: 00/04

Minhas FalasFalas de Surtr.


Considere:


Shinobi de Kumogakure no Sato || Cientista || Rank Militar: Kinkaku Butai | ANBU

_______________________

Biblioteca de Kumo - Página 3 ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 100x100

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 4/7/2020, 13:01

@
Biblioteca de Kumo - Página 3 25c45b7346315219d85d224f86fee8d2

Kakyoin
Genin
Kakyoin
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 25c45b7346315219d85d224f86fee8d2

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 14/8/2020, 17:49



KNOWLEDGE
IS POWER
Kressel estava demasiadamente animado desde sua última jornada, e por conta disso o garoto decidiu dar uma passada na biblioteca. O Sol já se punha - A noite já estava a chegar em Kumogakure, mas isso não o fez simplesmente desistir de dar uma última checada em seus conhecimentos. O Garoto dá passos adentro da estrutura e visa buscar livros de conhecimento do Rank Genin, para estudá-los e sim colocar seus próprios conhecimentos shinobis em dia, para não cometer erros ou desconhecer certas informações no futuro.

I - MAPA MUNDI
O Garoto escolheu aleatoriamente qual seria o primeiro livro a ser estudado por ele - E o que foi pego primariamente foi aquele que continha informações básicas do Mapa Mundi do mundo ninja. Ao abrir o livro, deparou-se com informações básicas sobre as 5 Grandes Vilas e Países, sendo que as vilas ocultas de certos países não estavam sendo mostradas em tal mapa - O garoto até estranhou, mas pensou que simplesmente estes países não possuíam vilas ocultas ou que tivessem sido destruídos. As principais vilas eram: Konohagakure no Sato, Kumogakure no Sato, Sunagakure no Sato, Uzushiogakure no Sato e Iwagakure no Sato. Observou e leu atentamente as informações contidas em cada vila, não demorando muito para absorver todo o conhecimento para si e então adicionar mais um pouco de conhecimentos gerais em sua mente. Após finalizar o livro, fechou-o e o guardou no devido local, puxando outro. Pegou o segundo livro que estava logo ao lado do Mapa Mundi e sentou-se novamente na mesa, visando o que acabara de pegar.

Palavras: 172/160
Conhecimento Adquirido:

II - CONHECIMENTOS DO PAÍS
Após abrir o livro que acabara de pegar, o jovem genin imediatamente percebeu que se tratava de um livro totalmente dedicado a explicar as informações básicas da geografia e locais de seu país. Pôde visualizar imagens de Kumogakure no Sato e outras vilas menores, além de fronteiras e outras informações que apesar de básicas - Poderiam ser bem importantes para a maioria dos shinobis. Sem conhecimento do próprio país, como um ninja poderia avançar em sua carreira. Descobrir coisas por conta própria sempre é bom, mas é ainda melhor ter noção do que pode ser a partir de conhecimento previamente obtidos. Com isso, o genin dá uma última revisada no livro contendo tais conhecimentos e o fecha, voltando-o para a sua devida prateleira e puxando um terceiro livro. Aparentemente, o garoto queria estender ainda mais sua leva de estudos - O que era algo bem raro, vindo de Kressel, que sempre prezou pela força e treinamentos físicos intensivos ao invés de exercitar sua própria mente. Um bom sinal - Mas também, ele não era burro a ponto de simplesmente ignorar o básico.

Palavras: 180/160
Conhecimento Obtido:

III - A HISTÓRIA DE KUMOGAKURE NO SATO
Este livro chamou bastante a atenção de Kressel. O rapaz forte folheou as primeiras páginas do mesmo e coçou seu queixo - Notando que se tratava de um livro contendo informações básicas da história do vilarejo - Desde 69 anos atrás. Apesar de não parecer, se interessava bastante por história. Descobrir e redescobrir o passado era algo bem interessante para o genin, que passava as páginas com mais lentidão, buscando compreender cada palavra, não deixando escapar uma única página de sua visão. O rapaz perdeu a noção da hora, e leu quase todo o livro contendo tais informações sobre Kumogakure. Ao olhar ao seu redor, viu que muitas das pessoas presentes já haviam ido embora - Ele se sentia solitário no momento, mas era ainda melhor. Não há sentido de estar em uma biblioteca barulhenta, não é mesmo? Após um bocejo, o rapaz fitou olhares nas últimas páginas do livro, finalizando a leitura da história básica e pouco aprofundada de Kumogakure. Possivelmente coisas estavam faltando, mas genins não deveriam saber de tudo, não é mesmo?

Palavras: 172/160
Conhecimento Obtido:

IV - SOBRE TAIJUTSU...
É aqui onde Exylarius mais se destacava. Dedicando toda a sua vida ao Taijutsu, artes marciais e se tornar mais forte do que qualquer ser humano que já tenha existido nesse mundo , o rapaz não perdeu tempo e ignorou os livros sobre Ninjutsu e Genjutsu, imediatamente visando o livro sobre Taijutsu e suas técnicas. Como era incapaz de utilizar os dois primeiros, ele simplesmente não via necessidade em conhecê-los. Ao abrir o livro sobre informações básicas de Taijutsu - Esperava que fosse mais. A Maioria das coisas ali escritas o jovem já havia sido ensinado por conta de seu pai e treinamentos intensivos realizados por ele a quase todo momento. Apesar disso, algumas informações sobre o funcionamento de determinadas técnicas, estilos de luta, comportamentos que devem ser tomados durante a luta e demais informações voltadas diretamente para o combate lhe chamaram bastante atenção. O rapaz prestou bastante atenção e quando deu-se por satisfeito, voltou até a prateleira ainda com o livro aberto e deu uma revisada nas últimas páginas, fechando-o e então o retornando para a estante, puxando outro livro.

Palavras: 182/160
Conhecimento Obtido:

V - SELOS DE MÃO
Sabia da existência dos selos de mão, mas não exatamente como os mesmos funcionavam. Apesar de desgostar das técnicas ninja de combate e ilusão, o rapaz tinha interesse em descobrir os selos de mão para saber como a liberação de jutsus é feita a partir da sequência do mesmos. Abriu o livro e deparou-se com doze gravuras distintas dos selos de mão, que tomavam posições específicas. Eles serviam como uma espécie de regulador de chakra ou algo parecido - O rapaz não sabia explicar direito por ser inapto a utilizar ninjutsus. Após compreender o funcionamentos dos selos de mão e sua função geral - Ele finalmente havia entendido o motivo dos ninjas os utilizarem. Caso uma pessoa utilize uma técnica sem usar selos de mão, seu chakra estará desregulado e ela poderá sofrer consequências. Sabendo disso, o rapaz folheou as demais páginas e então levantou-se retornando o livro para a prateleira e dando um suspiro. A leva de estudos estava concluída. O rapaz então dá as costas, e faz seu caminho para fora da biblioteca, retornando para sua residência. Por conta do horário, iria possivelmente preparar seu jantar ou simplesmente cair na cama e esperar o amanhecer do outro dia.

Palavras: 200/160
Conhecimento Obtido:

Informações:

HP: 560 / 560 | CH: 560 / 560 | ST: 00 / 06
Biblioteca de Kumo - Página 3 LE7jCRx

Klee
Genin
Klee
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 LE7jCRx

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 8/10/2020, 11:29


Biblioteca de Kumo - Página 3 Tumblr_mi8bc8PSYF1s2qhomo1_500

Único

Sua família ainda estava de férias, o problema agora era aproveitar devidamente elas, pois o ex marido de Boa - sua madrasta - havia pedido para a mulher cuidar da filha por aquele fim de semana. O problema era que ela já tinha uma viagem marcada com o Suneater, e claramente não queria levar a filha com ela. Myrah achava totalmente ridículo, mas entendia as motivações dela, só sentia-se mal pela garota.

Você pode fazer isso, certo? — ela pediu, implorando quase para a esverdeada que colocava o saquinho de chá na água quente da caneca. A kunoichi confirmou, observando a garotinha que não parecia ter mais de doze anos sentada no sofá. — Ela está na academia ninja, e terá provas, se puder ajudar ela nos estudos, aposto que irá se divertir. — disse com um sorriso e foi terminar de organizar a viagem. Myrah sentou-se no sofá ao lado da pequena, não sabia como interagir ou como iniciar algum tipo de assunto, mas ao convidar a garota, ela apenas concordou e foram as duas até a biblioteca da vila.

(...)

Os estudos se iniciaram com geografia e história. As duas abriram um grande mapa mundi e um mapa menor do país em uma das mesas da biblioteca e pegaram algumas enciclopédias e livros que falassem da história de Kumogakure. Enquanto tentava instruir, mesmo sabendo bem pouco, ela também ia estudando e ambas passando conhecimento uma para outra, do básico.

Estranhamente, Myrah sentiu-se próxima da meia irmã, mas sabia que não teria chance dela viver com eles, a madrasta não tinha condições de criar uma filha.

Aos poucos, a garota ia se entretendo com os cadernos da academia, os mapas sobre a mesa e respondendo atividades de apoio para avaliações e neste meio tempo a Suneater decidiu investigar algumas prateleiras para um estudo extra enquanto esperava. Encontrou alguns títulos interessantes, e decidiu dar uma olhada em um em especial, sentando-se em uma mesa ao lado da de onde estava a mais nova empenhada nos deveres.

O primeiro livro que abriu, tratava-se de Iryoninjutsu Básico, o interesse da garota no tema era justamente pelo problema psicológico dela que tanto a incomodava, queria ver se achava algum tratamento, mas a leitura acabou se tornando mais prazerosa do que esperava e o estudo acabou indo além, apesar de perceber que a obra que havia pego era algo bem básico.

Percebeu que na mesa que alguém que estivera ali antes dela deixou um livro jogado, ela o puxou após olhar que a garota apagava uma questão incomodada, talvez tivesse com dificuldades, deveria ir ajudar? “Não. Ela vai resolver a resposta sozinha. Ela não precisa de ajuda.” Virou então a capa da obra em mãos e arqueou uma sobrancelha para uma leitura mais a fundo do que se tratava aquilo e aquilo a deixou bem curiosa e pensativa, as tais criaturas de caldas realmente existiam? Será que algum dia ia se encontrar com uma? Será que conseguiria defender sua vila de um possível ataque? Os questionamentos rondavam a sua cabeça fazendo a garota entrar em um devaneio que nem percebeu quando a garota se aproximou.

Você pode dar uma olhada? — pediu apontando para o caderno na outra mesa.

Myrah largou o livro de lado e foi então verificar a atividade que a pequena estava respondendo naquele meio tempo, qual até lhe ajudou a complementar algumas coisas. Percebeu que a academia shinobi atual estava realmente cobrando os alunos, eles iam sair de lá pessoas bem espertas, de fato. A kunoichi só fechou o caderno e entregou para a morena, sem dizer muito, mas demonstrava que estava tudo okay.

Quer um Dango no caminho de volta pra casa? — ofereceu.

A menor riu e abraçou o caderno com um sorriso. O dia de estudo até que tinha sido divertido e satisfatório.


HP: 2.000 | 2.000ㅤ•ㅤCH: 2.775 | 2.775ㅤ•ㅤCN: 000 | 400ㅤ•ㅤST: 00 | 07

Considerações:

Biblioteca de Kumo - Página 3 ND9yMgc
Biblioteca de Kumo - Página 3 URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 URkFDZ9

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 8/10/2020, 20:15

@Lessa Conhecimentos aprovados!
- Mapa do País
- Mapa Mundi
- História Básica do Vilarejo
- Bijuus Básico
- Iryoninjutsu Básico.
Biblioteca de Kumo - Página 3 URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Biblioteca de Kumo - Página 3 URkFDZ9

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado 19/11/2020, 00:33


Yama no man'naka de sensei ni naru no wa tanoshīdesu ka?
HP 800/800 | CH 900/900 | ST 00/04
Biblioteca de Kumo - Página 3 BcYfAN8

I.

Procurando por mais conhecimentos, a menina Yuki acabou acordando naquela manhã ensolarada e indo direto bater perna: ela queria ir até a grande Biblioteca de Kumogakure no Sato para buscar um melhor aprendizado, afinal, ela queria apenas ensinar o que já conhecia, com o melhor detalhe possível de ensinamentos. Como a Biblioteca estava deserta, ela acabou demorando mais tempo refletindo quais tipos de ensinamentos queria ler e tentar entender, aprender não, afinal o aprendizado só viria após o entendimento e a tentativa de assimilação e debate, a menina pegou um livro se sentou e começou a ler.

Mapa do País

Era um livro até que complexo, que citava e mostrava Kaminari no Kuni, mostrando que era um país extenso e peninsular, sendo que em sua região central estava diversas cadeias de montanhas imensas, sendo que tais formações rochosas recentes eram o berço da maior vila de tal país: Kumogakure no Sato.

Tais montanhas são berço de vários rios e afluentes, que possuíam foz no grande oceano, tendo um litoral torto, termo que a menina não entendeu, mas que mesmo “torto”, era belo. Não somente isso, o nome Kaminari no Kuni viria das várias tempestades que eram presentes por aquela região.

A menina lia tentando assimilar, sendo que o nome do país ela tinha um pouco de noção do porquê, mas não total noção, e não sabia o quão extenso e belo aquele país era, dando até uma reação de surpresa com o que lia.

Mapa Mundi

Em seguida, ela abriu um segundo livro, que mostrava sobre um panorama geral e básico do mundo, era um mapa que mostrava grandes nações, sendo que Kaminari no Kuni era uma dessas nações maiores. Existiam outras, para surpresa da menina, sendo que ela bateu os olhos logo no País da Água que ficava no mar.

Era bastante insular e cheio de ilhotas, o que ela achou fofo, e possuía uma grande vila chamada Uzushiogakure no Sato, ficava até que bastante próximo de Kaminari no Kuni, ela pensou, mas vendo a escala do mapa, aquilo eram dias de viagem e não era tão perto assim.

Seguiu sua linha de aprendizado e bateu no País do Fogo, um grande país central que era grande e possuía uma vila chamada Konohagakure no Sato, a menina continuou seu aprendizado. Se animou com um outro país, que era o País da Terra, era um país cheio de terra, pensou, e era tipo isso mesmo, terra, rochas e minérios, além de uma vila grande chamada Iwagakure no Sato. A menina lia e assimilava tudo, não sabia como poderia ser extenso o mundo, mesmo assim, fechou o livro.

História Básica do Vilarejo:

Pegou um livro sobre história e começou a ler, de início ficou bastante curiosa sobre a criação de Kumogakure no Sato, lendo as razões e motivos por tal criação e fundação. Existia o primeiro Raikage, mas não somente isso, o Daimyō do Relâmpago também tinha relevância. Continuava sua leitura sobre a história da vila, vendo os kages sucessores e o que eles tinham feito de mais relevante.

Existiam alguns kages, sendo que o último que constava ali era Kaido, o não queimado, a menina ficou triste pela desatualização, afinal a Raikage atual não era mencionada, mas o livro não comentava o que tinha ocorrido com Kaido, apenas sobre o grande coliseu que ele tinha feito e coisas mais simples. A menina ficava feliz, por terem passado grandes ninjas como líderes, mesmo sendo seu conhecimento muito leigo.

E assim ela terminou sua leitura, percebendo que tinha se passado horas, afinal ela queria realmente assimilar o que estava lendo e vendo. A loirinha guardou os livros e saiu da biblioteca, ainda dando uma última olhada, como se ainda fosse voltar ali brevemente.

Considerações:
( 〃▽〃)
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: Biblioteca de Kumo - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte