Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
Naruto rpgakatsuki
tópicos recentes
Inverno
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
11 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngeAnge, mais conhecida como Angell, é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
SenkoSenko, também jogador de RPG narrativo desde 2011, conheceu o Akatsuki em 2017, mas começou a jogar para valer em 2020, destacando-se pela sua prestatividade e suas habilidades em design e programação. É responsável por ajudar na criação de novos sistemas e regras além de fazer a manutenção do tema do fórum.
BlueJay#0529
BahkoBahko joga fóruns narrativos desde 2010. Após ficar muito tempo sem jogar, voltou em 2020 onde encontrou o Akatsuki. Desde então, vem auxiliando o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do fórum, é estudante de Engenharia Elétrica.
fransudo#7724
RavesJogador ativo desde 2020, Raves entrou pro Akatsuki RPG e desde então vem contribuindo para o engajamento interno do fórum. Atualmente, é o principal responsável pela organização geral, além da criação, revisão e adequação de regras e sistemas, auxiliando como pode nas demais áreas. Particularmente, é um grande apreciador de enredos e está constantemente pensando no futuro.
Revescream#5421

Ícone
Convidado

Irrompeu o luminar do astro, atrás da montanha ascendeu ao céu. Fragmentos luminescentes atravessaram as brechas do véu de madeixas de nossa heroína e sua figura bruxuleou no solo em formas negras. Calcorreou pela alameda e terminou em seu destino, sentou num banco à espera do homem que lhe ensinaria manejar uma lança.

200 : 300

Perito Armamentista (2) Sōjutsu — Lanças.
Tipo: Treinável.
Descrição: Alguns personagens desenvolvem ao longo de sua vida uma perícia armamentista especial, variando entre cada personagem. Geralmente limitando-se a dois estilos por cada personagem, devendo sempre selecionar entre: Bōjutsu, Kayakujutsu, Kenjutsu, Kusarigamajutsu, Kyūjutsu e Tessenjutsu.
Bonificações: Permite manusear com perfeição a arma escolhida.
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
KYU, O HYUUGA

Talvez hoje fosse o melhor dia para aprender ainda mais sobre arte da minha família se perdendo entre seus pensamentos viajava sem rumo o jovem Kyu com sua fiel companheira lança otsu, Kyu era um jovem de 16 anos alto de pele branca e corpo fino, braços grandes e que chamava um pouco atenção das pessoas, principalmente pelas suas vestimentas de alta classe com o simbolo da poderosa família Hyuuga, o ninja esperava que fosse apenas um treino de rotina para melhorar o controle de com byakugan e harmonia com sua lança Otsu, ao chegar no local que costumava treinar acabava por se exibir um pouco e chamar atenção de uma criança que estava sentada ali perto.

A garota se manifestava perante o jovem Kyu pedindo que ele lhe ensinasse suas habilidades com lança assim como tinha mostrado agora pouco, pensativo estava, mas respondia - Pode ser, pode me mostrar o que sabe com as lanças? Trouxe uma certo?

Considerações:
- Barista? Poderia explicar melhor o motivo de você querer um barista para isso?(Ta no pedido do RP)
- Auto descritivo, narre como quiser.
- Mals se eu não entender algo as vezes, sou burro mesmo e de vocabulário menos que simples.

Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
Nossa jovem prostrou-se em frente ao rapaz. Involuntariamente, mas incapaz de resistir, seus olhos percorreram um caminho lento pelas roupas do galã, observou o corpo esguio que era a figura dele, e decidiu que o achava bonito. Notou nas roupas do mesmo o símbolo do clã Hyuuga, ao qual provavelmente deveria pertencer. O item que o garoto trazia entrou em seu campo de visão, verificou-o igualmente como fez com o dono dele.
Era este homem, decidiu-se.
Estava angustiada para aprender algo novo, semanas haviam passado e ainda persistia em pensar que deveria saber como empunhar uma arma. Sua primeira escolha era de usar uma espada, mas como o destino orquestrou tal momento, não deixou que a chance escapasse. Pediu rapidamente o que queria dele, e então sorriu desavergonhada.

— Não tenho uma. Uma merda, não é? Não podemos usar a sua?

Você é assim, uma garota despreocupada e espontânea, além de boca suja. Não parou para pensar que poderia estar atrapalhando o homem nem que estivesse irritando-o. Seus pais tentaram corrigi-la muitas vezes, eu sei o quanto os pobres tentaram, e ainda assim, aqui estamos.
Encarou-o, esperava que ele a deixasse usar o item, e que também lhe ensinasse como manejá-lo. Isso dependeria da resposta dele.

200 : 300
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
KYU, O HYUUGA

Como assim ela quer aprender sobre algo que nem possui? A garota claramente não tinha demostrado pulso forte para Kyu, ele coçava a cabeça pensando em uma solução sólida para a situação, fechava seus olhos e uma pulsação de chakra era enviada para seus tubos oculares abrindo causando uma pequena explosão de chakra liberava os olhos branqueados dos Hyuuga que procurava por qualquer coisa útil no território, sua lança era de metal e pesada e muito afiada, nas simples mão de uma criança poderia acarretar em sérios problemas para o jovem, por sorte, não muito longe dali tinha uns gravetos de arvore e no meio dele um grande mal formado, em um pulo para trás e um movimento que os olhos da hatake ainda não eram capazes de acompanhar o garoto buscou o galho que estava a uns 30 metros dali e retornou em questões de segundos.

Infelizmente o galho ainda não era o suficiente, era deformado e sem pontas para uma lança, foi ai que os punhos do Hyuuga se cercaram de chakra ganhando uma forma afiada fixando o galho no chão o prendendo entre suas pernas e utilizando ainda a precisão do Byakugan, o jovem modulava o galho até se tornar uma perfeita lança, por fim, apenas perguntava a garota – Está pronta?

~ Narração, Fala, Pensamento ~
Considerações:
- Auto descritivo
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
Notou todo o movimento feito pelo rapaz. Ou quase tudo. Ele era rápido. Não só isso, ficou perceptivo que o jovem que estava lhe ajudando possuía uma grande perícia em sobrevivência. Apenas com as mãos fez com que um simples graveto transforma-se em uma lança afiada. Não era uma arma bonita como o item que ele possuía, mas serviria para praticar.

Pronta, mestre.... — exclamou sorridente, e então lembrou-se que ainda não havia perguntado o nome dele, e nem feito sua própria apresentação. — É mesmo, como sou tonta. Me chamo Eres, e o belo senpai é?

Espero que ele não ligue para seus modos, cof cof. Pelo menos suas bochechas enrubesceram um pouco. Mas temos que dar um jeito nessa sua personalidade. Pois bem, decidiu prender os longos cabelos em um coque, logo eles não ficariam colados em seu corpo por causa do suor.

Pegou o item das mãos do rapaz com sua destra e a mediu com os olhos. Balançou-a e a brandiu em alguns golpes para acostumar-se com o peso da arma. Notou que deveria haver uma diferença de peso entre o seu, e o item dele.

O que devo fazer a seguir? — perguntou ansiosa. Esperava ver quais os movimentos que ele lhe ensinaria.

200 : 300
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
KYU, O HYUUGA

- Me chame por Kyu, é o suficiente por agora dizia o garoto enquanto adaptava algumas coisas em suas armas, quando pronto o menino começou alguns movimentos rápidos, mas não em sua capacidade máxima, mesmo que tentasse se controlar Kyu era um péssimo professor, e até tinha esquecido de avisar o que estava fazendo, quando percebeu que a ninja apenas olhava disse - Desculpe não avisar, mas é para você copiar meus movimentos.

~ Narração, Fala, Pensamento ~
Considerações:
- Auto descritivo
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
Não lembrava-se de conhecer qualquer pessoa com um nome similar ao que acabara de ouvir do rapaz. Kyo Hyuuga. Notoriamente um membro de um famoso clã da aldeia, um homem treinado desde o nascimento, e marcado pelos olhos brancos e característicos que possui. Todos do clã Hyuuga apresentam essa peculiaridade. Um contraste enorme com os seus olhos.

Olhos que exibiam o mais profundo escarlate.

Enquanto você inspecionava o rosto do rapaz, mais precisamente as pupilas dele, sentiu um aperto na boca do estômago e um arrepio correu por sua espinha. Uma lembrança triste te acometeu em um devaneio.

Lembrou-se de quando era pequena, uma memória que permanecia vívida em sua mente. O dia estava ensolarado e o ar corria pelas janelas abertas da sala em que estudava. O professor tinha saído para ajudar o diretor a resolver um assunto de adultos e as crianças ficaram sozinhas. Os colegas de classe não perderam essa oportunidade e começaram a costumeira zombaria. Estava acostumada com isso e tentava não dar atenção para a chacota, mas ainda assim sentia dor.

Sua única amiga havia lhe traído alguns dias atrás. Ela tinha medo de que se continuasse a andar com você os outros passariam a odiá-la, e agora ela se juntava aos outros para a menosprezar. Isso doía muito, as lagrimas só tornavam tudo pior. Tudo isso por causa da cor dos seus olhos.

Num impulso de raiva, gritou para que parassem e socou a primeira criança que viu. O golpe lento e fraco atingiu o rosto de um menino, mas apesar de ser uma menina mirrada na época, o som de 'claque' que o nariz dele fez ao contato com seu punho sinalizava que ele tinha quebrado. O sangue escorreu de uma das narinas dele, e então um berreiro seguiu. Os outros que antes estavam lhe atormentando, agora afastavam-se com medo. Assustada, correu para fora da academia até sua casa enquanto continuava chorando.

Mais tarde, o soco que tinha dado no garoto lhe rendeu uma suspensão de uma semana. E durante esse tempo, treinou o máximo que pode para que ninguém nunca mais te importunasse. Cada vez que alguém tentava fazer chacota com você, essa pessoa acabava sentindo um pouco de seus golpes. Isso seguiu por um curto período, logo todas as crianças começaram a evita-lá por causa do medo que tinham de apanhar.

O devaneio terminou quando você ouviu a voz do rapaz que estava em sua frente, ele pedia desculpa por não ter indicado para você que seguisse os movimentos dele e os replicasse. Pelo jeito ele não percebeu que você não tinha visto nada e que estava perdida em pensamentos. Constrangida, disfarçou e o respondeu.

C-claro. Não precisa se desculpar. — falou enquanto soltava uma risada sem graça.

Suspirou, como se tivesse tirado uma carga pesada de seus ombros. Observou atentamente os movimentos que Kyo realizava. Dava para ver o tanto que ele se empenhava na arte com aquele instrumento letal, o quanto ele devia ter treinado para chegar nesse ponto. Percebeu que não seria fácil imitar os golpes dele e que se quisesse fazer igual deveria manter-se atenta.

200 : 300
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
KYU, O HYUUGA

Kyu fechava os olhos enquanto fazia seus movimentos, o ninja parecia não pertencer mais aquele local, sua alma parecia se fundir com a poderosa e afiada lança, seus movimentos ainda eram rápidos, mas a Hatake conseguiria acompanhar, a garota ainda teria que treinar um pouco para descobrir isso, mas a precisão dos golpes do Hyuuga no ar, em um corpo normal, seria praticamente mortal.

~ Narração, Fala, Pensamento ~
Considerações:
- Auto descritivo
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
Era a primeira vez que você manejava um item tão incomum como o que segurava agora. Em suas mãos podia sentir o objeto alongar-se a cada golpe disferido. O peso dos acordes que cortavam o ar e o assovio quase inaudível que deixavam para trás. Era ela, afinal, uma arma tão letal quanto bela.

O desejo cresceu em seu interior. Estava feliz em aprender tal arte, mas o corpo pedia por mais, cada músculo e fibra pareciam gritar em resposta aos seus movimentos. Era quase como uma dança, um espetáculo onde um segue à sombra do outro. E era o que você se concentrava em fazer. Repetia cada estocada e balanço que Kyo desempenhava. Entretanto, algo ainda estava faltando.

Com todo o esforço que estava fazendo e continuava a fazer, o tecido de suas roupas grudaram em seu corpo por causa do calor e sua figura feminina tornou-se inteiramente visível, embora não o tratasse como um problema, mesmo que isso refreasse um pouco sua agilidade. Estava neste momento, em outro lugar.

Em algum ´ponto, você percebeu o que lhe faltava. O conflito interior tinha chegado ao fim. Não bastava querer aprender; não seria o suficiente copiar. Um passo além; e você o deu.

Kyo já não estava mais com você. Nem mesmo o vento que sibilava uma melodia gentil, às árvores que emitiam o frescor com suas enegrecidas sombras, ou sol com seu calor exuberante tinha permanecido. Nesse único instante, um segundo tornou-se uma vida; já não eram dois seres distintos, mas apenas um único completo.

O item tornou-se uma parte de seu corpo.

Quando o transe acabou, olhou assustada para o rapaz ao lado. Ele ainda continuava os movimentos e parecia não ter percebido o que acabara de lhe acontecer, pois o próprio devia estar passando por algo semelhante. Era isso que ocorria quando alguém envolvia-se tão genuinamente com o aprendizado de tal estilo de combate, e agora você era capaz de enxergar isso.

Mesmo com o coração batendo acelerado por causa do esforço físico, o seu estado mental e espiritual mantinha-se tão calmo como um lago sem ondulações.

200 : 300
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
KYU, O HYUUGA

Quando Kyu terminava e parava para observar a garota, ele agora queria apenas ver do que a garota seria capaz, o ninja começaria aumentar seus movimentos para níveis mais elevados com uma ordem prática – Não tenha medo, vamos seus movimentos eram ainda mais velozes e precisos, a Hatake já conseguia visualizar seu inimigo em sua frente, os golpes se tornavam mais fáceis de desempenhar, a hora passava e a noite chegava no local, Kyu era um membro da primeira família do clã Hyuuga, com tantas regalias vinha os seus compromissos, deveres e restrições, um ninja aparecia um pouco longa dali, o espanto de Kyu demonstrava que seu tempo já tinha dado, apenas parava seu treinamento e fazia uma rápida saudação a garota dizendo a mesma – Espero que tenha gostado dos meus ensinamentos, nos vemos depois certo? Depois de sua curta fala, Kyu apenas deixava o local rapidamente.


~ Narração, Fala, Pensamento ~
Considerações:
- Auto descritivo
- Finaliza ai
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos