>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Akemi Yuki
Chūnin
Akemi Yuki
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] - Boas intenções, boas notas. 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

[Filler] - Boas intenções, boas notas. - em 28/9/2017, 06:55

Decidida a criar uma carreira para seu futuro, a pequena criança havia decidido, através de muito esforço, começar a estudar na escola ninja, onde deveria adquirir conhecimento além do básico, nas artes de se tornar Shinobi. Foi com este pensamento que a jovem Yuki de oito anos iniciou seu primeiro dia na academia, pequena, frágil e completamente tímida, sua aparição nas salas de aulas foi marcada por uma sensação de muita insegurança e tristeza. A jovem não tinha muito destaque como aluna, ficando geralmente isolada nos dias seguintes daquela primeira semana, o esforço e as limitações fizeram com que a criança passasse a se isolar cada vez mais, ao notar que todos possuíam uma coisa que nunca teve: uma família ao lado para lhe dar apoio. Durante todos os dias nas semanas seguintes a menina passou a ver a mesma cena, onde as demais crianças eram conduzidas por seus pais ou responsáveis que sempre iam após o término da aula para buscá-los, porém para Akemi esta situação era diferente, todos os dias voltava sozinha ao orfanato onde morava, sem ninguém que a apoiasse em sua decisão. Num dado dia, durante a aula, uma Chunnin que lecionava a respeito de estilos de lutas variados, resolveu sair um pouco do protocolo do primeiro mês de academia ninja.

— Bem, hoje treinaremos um pouco de Taijutsu na prática. — Disse a professora, com um sorriso nos lábios e apontando para a saída da sala, indicando que os alunos deveriam passar por ali.

A turma logo o fez, levantando-se das carteiras com animação, menos Akemi que parecia bem desmotivada - como de costume. Embora ansiasse se tornar uma Kunoichi, seu desejo nisso não era nem um pouco comum, visto que apenas o fazia para conseguir trabalhar quando se formasse e pudesse abandonar a casa de madame Yora, onde vivia com outros órfãos. Nunca passou pela cabeça inocente daquela menina que de fato, ser uma ninja muitas vezes significaria entrar em combate, arriscar a própria vida e também ferir - eventualmente - alguém, foi por conta destes detalhes que a menina sempre foi considerada pelos professores um raro caso de inocência por isolamento: onde a pessoa adquire essa condição por viver em seu próprio mundo tanto tempo que acaba se esquecendo da realidade, gerando uma dificuldade muito grande para considerar riscos. A professora via que a Yuki vinha vindo por último, completamente desanimada com a necessidade de ter que treinar, mas logo foi surpreenderia a aluna ao quebrar o silêncio que se instalou no recinto.

— Akemi? Preciso falar com você um minutinho. — Não demorou a puxar uma cadeira para mais próximo de si e direcionar a pupila para o assento. Assim que a jovenzinha sentou-se, a Chunnin também se sentou, de frente para Akemi mantendo alguns centímetros de distância, em outra cadeira. Havia uma tensão no ar por conta da adulta, pois tocar em assuntos delicados não era tarefa fácil, ainda mais com uma criança. — Naomi-Sensei, fiz algo de errado? — Os olhos pequenos da criança brilharam enquanto o tom pálido de seu rosto tomou a coloração rósea sobre as maças do rosto, sentia-se constrangida pelo momento, mas ainda assim tentava manter-se controlada. — Calma. Está tudo bem. Eu só queria ter uma conversa bem franca com você. — Depositou as mãos sobre os joelhos e inclinou-se para a menina

"Uma conversa franca comigo?" sua mente parecia mergulhar num oceano de dúvidas, mas estava tentando levantar alguma hipótese racional sobre aquele momento e a real necessidade de um diálogo tão particular. Os cabelos curtos da menina caíam sobre o rosto por alguns instantes, mas logo os ajustava, levando sua franja de volta no lugar com sua pequena mãos destra. Naomi também parecia encontrar alguma forma de iniciar o assunto que queria tratar, porém ainda sem jeito, apenas poderia esperar que a menina demonstrasse alguma feição que lhe permitisse prosseguir. A Chunnin era dez anos mais velha que Akemi - dezoito anos - e sabia que o histórico da menina não era tão bom em relação aos outros da mesma idade, a dificuldade em criar Ninjutsus era uma questão muito complicada, chegando ao ponto de preocupá-la.

— Bem, acho que se você tem que falar comigo, o mínimo que posso fazer é ouvir. — A menina deu um suspiro sem ânimo. Ainda estava muito infeliz, pois não passou nem um mês desde que Yora havia dito a Akemi o que aconteceu com seus pais e a relação com Konoha neste fato terrível, o motivo dela não ter seus pais vivos e todo o ataque a Kirigakure, ceifando suas vidas por uma emboscada da aldeia da folha graças ao comando do Hokage. — Você é uma menininha muito inteligente, Akemi. Me dói saber que suas notas estão tão baixas assim, você tem potencial. E o seu Ninjutsu, eu acredito que você pode alcançar grandes objetivos como ninja. Fico motivada a conversar com você, pois gostaria que se abrisse um pouco comigo, posso te ajudar de alguma forma. — Revelou-se bem observadora, depositando em cada palavra uma tentativa de cobrir a menina de calor acolhedor, tentando romper as barreiras da defensiva da menor, para fazê-la se sentir mais a vontade para se abrir. — Eu... Estou passando por uns problemas na minha vida... Bem, não gosto de falar muito deles, mas eu posso conseguir lidar com isso sozinha . — A voz estremeceu um pouco chegando a mudar o tom levemente, deixando-a ainda mais baixa que o comum.

Ambas mantiveram-se em completo silêncio instantes depois, Akemi manteve o olhar tão infeliz que chegava a incomodar a mulher à frente. "Esta garota é Indecifrável" pensou Naomi, enquanto permanecia observando-a. Sem outras alternativas não encontrava mais motivos para prendê-la ali, erguendo a mão destra, apontava para a direção da porta, deixando que a jovem se levantasse e partisse para perto dos demais alunos. A estudante abandonou o assento e lentamente começou a caminhar, porém algo diferente estava em suas mãos, um pequeno livro de capa branca e uma cruz levemente avermelhada em destaque. A Chunnin então ficou curiosa e já também em pé, ao lado da Yuki, novamente tentou se reaproximar.

— E este livro na sua mão? Você gosta de ler? — Questionou a professora, com uma voz mais leviana, deixando claro que o assunto passado ficou para trás. Ambas andavam lado a lado a passos mais lentos, passando pelo corredor que daria de frente ao pátio onde as outras crianças aproveitaram da ausência da Chunnin, para conversar e rir um pouco. — É um livro sobre remédios. Madame Yora está sempre tossindo e eu achei que se eu pudesse aprender mais sobre remédios eu poderia ajudá-la a melhorar logo. — As boas intenções da criança trouxeram uma sensação positiva a mulher, que no mesmo instante resolveu estimular esse sonho de ajudar as outras pessoas. — Akemi, você é muito boa, sabia? Que tal ao invés de você começar a estudar sobre os remédios, primeiro começar a estudar sobre o corpo humano? Pelo menos assim, vai te ajudar a entender o que pode estar acontecendo com sua protetora. Se quiser, posso pedir acesso depois da aula pra você ler um pouco sobre nossos livros de anatomia humana. Você quer? — A menina rapidamente esboçou um sorriso, esquecendo-se completamente do desanimo pesado que sentia há pouco. — Eu adoraria. — Respondeu a menina, o rosto pálido novamente corando, graças a gentileza da mulher.

Naquela manhã na academia, Akemi esqueceu um pouco seus problemas pessoais, se esforçou como nunca para melhorar um pouco suas notas na escola e também seu controle de Chakra. Até mesmo em Taijutsu, na hora da prática se destacou, ficando um pouco acima da média no combate. Mesmo cheia de problemas fora da academia, por um instante sua inocência pode fazer com que esquecesse deles, trabalhando em conjunto com outras crianças. Naomi acompanhava de perto o desenvolvimento da estudante, que evoluiu muito bem nos treinos. Como combinado entre as duas, depois do dia de aula, após todos irem embora com seus pais, a Yuki ficou um tempo a mais, juntamente com a professora. Naomi revelou-se para Akemi, alguém que pode enxergar nela um potencial que nem mesmo a garota podia imaginar.

Dali em diante, todos os dias depois da aula, Akemi passou a trabalhar dobrado em busca de conhecimentos sobre o corpo básico, aos oito anos, muitas dúvidas lhe vinham a cabeça, entretanto sempre haviam ninjas médicos que também palestravam para turmas mais avançadas e ajudavam a menina com sua ambição tão generosa. Mesmo muito nova, curiosamente nesta parte da infância, a Yuki não possuía o medo de sangue, que posteriormente seria adquirido graças a invasão de Nibi, quatro anos mais tarde. Durante seus longos anos na academia, a jovem passou a se concentrar mais em seu Ninjutsu e a ler mais e mais sobre técnicas de cura, ainda que apenas por curiosidade sua capacidade em distinguir veias e artérias, na teoria, era excepcional. Aos onze anos, com pouco mais de três anos de estudo, poderia se dizer que no que diz respeito ao conhecimento anatômico, tanto de humanos e animais, a jovem era uma prodígio.

Considerações:
Gostaria de adquirir esta qualidade, através deste filler, Além da minha pontuação de +100 Status. Agradeço a atenção.

Conhecimento Anatômico (1)
Tipo: Treinável.
Descrição: Alguns personagens estudam muito e com isso aprendem toda a noção anatômica de humanos e animais com perfeição, podendo atingir qualquer ponto vital ou não facilmente.
Bonificações: Compreensão de anatomia humana.

_______________________

| Ficha | Banco | Status | M. de Ficha | Criação de Jutsu | Compra de T. |
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] - Boas intenções, boas notas. - em 28/9/2017, 13:03

@
-


Edição de Natal por Loola e Senko.