Naruto RPG
Akatsuki
A doce melodia dos ventos atravessando o deserto não era mais querida por absolutamente ninguém. Ele sabia muito bem disso, por mais que odiasse o fato. Concordava que sua vila estava morta há muitos anos, entendia que seu povo sofrera, e, mesmo assim, não entendia como. Parecia um absurdo sem precedentes como uma vila tão renomada como Sunagakure no Sato, organizador do primeiro Chunin Shiken mundial desde a formação das novas nações, havia sido destruída, afundada nos seus próprios desertos, graças a uma única entidade chamada Okina. Mas isso aconteceu. Muitas pessoas inocentes morreram, muitas fugiram, e os vastos desertos dentro de Kaze no Kuni tornaram-se morada de aldeias e mercenários, todos tentando sobreviver na jornada. Muitos ficavam nos arredores com esperança do retorno da gloriosa Sunagakure no Sato, outros porque não eram aceitos em outros lugares e, alguns ainda não tentavam, pois tinham idosos e doentes consigo. Um verdadeiro caos. A economia despencou; começaram os gastos com população, poucos impostos recebidos e mais gastos com mercenários contra outros mercenários. Acreditava que a iniciativa destrutiva de Okina não visava aquelas consequências, mas eram reais e ele precisava enfrentá-las.
Ano: 66DG
Estação: Inverno
Episódio: OFF.
~~~
01 / 06 Neste mês de Junho estaremos no nosso Mês do UP! Tudo em dobro: ryous, status, atributos, missões. Aproveitem esse período para fortalecer seus personagens e chegar até aonde almejam. Mais informações de como funciona neste link.

11 / 04 Tem alguma dúvida pequena que deseja retirar rapidamente? Utilize nosso tópico de dúvidas rápidas clicando aqui.

01 / 04 Olá, é sua primeira vez aqui? Caso a resposta seja sim desejo-lhe boas-vindas. Sugiro que antes de iniciar sua jogatina confira nossas regras e tutoriais e quando se sentir pronto lance sua ficha em inscrições. Nesse mês estamos com uma promoção exclusiva para novos jogadores, um pequeno pacote que concedem algumas vantagens no inicio de sua jornada dentro do RPG, confira clicando aqui.
.
.
.
Últimos assuntos


[Casa] Olly Sivan.

[Casa] Olly Sivan. em Sex 8 Set - 22:02


acompanhada

Largado no sofá de casa, em momento algum eu esperei receber a mensagem que receberia dentro de minutos: A liderança da vila havia mudado enquanto estava presente em um treinamento nos arredores, e com ela novas preocupações. Acontecia que o kage precisava de ajuda, e era isso o que eu daria. – Muito obrigado por me informar - Agradeci o Anbu, fechando a mesma porta por onde saí tempos depois.

[Casa] Olly Sivan. P_hp HP: 200/200;
[Casa] Olly Sivan. P_chakra CH: 200/200.

Considerações:
Saí.

Bolsa de Armas:
[06] Kunai;
[06] Shuriken;
[12] Kibaku Fuda;
[10 m] Fio;
[03] Ampola (2 de veneno e 1 de medicamento).

_______________________

[Casa] Olly Sivan. Tumblr_inline_p7fx92IUtt1s0xpld_250 [Casa] Olly Sivan. Tumblr_inline_p7fx8xWfwc1s0xpld_250 [Casa] Olly Sivan. Tumblr_inline_p7fx93pLrl1s0xpld_250
IRIS  LYNDALL

_
[Casa] Olly Sivan. 100x100

Fama : 41 Mensagens : 739
Iris
Chūnin
http://narutorpgakatsuki.net http://narutorpgakatsuki.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Casa] Olly Sivan. em Dom 29 Out - 22:21

A PARTIDA DA EXPEDIÇÃO!

Depois de sair do meu banho noturno fiquei me encarando de frente para o espelho e me surpreendi com a chegada de um aviso pelas mãos de um jounin. – E eu devo ir agora? O homem fez que sim com a cabeça. – Certo. Aprontando-me o mais brevemente possível, consegui ajeitar o visual antes de poder me questionar o que aquela convocação significava de fato. Lembrei que reconheci a caligrafia no papel. Rukia, a Raikage, tinha escrito pessoalmente o conteúdo que me entregaram, e nele a mulher pedia para que eu estivesse, o quanto antes, presente em Otogakure, a Vila do Som. Senti que coisas ruins e maus presságios rondavam a minha viagem, mas independente de seus motivos, é claro que eu cumpriria com o meu papel de assistente, shinobi da Nuvem e, acima de tudo, seguidor da Luz. – Deixei tudo bem claro, gente? Depois de sossegado, muito bem vestido e com espada embainhada nas costas, esclareci tudo o que consegui para os meus pais e, então, pude abandonar a casa. – Espero vê-los logo! Aquele era o meu primeiro desafio verdadeiro, ao que me parecia. Eu amo vocês.

Olly, HP: 625/625; CH: 800/800; ST: 05/05; VEL: 18 m/s.

Taberu (Lendária), RES: 350/350.

Considerações:
Aparência. Bolsa de armas atada a cintura. Taberu está numa bainha preta fosca, presa às minhas costas. Estou saindo de casa depois de ter recebido um comunicado a respeito disso, para participar disso.

Taberu:
[Casa] Olly Sivan. 441058-13_shura_with_sword
[Casa] Olly Sivan. Pkk7NK9
Taberu
(Devoradora)

Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Quando mais nada existia, mesmo antes de buracos negros surgirem, de as galáxias se formarem e de poeira cósmica se espalhar, Kūsō, A Personificação do Vazio, sentindo-se afoito pelo escuro da solidão, criou e, mais tarde, conspirou contra as vontades de Sōkū, O Deus de Tudo e Todas as Coisas, de fazer nascer a sua primeira dádiva: Jinsei, o universo como conhecemos hoje, proferindo que somente a existência de seu filho era o suficiente para lhe arrancar o seu título e proporcionar deleite. Insatisfeito, Sōkū e Kūsō formularam a primeira briga de toda a vida, e com ela trouxeram, a cada conflito de suas armas, a criação de centenas de realidades capazes de abrigar diferentes partes das suas personalidades, confrontando até que quase nenhuma delas sobrasse.

Alimentado pela vontade e pelo orgulho, Sōkū acabou vencedor e, como prêmio, recebeu o comando de todo O Primeiro Plano, a realidade em que vivemos, e seu pai, Kūsō, ficou com os cenários difusos, cheios de crises, confusão, escória e nada, absolutamente nada, assim como eram as coisas antes de o nascimento da sua cria. Revendo suas atitudes, arrependeu-se de não usufruir de toda a potência contra O Deus de Tudo e Todas as Coisas e, por isso, desobedeceu o trato que dizia não poder transpassar as barreiras do Segundo Plano, lançando mão da sua presença para conseguir se infiltrar em uma parte do Mundo de Cima e dar um fim a tudo, novamente. Mas as forças resistentes eram muito poderosas e, assim, ao invés de se transportar por inteiro e se vingar, precisou se resumir a uma mera espada violeta, com os seus nove olhos a adornando e vigiando o império de Sōkū, a pior ingratidão que lhe aconteceu.

Agora como uma arma, Kūsō carregava consigo a maior energia vital de todas, possibilitando de amplificar em tamanho e poderio o que viu ser apelidado, pelo humano que a empunhou, de Taberu, A Devoradora. Sorrateira e furtiva, a espada se tornou capaz de adaptar seu feitio a quaisquer que fossem as habilidades de quem a comandasse, justamente porque A Personificação do Vazio era O Pai de Tudo e Todas as Coisas. Esbanjando vigor, aliou-se de maneira ímpar ao seu dono e, finalmente, Kūsō pôde se considerar liberto da solidão que tanto temia e doía, proporcionando ao espadachim um presente divino: o diálogo com o dono da primeira expressão de som já existente, do primeiro eco rebobinado e da maior intensidade sonora conhecida, conduzindo seus adversários a uma temível destruição auditiva.

Hoje, distanciado de ódio e rancor, Kūsō permite ser empunhado com a intenção de destruir todas as partes da personalidade de seu filho, inclusive o próprio manipulador de Taberu, na tentativa de purificá-lo inteiramente do mal que lhe acometeu assim que A Maior das Guerras, o episódio em que Kūsō e SōKū batalham, aconteceu. Quando concluído esse objetivo, A Personificação do Vazio fará com que tudo retorne aos conformes e, por último, desapareça, impedindo todas as coisas de experimentar o que ele um dia experimentou: o escuro da solidão, crises, confusão, escória e nada. Absolutamente nada.

Kūsō, reconhecendo a necessidade de um juramento de fidelidade como garantia da sua servidão, somente se deixou compreender depois de aplicar sobre o peito de seu espadachim um selo escrito em romaji: オメン, ou Omen, que significa "Presságio". Tal marca garantiria a vida do manipulador ao manipulado, tornando-o o armazém de Taberu, A Devoradora, que apenas poderia ser retirada através do selo e do bel prazer daquele que jurou, com a recitação da frase "Transcenda o vazio, e mate o medo: Devore!". Enquanto resguardada no seu portador, a arma consegue ser destruída caso este morra e ela fique a mercê do dano inimigo.

A Devoradora possui um tamanho padrão de sessenta centímetros e uma lâmina absolutamente reta e de um único fio, com uma proteção quadrada e base longa para acomodar as mãos. Sua coloração semeia entre o violeta e o púrpura, e a superfície do corte tem nove íris de coloração verde musgo te observando. A ponta da arma é pouco curvada e, o que diz respeito a sua força, capaz de cortar tudo e todas as coisas. Suas habilidades variam desde manipulações de energias elementares até despertar de técnicas ilusórias afrontosas ou ninjutsus que moldam o chakra no formato de cobras. Como um talento secundário, existe a aptidão de ampliar em tamanho e, consequentemente, poder, podendo duplicar ou triplicar todo o dano e o alcance de suas técnicas. A bainha original da arma é o corpo de seu espadachim, mas há também uma outra, inteiramente preta fosca, para que este não precise se preocupar em devolvê-la para o seu corpo no meio de um combate. Caso o seu manipulador morra, a alma é devorada por Taberu, A Devoradora.

Bolsa de Armas:
[Casa] Olly Sivan. 2666.png?v=2.2 [03] Kunais;
[Casa] Olly Sivan. 2666.png?v=2.2 [06] Shurikens;
[Casa] Olly Sivan. 2666.png?v=2.2 [11] Kibaku Fuuda;
[Casa] Olly Sivan. 2666.png?v=2.2 [10m] Fio;
[Casa] Olly Sivan. 2666.png?v=2.2 [02] Ampolas (1 de veneno e 1 de medicamento).

_______________________

[Casa] Olly Sivan. Tumblr_inline_p7fx92IUtt1s0xpld_250 [Casa] Olly Sivan. Tumblr_inline_p7fx8xWfwc1s0xpld_250 [Casa] Olly Sivan. Tumblr_inline_p7fx93pLrl1s0xpld_250
IRIS  LYNDALL

_
[Casa] Olly Sivan. 100x100

Fama : 41 Mensagens : 739
Iris
Chūnin
http://narutorpgakatsuki.net http://narutorpgakatsuki.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo



Você não pode responder aos tópicos neste fórum