>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

zoobike
Sennin
zoobike
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers Yato] 125951_0

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66991-yato-the-last-dragon-2-0#493055

[Fillers Yato] - Qua 8 Fev 2017 - 15:10

Já era tarde da noite quando resolvo sair de casa, já que estava entediado. Andando pelas ruas escuras da vila, observo o céu iluminado por muitas estrelas e vejo que esse mundo não para nunca e eu tinha que fazer o mesmo, para não ser deixado para trás. Passando por toda a aldeia, estou passando em frente a biblioteca da vila e resolvo adentrar o local. Eu não sabia ao certo sobre o que eu queria ler ou se queria ler alguma coisa, fui para um canto solitário da biblioteca e peguei um livro sobre a formação e passado de Konoha, coloco a mão direita sobre a minha testa e o cotovelo cobre a mesa para apoiar minha cabeça, e assim ficando em uma posição confortável para a leitura, e então começo a ler.
Fiquei lendo aquele livro com muito cuidado e tentando refletir sobre tudo o que estava escrito nele, era um conto sobre Senju Hashirama e Uchiha Madara, fiquei muito surpreso quando vejo o nome Uchiha naquele livro, era o meu clã afinal. Me ajeito na cadeira, e dou um tapa no rosto, afim de despertar, e continuo a leitura. A história começa falando que os clãs Senju e Uchihas eram rivais a muito tempo e lutavam a todo momento no período antes de existirem as vilas. -Meu clã é realmente forte, eramos capazes de lutar em pé de igualdade contra os Senju. - Pensei comigo mesmo, com um ar de satisfação.
Em um certo momento da história, Uchiha Madara, que tinha feito um acordo de paz com Senju Hashirama e criado a vila junto com ele, se exila da vila. Eu paro de ler a história nesse ponto, para poder analisar o motivo dele ter feito tal ato. Penso em inúmeros motivos, mas não que explicassem tal ação, afinal os Uchihas eram considerados um dos clãs mais fortes. Talvez ele estivesse com medo dos Uchihas serem ofuscados pelos Senju, que tinha Hashirama, o Shodaime Hokage. Esse medo virou ódio e rancor contra a vila, e eu não entendi porque um laço de amizade se tornaria ódio tão facilmente. Me levantei da cadeira e procurei um livro sobre a vila como um todo, sobre os motivos dela ter sido criada e também procurei um livro que contasse tudo sobre os Uchihas, queria entender essa mudaça repentina no pensamento de Madara.
Achei os dois livros e retornei para a cadeira, percebi que a noite iria ser longa mediante a tanta pesquisa. Comecei lendo o livro sobre os Uchihas, lendo páginas e mais páginas percebi que muitos Uchihas caíram em um ódio profundo durante gerações. A determinada "Maldição do Ódio" que assombrava o destino de qualquer Uchiha, mas ninguém conseguia explicar o motivo de tanto ódio. Me lembrei então de quando eu ativei meu Sharingan, e analisei por completo a situação, meus olhos foram ativos pela tristeza de ter pensado que meu amigo estava morto, e se essa tristeza virasse um ódio profundo por aqueles homens e a vila de tais. Eu estava começando a entender o que muitas pessoas não conseguiam explicar, o destino de cada Uchiha e porque eles eram vistos da maneira que sempre foram por todos, com um olhar de medo.
Fiquei refletindo sobre todos os livros e a maldição dos Uchihas, se eu também seria afetado por ela e sucumbiria ao ódio com toda a minha força. Peguei o livro sobre a vila que eu ainda não tinha lido e comecei a ler, era um livro interessante que mostrava todos os fundamentos principais de uma vila ninja. Contava os motivos pelo qual Hashirama criou a vila e com quais intenções, percebi que a vila era uma forma de diminuir as guerras, uma maneira de não fazer pessoas inocentes morrerem sem motivo. Refleti sobre tal livro também, e concordei com cada motivo de Hashirama. Eu estava sofrendo um dilema interno, já que eu era um Uchiha, mas concordava com o pensamento de um Senju, e então pensei -Não importa de qual clã eu pertenço, mas sim de onde eu sou, eu sou Uchiha Kirito de Konoha e tenho que defender essa aldeia e todas as pessoas que nela vivem, esse é o meu caminho e o que eu quero para o meu futuro! - Uma forma encorajadora de pensar, abri um grande sorriso e levantei da cadeira.
Resolvi sair um pouco da biblioteca, já era madrugada e a vila parecia vazia, eu queria pensar um pouco sozinho. Fui até as esculturas com o rosto dos Hokages, fiquei observando cada rosto que nele estava e pensei que cada um deles havia sido um grande homem de sua época e deram suas vidas por essa aldeia. Era um grande destino virar um Hokage, e tinha u grande peso aquela função fiquei pensando. Não importa o que você queira todos os shinobi de Konoha devem lutar o máximo para preservar essa vila e seus moradores.
Olhei para o céu estrelado mais uma vez e gritei lá de cima das esculturas dos Hokages -Eu me tornarei um shinobi forte, ficarei forte o suficiente que poderei me tornar Hokage um dia, e então eu defenderei essa vila com a minha vida e todos que estão nela, eu faço esse juramento para mim e para as estrelas do céu, que eu sei que meu pais estão me vendo, EU PROTEGEREI TODO MUNDO!! - Terminei chorando e com um grande sorriso, era hora de começar a colocar a minha promessa em prática.
Eu estava muito feliz com tudo que eu tinha lido e aprendido, fui para casa com um grande sorriso e com uma grande determinação também, além do mais eu tinha um objetivo agora. Cheguei em casa e deitei na cama, mas nada do que eu tinha lido saia da minha cabeça, sai pela janela de casa e fiquei em um galho de uma árvore que tinha perto da minha casa.
Fiquei la com um perna para baixo e a outra apoiada no galho, e encostando a cabeça no meu joelho, que estava um pouco pro alto, dando altura pra cabeça. Refleti sobre tudo naquele galho, o motivo de eu existir e porque eu teria nascido em uma vila tão impressionante quando Konoha, o resto da minha noite foi totalmente em paz. Uma grande paz confortou meu coração e eu fiquei ali em silencio, quieto e sozinho com a esperança de um grande futuro que me aguardava.

_______________________

-

Última edição por zoobike em Sex 17 Fev 2017 - 20:45, editado 1 vez(es)
'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers Yato] 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

https://www.narutorpgakatsuki.net/t63640-fp-schrodinger-1-5#456006 https://www.narutorpgakatsuki.net/t62242-g-ficha-schrodinger

Re: [Fillers Yato] - Qua 8 Fev 2017 - 15:31

50

_______________________

[Fillers Yato] ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
-
zoobike
Sennin
zoobike
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers Yato] 125951_0

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66991-yato-the-last-dragon-2-0#493055

Re: [Fillers Yato] - Sab 18 Fev 2017 - 14:42

Numa manhã comum em Konoha, Yato estava caminhando sozinho pelo centro da vila quando se encontra com Hiyori. Eles se cumprimentam e desta forma começam a caminhar juntos, fazia tempo em que não faziam isso. Afinal eles eram ninjas agora e estavam sempre ocupados com suas missões e afazeres pessoais.
Eles estavam falando sobre tudo que não falavam a muito tempo, Yato a maioria do tempo só estava rindo. Ele estava meio triste pois estar com Hiyori naquele momentoestava o fazendo ter lembranças de seus pais e seu irmão desaparecido. Os dois se dirigiram para um lugar isolado da vila com toda aquela conversa. Yato viu que eles não estavam indo a lugar algum e deu uma risada de leve. -Hiyori, me siga - disse Yato para a jovem com um sorriso um pouco forçado.
Yato segurou a mão de Hiyori e começou a correr, pulando pelas árvores que haviam por ali. Ele não estava com toda sua velocidade, pois ele sabia que a jovem não conseguiria acompanhar. Eles chegaram a uma árvore imensa, realmente muito grande. Pararam e olharam para cima, para ver o final de tal árvore. -Venha comigo, vamos subir essa árovre - Yato chamou a jovem para o acompanhar.
Eles chegaram no topo da árvore em pouco tempo e era uma vista muito linda do País do Fogo. -Lembra, Hiyori? Quando nós vivíamos correndo por toda essa área? Nós éramos jovens, mas nossa felicidade era inigualável - disse o jovem sorrindo para a menina. O vento fazia o cabelo de Yato voar, e ele concertou com as mãos e prendeu atrás como um samurai. A jovem olhava para Yato e só conseguia rir, ela estava em uma felicidade muito grande de estar com ele naquele momento, uma lágrima podia ser vista descendo pelo seu rosto.
Depois de um tempo admirando aquela bela vista, eles desceram um pouco para um galho mais baixo. Onde Yato deitou no colo da jovem e eles começaram a conversar sobre tudo, até chegar ao assunto da noite do massacre de seus pais. Yato não gostava muito de lembrar daquela noite, era algo muito doloroso ter que lembrar a visão de seus pais mortos, ainda mais que ele tenha matado o assassino com as próprias mão naquela noite, mas não lembrava. Ele tinha fortes dores de cabeça devido a esse bloqueio que seu cérebro arrumou, para apagar aquelas lembranças de sua mente.
Hiyori estava contando como tudo aconteceu. Ela estava voltando para casa depois de m dia de brincadeira com seu melhor amigo, Yato. Ela chega em casa com um grande sorriso em seu rosto e senta a mesa com seus pais, mesmo com aquela idade ela havia notado a diferença no olha de seus pais. A jovem para no meio da história pois percebe que Yato tinha pego no sono, uma coisa frequente para ele.
Ela ficou ali fazendo um cafuné em seu amigo e pensando em tudo que tinha acontecido naquela noite, como Yato tinha a salvado. Essa era a principal memória que ela tinha, mesmo que ele tenha ficado com um olhar de assassino quando a salvou, matando o assassino de ambos os pais de cada jovem. 
Ela pensou por um tempo, mas logo também pegou no sono e ambos ficaram dormindo naquele galho da grande árvore. O vento batia de forma suave neles, e estava um clima muito agradável, fazendo aquela soneca ficar ainda melhor. Yato acordou primeiro e viu a jovem dormindo, ele deu uma leve risada e olhou um pouco a jovem, mas em seguida ficou olhando para o seu e também ficou lembrando da noite do assassinato de seus pais. Assim como a jovem, ele também chegou em casa com um grande sorriso no rosto do dia de brincadeira. No entanto, ele percebeu assim que entrou em casa que o clima estava totalmente diferente, como se seus pais soubessem que alguém iria lá mata-los naquela noite. 
O jovem notou, mas não disse nada. Ele jantou com seu pais e naquela noite algo diferente aconteceu, seus pais foram coloca-lo na cama para dormir, algo que não acontecia a muito tempo, pareceu como uma despedida. Essa é a melhor lembrança que Yato possui, sua lembrança mais feliz. Naquela noite, ele escutou um barulho vindo do quarto de seus pais, e como ele já estava desconfiado, levantou para averiguar. Assim que ele abre a porta do quarto de seus pais, ele tem a visão de um homem cortando a cabeça de sua mão com uma espada grande, essa é a ultima visão que ele possui daquela incidente. Ele tenta lembrar o que acontece depois, mas é atacado por sua forte dor de cabeça enquanto fragmentos da noite passam pela sua cabeça, fazendo ele se mexer de dor e acaba acordando a jovem.
-Yato-kun, o que houve? Você está bem? - pergunta a jovem, que acorda assustada. -Sim, estou bem - foi a resposta que o jovem dá, tentando disfarçar o que aconteceu.
-Você estava tentando lembrar o que aconteceu naquela noite, certo? - perguntou a jovem que logo notou a diferença na voz do seu amigo.
-Não, são apenas as minhas enxaquecas frequentes mesmo - disse o jovem se virando para o outro lado. 
Parecia que Yato tinha noção do que tinha feito, mas apenas não queria aceitar. Ele tinha um natureza totalmente pacifista, o que justificava seu cérebro responder aquela incidente daquela forma. Ele tinha seguido o assassino até a casa de Hiyori e entrou pela janela do quarto da jovem, a escondendo e indo pegar o assassino. Ela saiu do esconderijo e foi olhar o que estava acontecendo, dessa forma ela viu ele em pé no quarto com a espada do assassino nas mãos e ele no chão, Yato estava com o rosto coberto por sangue e com um olhar frio em seus olhos azuis, que pareciam brancos naquela hora. 
Depois da jovem ter essa lembrança, ela abaixa a sua cabeça e fica meio triste, mas é logo feita rir por Yato que começa a brincar com ela fazendo cocegas. Eles ficaram juntos o resto da tarde brincando muito e em seguida foram em caminho da vila novamente. Ambos com um grande sorriso em seu rosto, como antes do incidente, eles apreciam felizes em Konoha. Ele juraram nunca se esquecer e que se ajudariam sempre que precisassem. Afinal, eles eram melhores amigos. 

_______________________

-
Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual
http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Fillers Yato] - Sab 18 Fev 2017 - 14:43

Check, 50 em status

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
-
zoobike
Sennin
zoobike
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers Yato] 125951_0

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66991-yato-the-last-dragon-2-0#493055

Re: [Fillers Yato] - Ter 21 Mar 2017 - 13:20

Numa manhã de inverno em Konoha, o clima estava um pouco quanto frio. No entanto, nada iria impedir Yato de fazer alguma coisa naquele dia, ele gosta de se manter ativo até mesmo em situações como essa. Ele levantou muito cedo como de costume  e foi até o banheiro, tomou o seu banho e escovou os dentes da forma mais calma possível, ele não estava com presa de nada. Em seguida, ele pegou um pente e penteou o seu cabelo o jogando para trás, já que quando ele secasse ele iria cair para frente de qualquer jeito, dessa forma, por um tempo ele iria ficar com o cabelo jogado maneiro. Yato se preparou todo e pegou seus equipamentos por completo, colocando a Sekki na cintura na parte de trás, como ele sempre faz. Ele falou com a Sekki rapidamente, que respondeu com algumas vibrações de que estava contente. Tudo parecia normal, então ele logo saiu de casa e foi em direção da casa de seu amigo, Hatake Shion.

Não demorou para chegar até o seu destino, eles moravam um tanto quanto perto. Eles haviam marcado de se encontrar para uma leve pesquisa com sua amiga, Uchiha Hiyori. Yato e Hiyori não sabiam exatamente o que seria a pesquisa, mas de qualquer forma estavam muito animados. Eles gostavam de fazer coisas juntos, por mais que no seja algo rotineiro por serem shinobis agora, então eles iriam aproveitar o máximo possível. Eles foram até a biblioteca da vila, lá estavam todos os livros disponíveis de Konoha, Shion pegou muitos livros e disse para ambos estudarem para melhorarem seus conhecimentos ninja. Os livros se tratavam de técnicas de rastreamento e conhecimentos gerais de toda a vila, como histórias de clãs e tudo que Konoha sabia de informação que poderia ser usada, como também conhecimento a respeito de ninjas sensoriais. Yato começou a ler os livros o quanto antes possível, afinal ele adora adquirir mais conhecimento sendo alguém muito inteligente e atencioso com os detalhes. Hiyori também começou a ler, mas não com a mesma empolgação de Yato.

Eles ficaram lendo muito, durante um tempo muito considerável. Afinal, eram muitos livros o que poderia fazer qualquer um desistir de imediato. Shion estava lendo alguns outros livros também, mas muito mais aprofundados, ele já um Jounin muito experiente, mas queria se tornar mais forte ainda. Assim que todos terminaram de estudar tudo sobre a parte teórica de todos os conhecimentos, então Shion levantou e chamou eles para ir até os arredores da vila, tinham alguém que eles teriam que encontrar, ou seja, trabalhar como uma equipe. Yato ficou supre feliz com a notícia, ele iria poder melhorar seu poder de rastreamento, enquanto ainda passava um tempo com seus amigos. Ele deu um pulo da cadeira e foi o mais rápido possível para o local determinado por Shion, onde todos se encontrariam em mais hora. Yato foi um pouco precoce e chegou muito adiantado e teve que esperar a todos. Quando os dois chegaram, eles logo começaram a sua busca. Shion tinha muita habilidade com tal feito, mas ele deixaria os dois se esforçarem para encontrar com suas próprias habilidades, ele queria testar a força de ambos, e o crescimento de Yato, já que tinha prometido ao seu pai que cuidaria do garoto.

Yato tinha muita habilidade, um verdadeiro prodígio do clã Uchiha o que deixava Shion muito impressionado. Ele conseguia ver coisas muito minuciosas, como analisar a planta molhada o que significava que alguém havia passado por ali a pouco tempo, ou poderia ser uma armadilha deduzida por Yato sozinho. No entanto, eles seguiram os rastros achados pelo garoto e se depararam com um rio, onde encontraram um homem um pouco abatido, Yato correu para ajuda-lo sem pensar duas vezes. Assim que eles começaram a fazer perguntas, dois homens saem das árvores e dizem, vocês iram morrer por procurar alguém como ele. Yato se prepara automaticamente para o combate, mesmo sem entender o que se passava ali exatamente. os dois ninjas pareciam ser muito habilidosos, Yato então diz para Hiyori não se aproximar dem ais, que ele e Shion cuidariam da situação, que ela cuidasse do homem abatido. Shion ficou surpreso na liderança do menino e no seu raciocínio rápido, já que nem ele tinha tomado alguma providencia a respeito de tudo. Um sorriso saiu do rosto de Yato, como se gostasse da ação e fosse fazer algo mito eficiente. Em seus olhos poderiam notar o seu Sharingan, o que deixou Shion muito surpreso por ee ter dominado tal poder ainda muito jovem, até Hiyori ficou surpresa e mais calma quando conseguiu notar aquele poder.

Os dois ninjas ficaram contentes de lutar contra um Uchiha de sangue puro, e começaram o ataque, facilmente defendido por Yato e Shion, que fizeram um trabalho em conjunto muito eficiente, onde Yato usou seu teletransporte e teleportou Shion junto para as costas dos seus oponentes. Finalizando a luta de forma rápida e eficiente. Shion pensou como se lutasse do lado de pai de Yato, alguém que ele ttinha um entrosamento muito maravilhoso, e ficou muito feliz em notar que Yato tinha evoluído muito em pouco tempo. Assim eles resgataram o homem que estava machucado e levaram de volta para a vila, salvando assim a vida dele, e levaram os dois que os atacaram presos para a prisão da vila. Yato ficou feliz por ter acabado tudo bem, e por não ter deixado a vida de seus amigos em perigo. Dessa forma ele foram diretamente para casa e ficou refletindo sobre tudo o que aprendeu naquele dia, um dia com muita coisa para aprender e refletir. Yato então depois de refletir sobre tudo, foi tirar um boa noite de sono, já que tinha se esforçado muito naquele dia.

_______________________

-
Asa
Genin
Asa
Vilarejo Atual
http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Fillers Yato] - Ter 21 Mar 2017 - 13:23

50 em status

_______________________

Ficha
Banco
Mudanças
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Fillers Yato] -

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.