>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Marina
Chūnin
Marina
Vilarejo Atual
Ícone : M. Rank C - Nach 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

M. Rank C - Nach - em Sex 4 Nov - 16:13

Proteção aos Indefesos
Descrição: O País do Arroz está a passar por dificuldades devido a ataques de bandidos, alguns deles usam técnicas ninja. Vá e elimina a ameaça.


Uma voz não familiar chama-me a atenção - Você é Nach Kabuto? - Questinou. Analisei-o desconfiado por alguns instantes. Ao que me parecia, era um jonin, à julgar pelas vestes. Ele foi logo passando-me uma missão, detalhadamente, em conjunto com um mapa. Embora eu não tenha o melhor senso de direção que se possa imaginar, eu tinha inteligência suficiente para entender seus pontos principais.
Partindo de Iwa eu teria que passar pelas fronteiras do país da Terra, atravessando o país da Cachoeira até chegar nos Campos de Arroz. Comecei minha rota até as fronteiras. Não era difícil, mas também me era algo desconhecido. Minha velocidade era apenas cinco metros por segundo, pois não poderia ir em velocidade máxima e muito menos a mínima.
Nervoso com uma locomoção tão lenta - eu mesmo-. Planejei uma forma de ser mais rápido. Afinal, por quê não usar uma invocação? - Kuchyose no jutsu! - Proclamei, invocando Kyodaijya. Fui para cima da cabeça e comandei-a até onde a rota selecionava. Com uma velocidade de dezoito metros por segundo, a serpente me adiantava um tempo precioso. Não há como sermos mais rápidos do que isto. Passamos pela fronteira e já estavamos na metade do país da Cachoeira. Eu sabia que o tempo a serpente havia acabado. Então permiti que ela desfizesse a invocação.
- Você foi uma boa companhia - Balbuciei. Uma serpente gigante sendo guiada por uma rapaz chamaria atenção demais. Por este motivo busquei passar apenas pela floresta. Ficando longe de qualquer vila. Prossegui o resto do caminho na maior velocidade possível, estando bem adiantado graças ao uso da Kuchyose.
Cheguei no país e as autoridades de lá, aparentemente, uma vila sem ninjas. Me passavam as intruções do horário e localidade que os bandidos atacavam. Portanto, aguardei até o momento certo. Quando, enfim, pude vê-los em certa distância de vinte e cinco metros.
Pus-me então a usar do veneno Three-Poi para envenena-los sem que tais percebam. Um gas acinzentado poderia muito bem parecer apenas a poeira que eles levantavam em seus ataques. Nisto, envenenados. Eu recolhia três senbons, que era compatível com o número visível de bandidos, e então observei suas ações para identificar os braços dominantes de cada um. ''Canhoto, destro e destro'' - pensei''. Envenenei as três armas com Two-Poi. Lançando contra cada um deles no pulso, respectivamente, esquerdo, direito e direito. Dessa forma, além de envenena-los, eu paralisava no mesmo instante os movimentos de uma mão- a mão dominante. Já que possuo um explendido conhecimento anatômico. E eles não poderiam usar-se de técnicas com selos.
Como me mantive até o momento, imperceptível. E tais já sabiam que não havia ninjas nesta vila. Obtive um sucesso em meus movimentos iniciais. Mas eles percebem que há um inimigo assim que os três tem seus braços paralisado.
- Quem está ai? Apareça - Disse um deles. Porém, eu não me revelei. Pelo contrário, usei Kakuremino no Jutsu, afim de camuflar-me e observá-los. Eles começavam a procurar-me, mas sem sucesso. Até um deles reclamar que estava sentindo gosto de sangue. Notei, portanto, que a hemorragia de meu primeiro envenenamento estava tendo sucesso. Quando eles começaram a sangrar pelas narinas, era mais perceptível um sinal de preocupação.
- Maldito! Alguém nos envenenou! Vamos sair daqui! - Neste momento revelei-me - Acha que eu permitirei? - Questionei. Nenhum deles conseguia usar jutsus como ninjutsu ou genjutsu, graças ao golpe outrora aplicado em ponto vital. Mas todos avançavam contra mim, certamente, visando usar-se taijutsu. Apesar de minha velocidade, eu tinha uma boa força. Então levei o golpe de todos eles, reparando que nenhum fazia-me efeito. Eles também reparariam tal. Devolvi os golpes, um soco no crânio de cada um deles. Não era o suficiente para derruba-los, mas estavam todos mais sensíveis graças à hemorragia. - Sangrou nosso nariz, maldito! - Um deles reclamava. Eu sabia que isso era efeito hemorrágico, eu não havia mirado no nariz de nenhum dos três.
Os três pegavam kunais com uma de suas mãos, mas nenhuma delas é a mão dominante. Eles buscam acertar-me, mas os golpes não eram muito precisos, então consegui desviar-me facilmente. Eles começavam a reagir estranhamente. Seus corpos pareciam não mais atender aos seus desejos. O sistema nervoso deles estava completamente danificado. - Essa é a minha hora.... - Disse. Recolhendo uma kunai da bolsa e avançando contra eles. - Vocês estarão paralisados até a hora de suas mortes. Portanto... - Passo a lâmina da kunai pelo pescoço de cada um deles sem qualquer dó. - Acabo com vossos sofrimentos.
Escrevo um relatório, incluindo que a morte dos três foi algo necessário. E então volto para minha vila ao pegar minha recompensa.

Status full

Nome Two-Poi
Tipo: Líquido denso (peçonhento/neurotóxico)
Efeitos: Paralisia (a partir do 6º turno)
Duração: 5 turnos para fazer efeito.
Descrição: Um líquido denso de coloração amarelada. Veneno de peçonha, ou seja, necessita entrar em contato com a corrente sanguínea para surtir efeito. Ele age com enzimas que bloqueiam a ação do sistema nervoso. Ele é composto apenas de enzimas nocivas geradas a partir da criação de micro-organismos alimentados a base de metano e  flúor. A ação no organismo humano não é imediata. A partir do momento em que o veneno entra em contato com a corrente sanguínea (1º turno) ele começa a se espalhar pelo corpo todo e só após determinado período(após 5º turno) ele começa a sentir seu corpo completamente paralisado. Esta paralisia é resultado do bloqueio de função do sistema nervoso. Então fica impossível - salvo sob efeito de antídoto ou alguma situação especial - desfaze-la.  A partir do 6º turno o oponente terá seu corpo paralisado e tal efeito é permanente no seu organismo. Considera-se, portanto, um veneno que deixa a vítima em estado tetraplégico, mas que demora a fazer seu efeito.
Nome Three-Poi
Tipo: Gasoso (tóxico/Hemorrágico)
Efeitos: -5 HP por post / +5 para danos recebidos com golpes físicos
Alcance: Em uso básico (ampola), alcança até 10m de diâmetro.
Descrição: Um gás acinzentado. Feito de enxofre, carbono, dentre outros elementos. Esse gás é extremamente fétido, mas não é esse o seu ponto forte. Ele é um gás tóxico, ou seja, faz efeito ao entrar em contato com a pele da vítima. Absorvido para o organismo a partir da pele. Uma vez no organismo ele afeta as veias e artérias, tornando-as permeáveis ao sangue. Causa hemorragias internas e externas, levando ao sangramento de gengivas e narinas.
O efeito é imediato e não cessará sem que a vítima consiga arranjar um modo de curar-se. Os danos são baixos, mas é exatamente isso que os torna sorrateiros, fazendo-os ser significativos em batalhas longas.
No terceiro turno a vítima começará a sentir o gosto de sangue na boca, resultante do sangramento da gengiva. No quinto turno começará a escorrer sangue pelo nariz. Antes disto é difícil que a vítima perceba estar envenenada. Afinal, os efeitos externos ainda são pouco visíveis. Mas os internos estão em ocorrência por todo o tempo. Sendo que, a partir do momento em que se encontra envenenada, a vítima será mais sensível a golpes físicos.

-
Blurryface
Genin
Blurryface
Vilarejo Atual
Ícone : M. Rank C - Nach 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: M. Rank C - Nach - em Sex 4 Nov - 16:42

Mission clear

_______________________

M. Rank C - Nach Large
-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.