>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Hotaru
Chūnin
Hotaru
Vilarejo Atual
Ícone : M. Rank C - Hotaru 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

M. Rank C - Hotaru - em Sex 28 Out - 4:24

Reinvidicação Descabida
Descrição: Um ninja de outra vila resolveu atacar o nosso Senhor Feudal, para roubar o cargo dele. Mas o nosso senhor feudal não tem tempo para isso. Antes que esse lúnatico chegue ao menos próximo da residência do Senhor Feudal, encontre "Chitoshi", e acabe com esse desafio.

Nunca havia recebido missões de rank D ou C, entretanto, meus superiores pareciam ter notado meu amadurecimento. Claro, para me testar e talvez recompensar-me. Me deram uma missão rank C. Afinal, rank D seria inviável para alguém de cargo chunnin. O pergaminho, a princípio, não possui qualquer dificuldade. Chitoshi, um encrenqueiro, busca meter-se a valente contra nosso senhor feudal.
''Logo contra o senhor feudal?'' - questionei. Eligos Lee, um dos antigos doze guardiões. Foi quem me ensinou. Quem me evoluiu mais do que qualquer outra pessoa. Para defender o que ele protegeu todos esses anos, preciso realizar esta missão. Se eu fizer algo pelo Senhor Feudal, estarei fazendo algo por meu mestre.
...
Seus olhos rosados ganhavam um tom de determinação. Determinação... A quanto tempo não refletia nesta palavra? Foi ela a chave do seu sucesso. Mesmo não sendo a mais habilidosa, apenas tornou-se chunnin, por causa de sua determinação. O aspecto mais forte de sua personalidade. Provavelmente mais do que seu próprio corpo e mente. Ou talvez igual? A emoção, a mente e o corpo... A determinação, a inteligência e a força... A trindade que compõem a jovem Hotaru.
Ela parte rumo aos arredores. O sujeito buscaria enfrentar o senhor feudal, logo o mais racional era ficar aos arredores da casa do mesmo. Escondida.
...
Certo tempo passou. Nenhum sinal do valente rapaz. Estaria ele esperando o cair da noite? Usei-me de uma camuflagem com Kakuremino no Jutsu. E foi ai que, minutos depois, aparece-me um rapaz buscando caminhar silenciosamente na ponta dos pés. Não sabendo ele que estava sendo observado.
''Eu quero acabar com isso logo, é a vida do senhor feudal que está em ameaça'' - pensei. Preparei minha kunai para tacar no rapaz. Buscando, antes, fixar bem os olhos no mesmo e ver se tal não era uma armadilha. Talvez um bunshin? Não. Apesar de tentar ser silencioso ao máximo possível. Seus pés perturbavam as folhas jogadas ao chão.
...
Sai de meu lugar com toda velocidade e quando estou a menos de oito metros, lanço-lhe a kunai na altura da testa. Não esperei por uma reação ou qualquer outro movimento. Mas o sujeito surpreende-me esquivando-se tão rápido que nem sequer consegui acompanhar.
- Sou Chitoshi. E serei o grande senhor feudal.
- Não, você era Chitoshi. Hoje será um homem morto. - Completei.
O homem não parecia levar a sério e avançava contra mim. Sua velocidade, entretanto, era difícil de ser acompanhada facilmente. Embora conseguisse. ''Velocidade um pouco maior do que a minha, né?'' - pensei. Com a mente fria deixei-me ser golpeada. Ele sabia que possuía uma velocidade superior, mas não fazia ideia quanto ao nível de minha força. Foi neste momento que pude segura-lo e puxa-lo em minha direção. Ao mesmo tempo dando um pisão sobre seu joelho esquerdo em força máxima, destroçando-o. - Consegue correr agora? - Questionei. Enquanto o homem gemia de dor. Parei por alguns segundos e reparei na minha personalidade.
O que está acontecendo? Não sou assim. Sinto-me mais arrogante e fria. Será que faz parte de meu amadurecimento? Estou de fato mais séria, levando a vida mais a sério. O que ocorreu no Chunnin Shiken não se repetirá nunca mais. Não enquanto sobrar ao menos alguma vida em mim. Pelo visto, não possuo mais piedade para com meus inimigos. Mas recordo-me então da luta contra os macacos na floresta da morte. Afinal, tive piedade, e em troca, não ganhei uma arma? Estou exagerando. Estou exagerando nisto tudo. Devo ser forte. Madura. E o trauma que o evento me gerou já foi superado. Então... Por que estou agindo assim?
Ignoro a dor de Chitoshi e seus pedidos de ajuda. Refletindo um pouco sobre mim mesma. Ainda sou agressiva, mas hoje de uma forma inteligente. Meu oponente é veloz e essa era a forma de para-lo... Fiquei confusa, afinal, não enfrento alguém a certo tempo desde o fim do CS. E nunca cheguei a ter inimigos de verdade, com exceção de animais da floresta da morte e... Aquele homem....
É... Era melhor me acostumar. Afinal, era um inimigo. Eu não lidei com muitos inimigos antes, por tal motivo, estranhei minha própria atitude. Olho ao rapaz caído no chão. Tão vulnerável e uma vítima tão fácil. Ninguém se importaria sobre sua existência. Mas decido agir ao contrário de expectativas radicais.
Levo-o com a perna quebrada ao hospital e apresento-o ao monge. Deixo-o conversando e com o passar de certo tempo o mesmo me trás notícias positivas. Chitoshi entraria para o Dojo e seria meu colega. Sua perna ficaria bem, mas teria de ficar algumas semanas de repouso. Neste período, eu ajudo o mesmo com alimentação e companhia, ao menos amigável.
No fim, o mesmo se redime, com um pedido de desculpas enviado ao senhor feudal. Eligos me agradece, tanto por ajudar aquele a quem o mesmo protegeu anos atrás, como também por ter tido compaixão para com um inimigo já vencido.
HP:
535/535
CH:
260/260

_______________________

Importante!:
Ficha
Mod. Ficha
Banco
Mod. Perfil
Mod. Status
-
Blurryface
Genin
Blurryface
Vilarejo Atual
Ícone : M. Rank C - Hotaru 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: M. Rank C - Hotaru - em Sex 28 Out - 4:29

Mission clear

_______________________

M. Rank C - Hotaru Large
-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.