:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Iwagakure no Sato :: Campo de Treinamento
12 Anos Online
O Nascer do Sol
Arco 01
Ano 12 DG
Inverno
Após a cisão que uniu o mundo, a separação de espólios pós-guerra pareceu muito promissora, mas mais para uns do que para outros. Kumo tomou como parte de seu território uma terra pequena que para muitos não tinha nada, mas, após uma investigação minuciosa feita por ninjas enviados pelo próprio Daimyou do Fogo, foi descoberta a vantagem que Kumo tinha em mãos: estavam em posse, ainda com vitalidade, do corpo de Hashirama Senju, este que foi considerado o maior shinobi em sua época. O Fogo começou uma campanha pessoal para descobrir mais sobre isso, o que acabou culminando em uma grande reunião entre os Senhores Feudais. Mas, no fim, sem nenhum acordo que fosse bom para todos os lados, uma declaração de Guerra Mundial foi feita, e o campo de batalha escolhido foi Otogakure. Forças do mundo inteiro estão agora marchando para Oto para travar aquela batalha que pode destruir toda a paz que foi conquistada há 10 anos.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

lathe biosas

Urameshi
Chūnin
Urameshi
Vilarejo Atual
lathe biosas

[t] komamura - Publicado 30/9/2016, 14:52

s

_______________________

[t] komamura Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
lathe biosas

Urameshi
Chūnin
Urameshi
Vilarejo Atual
lathe biosas

Re: [t] komamura - Publicado 9/11/2016, 13:53

Poder


O único sentimento restante da fase final do Chunin Shiken foi a impotência. Diante de tantos inimigos, tudo o que fiz foi sofrer. Eu era fraco. As coisas não podiam continuar daquela forma. Eu deveria me tornar alguém diferente. Alguém capaz de defender-se e defender meu lar. Impulsionado por este sentimento, resolvi treinar minhas habilidades físicas. Força. Sim, ela era essencial. Não era um especialista em exercícios físicos, por esse motivo procurei alguém em minha vila capaz de me ensiná-los. Fui então em direção ao quartel general. Chegando lá, anunciei-me como um Chunin e apresentei formalmente aos presentes. Para completar, perguntei aos mesmos se existia alguém capaz de atender minhas necessidades.


Depois de algum tempo, fui então apresentado à Akio, um poderoso Jonin conhecido por ser extremamente leal à vila e seus companheiros, e não só isso, ele também era famoso por sua física invejável. Sua fama não era à toa. Logo de cara percebi que aquele homem era uma montanha de músculos. Fomos à sua casa. No porão, mais precisamente, encontrei diversos aparelhos completamente estranhos.
— Estes daqui estão velhos mas devem bastar. — Apontou. — Todos são aparelhos para seu treino. Se quiser ser forte fisicamente, eles são essenciais. Venha, vou mostrá-lo como funcionam tais exercícios. — Concluiu de forma breve.


Devidamente apresentado ao enorme maquinário, iniciei meu treinamento. Os primeiros dos conjuntos musculares a serem exercitados eram os localizados no braço. Movimentos repetitivos eram feitos até a exaustão. Os fiz por um longo período de tempo, até não resistir mais sequer levantar os braços. A dor excessiva somava-se ao cansaço numa louca mistura tornando-me incapaz de executar qualquer movimento que fosse. Fui acompanhado todo o treino.
— Por hoje está bom. — Falou.
— Como assim? Nós mal começamos. Eu preciso de mais. Preciso me tornar mais forte. — Tentei argumentar.
— Não se preocupe, meu jovem. Sua inquietude demonstra o quanto você tem ainda a aprender. Das primeiras lições ensináveis, monitorarei primordialmente uma: a de escutar. Eu sou seu tutor, você deve me escutar e aceitar o que digo. Fim. — Completou.
— Está certo. — Terminei, com um certo tom de inconformidade.


Puxei então dos bolsos um doce e resolvi me retirar. Enquanto desenrolava o papel, fui surpreendido por uma mão acertando em cheio àquela que segurava o sólido repleto de açúcar.
— Você não deve comer isso, garoto. — Disse em um tom sério. — Se você for ser treinado por mim, jamais abrirá outro destes na minha presença.  
Sua ordem acrescentou ao clima de tensão. Porém me contive e resolvi acatar a ordem calado. Saindo então daquele lugar, peguei outro doce do bolso e o desembrulhei. Quando movimentei minha mão, levando tal à boca, fui acometido por um estranho sentimento. Estava, aos poucos, conseguindo controlar meu vício. Contudo, no fim, acabei mascando o doce.


Um dia se passou e eu voltei, novamente, à acadêmia. Desta vez eu exercitaria outros conjuntos mais ao dorso e corpo, no geral. Conhecendo os exercícios da forma devida, comecei o treinamento. Meus braços estavam cansados e estes exercícios exigiam bastante deles. Controlando minha força moderadamente, fiz todo o treino em pouco menos de três horas. Finalizado, fui novamente convidado a me retirar e ir para casa. O fiz sem pestanejar. No rumo de casa, fui estranhamente acolhido pelo mesmo sentimento, o qual, desta vez, impediu-me de levar o doce à boca. Dessa forma, passou-se o segundo dia.


Aos poucos, podia sentir um leve acréscimo à minha forma física. Músculos antes inexistentes, agora surgiam levemente. Sem, obviamente, comprovarem uma grande diferença. No terceiro dia fui introduzido à exercícios para os membros inferiores. Como de costume, os fiz e voltei para casa. Aprendido esta série extensiva de treinamentos, iniciava-se então a minha nova rotina. Todos os dias, sem qualquer exceção, exercitava os músculos do meu corpo ao limite. A passagem de tempo, além de uma convivência diária,  criavam laços entre mim, o aprendiz, e o meu tutor, Akio. Diferentemente do início, onde tudo o que fazia era ir para casa após o treino, agora nós também conversávamos. Comecei a nutrir uma grande admiração por aquele homem.


Por mais metódico que fosse, ele, assim como eu, era um grande amante de Iwagakure. Faria o possível e o impossível para livrá-la de qualquer perigo. Mais dias se passaram, aos poucos as rotinas de exercícios se tornavam mais pesadas, cobrando ainda mais de meu tecido muscular. Com o passar do tempo, realizando tarefas básicas, pude perceber o quão forte eu estava me tornando. Agora as coisas que antes pareciam muito pesadas, tornavam-se muito mais leves. Além disso, meus socos e chutes pareciam ter mais potência. Continuei treinando intensivamente, sem vacilar. E aquilo fazia com que eu esquecesse cada vez mais de meu vício por doces.
— Você é um bom garoto, Komamura. Aprendeu bastante durante esse curto período de tempo em que treinou comigo. — Elogiou-me durante uma série.
Eu dei uma leve risada e continuei o exercício.


Algumas semanas passaram-se. Meu progresso agora já era notável. Minha força física definitivamente havia aumentado. Contudo eu ainda não estava completamente acostumado com aquilo. Por isso, para me acostumar às minhas habilidades mais recentes, procurei algumas dicas do meu mestre. Para tanto, aconselhou-me a treinar com socos e chutes. Saí do espaço dedicado aos músculos e fui a um terreno repleto de pedras. Escolhi uma pedra de tamanho médio e comecei a socá-la. Aos poucos, fui treinando a rigidez dos músculos. Além de acostumá-los a mais recente força. Fiz isso durante alguns dias. Decorrido o tempo, finalmente me acostumei à nova força. Agora eu me sentia mais pronto. Agora eu sentia uma vontade enorme de desafiar àquela mulher.

2 pontos em força

_______________________

[t] komamura Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
[t] komamura 100x100

Blurryface
Genin
Blurryface
Vilarejo Atual
[t] komamura 100x100

Re: [t] komamura - Publicado 9/11/2016, 14:47

Treino aprovado.
Não se esqueça de solicitar narrador na próxima vez.

_______________________

[t] komamura Large
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [t] komamura - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas