>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Raphs, o porco [filler] - Sab 16 Jul - 23:34

Faltavam poucos dias para o dia de ação de graças, a quarta quinta-feira de novembro. Em homenagem ao feriado e também a sua ascensão como shinobi, Yuuki foi importunada por seus amigos a dar um grande almoço como uma forma de se aproximar mais dos amigos e também dos moradores nas redondezas. Com isto em mente, saiu pela vila antecipadamente distribuindo convites ou mesmo convidando verbalmente as pessoas.

A caça foi a etapa mais fácil. No passado, em seu treinamento de shurikenjutsu, foi obrigada a sobreviver da caça durante várias semanas até que tivesse finalmente dominado a habilidade. Em meio a floresta vermelha da folha, ela desapareceu. Retornou horas depois, trazendo consigo uma porção de animais presos por correntes. Em especial, um porco rosado com marcações vermelhas por todo o corpo. O que tornava o porco especial não eram as marcas em si, mas sua estranha capacidade de falar, a qual ele utilizava sem o menor pudor.

Já em casa, ela iniciou os cozinhares. Refogou o arroz, cortou os legumes e limpou os animais. Permitiu que o porco vivesse mais um pouco por mera gentileza e também em honra a sua estranha capacidade de falar. Ela sabia que era errado sacrificar um animal tão belo como aquele, mas seus convidados estavam com fome. E ela... também. Enquanto a comida estava no fogo e a carne, no forno, aproveitou o período em que deveria descansar para arrumar um pouco a casa. Perfume natural e uma boa faxina eram tudo o que aquela mulher precisava para fazer a melhor festa da vila da folha. Terminada a arrumação, era chegada a hora de sacrificar o pobre animal. Nomeou-o Raphs pois era assim que ele insistia em ser chamado, mas se emocionou em ter de lhe matar. Tateou o balcão de madeira e apanhou a faca para si. Cerrou os olhos e então apunhalou a pobre criatura. Todavia, para sua surpresa, o porco já não estava ali.

Onde? Onde você foi, Raphs-chan? — Indagou, preocupada. Seus olhos percorreram todo o ambiente da casa até que finalmente alcançaram a porta. Pelo movimento, havia sido aberta a poucos segundos. Ela disparou através do corredor e alcançou a porta em um segundo. Dali, uma estrada de pedra seguia como uma serpente e se perdia no fundo da floresta. O porco Raphs disparou com tanta velocidade que talvez fosse comparável a um shinobi de elite. Yuuki saiu ao seu encalço, mas o porco era rápido e ágil. Para ela, era difícil manter velocidade constante tendo de desviar de galhos e de trocos, mas para ele, bastava se esgueirar e se manter correndo. E após vários minutos correndo como dois trovões, eles finalmente deixaram a floresta. Raphs estava em pleno vigor físico, mas Yuuki já demonstrava sinal de cansaço. Desistiria ali, sem pestanejar, não fosse a aparição de uma figura conhecida.

Éverton, a alpaca branca, esperava a kunoichi para continuar a perseguição. Cansada, ela simplesmente subiu no animal e eles continuaram a perseguição. Éverton era tão rápido e ágil quanto o porco, mas tinha a vantagem de conhecer o terreno. Esquivou de buracos e saltou através dos andarilhos que por ali passavam. Juntos, os três se aproximaram de um grande córrego, que a algumas dezenas de metros dava em uma enorme cachoeira. O pobre raphs, distraído com a perseguição, não percebeu que estava cada vez mais próximo da borda e acabou caindo dentro do rio. A correnteza era forte e o pobre animal, incapaz de nadar e de se mover, foi arrastado.

Yuuki queria-o cozido, mas seria difícil apresentar um porco destroçado pelas pedras aos seus visitantes. Ela desceu de Éverton e saltou dentro do rio com um galho em forma de gancho. Nadou na direção da correnteza com agilidade e velocidade, até que finalmente alcançou o porco que a esta altura, já estava inconsciente. Ela o pôs entre seus braços e então girou o braço, acertando o gancho em um outro galho. Estava a salvo.

Acontece que a natureza não era tão boazinha assim. A correnteza continuou puxando os dois com forças, até que o galho começou a rachar. Em desespero, a kunoichi de tudo tentou para nadar contra a cachoeira, mas nada foi o suficiente. Em instantes o galho se partiria e eles iriam direto para a morte. Ela fechou os olhos e em um quase silêncio, suficiente apenas para que o porco escutasse, ela se desculpou. Desejou que em vez de comida, o porco fosse seu amigo. Um companheiro para dividir uma refeição.

E quando a morte estava mais próxima, ou seja, quando o galho finalmente se partiu, os dentes peludos da fera lhe abocanharam o braço. Era Everton, a alpaca, que usou de toda a força em seu corpo para puxar os dois de dentro da correnteza. Eles caíram sobre os pelos do animal, completamente exaustos.

[...]

Descansados, eles retornaram para casa a tempo de receber os convidados. Ao chegar lá, os poucos amigos de Yuuki já batiam a sua porta, empolgados com o evento. Amistosos, alguns traziam grandes bandejas com os mais variados petiscos e comidas típicas. Outros carregavam consigo grandes lotes de refrigerante, pois obviamente, menores de idade não podiam beber. A menina apresentou-os seus amigos, a alpaca e o porco, e juntos eles saborearam toda aquela deliciosa refeição.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: Raphs, o porco [filler] - Dom 17 Jul - 9:51

Originalidade: 8/10
Gramática: 8/10
Fluidez: 9/10
Interpretação: 5/10 (não teve nada característico do personagem, em maior parte por tentar fazer uma história de comédia forçada)
Treinamento: 0/10 (a maneira com que você apresentou a caçada ao porco não trouxe evolução nenhuma, muito menos a situação envolvida.)
Total: 30/50
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.