>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

D [Ladrão Comilão] - Sab 21 Maio 2016 - 13:40

Levei a xícara de chá até os lábios com uma expressão de alívio no rosto, o sabor da bebida não era em nada igual ao que eu era capaz de produzir, contudo, era saboroso como um todo. A manhã era calma, o sol cintilava no céu aberto do vilarejo e as pessoas caminhavam de um lado para outro, vivendo suas vidas da mesma maneira que sempre faziam. Encontrei-me a fitar esse dia-a-dia da entrada de minha casa, um prédio antigo com um estilo oriental que emanava uma elegância clássica. Era uma construção enorme, grande demais para uma única pessoa, apesar de visitas aparecerem constantemente, além dos vendedores que chamavam pela manhã para expor suas habilidades de marketing.

Não haviam muitos pássaros naquela área da cidade, tornando as manhãs quietas. Dias atrás, minha única preocupação era exercer minha rotina comum e seguir até a escola, voltar ao final da tarde para preparar o jantar e terminar o dia, isto é, até o dia em que me graduei e tornei-me oficialmente um ninja. Não era exatamente a profissão que havia escolhido, mas sem dúvidas era um meio de alcançar o que tenho em mente, então segui à risco aquela nova rotina.

Assim, ali estava, dando adeus à gigante residência que deixava um ar melancólico de vazio toda vez que me ia, mesmo sempre voltando ao final do dia.

[...]

Havia uma pequena comoção em frente ao prédio, situação corriqueira naquela etapa do dia, jovens e adultos entravam e saiam do prédio do Raikage com demasiada pressa, correndo para terminar as tarefas que lhes davam. Era exatamente por isso que estava ali; retirar uma missão. Era como um trabalho de meio-período, pagando uma boa quantia de dinheiro por tarefas simples, mesmo existindo missões de níveis mais altos, com bonificações maiores. Mas pra mim, aquilo bastava, minha situação financeira não era tão ruim para estar desesperado por dinheiro, mas ainda sim aquilo era uma obrigação como ninja, o que me fez estar ali em primeiro lugar.

Pouco tempo se passou até eu conseguir entrar, a multidão estava se dissipando no momento em que cheguei. Subi para a sala de espera e aguardei chamarem por meu nome. Por não ter um time e ser um ninja de classe baixa, não recebia uma grande atenção, o que me deixou a mercê da boa vontade dos supervisores.

Lá dentro fui recebido por um homem de meia idade com vestimentas padrões da força militar. Ele me instruiu da situação do "Ladrão Comilão", como chamavam-no. A folha que me fora entregue dizia que um homem chamado Akimino estava roubando comida e levando-a para algum lugar qualquer na parte norte da vila. Mas ''dê uma lição nele''? Que tipo de lição eles esperam que façamos? Independente, retirei-me do recinto e segui para o lado norte da vila.

[...]

A área norte da vila constituía a área de treinamento, um lugar inusitado para um ladrão estar. Com tantos ninjas ali era pouco provável alguém assim obter sucesso em se esconder. De qualquer forma, minha busca naquela área se provou infrutífera, então segui até os restaurantes mais "acessíveis" no final da tarde e me esgueirei a espera do inimigo.

Por volta das três da manhã, ouvi rebuliços que despertaram do meu sono leve. Do local que eu estava pude perceber uma silhueta negra mexendo na despensa. Atentei-me ainda mais e passei a segui-lo no momento em que ele saiu. Resolvi agir de imediato, não achando ser necessário descobrir seu paradeiro. — Ei! Parado aí! — Gritei ao indivíduo, lento e "inchado".

Além de ser um simples civil sem treinamento algum, sua fisionomia o tornou um alvo fácil. Desferi um golpe de judô em seu corpo, lançando-o ao chão. O saco de comida caiu no chão enquanto um grito desesperado era ouvido, apesar da diferença de tamanhos, pude rendê-lo e amarrá-lo com uma corda que achei perdida no armazém.

Na manhã do dia seguinte, entreguei o criminoso para as autoridades, já que teria um melhor tratamento ali.

HP: 200 | CH: 200
-
Ayura
Ayura
Vilarejo Atual
Ícone : D [Ladrão Comilão] 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: D [Ladrão Comilão] - Sab 21 Maio 2016 - 14:13

Você narra bem, Simão. q

@aprovado

_______________________


D [Ladrão Comilão] Ps1dM0N
Ficha//M.F.
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.