Naruto RPG
Akatsuki
Shaka retornou. O inimigo número um da humanidade num passado apagado da existência retornou ainda mais poderoso. Os fantasmas dos heróis que o aprisionaram no passado solicitaram a ajuda de guerreiros poderosos que estivessem dispostos a selá-lo na cadeia do tempo, porém, algo de errado ocorreu. Shaka não só conseguiu escapar dos inimigos como ainda corrompeu os fantasmas e roubou uma das três marcas sagradas do tempo. Enquanto isso, as vilas sofreram ataques massivos de seguidores da religião de Jashin, todos acreditando que Shaka é o verdadeiro deus da morte. Templos foram encontrados nos arredores de cada vilarejo e aos poucos foram derrubados. Mas o inimigo da humanidade não tinha apenas uma carta na manga; Kinarra, um demônio antigo, voltou do além buscando a destruição do mundo, entretanto, ao enfrentar os novos heróis da humanidade, acabou se aliando aos humanos até que Shaka reapareceu e a selou novamente mostrando todo o seu poder. O mundo se encaminha para uma era sombria ou de paz? Só o tempo dirá.
Ano: 66DG
15/03/19 - 05/04/19
06/04/19 - 27/04/19
28/04/19 - 19/05/19
20/05/19 - 11/06/19
01 / 04 Olá, é sua primeira vez aqui? Caso a resposta seja sim desejo-lhe boas-vindas. Sugiro que antes de iniciar sua jogatina confira nossas regras & tutoriais e quando se sentir pronto lance sua ficha em inscrições. Nesse mês estamos com uma promoção exclusiva para novos jogadores, um pequeno pacote que concedem algumas vantagens no inicio de sua jornada dentro do RPG, confira clicando aqui.

04 / 04 Estamos com uma promoção de AG nesse mês que tem como objetivo arrecadar doações suficientes para a renovação do domínio e pacote premium da forumeiro, pedimos, se possível, sua colaboração. Confira a promoção clicando aqui.

11 / 04 Tem alguma dúvida pequena que deseja retirar rapidamente? Utilize nosso tópico de dúvidas rápidas clicando aqui.
.
.
.
.
Últimos assuntos


treino

treino em 2/3/2019, 21:15

Repousava sobre o cume de uma montanha sem qualquer pretensão. Tendo se tornado uma perita das chamas, decidira tomar um tempo para si. Era justo, tendo em vista o perrengue passado. A natureza da combatente diria o contrário, no entanto. Postou-se sob si no subconsciente, uma figura caricata que por vez ou outra sempre aparecia nos momentos de maior ócio. — Eu não reconheço você. Por que está aqui, deitada?! Burra. Se soubesse de seu potencial, não cansaria tão facilmente. — disse simbolicamente, entidade maior representativa de todo o esforço. — Droga. Parece que não consigo me esquivar de você, não importa o quanto tente. Dane-se. É hora de treinar. — decidiu-se subitamente. Num relampejar, flexionou os joelhos e os arremessou contra o ar num potente movimento dos membros superiores. Caíra de pé, firme. — E lá vamos nós mais uma vez... — comentou timidamente, descendo da elevação rochosa.

No terreno plano, optara por correr. Continuaria a prática de outrora: velocidade. Desta vez contava com braceletes e tornozeleiras especiais, desenvolvidas pela mãe. E que, apesar da aparência de fina tira, concentravam cada uma massa colossal. Assustada com o peso dos artefatos, caminhou. Fase inicial de adaptação. Por muito treinada, não acreditava que aquele quarteto fosse causá-la tamanho desconforto. Propiciou um estresse absurdo à musculatura, quase que cedendo ao chão involuntariamente. Vibradora, concentrou-se e, de moral elevada, enfrentou o novo desafio posto. — Nem um passo darei para trás. Não importando quão pesado seja o fardo. — garantiu ante nada. Engolfada pelo sentimento de aprimoramento, seguiu. O fez até o desmaio, momento em qual nem mesmo toda a força de vontade pudera contrariar. — Eu acho que isso é tudo... — disse pouco antes de seus olhos fecharem.

Noutro dia, despertou. Os pássaros acertavam-lhe o crânio com seus bicos pontudos, pareciam um despertador da natureza. Balançou a destra na direção da occipital, afastando-os. O rosto moveu-se lentamente e ofuscado foi pelo majestoso astro solar que irradiava magnificência. — Desistir está fora de questão! — disse a si própria, nos instantes em que alguns pensamentos frouxos escorriam e adentravam à mente. Ergueu-se com dificuldade imensa. Todas as fibras estremeciam, fadigadas e exauridas. A dor, contudo, era apenas um indício do aprimoramento. Ela que maltratava a menina, continuou por uma semana ao seu lado enquanto, passada a passada, corria. A velocidade lentamente aumentava. Um dia após o outro e, no sétimo, finalmente viu-se contente. Toda a carga carregada não mais lhe era um empecilho. Locomovia-se com agilidade notável. Comparar-se com a Kai anterior era falta de lealdade. — Tudo isso tem um propósito. A lagarta rasteja até que possa voar com as asas que cria. Eu farei o mesmo, cansarei e vencerei o meu eu anterior até que possa voar... — disparou contra os ares, dando fim à rotina.

Uma mulher batia palmas. — Um belo discurso, garotinha. Nunca vi alguém com sua idade ser tão sábia. Não é, certamente, normal. — provocou. Era pouco mais velha, com silhueta voluptuosa, cabelos longos amarrados, maquiagem pesada e vestia um quimono de flores de cerejeira. Kai recusou-se a dialogar, prostrando-se com feição fechada, acreditando que ali se iniciaria um duelo. A outra riu. — Gyagyagya! Não há com o que se preocupar, afinal somos companheiras de vilarejo. — afirmou apresentando sua proteção de Iwagakure. — Depois de vê-la treinando, achei que seria divertido praticar um pouco com alguém, aceita? — questionou oferecendo a possibilidade de uma disputa árdua. Relutar estava fora de questão. Fechou e abriu as pálpebras calmamente. Assentiu com um tranquilo deslizar da cabeça. Estava definido, lutariam.

Estabelecida uma distância de vinte passo entre ambas, começaram. Atiçada por ser a batalha o centro da situação, Kai era agraciada com os poderes providos por sua determinação inesgotável. Todos os seus sentidos se afiaram, bem como as valências físicas eram acrescidas. A proponente se lançou numa ofensiva primária. Sacou uma centena de cartas de baralho e as arremessou como se tratassem de objetos afiados. Naquele instante, pôde contar com nada senão acrobacias. Buscou desdobrar-se em infinitas maneiras a fim de esquivar-se do ataque da oponente. Mortais e outras piruetas foram executadas com um único propósito: evitar ser atingida. Ao final da saraivada, viu-se com pequenos cortes por todo o corpo, superficiais, causados por sua falta de habilidade em taijutsu. Não fora marcial o suficiente; assim se revelou o erro. — Se tentar apenas fugir, vai acabar sendo acertada por minhas cartas... — provocou.

Numa feição cerrada, a kunoichi decidiu que aquela seria, a partir de então, um caminho de uma única via: tornar-se capaz de evadir-se de todos os artefatos retangulares com perfeição. Uma nova precipitação de cartas era arremessada, porém desta vez com uma fugacidade ampliada. Espalharam-se no espaço e dançaram por alguns segundos no ar, até que se propuseram a atingir a Genin e rasgá-la em centenas de pedaços. Com o intuito de romper os limites conhecidos pelas suas articulações, continuou a tentar executar manobras de complexidade infinitamente superior à capacidade de taijutsu detida. Conforme promovia ao corpo o máximo de si, conseguiu, com dificuldade, sair com vida.

E foi assim que a batalha prosseguiu por alguns dias seguidos: projéteis de uma parte e esquiva da outra. O guerrear só cessou quando ambas se esgotaram completamente e cederam de joelhos no chão. Despropositadamente, aprimoraram-se. Cada uma naquilo que lhe cabia: físico e espiritual. Ao fim, se encararam e sorriram. Finalmente ela conseguira falar com outrem. — A propósito, sou Kai. — disse-lhe o nome. — Finalmente consegui arrancar um sorriso seu... Eu sou Guan. É um prazer conhecê-la. — rebateu contente. Dormiram e, quando desperta, a nobre guerreira viu-se sozinha em meio às montanhas. Retornou à Iwagakure satisfeita com a evolução notável. — Um passo a mais em meu caminho...


Kyou Kai; 225/225 550/550 00/03

Considerações:
Aparência: Kyou Kai - Kingdom, roupas como descritas na seção de aparência da ficha.

+1 ponto em velocidade e outro em taijutsu
Usados:


_______________________

]treino Tumblr_n2h10mzqJP1tvbalbo1_500
treino 100x100

Fama : 0
nujabes.
Genin
http://www.narutorpgakatsuki.net/t66390-fp-sarutobi-kenta http://www.narutorpgakatsuki.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: treino em 2/3/2019, 22:58

@ +1 VEL & TAI

_______________________

treino Giphy

"Even if there's a small chance, we owe this to everyone who's not in this room to try"
treino 03682610

Fama : 22
Exile
Jōnin
http://www.narutorpgakatsuki.net/t65407-f-the-elixed http://www.narutorpgakatsuki.net/t59736-c-t-natsumi#409350

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo



Você não pode responder aos tópicos neste fórum